ministeriohorafinal

Zochar-YAHU (Zacarias)

ZOCHARYAHU 1

 

Uma chamada ao arrependimento

 

1-Estas mensagens, da parte de YAHU UL, foram comunicadas ao profeta ZOCHARYAHU (filho de Boruhayáo e neto de Ido), nos primeiros dias de Novembro, do segundo ano de reinado de Dario.

2-O YAHU UL Tzavulyáo do céu zangou-se em extremo com vossos pais.

3-Mas agora voltar-se-á a vosso favor novamente se se voltarem para ele.

4-Não sejam como os vossos pais! Os primeiros profetas em vão insistiram com eles para que se arrependessem dos seus maus caminhos. Venham, tornem-se para mim, dizia YAHU ULHÍM o Criador Eterno. Mas não, não quiseram ouvir; não deram ouvidos.

5-6-Os vossos antepassados e os profetas, há muito que já faleceram; mas lembrem-se da lição que eles tiveram que aprender – é que a palavra de YAHU ULHÍM é persistente!
Apanhou-os e castigou-os. Por fim arrependeram-se. Tivemos o que merecíamos,
reconheceram eles. YAHU ULHÍM fez-nos aquilo que nos avisou que faria.

7-No dia quinze de Fevereiro – era ainda o segundo ano do reinado de Dario, YAHU ULHÍM comunicou outra mensagem ao profeta ZOCHARYAHU (filho de Boruhayáo e neto de Ido), numa visão dada durante a noite:

8-Vi um homem sentado num cavalo vermelho, que estava parado entre murtas, num vale. Atrás dele estavam outros cavalos, vermelhos, castanhos e brancos, cada um com o seu condutor.

9-Um anjo pôs-se ao meu lado e perguntei-lhe: Para que servem todos esses cavalos?Vai ser-te dito.

10-Então o condutor do cavalo vermelho respondeu-me:  YAHU ULHÍM enviou-os para patrulharem a terra.

11-Nessa altura os outros cavaleiros dirigiram-se ao anjo de YAHU UL:
Acabamos de percorrer a terra inteira; por toda a parte há prosperidade e paz.


12- Após ter ouvido isto, o anjo de YAHU UL fez esta oração: Ó YAHU UL Tzavulyáo
celestiais, durante setenta anos a tua ira se derramou sobre YAHUSHUA-oléym e
sobre as cidades de YAHUDAH. Quando mostrarás enfim a tua misericórdia sobre
elas?

13- YAHU ULHÍM respondeu ao anjo que estava de pé ao meu lado, falando-lhe
palavras de conforto e confiança.

14-Então o anjo disse: Clama esta mensagem da parte de YAHU UL Tzavulyáo celestiais: Pensas que não me preocupo com o que aconteceu em YAHUDAH e em YAHUSHUA-oléym? Sinto um grande zelo por elas.

15-É grande a minha ira contra os povos pagãos que as rodeiam e que vivem desafogadamente. Foi apenas durante certo tempo que estive voltado contra o meu povo, mas outros os afligiram mais do que deviam.

16-Por isso YAHU ULHÍM declara: Voltei-me para YAHUSHUA-oléym cheio de bondade. O meu Templo tornará a ser reconstruído, diz YAHU UL Tzavulyáo celestiais, e o mesmo acontecerá com YAHUSHUA-oléym.

17-Repete o que disseste: O YAHU UL Tzavulyáo celestiais declara que as povoações de Yashorúl tornarão a transbordar de prosperidade. YAHU ULHÍM confortará novamente YAHUSHUA-oléym, abençoá-la-á, e viverá nela.

 

Quatro chifres e quatro ferreiros.

.

 

18-Então reparei em quatro chifres.

19-Que são estes?, perguntei ao anjo espondeu-me: Representam quatro forças mundiais que dispersaram YAHUDAH, Yashorúl e YAHUSHUA-oléym.

20-Depois YAHU ULHÍM mostrou-me quatro ferreiros

21-Que vieram estes homens fazer?, perguntei anjo respondeu:
Vieram para derrubar as quatro forças que dispersaram YAHUDAH, tão
terrivelmente; vieram para os triturar na bigorna e os lançarem para longe.

 

ZOCHARYAHU 2

 

YAHUSHUA-oléym é medida

 

1-Quando tornei a olhar em volta, vi um homem com um cordel de medir na mão.

2-Onde vais? perguntei-lhe.Medir YAHUSHUA-oléym no seu comprimento e na sua largura.

3-O anjo que estava a falar comigo dirigiu-se ao encontro de outro que vinha na nossa direção.

4-Diga a este mancebo, disse o outro anjo, que YAHUSHUA-oléym, um dia, ficará tão cheia de gente que não haverá mais espaço para ninguém! Muitos terão de ficar de fora das muralhas, juntamente com o gado; e mesmo assim estarão seguros.

5-Porque YAHU ULHÍM mesmo será um muro de proteção, uma muralha de fogo, para eles e para YAHUSHUA-oléym; será a glória da cidade.

6-7-Venham, fujam da terra do norte, de Babilónia, diz YAHU ULHÍM a todos os exilados ali. Espalhei-vos aos quatro ventos da terra, mas tornarei a trazer-vos à pátria. Fujam, fujam, para Tzayán já!, diz YAHU ULHÍM.


8- YAHU ULHÍM da glória me enviou contra as nações que vos oprimiram; porque
aquele que vos toca, é o mesmo que tocar na menina dos seus olhos!


9-Esmagá-los-ei com o meu punho, e os seus escravos tornar-se-ão os seus
chefes! Saberão então que foi YAHU UL Tzavulyáo celestiais quem me mandou.


10-Vim para viver convosco, no vosso meio, diz YAHU ULHÍM; por isso canta, YAHUSHUA-oléym, e alegra-te!

11-Nessa altura, muitas nações se converterão a YAHU ULHÍM, e serão
também meu povo; viverei no meio deles todos. Saberão então que foi YAHU UL
Tzavulyáo celestiais quem me enviou

12-YAHUDAH será a propriedade de YAHU UL na terra santa, visto que YAHU ULHÍM mais uma vez decidirá abençoar YAHUSHUA-oléym.-


13-Cale-se toda a humanidade perante YAHU ULHÍM, porque ele se levantou da sua
santa morada.

 

ZOCHARYAHU 3

 

Roupa limpa para o sumo intermediário

 

1-Então o anjo mostrou-me Yshushua, o sumo intermediário, em pé perante o anjo de YAHU UL. ha-satán também lá estava, à direita do anjo, acusando Yahushua de muitas coisas.

2 -YAHU ULHÍM disse a ha-satán:  YAHU ULHÍM te repreende, ha-satán. Sim, eu, YAHU ULHÍM – que escolhi YAHUSHUA-oléym – te repreendo. Decretei misericórdia para com YAHUSHUA e a sua nação. São como um tição arrancado ao fogo.

3-As roupas de YAHUSHUA estavam sujas, enquanto se mantinha
na presença do anjo de YAHU UL.

4-Então o anjo de YAHU UL disse aos que ali estavam: Mudem-lhe essa roupa suja. E voltando-se para YAHUSHUA: Repara: tirei a tua iniquidade e agora dou-te uma roupa nova.

5-E disse eu: Não poderia ele ter também um turbante limpo sobre a cabeça? E deram-lhe um novo.

6-O anjo de YAHU UL falou para Yahushua, com solenidade:

7-O YAHU UL Tzavulyáo celestiais declara: Se andares nos meus caminhos e obedeceres ao que te mando, dar-te-ei a responsabilidade do Templo, para que o mantenhas santo. Deixar-te-ei entrar e sair da minha presença com estes anjos

8-Escuta-me, YAHUSHUA, sumo intermediário, e todos os intermediários: Vocês são uma ilustração das boas coisas que hão-de acontecer. Não estão a ver? Yahushua representa o meu servo, o Ramo que hei-de enviar.

9-Pus diante dele uma pedra única que tem sete faces,
e gravarei nela uma inscrição. Num só dia tirarei os pecados desta terra

10-Após isso, declara YAHU UL Tzavulyáo celestiais, viverão em paz e com prosperidade, cada um na sua casa, onde poderão convidar os vizinhos.

 ZOCHARYAHU 4

 O castiçal de ouro e as duas oliveira

 1-O- anjo que estivera a falar comigo tornou a despertar-me, como se eu tivesse estado a dormir:

2-Que vês tu agora?Respondi: Um castiçal todo de ouro, e um reservatório de azeite para alimentar as luzes através de sete tubos.

3-Vejo igualmente duas oliveiras, uma de cada lado.e


4-Então perguntei ao anjo: Qual será o seu significado? Que quererá isso dizer?


5-Não sabes o que simbolizam?, perguntou o anjo.Não, chefe, não sei.

6-Então ele disse-me: Esta é a mensagem de YAHU ULHÍM para Zorobabúl : Não pela força, nem pela violência, mas pelo meu RÚKHA, diz YAHU UL Tzavulyáo celestiais. Vocês vencerão pelo meu RÚKHA, ainda que sejam poucos e fracos.

7Por isso nenhuma montanha, por mais alta que seja, poderá ficar de pé diante de Zorobabúl! Será aplanada na sua frente! E Zorobabúl acabará construindo este Templo, com altas exclamações de gratidão pela misericórdia de YAHU ULHÍM, afirmando que tudo foi feito só pela sua graça.

8-Esta foi outra mensagem que recebi da parte de YAHU UL

9-Zorobabúl pôs os alicerces deste Templo, e acabá-lo-á. Assim saberão que
estas mensagens são a palavra de YAHU ULHÍM, YAHU UL Tzavulyáo celestiais

10-Não desprezem os pequenos começos. Porque os homens se alegram vendo o início desta obra, vendo o prumo nas mãos de Zorobabúl. Estas sete luzes simbolizam os olhos de YAHU UL que tudo vêem, em todo o mundo.

11-12-Perguntei seguidamente quanto às duas oliveiras de cada lado do reservatório, e quanto aos dois ramos de oliveira que escorriam azeite para dentro das luzes do castiçal de ouro, através dos tubos de ouro.

13-Não sabes?, inquiriu.Não, chefe., respondi.


14Então ele disse-me: Representam os dois ungidos que estão ao serviço de YAHU
UL de toda a terra.

 

ZOCHARYAHU 5

O rolo que voava

 

1-Levantei novamente os olhos e vi um rolo que voava no ar.

2-Que estás a ver?, o anjo perguntou-me.Um rolo a deslocar-se
no ar!, respondi: Parece ter uns dez metros de comprimento e cinco de largura.


3-E ele disse-me: Este rolo contém as palavras de YAHU ULHÍM, amaldiçoando a
terra inteira, e afirmando que todos os que roubam e mentem já foram julgados e
sentenciados à morte.

4-‘Envio esta maldição à casa de todo o que rouba e de todo o que jura falsamente pelo meu Shúam (Nome)’, diz YAHU UL Tzavulyáo celestiais.
‘E a minha maldição permanecerá sobre a sua casa, acabando por destruí-la
inteiramente.’

 

A vasilha que voava

 

5-O anjo deixou-me por um momento, voltando depois para me dizer: Repara nisso que se está a deslocar no ar!

6-O que é? perguntei.É uma vasilha que se usa para medir grão, que está cheia com o pecado que prevalece por toda a parte.

7-De repente uma pesada tampa de chumbo, que cobria o recipiente, foi tirada e pude ver uma mulher lá dentro.

8-Representa a maldade, disse ele. E empurrou-a para dentro do recipiente, tornando a pôr em cima a tampa.

9-Depois vi duas mulheres voando na nossa direção, com asas semelhantes às de uma cegonha. Pegaram naquela vasilha e levaram-na com elas pelos ares.

10-Para onde levaram elas a vasilha? perguntei ao anjo.

11-Para Babilónia replicou-me, onde vão construir-lhe um Templo. Quando o Templo
estiver pronto, porão a vasilha no seu lugar próprio.

 

ZOCHARYAHU 6

 

Quatro carros

 

1-3-Ergui novamente os olhos e vi quatro carros que saíam de entre aquilo que parecia serem duas montanhas feitas de bronze. O primeiro era puxado por cavalos vermelhos, o segundo por cavalos pretos, o terceiro por brancos e o quarto por cinzentos malhados

4-E estes, que simbolizam, chefe?, perguntei ao anjo que estava a falar comigo.

5-São quatro espíritos celestes que estão perante YAHU ULHÍM de toda a terra. Estão a sair para fazer a sua obra

6-O carro puxado pelos cavalos pretos irá para o norte; o que é
puxado pelos cavalos brancos seguirá atrás dele; o dos cavalos malhados
cinzentos dirigir-se-á para o sul.

7-Os cavalos vermelhos estavam impacientes por partir, prontos para patrulharem a terra, duma ponta à outra; por isso YAHU ULHÍM disse: Vão. Comecem a percorrer a terra. E logo se foram embora.

8- YAHU ULHÍM chamou-me e disse: Os que partiram para o norte executaram o meu
julgamento e apaziguaram a minha ira.

 

Uma coroa para Yahushua

 

9-Numa outra mensagem disse YAHU ULHÍM:


10-Heldai, Tobias e Yada-YAHU hão-de trazer presentes de prata e de ouro da
parte dos YAHÚ-dim exilados em Babilónia. No próprio dia em que chegarem, vai
ao encontro deles na casa de Yasa-YAHU (filho de ZAFNAYAHU), onde ficarão
instalados.

11-13-Aceita-lhes os presentes e faz deles uma coroa de prata e de
ouro. Coloca seguidamente essa coroa na cabeça de YAHUSHUA (filho de Yeozadaque),
sumo intermediário. Diz-lhe que YAHU UL Tzavulyáo celestiais lhe faz saber o
seguinte: Tu representas o homem que há-de vir, cujo nome é Rebento – brotará
deste lugar e edificará o Templo de YAHU UL. Pertence-lhe o título real.
Governará como rei e como intermediário, numa perfeita harmonia entre as duas
funções!

14Depois põe a coroa no interior do Templo de YAHU UL, para honrar os
que lha deram – Heldai, Tobias, Yada-YAHU e Yasa-YAHU também.

15-Esses três que vieram assim de tão longe são percursores de muitos outros que um dia chegarão, vindos de terras longínquas, para reconstruir a casa de YAHU UL. Quando isto acontecer saberão que estas mensagens vêem de YAHU ULHÍM, YAHU UL Tzavulyáo
celestiais. Mas nada disto acontecerá sem que vocês obedeçam cuidadosamente às
palavras de YAHU UL vosso Criador Eterno.

 

ZOCHARYAHU 7

 

Justiça e misericórdia, não jejum

 

1-Veio outra mensagem da parte de YAHU UL para mim, no dia sete de Dezembro, no quarto ano do reinado de Dario.

2-3-Os YAHÚ-dim da cidade de Bohay-Úl mandaram um grupo de gente, encabeçados por Sarezer, governador da casa real, mais Regem-Meleque, que vieram até ao Templo de YAHU UL em YAHUSHUA-oléym para implorar o favor de YAHU UL e para falar aos
intermediários e profetas sobre se devem continuar os seus costumes
tradicionais de jejum e lamentações durante o mês de Agosto de cada ano, como
sempre fizeram.

4-Foi esta a resposta de YAHU UL:-

5-Quando voltarem para Bohay-Úl, digam a todo o povo e aos intermediários o seguinte: Durante estes setenta anos de exílio, quando jejuaram e choram em Agosto e Outubro estavam realmente desejosos de abandonar os vossos pecados e de se converterem a mim? É claro que não!

6-E mesmo agora, nas vossas santas festividades consagradas a YAHU ULHÍM, não estão a pensar em mim mas unicamente no que vão comer, nas pessoas com quem se vão encontrar e no prazer que vão ter.

7-Há muitos anos, quando YAHUSHUA-oléym era uma cidade próspera e os seus subúrbios a sul, por toda aquela campina, estavam cheios de habitantes, já nessa altura os profetas vos avisavam que essa atitude vos levaria sem falta à ruína, como realmente levou.

8-Veio mais a palavra de YAHU UL a ZOCHARYAHU:

9-10-Diz-lhe que sejam honestos e justos – que
não andem a meter cunhas a troco de dinheiro; que mostrem piedade e misericórdia
cada um ao seu próximo. Que não oprimam a viúva, nem o órfão, nem o estrangeiro
nem o pobre; que parem de tramar ciladas contra os outros.

11-12-Os vossos pais não quiseram ouvir esta mensagem. Voltaram-me as costas, puseram os dedos nos ouvidos para poderem ficar descansados. Endureceram os corações, como diamantes, só com medo de terem que aceitar as palavras que YAHU ULHÍM, YAHU UL Tzavulyáo celestiais, lhes tinha mandado – as leis que lhes revelara pelo seu RÚKHA, através dos antigos profetas. Foi isso que fez cair sobre eles tamanha
ira da parte de YAHU ULHÍM.

13-Chamei por eles, mas recusaram ouvir-me. Por
isso, quando clamaram por mim, me afastei. 14Espalhei-os, como se fosse um
tornado, por entre as nações do mundo. A terra ficou desolada; já ninguém viaja
sequer por elas. Aquela terra desejada está agora vazia, deserta.

 

ZOCHARYAHU 8

 

YAHU ULHÍM promete abençoar YAHUSHUA-oléym

 

1-Outra mensagem de YAHU UL:

2-3-O YAHU UL Tzavulyáo celestiais diz assim: Estou muito indignado – sim, estou mesmo irado – por causa do que todos os inimigos de YAHUSHUA-oléym lhe fizeram. Agora voltar-me-ei para a minha terra e eu próprio ficarei a viver ali em YAHUSHUA-oléym, a qual será chamada a Cidade Fiel, a montanha de YAHU UL Tzavulyáo celestiais,
o Monte Santo.

4-5-O YAHU UL Tzavulyáo celestiais declara que YAHUSHUA-oléym
terá paz, prosperidade e segurança social de forma que se verão outra vez nas
ruas pessoas idosas, apoiando-se nas suas bengalas, e nas praças públicas
juventude expandindo alegria.

6-Diz YAHU ULHÍM: Pode parecer inacreditável aos
olhos de vocês – um resto do povo pequeno e desencorajado – mas para mim não é
nada demais!

7-Com toda a certeza que resgatarei o meu povo das extremidades do
Oriente às do Ocidente, seja para onde for que tenham sido espalhados.

8-Hei-de trazê-los de novo para viverem em YAHUSHUA-oléym; serão o meu povo e eu serei o seu YAHU ULHÍM, guiando-os com justiça e com verdade!

9-O YAHU UL Tzavulyáo celestiais diz: Tenham coragem! Vocês que ouvem agora as palavras dos profetas, que vos falaram quando se puseram os alicerces deste Templo, a fim de que fosse edificado.

10Antes do empreendimento começar, não havia postos de trabalho, não
havia salários, não havia segurança; se tivessem de deixar a cidade, ninguém
podia ter a certeza de regressar, porque era cada um contra o seu semelhante.


11-12Agora, já não tratarei mais com o resto deste povo como no passado, diz YAHU
UL Tzavulyáo celestiais. Semeio paz no vosso meio. As vinhas darão o seu fruto.
O chão será fértil, e a chuva, abundante. Todas estas bênçãos darei ao povo
deixado na terra.

13-Assim como eram uma maldição entre as nações, o povo de YAHUDAH
e o povo de Yashorúl, assim vos salvarei e serão uma bênção. Não tenham receio.
Trabalhem com coragem!

14-15-Fiz o que prometera quando os vossos pais me
enfureceram, e garanti-lhes que seriam castigados; por isso agora também não
alterarei a minha intenção de vos abençoar.

16-Da vossa parte, é isto que devem fazer: falar verdade, e serem justos e honestos nos vossos tribunais.

17-Não conspirem para fazer o mal; não jurem falsamente! Todas essas coisas repudio
severamente! – diz YAHU ULHÍM.

18-Aqui está outra mensagem que veio até mim da parte de YAHU UL Tzavulyáo celestiais:

19-Esses jejuns tradicionais e tempos de contrição coletiva, que realizam em Junho, Agosto, Outubro e janeiro, terminaram. Agora serão antes celebrações festivas, por isso amem a verdade e a paz!

20-Povos de todo o mundo virão em peregrinação a YAHUSHUA-oléym,
originários de muitas cidades estrangeiras, para assistir a estas celebrações.


21-As pessoas escreverão umas às outras dizendo: Vamos todos a YAHUSHUA-oléym
pedir a YAHU ULHÍM a sua bênção sobre nós e que seja misericordioso para
connosco. Venham todos já!

22-Sim, muita gente, mesmo as nações mais fortes, se
chegará a YAHU UL Tzavulyáo celestiais em YAHUSHUA-oléym para lhe rogar a sua
bênção e ajuda.

23-Nesses tempos, dez estrangeiros agarrar-se-ão às abas do
casaco de um YAHÚ-di implorando-lhe: Queremos partilhar o vosso destino, porque
sabemos bem que YAHU ULHÍM está convosco.

 

ZOCHARYAHU 9

 

Juízo sobre os inimigos de Yashorúl

 

1-Esta mensagem diz respeito à maldição que YAHU ULHÍM faz cair sobre as terras de Hadraque e de Damasco, porque YAHU ULHÍM tem o seu olhar atento também sobre toda a humanidade, não apenas sobre Yashorúl.


2-Condenada está Hamate, perto de Damasco, e Tiro, e Sidom também, por muito
espertas que sejam.

3-Tiro fortificou-se com todo um sistema de fortalezas, e enriqueceu de tal forma que a prata, para ela, é como pó, e o ouro fino como poeira de chão das ruas.

4-Por isso YAHU ULHÍM a despojará e derrubará as suas fortificações no mar; será incendiada e arrasada.

5-Áshkelon verá isso e ficará cheia de terror; Gaza desfalecerá de desespero e Ekron também, porque perderam a esperança de que Tiro servisse de barreira contra o avanço dos inimigos. Gaza será conquistada e o seu rei morto. Áshkelon ficará deserta.

6-7-Estrangeiros ocuparão a cidade de Ashdod, e anularei a soberba dos Palestinos. Farei com que vomite a idolatria da sua boca, e não comerão mais carne com sangue, nem outros alimentos proibidos. Todos aqueles que ficarem vivos passarão a adorar YAHU ULHÍM e adoptarão Yashorúl como a sua nova família. Os Palestinos de Ekron
casar-se-ão com YAHÚ-dim, tal como o fizeram os jebuseus há já muitos anos.


8-Rodearei o meu Templo como um corpo de guarda, para guardar entrada de
exércitos invasores em Yashorúl. Vigiarei estreitamente os seus movimentos,
mantê-los-ei afastados – não haverá mais opressores dominando a terra do meu
povo vinda do rei de Tzayán

9-Alegra-te intensamente, ó meu povo! Grita de
contentamento! Vê, o teu rei aproximar-se! Justo e Salvador, pobre e montado
num jumento, um pequeno jumentinho.

10-Removerei os carros de combate de Yashorúl, e tirarei os cavalos de YAHUSHUA-oléym; os arcos de combate serão destruídos. Ele anunciará paz às nações. O seu domínio estender-se-á de um mar ao outro; desde o rio até às extremidades na terra.

11-Libertarei os teus prisioneiros de um poço sem água, por causa da aliança que fiz contigo, selada com sangue.-


12-Venham para o lugar de segurança, vocês, ó prisioneiros, porque ainda há
esperança! Prometo que vos recompensarei a dobrar!

13YAHUDAH é o meu arco de
atirar, Efroím a minha flecha! Ambos serão a minha espada, como a espada de um
poderoso guerreiro brandida contra os filhos da Grécia.

 

YAHU ULHÍM aparecerá

 

14- YAHU ULHÍM conduzirá o seu povo durante a
batalha! As suas flechas dispararão como relâmpagos; YAHU ULHÍM o Criador
Eterno tocará a trombeta e sairá contra os seus inimigos como um furacão no
deserto, vindo do sul.

15-Defenderá o seu povo e eles subjugarão os guerreiros
com fundas. Gritarão na batalha como ébrios e derramarão o sangue dos seus
inimigos, como o sangue de um sacrifício sobre o altar.

16- YAHU ULHÍM o Criador
Eterno salvará nesse dia o seu povo, tal como um apacentador que vigia sobre o
rebanho. Brilharão na sua terra como jóias numa coroa real.

17-Como será belo e
maravilhoso! O trigo e o vinho darão beleza à juventude.

 

ZOCHARYAHU 10

 

YAHU ULHÍM cuidará de YAHUDAH

 

1-Peçam a YAHU ULHÍM chuva na Primavera; ele,
que faz os relâmpagos, vos dará bátegas de água. Cada campo se tornará em pastagens luxuriantes.

2-Que loucura pedir a ídolos coisas como essa! As provisões dos adivinhos são todas um amontoado de mentiras. Que conforto poderá haver em coisas que sabemos não serem verdade? YAHUDAH e Yashorúl têm vagueado como ovelhas perdidas; toda a gente os ataca, pois que não têm apascentador para os defender.

3-A minha ira se acende contra os vossos anciãos – os vossos chefes
– e os castigarei – esses bodes. O YAHU UL Tzavulyáo celestiais veio enfim socorrer o seu rebanho de YAHUDAH. Farei deles fortes e gloriosos, semelhantes a cavalos de guerra na batalha.,

4-Deles sairá a pedra fundamental, a estaca principal que dá garantia, a arma que vencerá a batalha, dele sairão os chefes


5-O povo de YAHUDAH será vitorioso como soldados que pisam os inimigos na lama das ruas. YAHU ULHÍM está com eles durante a luta; os seus adversários estão condenados.

6-Fortalecerei a casa de YAHUDAH e salvarei a casa de YAHU-saf. Tornarei a estabelecê-lo, porque os amo. Será como se nunca os tivesse afastado. Eu, YAHU ULHÍM, seu Criador Eterno, ouvirei os seus clamores

7-Os efraimitas serão como valentes guerreiros. Estarão felizes, como em dias de celebração quando se levantam os copos à saúde! Seus filhos igualmente verão a bondade de YAHU UL e se regozijarão

8-Quando os chamar, virão apressadamente – porque os resgatei. A
partir do pequeno resto que ficou, tornarei a fazê-los crescer até à extensão anterior.

9-Ainda que os tenha semeado pelas outras nações, eles se lembrarão de
mim em terras remotas. Na companhia dos seus descendentes regressarão à sua pátria, a Yashorúl.

10-Farei que voltem, do Egito e da Assíria, para se radicarem novamente em Yashorúl – em Gaúliod, no Lebanon; será até com dificuldade que todos encontrarão lugar para ficarem!

11-Atravessarão em segurança o mar da angústia – as ondas do mar se retirarão para os deixar passar. O Nilo secará – o domínio da Assíria e do Egito sobre o meu povo terminará.

12-Diz assim YAHU ULHÍM: O meu povo será fortalecido com a força do
meu poder! Irão onde quer que desejarem; e para onde quer que forem, estarão sempre sob os meus cuidados.

 

ZOCHARYAHU 11

 

1-Abre, ó Libano, as tuas portas para que o fogo do julgamento consuma os teus cedros. Serão consumidos como por um fogo devastador através da floresta.=

2Chorem, ciprestes, por causa da ruína desses cedros. Os mais belos, os mais altos, já caíram.

3-Gritem de medo, carvalhos de Basã, ao ver essas florestas consumidas. Escutem o uivo dos líderes de Yashorúl -todos esses maus anciãos- porque desapareceu a sua prosperidade. Escutem o rugir dos pequenos leões – são os príncipes chorando, porquera o seu glorioso vale do Yardayán está numa ruína.

 

Dois anciãos

 

4-5-Então YAHU ULHÍM meu Criador Eterno disse-me: Arranja trabalho como apacentador de um rebanho que esteja a ser engordado para o matadouro. Isto ilustrará a forma como o meu povo foi comprado e morto por maus líderes, que continuam sem castigo. Graças a YAHU ULHÍM, agora estou rico!, dizem os que os traíram – os seus próprios anciãos que os venderam sem misericórdia.

6-E eu não pouparei nem uns nem outros, diz YAHU ULHÍM, pois
deixá-los-ei cair nas garras dos seus líderes malvados, que os liquidarão.
Farão da terra um deserto; e não a protegerei das suas más acções.

7-fui então buscar dois cajados e chamei a um Graça e ao outro União, apascentando o rebanho conforme me tinha sido mandado.

8-E num só mês liquidei os três maus anciãos. Mas tornei-me impaciente com estas ovelhas -esta nação- e elas enfastiaram-se de mim.

9-Por isso lhes disse: Não quero mais ser o vosso apacentador. Se
tiverem de morrer que morram; se forem destruídas, não me importo; e as que ficarem, que se comam umas às outras!

10-Peguei no cajado a que chamara Graça e quebrei-o em dois, mostrando assim que tinha quebrado a minha promessa com todos os povos.

11-Isto foi o fim do meu contrato. Então, os mercadores de ovelhas, que estavam a observar, compreenderam que YAHU ULHÍM estava a dizer-lhes algo através do que eu fiz.

12-E eu disse para os seus líderes: Se quiserem, deem-me a minha paga, aquilo que decidirem mas só se assim entenderem. Fizeram então contas ao meu salário e derem-me trinta moedas de prata.

13-Disse-me YAHU ULHÍM: Atira isso para dentro do cofre do Templo – essa fortuna com que eles te avaliaram! Peguei nas trintas moedas e lancei-as lá para dentro.

14-Então, quebrei também a minha outra vara União para mostrar que
o laço de união entre YAHUDAH e Yashorúl estava igualmente partido.

15- YAHU ULHÍM, seguidamente, mandou-me de novo procurar trabalho como apascentador; desta vez o meu papel era de servir como um mau apacentador, indigno.

16-E disse-me: Isto é uma ilustração de como entregarei esta nação aos cuidados de um apascentador que não se preocupará com as que estão a morrer, nem com as que se desgarram, que não tratará das que se feriram, nem alimentará as saudáveis; antes, pelo contrário, pegará nas mais gordas e comer-lhes-á a carne e lhes partirá as patas.

17-Ai desse apacentador indigno que não se preocupa com o
rebanho. A espada de YAHU UL lhe quebrará o braço e trespassará o olho direito, de tal forma que o braço nunca mais poderá recuperá-lo, e dessa vista ficará inteiramente cego.

 

ZOCHARYAHU 12

 

Os inimigos de YAHUSHUA-oléym serão
destruídos

 

1-Esta profecia é referente a Yashorúl, tal como a pronunciou YAHU ULHÍM, que estendeu os shua-ólmaYa e estabeleceu os fundamentos da terra, formando dentro do ser humano o seu espírito:

2-Farei com que YAHUSHUA-oléym e YAHUDAH se tornem como uma taça de veneno. As nações à sua volta beberão e cambalearão como ébrios; YAHUDAH será cercada, tal como YAHUSHUA-oléym.-


3-Esta tornar-se-á numa pesada pedra para o mundo. Ainda que todas as nações da terra se unam para a demover, serão todas esmagadas.

4-Nesse dia, diz YAHU ULHÍM, os cavalos entrarão em pânico, e seus cavaleiros enlouquecerão. Os meus olhos estarão sobre o povo de YAHUDAH, mas aos seus inimigos, cegarei.

5-As famílias de YAHUDAH dir-se-ão umas às outras: O povo de YAHU UL tornou a encontrar força em YAHU UL Tzavulyáo celestiais, o seu YAHU ULHÍM.

6Nesse tempo farei com que as famílias de YAHUDAH se tornem como tochas acesas dentro de uma floresta cheia de ramos secos, ou como um fósforo aceso no meio da palha; incendiarão todas as nações vizinhas em redor, enquanto YAHUSHUA-oléym se manterá inabalável

7-Primeiramente, YAHU ULHÍM dará descanso ao resto de YAHUDAH,
antes de YAHUSHUA-oléym, para que o povo de YAHUSHUA-oléym e a linha real de Dáoud não se encham de orgulho, com o seu sucesso.

8-9 YAHU ULHÍM defenderá o povo de YAHUSHUA-oléym; o mais fraco de entre eles será como o poderoso rei Dáoud! E a linhagem real será como YAHU ULHÍM, como o anjo de YAHU UL que vai à frente deles! Os meus planos são de destruir todas as nações que se levantam contra YAHUSHUA-oléym.

10-Nessa altura derramarei o espírito de graça e de oração sobre todo o povo de YAHUSHUA-oléym, e verão aquele que trespassaram, e
chorarão por ele, como por um filho único ou um primeiro filho que lhes tivesse morrido.

11-A tristeza e o choro em YAHUSHUA-oléym, nesse dia, serão maiores do que a grande lamentação pela morte do piedoso rei Yasa-YAHU, morto no vale de Megido.

12-14Todo o Yashorúl chorará de profunda tristeza. A nação inteira se
inclinará num luto generalizado – rei, profetas, intermediários e povo. Cada família chorará em privado, maridos separados das mulheres, a fim de encararem esse pesar isolados ma fonte purificadora do pecado

 

ZOCHARYAHU 13

 

1-Nesse tempo haverá uma fonte aberta para o povo de Yashorúl e de YAHUSHUA-oléym, uma fonte que os purificará da sua impureza e do seu pecado.

2-3-E YAHU ULHÍM do exércitos celestiais declara: Nessa altura farei desaparecer em absoluto qualquer vestígio de culto idólatra, em toda a terra, de tal forma que até o nome dos ídolos será esquecido. A terra será varrida de todos os falsos profetas e de leitores de sina, e se alguém recomeçar com falsas profecias, os seus próprios pais o matarão! Tens de morrer, dir-lhe-ão, porque estás a profetizar mentiras no Shúam (Nome) de YAHU UL.

4-Ninguém se gabará do seu dom de profecia! Ninguém trará roupa de profeta tentando enganar o povo novamente.

5-Não, dirão eles, não sou profeta. Sou trabalhador rural; a terra tem sido o meu trabalho desde a minha meninice.

6-E se alguém lhe perguntar: Então que cicatrizes são essas que tens no peito e nas costas?, responderá: São as feridas que me fizeram na casa dos meus amigos!


7-Ergue-te, ó espada, contra o meu apacentador, o homem que é meu companheiro, meu parceiro, diz YAHU UL Tzavulyáo celestiais. Fere o apascentador e espalhar-se-ão as ovelhas; mas voltarei atrás e confortarei os cordeiros, tratando deles.

8-Dois terços da nação de Yashorúl expirarão, mas um terço
ficará na terra.

9-Farei passar essa terça parte pelo fogo, purificando-a tal
como o ouro e a prata são refinados e purificados pelo fogo. Invocarão o meu Shúam (Nome) e ouvi-los-ei. Direi: São o meu povo. E eles:  YAHU ULHÍM é o nosso YAHU ULHÍM.

 

ZOCHARYAHU 14

 

YAHU ULHÍM chega e reina

 

1-2-Eis que o dia de YAHU UL está a chegar! Nesse dia, YAHU ULHÍM juntará as nações para combaterem YAHUSHUA-oléym. A cidade será tomada, as casas saqueadas, o despojo repartido e as mulheres violadas. Metade da população será levada como escravos; a outra metade será deixada no que ficar em pé da cidade.

3-Então YAHU ULHÍM sairá armado para a batalha para combater contra essas nações.

4-No dia em que os seus pés poisarem sobre o Monte das Oliveiras, a oriente de YAHUSHUA-oléym, esse monte fender-se-á em dois, formando-se um largo vale no meio, correndo de leste para oeste, porque uma metade do monte afastar-se-á para o norte e a outra para o sul.

5-Vocês escaparão através desse vale, pois que atingirá o portão da cidade. Sim, escaparão tal como o fez o vosso povo, há muitos séculos atrás, aquando do terramoto nos dias de Uzi-YAHU, rei de YAHUDAH, e YAHU ULHÍM meu Criador Eterno virá, assim como todos os santos e os anjos com ele.

6-Nesse dia não haverá luz, nem frio, nem gelo

7-Só YAHU ULHÍM sabe como é isso! Não haverá dia e noite,
como normalmente – chegada a hora da noite, ainda será dia

8-Águas vivas correrão de YAHUSHUA-oléym, metade para o Mar Morto e metade para o Mar Mediterrâneo, correndo continuamente, tanto de Inverno como de Verão.

9 -YAHU ULHÍM será rei em toda a terra. Haverá um só YAHU ULHÍM – só o seu (Nome) Shúam será adorado


10-11-Toda a terra, desde Geba (na fronteira norte de YAHUDAH) até Rimom (na fronteira sul), tudo será uma vasta campina; YAHUSHUA-oléym será exaltada, cobrindo toda a área desde a porta de Benyamín, até ao lugar da velha entrada, e daí até à porta da Esquina; desde a torre de Hananel até aos lagares do rei. YAHUSHUA-oléym será habitada, em segurança, finalmente; e nunca mais será amaldiçoada nem destruída.

12 YAHU ULHÍM mandará pragas contra os povos que combateram YAHUSHUA-oléym. Tornar-se-ão como esqueletos ambulantes, sem vestígios de carne; os olhos encovados dentro do que não é mais uma caveira; a língua apodrecida dentro da boca.

13-Serão cativos de pânico; YAHU ULHÍM lançará o terror nos seus corações; combaterão uns contra os outros, numa luta corpo a corpo.

14-Todo YAHUDAH combaterá em YAHUSHUA-oléym. A riqueza de todas as nações vizinhas será confiscada – grandes quantidades de ouro e de ricas peças de roupa.

15-(Esta mesma praga ferirá também os cavalos, os machos, os camelos, os burros, e todos os outros animais no campo inimigo.)

16-Por fim, os que sobreviverem da praga irão a YAHUSHUA-oléym, cada ano, para prestar culto ao rei, YAHU UL Tzavulyáo celestiais, para celebrar a celebração dos tabernáculos.

17-E toda a nação, em qualquer parte do mundo, que recusar vir a YAHUSHUA-oléym para adorar o rei, YAHU UL Tzavulyáo celestiais não beneficiará de chuva

18-Se o povo do Egito se recusar a subir, YAHU ULHÍM puni-lo-á com alguma outra praga.

19-Será assim que o Egito e todas as outras nações serão castigadas se recusarem vir adorar.


20-Nesse tempo, as campainhas dos cavalos terão escritas estas palavras: Propriedade santa de YAHU UL. As panelas do Templo de YAHU ULHÍM serão tão consagrados como as taças de serviço do altar.

21-Com efeito, todos os recipientes em YAHUSHUA-oléym e em YAHUDAH serão consagrados a YAHU UL Tzavulyáo celestiais; todos os que se apresentarem para o culto de adoração poderão usar qualquer deles livremente, para preparar os seus sacrifícios. Não haverá mais comerciantes exploradores no Templo de YAHU UL Tzavulyáo celestiais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: