ministeriohorafinal

Tehillim de 51/100

TEHILLIM 51

 

Teholyáo de Dáoud.Quando o profeta Naokhán
veio ter com ele,por ter estado com Bathsheba. Para o diretor do coro.

 

1Tem misericórdia de mim, ó YAHU ULHÍM, pois
é grande a tua bondade.
Apaga a mancha terrível das minhas transgressões, pois a tua piedade é sem limites.


2Lava-me completamente da minha culpa. Purifica-me do meu pecado.


3Porque reconheço a minha ação vergonhosa, que aliás não me sai do
pensamento.


4Foi contra ti, somente contra ti, que eu pequei, e fiz essa coisa tão
baixa aos teus olhos. As tuas palavras são verdadeiras e o teu julgamento é
justo.


5Eu nasci pecador, sim, desde o momento em que a minha mãe me concebeu.


6Tu ficas satisfeito quando há verdade e sinceridade no coração. Oh!
Dá-me essa sabedoria!


7Esparge-me com o sangue purificador e ficarei de novo limpo. Lava-me e
serei mais branco do que a neve.


8Depois de me teres castigado, devolve-me a alegria, mais uma vez.


9Não fiques lembrado dos meus pecados; apaga-os da tua vista.


10Cria em mim, ó YAHU ULHÍM, um coração limpo, e dá-me uma mente
renovada e firme.


11Não me afastes da tua presença; não me prives do teu Santo RÚKHA.


12Dá-me novamente a alegria da tua salvação; quero obedecer-te
decididamente.


13Poderei assim ensinar os teus caminhos aos transgressores; e os
pecadores voltar-se-ão para ti.


14Não me condenes à morte, meu YAHU ULHÍM. Só tu me podes livrar.
Cantarei intensamente a tua justiça.


15Abre-me os lábios, e a minha boca te louvará plenamente.


16Tu não te satisfazes com sacrifícios de penitência; se não, eu tos
faria de bom grado. Não estás interessado em holocaustos de animais.


17Para ti o verdadeiro sacrifício é um espírito rendido a teus pés e
arrependido. Um coração humilhado e magoado tu não desprezarás, ó YAHU ULHÍM.


18Abençoa o teu povo de Yashorúl, segundo a tua boa vontade, e protege YAHUSHUA-oléym.


19Tu te agradarás de todo o bem que eu fizer e dos sacrifícios que te
oferecer sobre o teu altar.

 

TEHILLIM 52

 

Teholyáo de Dáoud.Quando Doeque, de Edom,
foi informar Shaúlque Dáoud tinha ido para a terra de Abimeleque.

 

1Porque te consideras tu um herói na maldade,
e te gabas do mal que fizeste? 
Mas a bondade de YAHU ULHÍM permanece continuamente.


2És como uma navalha afiada quando planeias ações malvadas.


3Amas o mal e não o bem, a mentira e não a verdade.

4Atua língua mentirosa deleita-se em caluniar, e em dizer tudo o que possa
prejudicar os outros.

5Mas YAHU ULHÍM te destruirá para sempre e te arrancará
do lugar onde vives.
Tirar-te-á da terra dos vivos.

6E os que seguem a justiça de YAHU ULHÍM verão isso acontecer, e terão medo.

7Mas depois, rindo até, dirão a respeito dele: Veem o que acontece a quem despreza YAHU ULHÍM e confia antes nas suas posses; e a quem se torna cada vez mais atrevido na sua maldade.

8Mas eu sou como uma oliveira que o próprio YAHU ULHÍM protege e defende na sua casa.Confio na misericórdia de YAHU ULHÍM para todo o sempre.

9Ó YAHU ULHÍM, eu te louvarei para sempre por isso que fizeste. Espero em ti, pois
todos os crentes sabem que o teu Shúam (Nome) é o de um YAHU ULHÍM
misericordioso.

 

TEHILLIM 53

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1Diz o louco para consigo mesmo:  YAHU ULHÍM não existe.Todos se têm corrompido e degenerado. Não há ninguém que faça o bem.

2 YAHU ULHÍM olha desde os shua-ólmaYa sobre toda a humanidade, para ver se existe
alguém que saiba conduzir-se com sabedoria, e busque YAHU ULHÍM.


3Todos se desviaram e juntamente se corromperam. Não há quem faça o bem,
absolutamente ninguém!

4Serão assim tão ignorantes, esses malfeitores, que
devoram o meu povo como se comessem pão? 
Recusam chamar por YAHU ULHÍM.

5O terror dominará as suas vidas, do qual nunca se ouviu falar antes, YAHU ULHÍM
espalhará os ossos desses que te apertavam para te oprimirem. Estão condenados,
porque YAHU ULHÍM os rejeitou. 6Que bom seria se já tivesse vindo de Tzayán o
livramento do povo de YAHU ULHÍM! 
Que alegria será quando YAHU ULHÍM vier libertar os presos do seu povo e salvar Yashorúl!

 

TEHILLIM 54

 

Teholyáo de Dáoud.Sobre instrumentos de
corda. Quando os moradores de Zife vieram dizer a Shaúl que Dáoud estaria
escondido entre eles.Para o director do coro.

 

1Salva-me, ó YAHU ULHÍM, pelo teu Shúam
(Nome).
Defende-me com o teu poder.


2Ouve a minha oração; inclina os teus ouvidos ao que vou dizer.


3Porque gente com quem eu nada tenho a ver se levantou contra mim, gente
violenta e cruel que quer tirar-me a vida, e que não se preocupa sequer com o
que YAHU ULHÍM pensa sobre isso.

4Mas YAHU ULHÍM me ajuda.YAHU
ULHÍM é quem me sustenta a vida.


5Ele anulará o mal dos que andam à espreita para darem cabo de mim.
Segundo o que tu próprio prometeste, YAHU ULHÍM, tu os destruirás.


6Com alegria te trago os meus sacrifícios, e te louvarei, YAHU ULHÍM,
porque és bom,


7porque me livraste das minhas aflições e vi cumprido o meu desejo em
relação aos meus adversários.

 

TEHILLIM 55

 

Teholyáo de Dáoud.Sobre instrumentos de
corda. Para o director do coro.

 

1Ouve a minha oração, ó YAHU ULHÍM, não te
escondas da minha súplica.


2-3Atende-me e ouve-me. Pois gemo e choro na minha angústia,por causa de
tudo o que os meus inimigos bradam contra mim,e da opressão que me fazem.
Lançam-me toda a sua maldade e com raiva me aborrecem.


4Dói-me até o coração, e terrores mortais caíram sobre mim.


5Tenho medo e pavor. Estou cheio de terror.


6Quem me dera ter asas como uma pomba. Voaria para longe e teria
descanso.


7Fugiria para um deserto bem distante daqui e lá ficaria.


8Escaparia a toda esta tempestade, a este vento de fúria e ódio.

9 YAHU ULHÍM, faz com que essa gente brigue entre si.Destrói-os com a sua própria violência.

10-11Ainda que andem, dia e noite, patrulhando as suas muralhas contra invasores, contudo o mal deles é interno: é a maldade e a mentira que estão no coração da sua cidade. Há roubo, assassinato e engano lá dentro, nas suas ruas, por toda a parte.


12Não foi um inimigo quem me insultou; se assim fosse eu até o teria
suportado. Podia ter-me escondido e escapado.


13Mas foste tu, meu parceiro, meu companheiro e amigo,

14 que conversavas tão bem comigo, e que ias comigo, juntamente com todo o povo, à
casa de YAHU ULHÍM.


15Que a morte os arrebate e os derrube, mesmo que estejam cheios de
vida, porque as suas casas estão cheias de pecado e estão contaminados até ao
fundo da alma.


16Mas eu farei apelo a YAHU ULHÍM, que me salvará.


17Orarei de manhã, ao meio do dia e à noite, suplicande YAHU ULHÍM em
voz alta, e ele me responderá.


18Livrou a minha alma da guerra que me faziam, apesar de serem muitos
contra mim.

19 YAHU ULHÍM, que existe desde séculos sem fim no passado, lhes responderá.
Porque não temem YAHU ULHÍM, e não mudarão de ideias.


20Eram meus amigos e traíram-me, a mim que vivia em paz com eles.


21Tinham palavras mansas, palavras de mel, mas no seu coração havia guerra;
tinham maneiras suaves, oleosas, contudo escondiam punhais bem afiados.


22Lança os teus cuidados sobre YAHU ULHÍM e ele te dará forças. Não
deixará que os que seguem a sua justiça caiam.


23Mas a eles mandá-los-á para a cova da destruição. Assassinos e
mentirosos não viverão nem metade do tempo que poderiam viver. Quanto a mim
confiarei sempre em YAHU ULHÍM.

 

TEHILLIM 56

 

Teholyáo de Dáoud.Quando os filisteus o
prenderam em Gate.Para o director do coro.

 

1Tem misericórdia de mim, ó YAHU ULHÍM, porque há gente que procura devorar me.Oprimem-me e lutam comigo o dia inteiro.


2São muitos, e espiam-me de forma a terem todo o tempo para me
aniquilar.


3Mas quando estiver com medo, porei a minha confiança em ti.


4Confiarei nas promessas de YAHU ULHÍM. E se assim for, que me poderão
fazer?

5Eles todos os dias torcem o que eu digo.Só pensam no que hão-de fazer para me prejudicarem.


6Juntam-se para bem estabelecerem os seus planos; escondem-se e
espiam-me, aguardando a hora de me liquidarem.

7Conseguirão eles os seus objetivos perversos?Não os deixes, YAHU ULHÍM. Joga-os ao chão!


8Tens visto toda a minha agitação. Recolheste as minhas lágrimas na tua
taça. Registaste-as no teu livro.

9Quando clamo a ti por socorro, os meus inimigos
voltam para trás.
Sei isto, porque YAHU ULHÍM está comigo.


10Louvo as palavras de YAHU ULHÍM e as suas promessas.


11Confiarei nas promessas de YAHU ULHÍM. E se assim for, que me poderão
fazer?


12Certamente que farei o que te prometi, YAHU ULHÍM, e te darei louvores
pelo teu socorro.


13Pois livraste a minha alma da morte, e os meus pés de escorregarem,
para que possa andar na terra dos vivos diante de YAHU ULHÍM.

 

TEHILLIM 57

 

Teholyáo de Dáoud.Quando se escondeu numa
caverna, fugindo de Shaúl.Para o director do coro.

 

1Tem piedade de mim, ó YAHU ULHÍM! Tem piedade de mim,porque a minha alma confia em ti.Eu abrigo-me à sombra das tuas asas, até que passem as calamidades.


2Clamarei a YAHU ULHÍM do céu, que está acima de tudo, e que tudo fará
por mim.


3Ele me mandará lá do alto o seu auxílio para me salvar da má vontade
dos que querem devorar-me. YAHU ULHÍM tem, para me dar, amor e fidelidade.


4Estou rodeado de leões ferozes, gente violenta, que tem dentes mais afiados
que punhais, e cuja língua é faca cortante.

5 YAHU ULHÍM, engrandece-te nos teus altos shua-ólmaYa.Mostra a tua glória sobre toda a terra.

6Puseram uma rede no meu caminho;a minha alma ficou abatida, com temores. Abriram uma cova para que eu caísse. Mas afinal foram eles que vieram a cair nela.

7O meu coração está calmo e confiante, ó meu YAHU ULHÍM.Não é de surpreender que te cante então louvores.


8Desperta, minha alma. Que a harpa e a lira comecem a tocar. Eu mesmo ao
romper do dia virei cantar a YAHU ULHÍM.


9Virei diante de toda a gente, para que todas as nações o saibam,
exaltar-te-ei pelo meu canto.


10Pois a tua misericórdia é tão grande que chega dos shua-ólmaYa à
terra! És tão fiel e constante como todo o sistema de astros do firmamento.


11Sim, ó YAHU ULHÍM, que sejas por todos conhecido como aquele que é
grande acima dos shua-ólmaYa. Que a tua glória brilhe sobre toda a terra.

 

TEHILLIM 58

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1Justiça? Vocês, os grandes na sociedade, nem
sequer sabem o que isso é! 
Imparcialidade? Algum de vocês a sabe aplicar?


2No vosso coração forjam planos de maldade, para depois fazerem pesar
sobre a terra a violência e o suborno.


3Essa gente nasceu já pecadora, mentindo e agradando-se com o erro,
desde que nasceram.

4Oseu veneno é como o das serpentes;


5são como víboras, surdas perante o mais hábil encantador. 6Quebra-lhes
os dentes, ó YAHU ULHÍM.


Parte os queixais desses filhos de leões.


7Desapareçam como a água numa terra seca e arenosa. Despedaça-lhes as
armas que seguram nas mãos.


8Sejam como lesmas que se desfazem no lodo; como os que morrem antes de
nascer, sem nunca verem o sol.

9 YAHU ULHÍM arrebatará, tanto os velhos como os novos. Ele os destruirá mais depressa do que o tempo que é preciso para uma panela aquecer sobre o fogo crepitante de espinhos secos.


10Os que temem YAHU ULHÍM se alegrarão com a vitória da justiça. Pisarão
os campos da gente má que tiver sido castigada.

11Então toda a gente verificará que o bem é recompensado, e que existe realmente
um YAHU ULHÍM que julga com justiça na terra.

 

TEHILLIM 59

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.
Lembrando a ocasião em que Shaúl mandou cercar a sua casa para o matar.

 

1Livra-me, ó YAHU ULHÍM, dos meus inimigos.


Livra-me daqueles que se levantam contra mim.


2Livra-me desta gente que pratica a iniquidade e o crime. 3Armam ciladas
contra a minha vida.
Sãohomens violentos que se preparam para me caírem em cima, sem que eu lhes tenha feito mal algum.


4Agitam-se e têm pressa de me liquidarem, ainda que sem razão nenhuma
para tal.


5Olha para o que está a acontecer, YAHU ULHÍM, e desperta para me
ajudares! Ao mesmo tempo tu, YAHU ULHÍM o Criador Eterno, chefe Tzavulyáo
celestiais, YAHU ULHÍM de Yashorúl, levanta-te para castigares as nações
pecadoras que nos cercam. Não poupes nenhum desses homens maus e traiçoeiros.


6Ao anoitecer vêm espiar-me, andando em volta como cães, rondando a
cidade.


7Ouço-lhes os insultos, que ferem como espadas; blasfemam contra YAHU
ULHÍM e pensam: Ninguém nos ouve.


8Mas tu, YAHU ULHÍM, ris-te deles, e também vês como são ridículas essas
nações todas.

9Ó YAHU ULHÍM, tu és a minha força.Espero em ti porque és a minha segura defesa.

10YAHU ULHÍM nunca mudará o seu amor por mim. Ele fará com que eu veja cumprido o meu desejo a respeito dos meus inimigos.


11Não os mates, pois o meu povo logo esquece esse tipo de lições. Mas
antes que o teu poder os desbarate, os disperse, e os abata,  YAHU ULHÍM, pois és a nossa proteção.


12São uns arrogantes. Deles só saem maldições e mentiras. E por essas
mesmas coisas serão condenados.


13Destrói-os com a tua severidade, liquida-os de forma que todo o mundo
saiba que YAHU ULHÍM governa em Yashorúl e que domina toda a terra.

14-15Eentão, eles que tornem a vir espiar-me ao anoitecer, e que rondem a cidade como cães, uivando e procurando comida, para matarem a fome, que quanto a mim não
deixarei de cantar a tua força.


16Desde manhã cedo cantarei com alegria o teu amor. Pois tens sido o meu
refúgio bem seguro, a minha segurança nos momentos de angústia.


17A ti, pois, minha força, cantarei louvores. Tu és quem me defende e me
ama.

 

TEHILLIM 60

 

Teholyáo de Dáoud. Segundo a melodia Os
lírios. Poema de instrução.Quando Dáoud lutou contra os arameus de Mesopotâmia
e de Zobá,e Ya-ab, ao regressar, matou no vale do Sal doze mil edomitas.

 

1 YAHU ULHÍM, tu rejeitaste-nos e
desbarataste-nos.


Tens estado zangado connosco. Mas volta-te de novo para nós.


2Fizeste tremer esta terra, dividiste-a em pedaços. Cura-a agora, pois
está abalada até nos seus fundamentos.


3Fizeste-nos passar por coisas muito duras e beber amargo sofrimento.
4Mas deste uma bandeira a todos os que te temem para que se reagrupem e a
levantem bem alto pela causa da verdade.


5Salva-nos, para que o povo que amas seja livre. Ouve-nos e emprega toda
a capacidade do teu braço para nos livrar.

6 YAHU ULHÍM jurou pela sua santidade:É justo que me encha de alegria, porque hei-de repartir Siquem como terra que é minha, e hei-de medir o vale de Sukkós como propriedade que me pertence.


7Gaúliod e Menashé ainda são meus! Efroím é o apoio da minha força e YAHUDAH
me dará governantes.


8Por outro lado Moabe para mim é uma bacia de lavar, e Edom é como o lugar
para onde lanço os sapATOS quando me descalço. Sobre a Filisteia bradarei
vitória.

9Quem me fará entrar em triunfo nas cidades fortificadas de Edom?


10É YAHU ULHÍM certamente, ainda que antes nos tenha rejeitado e tenha
abandonado os nossos exércitos ao inimigo.


11Auxilia-nos nos tempos de aperto, pois que de nada vale o socorro
humano.


12Com YAHU ULHÍM faremos coisas formidáveis, e ele esmagará os nossos
inimigos.

 

TEHILLIM 61

 

Teholyáo de Dáoud.Sobre instrumentos de
cordas. Para o director do coro.

1Ouve, ó YAHU ULHÍM, o meu clamor! Atende à
minha oração!


2Ainda que esteja no fim do mundo clamarei por ti, pois o meu coração
está abatido. Leva-me para essa alta e poderosa rocha de salvação.


3Porque tens sido o meu refúgio, e como uma alta torre fortificada onde
o adversário nunca me poderá alcançar.


4Morarei na tua santa habitação para sempre. Estarei seguro ao abrigo
das tuas asas.


5Pois tu, ó YAHU ULHÍM, deste atenção aos meus votos. Deste-me as
bênçãos que reservas aos que temem o teu Shúam (Nome).

6Prolongarás a minha vida, a mim, o rei.Osmeus anos serão tão cheios e tão magníficos como os de muitas gerações juntas.

7Epermanecerei diante de YAHU ULHÍM para sempre. Envia a tua benevolência e a tua
verdade para que guardem e vigiem a minha vida de rei.


8Assim cantarei TEHILLIM ao teu Shúam (Nome) continuamente, cumprindo a
minha solene promessa de te louvar todos os dias.

 

TEHILLIM 62

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1Eu permaneço tranquilo diante de YAHU
ULHÍM, visto que só dele vem a minha salvação.


2Só ele é a minha rocha, o meu libertador e o meu defensor. Não me
hei-de perturbar quando vierem as aflições.


3-4Até quando continuarão vocês a tramar o mal contra mim, numa altura
em que o meu trono está instável; quando deixarão de querer derrubá-lo como uma
parede, ou uma vedação pouco segura? Deleitam-se na mentira, com a boca dizem o
bem, e no íntimo estão a amaldiçoar.

5Mas eu permaneço tranquilo diante de YAHU
ULHÍM, visto que só dele vem a minha salvação.


6Só ele é a minha rocha, o meu libertador e o meu defensor. Não me
hei-de perturbar quando chegarem as aflições.


7De YAHU ULHÍM vem a minha salvação e aquilo que faz o meu êxito. Ele é
a rocha que me serve de fortaleza. Sim, o meu refúgio está em YAHU ULHÍM.


8Confia nele, meu povo, em todo o tempo. 
Apresentem-lhe toda a vossa ansiedade, porque Ele pode socorrer-nos.


9Sem dúvida que tanto as pessoas de alta condição como as das mais
baixas camadas sociais, ambas são igualmente como nada aos olhos de YAHU ULHÍM.
Pesam menos que o ar numa balança.


10Não penses que podes prosperar por meio da opressão. Não fiques
satisfeito com o que não passa de roubo. Se a tua fortuna aumentar, não lhe
entregues o teu coração.

11YAHU ULHÍM disse uma coisa que tenho ouvido repetidas vezes, que o verdadeiro
poder só a ele pertence.


12E além disso ele é bom e nos recompensa segundo o que fazemos para
ele.

 

TEHILLIM 63

 

Teholyáo de Dáoud.Quando se encontrava no
deserto de YAHUDAH.

 

1Ó YAHU ULHÍM, meu Criador Eterno!


Desde que acordo, bem cedo, te procuro. A minha alma tem sede de ti,
todo o meu ser anseia encontrar-te, tal como uma terra seca e ressequida onde
não há uma gota de água.


2Eu gostaria de ver, no Templo, a tua força e o teu esplendor!


3Porque, para mim, a tua bondade vale mais que a própria vida. Quero
louvar-te com os meus lábios.


4Enquanto viver, sempre hei-de dizer bem a teu respeito, levantando as
minhas mãos em oração a ti.

5A minha alma ficará feliz como quando nos
servimos dos alimentos mais ricos. Louvar-te-ei com enorme alegria.


6-7De noite, quando fico acordado, penso em ti, em como tens sido o meu
verdadeiro auxílio. Por isso feliz cantarei debaixo da sombra protectora das
tuas asas!

8A minha alma te segue bem de perto. O teu braço, hábil e forte, mantém a minha
vida.

9Mas os que andam atrás de mim para me destruírem, descerão às
profundezas do inferno.


10Estão condenados a serem mortos na luta, e hão-de tornar-se um
alimento para os animais selvagens.


11Eu, o rei, me regozijarei em YAHU ULHÍM. Todos os que confiam em
absoluto em YAHU ULHÍM serão altamente compensados. E os mentirosos, esses
ficarão reduzidos ao silêncio!

 

TEHILLIM 64

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1Ouve-me, ó YAHU ULHÍM, nesta minha oração:


Livra-me dos horrores em que os meus inimigos me mantêm.


2-3Guarda a minha vida das intenções malignas dessa gente ruim e das
maquinações desses malfeitores, que transformam as suas línguas em armas de
guerra; apontam e atiram contra mim palavras venenosas.


4Disparam, repentinamente, e às escondidas, contra o inocente, o justo.
E não têm medo das consequências.


5Combinam bem os seus planos de maldade. Encontram-se para prepararem
armadilhas; e dizem: Aqui, ninguém nos apanha.


6Fazem pesquisas, e inquirem de tudo o que podem para melhor atingirem
os seus fins perversos e ferirem os outros no mais íntimo dos seus seres. 7Mas YAHU
ULHÍM mesmo disparará sobre eles, e num só momento serão abatidos.


8Tudo o que disserem de mal contra os outros servirá para sua própria
condenação.

9Os que virem isso acontecer ir-se-ão embora abanando a cabeça.E toda a gente temerá YAHU ULHÍM e confessará a grandeza das suas obras. Todos compreenderão
as coisas admiráveis que ele faz.


10Os que seguem a justiça de YAHU ULHÍM terão alegria e confiarão nele,
assim como os que andam por caminhos rectos.

 

TEHILLIM 65

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1Ó YAHU ULHÍM de Tzayán, nós esperamos
diante de ti, enquanto te louvamos, e assim cumprimos as nossas solenes
promessas.


2Visto que respondes às orações, toda a humanidade virá a ti com os seus
pedidos.


3Embora os meus pecados pesem muito em meu desfavor contudo perdoas
todas as transgressões.

4Como são felizes aqueles a quem escolheste para irem morar contigo no interior do teu Templo.Que alegrias nos esperam ali, rodeados da tua bondade, no ambiente do teu santo Templo.

5Com feitos espantosos da parte da tua justiça tu nos trarás a salvação
que te pedimos, ó YAHU ULHÍM.
Tu és a esperança da humanidade inteira, de um extremo ao outro da terra, até aos confins dos mares.

6Ele formou as montanhas, pela sua poderosa força.


7Acalma os oceanos em fúria, e a violência das suas vagas. Domina a
agitação dos povos.


8Os que habitam mesmo nos lugars mais afastados da terra ficarão
pasmados com os teus atos gloriosos. Tanto o nascer como o pôr do sol serão
momentos de alegria para todos.


9Tu regas a terra para a fazer fértil. Os rios de YAHU ULHÍM nunca
secam! Preparas a terra do teu povo enviando-lhe ricas colheitas de cereais.


10Regas os seus sulcos com chuvas abundantes e regulares. Os aguaceiros
amolecem o terreno, dissolvem os torrões, fazendo as sementes brotarem da
terra.

11-12Depois, coroas isso tudo com ricas pastagens verdes, até no deserto; as
encostas das montanhas florescem de alegria.


13Os campos cobrem-se de grandes rebanhos, e os vales de cereais. Por
tudo isso o mundo canta de alegria.

 

TEHILLIM 66

 

Cântico e Teholyáo.Para o director do coro.

 

1Que a terra inteira cante a YAHU ULHÍM com
toda a alegria.


2Que seja cantada toda a força do seu (Nome) Shúam. Que o mundo todo
diga como YAHU ULHÍM é maravilhoso!


3Como as tuas obras são tremendas, ó YAHU ULHÍM! O teu poder é tão
grande que não admira que os teus inimigos se rendam.


4Toda a terra te adorará e te cantará louvores, exaltando o teu Shúam
(Nome).

5Venham ver as obras de YAHU ULHÍM! Quecoisas admiráveis ele tem feito com o seu povo!


6Abriu-lhes um caminho através do mar, e passaram-no a pé. Que grande
alegria houve naquele dia!

7 YAHU ULHÍM tudo domina eternamente, pelo seu grande poder. Ele observa
constantemente as nações da terra. Não se engrandeçam pois as gentes rebeldes.


8Que os povos digam todo o bem que há em YAHU ULHÍM, e que lhe façam ouvir as
suas vozes em louvor.


9Porque sustenta a nossa vida nas suas mãos, e não deixa que resvalemos
no nosso caminho.


10Tu, ó YAHU ULHÍM, nos purificaste, como a prata, num cadinho.


11Meteste-nos na tua rede. Puseste-nos às costas fardos bem pesados.


12Deixaste que homens cavalgassem sobre os nossos corpos esmagados.
Passámos pelo fogo e pelas torrentes de águas. Mas finalmente trouxeste-nos
para a abundância.

13Por isso virei até à tua casa com santos
sacrifícios, para pagar os meus votos.


14Pois foi quando estava no meio da aflição que te fiz essas solenes
promessas.


15Assim te ofereço aqui estes perfeitos animais, gordos carneiros e
bezerros, cujo fumo de sacrifício subirá para ti.


16Venham ouvir, todos os que temem YAHU ULHÍM, e vos contarei o que ele
fez por mim.


17Clamei-o por socorro, exaltei-o com a minha boca.


18Se eu tivesse guardado a iniquidade no meu coração ele não me teria
ouvido.


19Mas na realidade ouviu-me. Prestou atenção à minha oração.


20Bendito seja YAHU ULHÍM que não recusou ouvir-me, e não me negou a sua
misericórdia.

 

TEHILLIM 67

 

Teholyáo de Dáoud.Sobre instrumentos de
cordas.Para o diretor do coro.

 

1Que YAHU ULHÍM tenha misericórdia de nós e
nos abençoe.
Que a tua luz brilhe sobre nós.


2-3E isto para que em toda a terra se venha a conhecer o teu caminho e a
tua salvação, e que todos os povos te venham a louvar, ó YAHU ULHÍM.


4As nações serão felizes e viverão com alegria quando as julgares com
verdadeira justiça e quando fores tu quem as governa. 5Que te louve o mundo
todo, todas as gentes da terra!


6-7Quando isso suceder, a terra dará abundantes colheitas. YAHU ULHÍM, o
nosso Criador Eterno, nos abençoará. E os povos das terras mais distantes
adorarão YAHU ULHÍM.

 

TEHILLIM 68

 

Teholyáo e Cântico de Dáoud.Para o director
do coro.

 

1Levanta-te, ó YAHU ULHÍM, e dispersa todos
os teus inimigos.
E hão-de fugir de ti todos os que te aborrecem.

2Assim como o fumo se vai, diante do vento, assim os porás tu em fuga. Como a cera se derrete ao fogo, assim morram os que te rejeitam.

3Mas que se encham de alegria os que amam a tua justiça; que sejam
felizes, e as suas vidas gozem de contentamento.

4Cantem para YAHU ULHÍM, cantem louvores pelo grande nome que tem. Louvem aquele que anda sobre os altos shua-ólmaYa. O seu (Nome) Shúam é YAHU ULHÍM. Rejubilem na sua presença.


5Ele é pai dos órfãos. É quem defende o direito das que são viúvas,
porque é santo.


6Ele faz com que o que vive só e isolado tenha uma família. Liberta os
presos das cadeias. Mas os que se revoltam contra YAHU ULHÍM viverão em crise e
com necessidade.


7-8Ó YAHU ULHÍM, quando guiavas o teu povo através do deserto, a terra
tremeu e os shua-ólmaYa foram sacudidos. Até o Monte Sinai tremeu diante de ti,
YAHU ULHÍM de Yashorúl.


9Enviaste abundantemente a chuva sobre a terra. Refrescaste aquela terra
cansada, gasta.


10Nela morava o rebanho do teu povo. Deste àquele pobre povo uma pátria.
Foste bom para ele.

11YAHU ULHÍM falou. O inimigo fugiu e foi grande o númerodaqueles que vieram
anunciar a feliz notícia de que:


12Os exércitos inimigos e os seus chefes fugiram. Agora, até as mulheres
de toda a parte de Yashorúl repartem os despojos de guerra.


13Ainda que tenham sido até então como simples e humildes ovelhas,
deitadas nos seus currais, tornaram-se belas como as asas duma pomba, assim
cobertas com todas aquelas jóias e aquele ouro que ganharam.


14Quande YAHU ULHÍM, poderoso, ali espalhou os chefes inimigos, foi como
flocos de neve derretendo-se nos campos de Shua-ólmoh.


15O Monte Tzayán, o monte de YAHU ULHÍM, é bem mais importante que a
própria montanha de Basã.


16Ó cordilheira magnífica, com tantos cimos imponentes! Pois o monte de YAHU
ULHÍM foi o lugar que ele escolheu para morar para sempre.


17Rodeado de inúmeros carros de guerra,
YAHU ULHÍM está ali no meio deles, tal como estava também em Sinai,
morando na sua santa habitação.


18Tu subiste às alturas, levando muitos cativos atrás de ti. Recebeste
presentes pelos homens, até por aqueles que foram rebeldes, para que pudesses
habitar entre eles, YAHU ULHÍM o Criador Eterno.


19Bendito seja YAHU ULHÍM, que de dia em dia nos enche de benefícios e
nos dá a sua salvação.


20Ele nos salva, YAHU ULHÍM o Criador Eterno, porque tem domínio sobre a
morte.


21Contudo, esmagará a cabeça dos seus inimigos, o crânio cabeludo desses
que teimam em andar nos seus caminhos de pecado.

22 YAHU ULHÍM disse que faria voltar os seus inimigos das encostas rochosas do
monte Hermon, onde se escondem, e até dos fundos dos mares.


23O povo de YAHU ULHÍM precisa de destruí-los. Pisarão o sangue deles, e
os cães os devorarão.


24Eles viram o teu cortejo, ó YAHU ULHÍM, movimentando-se em direção do
teu Templo:


25os cantores na frente, os músicos atrás, e no meio, meninas tocando
pandeiretas.


26Que todo o povo de YAHU ULHÍM louve o Criador Eterno, que é a fonte de
Yashorúl!


27A pequena tribo de Benyamín abre o caminho. Depois vêm os chefes de YAHUDAH
com todo o conjunto dos seus anciãos; logo atrás os chefes de Zabulón e
Neftali.


28O teu YAHU ULHÍM decidiu que fosses forte. Mostra a tua força, ó YAHU
ULHÍM, tu que já fizeste coisas tão poderosas em nosso favor.


29Os reis estão a trazer presentes ao teu Templo em YAHUSHUA-oléym,
porque o apreciam muito.


30Repreende os nossos inimigos, YAHU ULHÍM, porque são como feras, são
como manadas imensas de touros, todos esses povos que têm prazer na guerra.
Traze-os submissos com os seus tributos na mão.


31O Egito enviará embaixadores. A Etiópia estenderá as suas mãos em
adoração a YAHU ULHÍM.

32-33Cantem a YAHU ULHÍM, ó nações da terra, cantem haolúlim (louvores) a YAHU
ULHÍM, àquele que lá está em cima, nos altíssimos shua-ólmaYa, desde a
antiguidade sem fim, e cuja poderosa voz brada intensamente.


34O poder pertence a YAHU ULHÍM. A sua majestade se exerce sobre Yashorúl.
A sua força vem lá dos shua-ólmaYa.


35Ó YAHU ULHÍM, quão admirável és tu no teu Templo. És quem dá o poder e
a força ao teu povo Yashorúl. Bendito seja YAHU ULHÍM!

 

TEHILLIM 69

 

Teholyáo de Dáoud.Sobre a melodia Os lírios.
Para o diretor do coro.

 

1Salva-me, ó YAHU ULHÍM, pois torrentes
elevaram-se.

2Atolei-me num fundo lamaçal. Já não consigo manter-me de pé; as águas cobrem-me e arrastam-me.


3Estou exausto de gritar. Tenho a garganta seca, e os olhos cansados de
tanto chorar, esperando pelo meu YAHU ULHÍM.


4São tantos que nem posso contar, os que me aborrecem sem razão alguma.
É gente poderosa e influente, esses que querem destruir-me, embora eu esteja
inocente de tudo o que me acusam. Chegaram a exigir que eu fosse castigado pelo
que nunca fiz.

5Tu, ó YAHU ULHÍM, bem sabes como sou pouco sensato. Conheces todos os meus pecados.


6Que aqueles que confiam em ti não tenham ocasião de ficar mal por minha
causa; que não precisem de ficar envergonhados.


7Eu realmente tenho sido escarnecido e envergonhado.


8Tenho-me tornado como um estranho para com os meus irmãos, que fazem
que não me conhecem.

9Arde em mim um grande zelo com a tua casa.Por
isso os insultos dos teus inimigos têm caído sobre mim.


10Chorei e jejuei, por tua causa. Mas até isso se tornou uma razão para
me ofenderem.


11Vesti-me de luto e de tristeza; pois até isso é razão para andar de
boca em boca entre eles, falando mal de mim.


12Sou o assunto do dia, na cidade; tornei-me a canção dos beberrões.


13Contudo continuo a fazer oração a ti, YAHU ULHÍM, enquanto é tempo,
enquanto estás inclinado a ouvir. E tu estás pronto a responder com uma boa
dose do teu amor, segundo a promessa da tua salvação.


14Tira-me então para fora deste lamaçal. Não deixes que me afunde aqui.


15Não permitas que as correntes das águas me sorvam para o fundo, e que
este poço profundo se torne a minha sepultura.

 16YAHU ULHÍM, responde-me, pois é grande a tua misericórdia; atenta para as
minhas necessidades, pois é imensa a tua piedade.


17Não te escondas de mim, pois estou bem angustiado.


18Responde-me depressa! Vem até mim e salva-me. Liberta-me de todos os
meus inimigos.


19Tu bem sabes como eles me ofendem vergonhosamente, e me deixam
desnorteado. Tu conhece-los bem a todos.


20As suas afrontas despedaçam-me o coração. Sinto-me muito debilitado.
Ainda esperei que alguém me compreendesse, tivesse pena de mim e quisesse
consolar-me. Mas não encontrei ninguém!


21Pelo contrário: deram-me veneno como alimento, e quando tinha sede,
oferecem-me vinagre.


22Que as suas alegrias se tornem em tristeza e em ruína, para castigo
deles.


23Que fiquem rodeados de trevas, de cegueira, e que os seus corpos
tremam de medo e fadiga.


24Que se tornem alvo da tua severa indignação, que sejam aniquilados
pela tua grande cólera.


25Que as suas luxuosas casas fiquem desvastadas, abandonadas as suas
habitações.


26Pois perseguem aquele que tu próprio já afligiste e zombam da dor com
que o feriste.


27Que os seus pecados, amontados, os impeçam de ter acesso à tua justiça.


28Que sejam riscados, da lista dos vivos; eles não poderão participar
nessa inscrição em companhia dos que seguem a tua justiça.


29Porém a mim, YAHU ULHÍM, que estou aflito e abatido, que a tua
salvação me ponha num abrigo bem seguro.


30Então louvarei YAHU ULHÍM com o meu cântico. Dir-lhe-ei todo o meu
agradecimento pelo seu grande poder. E isto lhe será muito mais agradável do
que fazer sacrifícios de touros ou de bezerros, segundo os preceitos todos da
lei.


31Os que amam a paz ficarão felizes também com isso.


32O vosso coração terá uma vida nova visto que buscam YAHU ULHÍM!

33Porque YAHU ULHÍM ouve o apelo dos necessitados e não lhes virará o
rosto.


34Haolul-YAHU todo o céu e a terra, os mares e tudo o que neles vive!

35Porque YAHU ULHÍM salvará YAHUSHUA-oléym.
Tornará a edificar as cidades de YAHUDAH para que o seu povo more nela e nunca
mais as deixe.


36Os seus filhos a herdarão. Todos os que amam o Shúam (Nome) de YAHU ULHÍM morarão ali em segurança.

 

TEHILLIM 70

 

Teholyáo de Dáoud.Para o diretor do coro.

 

1Apressa-te, ó YAHU ULHÍM, em me livrar!Corre em meu auxílio!


2-3Desmascara e envergonha toda essa gente que procura matar-me. Que sejam obrigados a voltar para trás, a fugir, esses que querem o meu mal e pretendem divertir-se à minha custa!

4Mas que se encham de alegria os que te procuram, que amam a tua salvação;e que possam dizer sempre: Grande é o poder de YAHU ULHÍM!

5Eu estou aflito e necessitado.Corre em meu auxílio, ó YAHU ULHÍM. Só tu podes ajudar-me e libertar-me. YAHU ULHÍM, não me faças esperar.

 

TEHILLIM 71

 

1 YAHU ULHÍM, tu és o meu refúgio; nunca me
deixes ficar mal.


2Livra-me dos meus inimigos porque tu és justo. Presta atenção aos meus
rogos e salva-me.


3Sê para mim como uma fortaleza para onde eu possa fugir sempre que me
ataquem. Pois deste ordem para que eu seja salvo.


4Livra-me, meu YAHU ULHÍM, das mãos desses que te rejeitam, dessa gente
injusta e cruel.

5 YAHU ULHÍM, só tu és a minha esperança.Tenho confiado em ti desde menino.


6Tenho sido sustentado por ti desde que nasci. Foste tu quem me tirou do
seio de minha mãe. Por isso te louvarei constantemente.


7Muitos se admiram por tudo me correr bem, pois tu és o meu forte
protetor.


8Todo o dia a minha boca está cheia de haolúlim (louvores) a ti.

9Agora que estou velho, não me deixes de lado.Não me abandones quando as minhas forças se forem acabando.

10-11Os meus adversários falam contra mim,e juntos cochicham:  YAHU ULHÍM abandonou-o! Vamos, persigamo-lo, prendamo-lo,agora que não tem ninguém por ele.


12Meu YAHU ULHÍM, não te afastes de mim. Corre em meu auxílio.


13Que sejam vencidos e destruídos os inimigos da minha alma. Saibam o
que é a desgraça e o opróbrio os que me querem mal.

14Mas eu continuarei à espera da tua ajuda, e
te louvarei cada vez mais.


15Nem posso contar as vezes em que me livraste pela tua justiça, e pela
tua salvação, e isto diariamente.


16Andarei sustentado pela força de YAHU UL meu Criador Eterno. Falarei a
todos da tua justiça, e só dela.


17Desde a minha infância me tens ensinado, ó YAHU ULHÍM. E sempre até
aqui tenho anunciado as maravilhas que tens feito.


18E agora, que já estou velho e de cabelos brancos, não me desampares
até que tenha anunciado o teu poder a toda esta nova geração e aos seus filhos
também.


19A tua justiça, YAHU ULHÍM, é sublime e por ela tens feito maravilhas.
Onde encontraríamos um YAHU ULHÍM semelhante a ti?


20Deixaste-me atravessar muitos males e apertos. Mas sempre renovarás a
minha vida, arrancando-me dos abismos deste mundo.


21Dar-me-ás honras maiores do que as que tinha antes e voltarás a
confortar-me.


22E eu te louvarei com música e instrumentos, a ti e à tua verdade, ó
santo de Yashorúl!


23Com os meus lábios te cantarei em alta voz, por que me salvaste.


24Falarei aos outros da tua justiça o dia inteiro, pois todos quantos
tentaram fazer-me mal já caíram em desonra e em desgraça.

 

TEHILLIM 72

 

Teholyáo de Shua-ólmoh.

 

1Ó YAHU ULHÍM, ajuda o rei a julgar como tu
julgarias,
e o filho do rei a andar na tua justiça,


2para que possa assim julgar justamente o teu povo, e fazer justiça aos
pobres.

3As montanhas e as colinas florescerão prosperamente por causa do seu
bom reinado de paz e rectidão.


4Ele defenderá os oprimidos e os necessitados e tirará a força ao
opressor.

5E te respeitarão, ó YAHU ULHÍM, sempre aqui na terra, enquanto o sol e a lua
permanecerem no firmamento!


6Durante o seu reinado haverá prosperidade, pelas chuvas caindo sobre a
relva e regando a terra.

7E os que procuram a justiça prosperarão, e haverá abundância de paz sempre.


8Ele dominará de mar a mar, e desde o rio até aos confins da terra.


9Os nômades, que habitam no deserto, ser-lhe-ão sujeitos, os seus
inimigos cairão por terra na sua frente.


10Os reis de Tarsis e os das ilhas, assim como os de Sheba e de Seba
todos trarão os seus presentes.


11Sim, os reis de toda a parte se inclinarão perante ele e o servirão.


12Ele cuidará dos necessitados quando o procurarem, assim como dos
desamparados que não têm ninguém que os ajude.


13Terá compaixão dos pobres e dos aflitos e os salvará.


14Libertará as suas almas da opressão e da violência, pois as suas vidas
são-lhe preciosas.


15E terá uma longa vida. Hão-de trazer-lhe o ouro de Sheba. Todos os
dias se farão orações a YAHU ULHÍM por ele, e o povo constantemente dirá o bem
a seu respeito.


16Toda a terra será extremamente fértil, e até no cimo dos montes se
colherá o trigo. Produzirá fruto igual ao do Lebanon. Mas também a vida das
cidades prosperará.


17O seu (Nome) Shúam será honrado para sempre; enquanto durar o sol será
assim: todos o respeitarão, de pais para filhos; as gentes serão abençoados por
YAHU ULHÍM, por causa dele. E todas as nações o louvarão.


18Bendito seja YAHU ULHÍM o Criador Eterno, YAHU ULHÍM de Yashorúl, o
único que faz coisas maravilhosas.


19Bendito seja para sempre o seu (Nome) Shúam glorioso. Que toda a terra
se encha da sua glória. Que assim seja! Verdadeiramente que seja assim!


20(Aqui terminam as orações de Dáoud, o filho de Yashái.)

 

TEHILLIM 73

 

Teholyáo de Osaf.

 

1 YAHU ULHÍM é verdadeiramente bom para com Yashorúl,para
com todos os que têm um coração puro.


2Quanto a mim, por pouco me ia desviando do caminho reto, quase
escorregava.


3Pois tive inveja do ‘bem-estar’ dos soberbos e dos que rejeitam YAHU
ULHÍM.


4Eles não têm medo de morrer. O seu poder é garantido.


5Não se veem metidos em dificuldades, como toda a gente, nem rodeados de
problemas.


6Por isso o orgulho é como um ornamento das suas vidas. Vestem-se de
violência como da melhor roupa que têm!


7Têm os olhos arregalados de cobiça, e a mente cheia de ambições.

8É gente corrompida, que só sabe tratar de maldade e de opressão. Tudo o que dizem
é sempre com arrogância. Quando abrem a boca sempre têm que praguejar contra o
céu.


9Têm uma língua tão maldizente que é capaz de varrer a terra toda.


10E assim o povo de YAHU ULHÍM fica frustrado e confuso, aceitando tudo
o que eles dizem.


11E vão-se perguntando a si próprios: Será que YAHU ULHÍM, lá no alto,
sabe o que está a acontecer?


12Esta gente é contra YAHU ULHÍM, e vive em plena segurança. Estão
sempre a ver as suas riquezas a aumentar.


13Não terá sido em vão que me tenho preocupado com a pureza das minhas
intenções, e procurado manter-me sempre isento de maldade?


14Afinal tudo o que tenho obtido, em cada dia, é só problemas e
aborrecimentos!


15Mas se eu falasse realmente assim, estaria traindo o teu povo, ó YAHU
ULHÍM.


16Na verdade, isso é tão difícil de entender que quando procurava uma
resposta ficava absolutamente confuso.


17Até que entrei no Templo de YAHU ULHÍM. E então compreendi enfim o
destino dessa gente!


18O caminho da vida, para eles, é escorregadio; e sem contarem, serão
lançados na destruição.


19De um momento para o outro cairão na ruína e ficarão consumidos de
terror.


20Até a imagem deles varrerás das memórias, YAHU ULHÍM, como quando
alguém acorda de um pesadelo.


21Quando vi isto, o meu coração ficou perturbado!


22Senti-me tão estúpido e ignorante! Eu parecia um animal diante de ti, YAHU
ULHÍM.


23Mas eu estou sempre contigo. Seguras-me pela mão.


24Guiar-me-ás com a tua sabedoria, e depois me receberás na tua glória.

25A quem tenho eu no céu, além de ti? És, na terra, quem eu mais desejo!


26A minha saúde enfraquece; o meu espírito está cansado. Mas YAHU ULHÍM
é a força do meu coração. Ele é meu para a eternidade.


27Aqueles que se afastam de ti, YAHU ULHÍM, morrerão para sempre.
Destruirás os que se desviam de ti para prestar culto a outros falsos criadores
o estatuas.


28Mas quanto a mim, sinto-me feliz em aproximar-me de YAHU ULHÍM. Confio
em YAHU ULHÍM, e hei-de anunciar tudo o que ele faz!

 

TEHILLIM 74

 

Cântico de Osaf.

 

1Ó YAHU ULHÍM, porque é que nos rejeitaste? Terá sido para sempre? Porque estás tão zangado contra as tuas próprias
ovelhas?


2Lembra-te deste teu povo que adquiriste já em tempos tão antigos,desta
terra que tomaste para ti, e de YAHUSHUA-oléym em que tens habitado.


3Levanta-te para reagires contra as constantes destruições e contra todo
o mal que o inimigo tem feito no teu Templo.


4Aí mesmo, nos lugares santos, os teus adversários têm levantado gritos
de guerra, e bandeiras de combate.


5São como os lenhadores, avançando de machado em punho pela floresta a
dentro, desbastando è esquerda e à direita.


6Partem e destroem tudo, até as mais belas obras de talha.


7Lançaram fogo ao teu Templo, profanaram a morada do teu Shúam (Nome);
deitaram tudo abaixo.


8Disseram nos seus corações: Apaguemos todos os vestígios de YAHU ULHÍM,
de uma vez para sempre. Queimaram estes santos lugares onde vinhas para estares
na terra com o teu povo.

9Tudo aquilo que nos marcava como teu povo despareceu.Desapareceram os homens de YAHU ULHÍM, os profetas. E entre nós ninguém sabe dizer até quando isto durará.


10Sim, até quando, ó YAHU ULHÍM, nos enxovalhará o inimigo? Até quando
deixarás que desonrem o teu Shúam (Nome)?


11Porque retiraste de nós a tua mão, sim, a tua mão direita? Estende-a e
fá-los desaparecerem.


12Todavia YAHU ULHÍM é o meu rei, já desde os tempos antigos, e tem-me
salvado em muitos lugares da terra.


13Com o teu poder abriste o mar e aniquilaste a força do monstro
marinho:


14fizeste em pedaços a cabeça do leviatã e o deste para servir de
alimento às feras do deserto.


15Sob as tuas ordens brotaram fontes e nasceram ribeiros para dar água
ao teu povo. Por outro lado secaste rios caudalosos, como o Yardayán, para que
passassem a seco para a outra margem.


16O dia e a noite te pertencem. Fizeste a luz das ‘cocavím’ (est-elas) e
do sol.


17Na terra, tudo foi ordenado por ti. Estabeleceste tanto o Verão como o
Inverno.

18Sendo assim, YAHU ULHÍM, vê como o inimigo
te insultou. Uma gente, louca no seu orgulho, blasfemou do teu Shúam (Nome).


19Não deixes as aves de rapina arrebatarem o teu povo, como uma simples
pomba. Não o deixes assim neste estado de aflição.

20Lembra-te das tuas promessas! Pois nesta terra há escuridão e violência!


21Que aquele que foi oprimido não fique sem desforra. Que o aflito e o
necessitado ainda venham a ter muitas razões para louvarem o teu Shúam (Nome).


22Levanta-te, ó YAHU ULHÍM, defende aquilo que afinal é a tua própria
causa. Lembra-te dos insultos que esta gente louca lança todo o dia contra ti.


23Não te esqueças dos gritos de ódio dos teus inimigos. A revolta deles
vai aumentando cada vez mais contra ti.

 

TEHILLIM 75

 

Teholyáo e Cântico de Osaf.Para o diretor
do coro.

 

1Como te estamos gratos, YAHU ULHÍM!


Como te louvamos! Os teus poderosos milagres são a prova de que a força
do teu Shúam (Nome) atua no nosso meio!

2Sim, responde YAHU ULHÍM, e quando
chegar a altura, no lugar que for determinado, hei-de julgar todos, com toda a
justiça.


3Ainda que a terra trema e os seus habitantes vivam na confusão, contudo
eu a mantenho firmemente.


4-5Disse aos orgulhosos: ‘Parem com a loucura da vossa arrogância!’ E
aos perversos: ‘Não levantem a cabeça com insolência! Acabem com a vossa
atitude altiva. Não continuem nessa dura obstinação’.


6Porque o progresso e o poder não vêm de parte nenhuma da terra; nem do
Oriente, nem do Ocidente; vêm só de YAHU ULHÍM.

7 YAHU ULHÍM é perfeito juiz: ele sabe bem quem deve honrar e quem deve submeter.

8 YAHUULHÍM tem na mão uma taça de vinho, de vinho amargo e fermentado. Certamente que toda a gente má, que tem rejeitade YAHU ULHÍM na terra, o beberá, até à última gota.

9Mas, quanto a mim, hei-de espalhar para
sempre, cantando haolúlim (louvores) a YAHU ULHÍM de YAHUCAF.


10Acabarei com o poder dos homens perversos, diz YAHU ULHÍM, mas
aumentarei a força dos que seguem a justiça.

 

TEHILLIM 76

 

Teholyáo e Cântico de Osaf.Sobre
instrumentos de cordas. Para o diretor do coro.

 

1 YAHU ULHÍM é bem conhecido em YAHUDAH.O seu (Nome) Shúam é grande em Yashorúl.

2É em YAHUSHUA-oléym que está a sua habitação, e a sua morada é no Monte Tzayán!

3É ali que ele destrói as armas de combate do inimigo, de defesa e de ataque, e
que anula a guerra que fazem.

4As montanhas eternas não podem ser comparadas
contigo em glória.


5Os mais agressivos dos nossos adversários foram despojados. Yazem por
terra, no sono da morte.


6Nenhum dos seus mais valentes combatentes foi capaz de continuar a
levantar as suas mãos contra nós. Quando os repreendes, ó YAHU ULHÍM de YAHUCAF,
os carros de combate e os seus ocupantes caem para sempre.


7-9Por isso és grandemente temido. E quem pode ficar impassível quando
te exaltas na tua severidade? A tua sentença faz-se ouvir desde os shua-ólmaYa.
A terra tremeu e ficou silenciosa diante de ti, quando te levantaste para punir
os malfeitores e para defenderes todos os que procuram a paz na terra.


10Porque a cólera inútil dos homens só fará que sejas mais louvado. Os
que escaparem à tua cólera, esses servir-te-ão de adorno.


11Cumpram todos os votos que fizerem a YAHU ULHÍM vosso Criador Eterno.
Tragam-lhe presentes, os que vivem perto dele, pois é um YAHU ULHÍM que deve
ser respeitado e temido, porque


12tem na sua mão a vida, mesmo dos homens mais importantes, e faz coisas
espantosas em relação até com os governantes da terra.

 

TEHILLIM 77

 

Teholyáo de Osaf.Para o diretor do coro.

 

1Clamo a YAHU ULHÍM! Tenho-me dirigido a ele para que ele me ouça.


2Quando me encontrava em grande angústia procurei-o, durante toda a
noite levantei-lhe sem cessar as minhas mãos em oração. Recusava qualquer tipo
de consolação.


3Pensava em YAHU ULHÍM e gemia. Queixava-me e o meu espírito desfalecia.


4Fugia-me o sono, e estava tão perturbado que nem conseguia orar.


5-6Lembrava-me dos dias passados, há já muito tempo, em que enchia as
noites de cânticos. E comecei então a reflectir e examinar-me:


7Será que YAHU ULHÍM me rejeitou para sempre e nunca mais me será
favorável?


8Terá a sua bondade terminado definitivamente? As suas promessas, que
têm vindo a cumprir-se de geração em geração, terão agora falhado?


9Ter-se-á YAHU ULHÍM esquecido da misericórdia, ou a sua cólera foi
maior que o seu amor?


10Então disse para mim mesmo: O mal está mas é em mim. Terá o poder da
mão de YAHU ULHÍM deixado de ser o mesmo?


11Recordarei pois as obras de YAHU UL, todos os seus milagres
maravilhosos desde os tempos da antiguidade.


12Meditarei em todos os teus feitos, e passá-los-ei de novo no meu
espírito.


13Ó YAHU ULHÍM, os teus caminhos são santos. Onde encontrar um idolo tão
poderoso como Tu?


14És YAHU ULHÍM que faz maravilhas. Continuas dando a conhecer a tua
força entre os povos.


15Salvaste-nos com a força do teu braço, a nós, o teu povo, os filhos de
YAHUCAF e de YAHU-saf.


16Quando as águas do Mar Vermelho te viram recuaram de medo, e o fundo
do mar tremeu.

17Grossas nuvens se desfizeram em chuva. Os shua-ólmaYa ecoaram de trovões e foram atravessados de ponta a ponta com relâmpagos.


18O barulho dos trovões enchia os ares. A luz dos relâmpagos acendia-se
sobre todo o mundo. A terra tremeu e foi sacudida.

19Abriste um caminho pelo meio do mar, uma estrada através do mar alto. Um
caminho que antes nunca ninguém tinha visto!


20E foi assim que guiaste o teu povo, como um rebanho, pela mão de
Mehushúa e de Aharón.

 

TEHILLIM 78

 

Cântico de Osaf.

 

1Meu povo, presta atenção à minha lei.Abre os teus ouvidos às palavras da minha boca.


2Eu hei-de abrir a minha boca para contar as instrutivas lições que nos
dá a história do nosso passado.

3Ecomo os problemas que se levantaram aos nossos avós, servem para nos ensinar a
nós. Coisas que já ouvimos e que sabemos bem, e que os nossos pais já nos
contaram.


4Por nossa parte também não deixaremos de as contar aos nossos
vindouros, e de mostrar às gerações futuras as coisas pelas quais YAHU ULHÍM é
bem digno de ser louvado: o seu poder e todos os seus milagres.


5Porque YAHU ULHÍM deu a sua revelação a YAHUCAF, as suas leis a Yashorúl,
e mandou que os nossos pais as dessem a conhecer aos seus filhos,

6afim de que todas as gerações que viessem a seguir as soubessem. E foi assim que
tudo passou de geração em geração.


7-8Pois era necessário que a sua esperança se baseasse em YAHU ULHÍM,
que não se esquecessem das suas obras maravilhosas, que sempre guardassem os
seus mandamentos, que não fossem como seus antepassados, gente teimosa e
rebelde que não soube entregar o seu coração a YAHU ULHÍM e subordinar-lhe
fielmente o seu espírito.

9-10O povo de Efroím, ainda que completamente armado, foi derrotado na batalha,
porque não se manteve fiel a YAHU ULHÍM e recusou andar nos seus caminhos.


11-12
Esqueceu-se das obras e dos milagres que fez na sua frente, e também na
frente dos seus pais, lá no Egito, em Zoã.


13Pois dividiu o mar em dois e os fez passar pelo meio. Fez com que as
águas se amontoassem de um lado e doutro do caminho por onde atravessaram!


14De dia guiava-os com uma nuvem branca, e de noite com um clarão de
fogo.


15Fez as rochas abrirem-se para lhes dar água, que correu com a
abundância de um verdadeiro rio.


16Fez fontes a saírem mesmo das rochas, donde brotaram caudais de água.


17Pois mesmo assim continuaram a pecar, e não tiveram medo de ali, no
deserto, desafiar a severidade de YAHU ULHÍM que está acima de tudo.


18Queixaram-se, exigindo que YAHU ULHÍM lhes desse outra comida, pois
apetecia-lhes carne.


19E revoltavam-se dizendo que YAHU ULHÍM não conseguiria certamente
dar-lhe uma comida decente ali naquele deserto.


20E o certo é que YAHU ULHÍM mandou bater numa rocha e saiu água! E era
tanta que formava um rio! Mas mesmo assim continuaram na ideia deles: Sim, mas
pão que seja pão, e carne verdadeira, poderá ele dar-nos?


21Então YAHU ULHÍM, ouvindo isto, indignou-se muito, e exaltou-se contra
Yashorúl.


22Pois não foram capazes de acreditar no próprio YAHU ULHÍM, e na sua
capacidade para os salvar.

23-24Isto apesar de YAHU ULHÍM já ter mandado que se abrissem as janelas do
céu, fazendo chover sobre eles o maná, que era o trigo do céu, o alimento que YAHU
ULHÍM lhes dava para se nutrirem perfeitamente.


25Foi assim que puderam comer a comida dos anjos, e tanta quanta
queriam!

26-28Contudo, YAHU ULHÍM fez que soprasse com força um vento de oriente, e
também do sul, o qual trouxe sobre eles bandos de aves que mais pareciam nuvens
de pó, ou de areia, como quando se levanta o vento na praia. As aves vieram
parar-lhes mesmo às mãos, ali onde estavam, no meio das suas tendas.


29E o povo comeu até se fartar. Tiveram o que desejavam.


30Contudo, ainda mal tinham satisfeito o seu apetite, quando ainda
tinham aquela comida na boca,

31 YAHU ULHÍM resolveu intervir, e matou os mais fortes de entre eles, a elite de Yashorúl!


32Pois nem mesmo assim deixaram de pecar, e continuaram sem compreender,
sem ligar aos milagres de YAHU UL.

33Por isso ele reduziu as suas vidas a um tempo sem sentido e cheio de angústias.


34-35
Por fim, sempre que YAHU ULHÍM os deixava sentir o terror da morte, então voltavam para ele e buscavam-no com ansiedade, lembrando-se de que YAHU ULHÍM era como uma rocha firme, e que era o seu MíhushuaYa (Salvador),  YAHU ULHÍM que estava acima de tudo o que
existia.


36No entanto, o culto que lhe prestavam era só de boca. No fundo
mentiam-lhe!


37Os seus corações não eram rectos para com YAHU ULHÍM, não foram fiéis
às suas promessas.


38Mas YAHU ULHÍM, que é extremamente bondoso, perdoou-lhes a maldadee
não os destruiu todos. Antes frequentemente suspendeu a aplicação do rigor da
sua justiça, e da sua indignação.


39Porque se lembrava de que eram meros humanos, mortais, que desaparecem
num momento, como um vento que sopra e não volta.


40Oh! Quantas vezes eles ofenderam YAHU ULHÍM no deserto.


41Tantas vezes recuaram, e fizeram, conscientemente, com que YAHU ULHÍM
os tivesse de castigar. Depois, duvidavam constantemente do santo de Yashorúl.


42Esqueciam-se da força que tem a sua mão, e de tudo o que já tinha
feito para os livrar dos adversários.


43Esqueceram-se dos milagres que fez no Egito, e das maravilhas que fez
acontecer nos campos de Zoã,


44como transformou em sangue as águas dos rios, de modo que ninguém
podia matar a sede.


45E como mandou grandes enxames de moscas que cobriram a terra, e também
rãs que encheram todo o Egito!


46As lagartas comeram-lhes as plantas, e os gafanhotos levaram-lhes todo
o produto do seu trabalho.


47Destruiu-lhes as vinhas e as figueiras com a saraiva.


48Também o gado foi morto pelo granizo, e os rebanhos desvastados pelos
raios.


49Desencadeou sobre eles toda a intensidade da sua severidade e
indignação; mandou-lhes a angústia.


50Deu livre curso à sua cólera, e não lhes poupou a vida, mas deixou-os
entregues às doenças, às pestes.


51Depois tirou a vida do filho mais velho de cada família egípcia,
aqueles que constituíam a força dessa raça.


52Contudo conduziu o seu próprio povo através do deserto, como um
apacentador que leva o rebanho.


53E guiou-os com segurança, para não terem de recear coisa alguma. Em
contrapartida, os adversários do seu povo, o mar os cobriu.


54E conduziu-os até à entrada daquela terra de bênçãos que lhes tinha
destinado, que com o seu poder tinha reservado para eles.


55Expulsou as nações que ocupavam essa terra, e a repartiu
proporcionalmente por cada uma das tribos de Yashorúl.


56Contudo continuaram a revoltar-se contra YAHU ULHÍM que está acima de
tudo, e recusaram-se a obedecer aos seus mandamentos.


57E até alguns recusaram entrar na terra prometida e foram desobedientes
como os seus pais. Portaram-se tal como um arco cuja flecha se vira contra o
atirador.


58Fizeram levantar a cólera de YAHU ULHÍM, levantando altares a outros
falsos criadores o estátuas e fazendo imagens para adorarem.


59Ao ver isto YAHU ULHÍM ficou altamente indignado e aborrecido com Yashorúl.


60-61
Por isso abandonou a sua morada em Sheló, onde habitara no meio dos homens;
permitiu que a sua arca, que representava a sua força, fosse capturado pelo
inimigo.


62Deixou que o seu povo fosse chacinado, porque estava irado
intensamente.


63Os seus jovens foram mortos pelo fogo, e as raparigas calaram as suas
canções de noivas, antes de atingirem a idade do casamento.


64Os intermediários foram assassinados, e as suas viúvas não puderam
chorá-los.


65Até que YAHU ULHÍM se levantou, como se despertasse dum sono, ou como
um guerreiro que recobra os sentidos, depois de uma noite de celebração.

66E dispersou os seus inimigos, que se puseram em fuga, entregues a um desprezo de
que nunca mais sairão.

67-68Depois, também, YAHU ULHÍM entendeu por bem não considerar a família de YAHU-saf, a tribo de Efroím, antes em seu lugar escolheu a tribo de YAHUDAH, e o Monte Tzayán que ele amava.


69E ali construiu um célebre Templo, sólido e durável como os shua-ólmaYa
e a terra.


70Também escolheu Dáoud para o servir, tirando-o de guarda aos rebanhos
de seu pai.


71E Dáoud deixou as ovelhas e os cordeirinhos, para ser o apacentador de
YAHUCAF, o povo de YAHU ULHÍM, e de Yashorúl, propriedade de YAHU ULHÍM.


72E conduziu esse rebanho de YAHU UL com habilidade e segurança.

 

TEHILLIM 79

 

Teholyáo de Osaf.

 

1Ó YAHU ULHÍM, a tua terra foi ocupada por
nações pagãs.
Profanaram o teu santo Templo. Reduziram-no a um montão de ruínas.


2Deram o cadáver dos teus filhos por alimento às aves e aos animais da
terra.

3O sangue deles correu por toda YAHUSHUA-oléym, como se fosse água, e nem sequer
houve alguém para os enterrar.


4Torna-mo-nos alvo da zombaria dos nossos vizinhos.

5Até quando, YAHU ULHÍM, ficarás zangado conosco?Continuará para sempre acesa a tua indignação contra nós?


6Deixa cair a tua cólera sobre as nações pecadoras, que não te conhecem,
e sobre os povos que não querem invocar o teu Shúam (Nome), mas não sobre nós.


7Porque eles destruíram YAHUCAF, o teu povo, e invadiram as suas
moradas.

8Não te lembres dos nossos pecados passados.Quea tua profunda compaixão venha depressa ao encontro das nossas necessidades, pois estamos muito abatidos.


9Ajuda-nos, ó YAHU ULHÍM nosso MíhushuaYa (Salvador). Ajuda-nos pela
honra do teu Shúam (Nome). Livra-nos e perdoa os nossos pecados por amor do teu
Shúam (Nome).


10Porque hão-de dizer os povos estrangeiros: Onde está YAHU ULHÍM deles?
YAHU ULHÍM, vinga publicamente o extermínio do teu povo.


11Ouve o suspiro dos presos e dos condenados à morte, segundo a grandeza
do teu poder.


12Vinga-te sete vezes das nações nossas vizinhas, que te injuriaram e
ofenderam, YAHU ULHÍM.


13E assim nós, o teu povo, as tuas ovelhas, te louvaremos para sempre,
de geração em geração.

 

TEHILLIM 80

Teholyáo de Osaf.Para o diretor do coro.

 

1Ó apacentador de Yashorúl, inclina os teus
ouvidos à minha súplica, tu que és quem guia o teu povo como um rebanho, que
habitas entre anjos gloriosos, como os querubins,
mostra o teu poder, faz brilhar a tua glória.


2Revela todo o poder que tens para salvar diante de todos os que são
teus, diante de Efroím, diante de Benyamín, diante de Menashé.

3Faz-nos voltar de novo para ti, ó YAHU ULHÍM Tzavulyáo divinos.


Olha para nós com alegria e amor, e seremos salvos. 4Ó YAHU ULHÍM
Criador Eterno, chefe Tzavulyáo celestiais, continuarás indignado, rejeitando a
oração do teu povo?


5Tu nos tens sustentado com abundância de tristeza e lágrimas.


6Transformaste-nos num objecto de desprezo para os nossos vizinhos. E os
nossos inimigos riem de nós, entre si.

7Faz-nos voltar de novo para ti, ó YAHU ULHÍM Tzavulyáo divinos.Olha para nós com alegria e amor, e seremos salvos.

8Trouxeste-nos do Egito como se fôssemos uma delicada planta de videira;etiraste da terra os povos pagãos, para nos plantares.


9Limpaste o terreno, preparaste o solo, criámos raízes e enchemos a
terra.


10Os montes cobriram-se com a sombra das nossas habitações. A nossa
força cresceu como a dos ramos de cedros gigantes.


11Estendemo-nos desde o grande rio, o Eufrates, até ao mar.


12Porque deixastes então que os nossos muros fossem quebrados, de forma
que toda a gente passa pelos nossos campos e tira o que quer?


13O javali e todos os animais selvagens nos devoram, nos devastam.


14Ó YAHU ULHÍM Tzavulyáo divinos, volta-te para nós, pedimos-te. Olha
desde os shua-ólmaYa, vê a nossa aflição e visita esta tua vinha.


15Sim, protege esta videira que tu próprio plantaste, que regaste e
criaste.


16Fomos queimados, cortados pelos nossos inimigos. Que eles pereçam pela
tua desaprovação!

17-18Dá força ao homem que escolheste, ao filho da tua confiança, e nunca mais te
abandonaremos. Guarda a nossa vida e poderemos sempre louvar o teu Shúam
(Nome).


19Conduz-nos de novo para ti, ó YAHU ULHÍM Tzavulyáo divinos. Olha para
nós com alegria e amor, e seremos salvos.

 

TEHILLIM 81

 

Teholyáo de Osaf.Para o diretor do coro.

 

1Cantem para YAHU ULHÍM com toda a alegria.Ele é quem nos dá força. Cantem haolúlim (louvores) a YAHU ULHÍM de YAHUCAF.


2Cantem com acompanhamento de instrumentos e com tambores, com a harpa
suave e com a lira.


3Toquem a trombeta! Venham participar nas celebrações alegres da lua
cheia e lua nova, e de todos os outros dias especiais!


4Porque tudo isso foi ordenado por YAHU ULHÍM, foi mandado pelo YAHU
ULHÍM de YAHUCAF,


5para lembrança, entre o seu povo, do tempo em que saíram do Egito, em
que foram escravos numa terra onde só ouviam falar uma língua estrangeira que
não entendiam.

6Disse YAHU ULHÍM: Tirarei dos seus ombros aquele fardo.As suas mãos ficarão livres das tarefas pesadas.


7Clamaste na tua angústia e eu te livrei. Respondi-te, lá no Monte Sinai, desde o lugar oculto dos trovões. Provei a tua fé em Meribá, quando te queixaste de falta de água. 8Ouve, povo meu, o meu solene aviso.
Ah!Yashorúl, se tu me ouvisses!


9Eu tinha-te dito: Nunca adorarás outros falsos criadores o estatuas;
não prestarás veneração a ídolos.


10Pois sou eu o teu YAHU ULHÍM, que te tirei do Egito. Experimenta abrir
a tua boca e verás como te encherei das minhas bênçãos.


11Mas o meu povo não me quis ouvir. Yashorúl rejeitou-me.


12Por isso os deixarei entregues a si mesmos e aos desejos dos seus
corações.


13Ah! Se o meu povo me tivesse escutado, e se tivesse aceitado andar nos
meus caminhos!


14Como eu teria rapidamente subjugado os seus inimigos! Como eu me teria
oposto aos seus adversários!


15Os que desprezam YAHU ULHÍM ter-se-lhe-iam sujeitado. Teriam sido
vencidos para sempre.


16Eu teria sustentado Yashorúl com o trigo mais fino, e o teria
satisfeito com delicioso mel, que escorre da rocha.

 

TEHILLIM 82

 

Teholyáo de Osaf.

 

1 YAHU ULHÍM levantou-se no meio da
assembleia celeste.
Ele julga os juízes:


2Até quando continuarão vocês a julgar sem justiça, e a considerar as
pessoas segundo o que elas são na aparência?


3Que os vossos juízes sejam em defesa dos órfãos, dos pobres; a favor
dos aflitos e necessitados.


4Livrem os miseráveis e os infelizes das mãos dos homens perversosque os
oprimem.

5Mas eles não sabem nada de justiça celestial; não percebem. Andam
como cegos.
E os próprios fundamentos da sociedade estão abalados.


6Eu tenho-vos dito que vocês são como falsos criadores o estatuas,
filhos de YAHU ULHÍM que está acima de tudo.


7Mas o fato é que perante a morte vocês são simples humanos, e hão-de
morrer, tanto como os mais categorizados na sociedade. 8Levanta-te, ó YAHU
ULHÍM, e julga a terra, pois que te pertencem todos os povos.

 

TEHILLIM 83

 

Teholyáo e Cântico de Osaf.

 

1Ó YAHU ULHÍM, não fiques em silêncio.Nãofeches os ouvidos, não fiques impassível ao nosso apelo.

2Os teus inimigos agitam-se; os que te aborrecem levantam a cabeça com arrogância.


3Com astúcia conspiram contra o teu povo, contra os teus protegidos.


4Venham, dizem, vamos riscar Yashorúl do mapa, de forma a que mais
ninguém se lembre da sua existência.


5-7Esta foi a decisão unânime que tomaram. E assim todos se aliaram
contra ti: os de Edom, e os Ishmaulítas; os de Moabe e os hagarenos;os povos de
Gebal, de Amom, de Amaleque e da Filisteia, e ainda os habitantes de Tiro.


8Também a Assíria fez aliança com eles, aliou-se com os descendentes de
Lot.

9Faz com eles, YAHU ULHÍM, o que fizeste com os midianitas, ou com Sísera,
e com Yabim junto ao rio de Quisom.


10E como fizeste com os teus inimigos em Endor, cujos corpos vieram a
servir de estrume.

11-12 Faz aos grandes chefees deles o mesmo que a Orebe, e que a Zeebe. Que todos os seus chefes morram como Zeba e como Zalmuna, que disseram: Vamos ficar para nós com essas belas terras de YAHU ULHÍM.

13-14Ó YAHU ULHÍM, sopra-os como pó, como palha ao vento; e como o fogo numa floresta, que tudo queima, de montanha em montanha.


15Da mesma forma, que a tua tempestade os persiga, com vendavais e
ciclones.


16Que sintam em si mesmos toda a vergonha da sua conduta reprovável,e
que reconheçam o teu poder e a força do teu Shúam (Nome), YAHU ULHÍM.


17Que qualquer empreendimento deles seja sempre um fracasso; que sejam
abatidos pela vergonha, que sejam, enfim, derrotados.


18Para que saibam que só tu tens o Shúam (Nome) de YAHU ULHÍM, o Criador
Eterno, tu, que estás acima de tudo e de todos sobre a face da terra!

 

TEHILLIM 84

 

Teholyáo dos descendentes de Coré.Para o
diretor do coro.

 

1Como é bom estar no teu Templo, ó YAHU
ULHÍM todo-poderoso!


2Eu anseio, tenho um profundo desejo de entrar nos átrios da tua
habitação. Todo o meu ser reclama a presença de YAHU ULHÍM vivo!


3Até mesmo os pardais e as andorinhas têm a felicidade de poder
abrigar-se e fazerem o ninho, para si e para os filhotes, perto do teu
altar,  YAHU UL Tzavulya, meu rei e meu Criador Eterno!


4Bem-aventurados são os que têm o privilégio de habitar na tua casa
cantando a ti louvores.

5Bem-aventurados aqueles cuja força vem de ti, e que
desejam, do coração, seguir nos teus caminhos.


6Quando atravessarem o vale de lágrimas, farão dele um lugar de fontes,
um lugar de poços cheios das chuvas das tuas bênçãos!

7Eassim irão, com forças constantemente renovadas, apresentar-se perante YAHU
ULHÍM, em Tzayán.

8Ó YAHU ULHÍM, o Criador Eterno Tzavulyáo do céu, escuta a
minha oração!
Inclina os teus ouvidos, ó YAHU ULHÍM de Yashorúl!

9Ó YAHU ULHÍM, nosso defensor, tem compaixão daquele que tu escolheste, que
elegeste como rei.


10Porque vale mais um dia passado no teu Templo do que uma vida inteira
noutro lugar qualquer, por muito bom que seja. Preferia ficar nem que fosse só
à porta da morada do meu YAHU ULHÍM, do que viver em palácios, onde haja
maldade.


11Porque YAHU ULHÍM o Criador Eterno é como um sol, ele é a nossa proteção.
Dá-nos a sua bondade, e quer honrar-nos. Não negará bem algum aos que andam na
retidão.

12 YAHU UL Tzavulyáo celestiais, abençoados são os que confiam em ti!

 

TEHILLIM 85

 

Teholyáo dos descendentes de Coré.Para o
diretor do coro.

 

1 YAHU ULHÍM, tu tens abençoado esta terra
que é tua!
Tornaste a trazer aqui os que tinham sido levados como prisioneiros.


2Perdoaste os pecados do teu povo; sim, apagaste-os todos.

3A tua indignação terminou. Desviaste de nós o ardor da tua ira.

4Torna a trazer-nos de novo para junto de ti, ó YAHU ULHÍM, nosso MíhushuaYa,de forma a que não precises mais de estar contra nós.


5Ou ficarás para sempre zangado, até mesmo com as gerações futuras?


6Dá-nos uma vida nova, para que nos tornemos a alegrar em ti.


7Mostra-nos o teu amor e a tua bondade, YAHU ULHÍM; concede-nos a tua
salvação.

8Oiço atentamente tudo quanto YAHU ULHÍM, o Criador Eterno, diz,
porque fala de paz ao seu povo, aos que lhe pertencem, desde que não voltem a
pecar.


9Sem dúvida que a salvação está perto daqueles que o temem; e a nossa
terra se encherá da sua glória!


10A misericórdia e a verdade encontraram-se. A justiça e a paz
beijaram-se.


11A verdade sairá da terra, e a justiça olhará desde os shua-ólmaYa.


12E YAHU ULHÍM dará as suas bênçãos, ao mesmo tempo que a terra
produzirá abundantes colheitas.


13A justiça irá na sua frente e ele nos fará andar no caminho aberto
pelos seus passos!

 

TEHILLIM 86

 

Oração de Dáoud.

 

1Presta atenção à minha oração, YAHU ULHÍM,
e ouve-me, pois estou bem necessitado e aflito.


2Guarda a minha alma, pois sou teu, ó YAHU ULHÍM meu. Salva-me, pois
sirvo-te e confio em ti.

3Tem misericórdia de mim, ó YAHU ULHÍM, pois chamo por ti o dia inteiro.


4Dá-me alegria, YAHU ULHÍM, pois estou ao teu serviço e é a ti que a
minha alma se dirige.


5Tu és bom e pronto a perdoar; és cheio de bondade para com todos os que
apelam para a tua ajuda.


6Ouve atentamente a minha oração, YAHU ULHÍM. Atende à voz das minhas
súplicas.

7Sempre chamarei por ti, quando me encontrar em angústia, porque sei
que me respondes.


8Entre os falsos criadores o estatuas pagãos não há nenhum que se assemelhe
sequer a ti,nem que faça obras como as tuas.


9Todas as nações, que tu próprio formaste, virão e se inclinarão perante
ti, YAHU ULHÍM, e dirão belas coisas sobre a força que tem o teu Shúam (Nome).


10Porque és grande e realizas grandes maravilhas. Só tu és YAHU ULHÍM!


11Ensina-me, YAHU ULHÍM, o teu caminho, e andarei na tua verdade. Que
todo o meu ser saiba reverenciar o teu Shúam (Nome).


12Eu te louvarei de todo o meu coração, YAHU ULHÍM meu Criador Eterno, e
darei honra ao teu Shúam (Nome) para sempre.


13Pois tem sido grande a tua misericórdia para comigo e livraste a minha
alma das profundezas do inferno.


14Ó YAHU ULHÍM, gente soberba se levantou contra mim; ajuntamentos de
pessoas violentas, verdadeiros tiranos procuram matar-me. E nem sequer lhes
passa pela ideia que tu podes ver isso.


15Mas tu, YAHU ULHÍM, és um o Criador Eterno cheio de compaixão, de
misericórdia; és meigo e bom. Nunca falhas no que prometes.


16Por isso olha para mim, tem pena da minha situação. Dá-me força para
te servir; salva-me a mim, que sou filho de uma mulher que também te serviu!


17Dá-me já uma prova do teu favor, para que o vejam os que te aborrecem,
e sejam condenados por toda a gente que vir, que tu, YAHU ULHÍM, me ajudas e
confortas.

 

TEHILLIM 87

 

Teholyáo e Cântico dos descendentes de Coré.

1YAHUSHUA-oléym tem os seus fundamentos no
santo monte de YAHU ULHÍM.

2 YAHU ULHÍM ama essa cidade de YAHU ULHÍM, mais do que qualquer outra de Yashorúl.


3Que coisas maravilhosas se dizem de ti, ó cidade de YAHU ULHÍM!

4Gente do Egito e da Babilónia estará entre os que me reconhecem como seu YAHU ULHÍM; povo da Filisteia, de Tiro e da Etiópia será considerado como cidadão de
YAHUSHUA-oléym.

5E de Tzayán se dirá: Este e aquele nasceram aí. Foi YAHU ULHÍM que a estabeleceu.

6E YAHU ULHÍM as inscreverá no registo dos povos como tendo nascido ali. 7E os
cantores, acompanhados de instrumentistas, a louvarão dizendo: Tu és a fonte de
todo o bem da minha vida!

 

TEHILLIM 88

 

Cântico e Teholyáo dos descendentes de Coré.

 

1 YAHU ULHÍM, o Criador Eterno da minha
salvação, tenho clamado por ti de dia e de noite.


2Que a minha oração chegue até ti. Inclina os teus ouvidos ao meu apelo.


3Porque a minha alma está cheia de angústias e sinto-me perto da morte.

4Écomo se fizesse parte já do número dos que vão descer à sepultura. Sou uma
criatura sem vigor algum.


5Estou como se tivesse sido lançado para o monte dos casos perdidos, sem
esperança. É como se não se lembrasses mais de mim, como se a tua mão me
tivesse afastado por eu estar numa situação desesperada.

6Puseste-me num profundo abismo, em densas trevas.

7A tua cólera pesa sobre mim; as tuas vagas derrubam-me.


8Fizeste com que os meus amigos me abandonassem. Foram-se porque me
detestavam. Sinto-me como um prisioneiro, não vejo saída para isto.


9Tenho os olhos cansados de tanto chorar de aflição. Chamo por ti o dia
inteiro, estendendo-te as mãos.


10Não é um corpo morto que poderá falar das tuas maravilhas! Os
cadáveres não irão levantar-se para te louvar!


11Não é debaixo da terra, nas sepulturas, que poderá ser anunciada a tua
bondade e a fidelidade com que socorres os teus.


12Na escuridão do nada não se poderá falar dos teus milagres, nem da tua
justiça na terra do esquecimento!


13Mas eu, YAHU ULHÍM, é logo de madrugada que clamo por ti, dirigindo-te
a minha oração.

14YAHU ULHÍM, porque recusas o teu favor à minha alma? Porque viras de mim o teu
rosto?


15Desde a minha mocidade que sou fraco, doente, sempre à beira da morte.
O terror de me sentir desamparado por ti abate-me.


16A tua ardente indignação cai sobre mim. O medo disso tudo vai acabando
comigo.


17Estes receios e terrores apertam-me, rodeiam-me de manhã à noite.
Metem-me como num beco sem saída.


18E isto tudo faz que amigos e companheiros se afastem para longe de
mim. Em lugar da amizade com que me rodeavam na intimidade, agora só tenho
trevas à minha volta.

 

TEHILLIM 89

 

Poema de Etã, o ezraíta.

 

1Cantarei constantemente a bondade de YAHU UL.A minha boca se abrirá para anunciar a todas as gerações vindouras como te manténs fiel às tuas promessas.


2Direi que a tua bondade será eterna. Confirmaste a tua fidelidade até
no céu.

3Disse YAHU ULHÍM: Fiz um acordo solene com Dáoud, aquele que eu
próprio escolhi:


4Estabelecerei para sempre os seus descendentes como reis, no seu trono.


5Os shua-ólmaYa te louvarão pelas tuas maravilhas, ó YAHU ULHÍM. 
Milhares de anjos te darão louvores por seres fiel à tua palavra.


6Quem é que, em todo o universo, se pode comparar com YAHU ULHÍM? Qual
dos anjos mais poderosos é semelhante a YAHU ULHÍM?


7Ele é extremamente admirado na assembleia dos anjos, e grandemente
reverenciado por todos os que o cercam.

8ÓYAHU ULHÍM, o Criador Eterno Tzavulyáo celestes, quem é tão forte como tu? A
fidelidade faz parte do teu próprio carácter.

9Tu dominas a força do mar, quando as vagas se levantam sob a violência das tempestades, e as acalmas.


10Abateste o altivo Egito como se fosse ferido de morte. Dispersaste os
inimigos com o teu poderoso braço.


11Pertencem-te os shua-ólmaYa e a terra. Criaste o universo inteiro, com
tudo o que nele existe.


12Toda a latitude da terra, de norte a sul, é obra das tuas mãos. Os
montes Tabor e Hermon alegram-se por serem uma obra assinada pelo teu Shúam
(Nome).


13O teu braço é poderoso! Forte é a tua mão! A tua capacidade atua
eficazmente até na glória do céu!


14A justiça e a retidão são as bases em que assenta o teu trono. A
misericórdia e a verdade vão à tua frente, fazendo o teu mando.


15Feliz é o povo que conhece e que responde ao som festivo da
trombeta,que toca para te celebrar! Esses andarão na luz da tua presença.


16Alegrar-se-ão o dia inteiro no prestígio que tem o teu Shúam (Nome) e
a tua justiça.


17Tu és o esplendor da sua força. O nosso poder está fundamentado no teu
favor.


18Porque YAHU ULHÍM é a nossa defesa; ele, o santo de Yashorúl, nos foi
dado como rei.


19Numa visão, falaste ao homem santo, teu profeta, e disseste-lhe:
Escolhi alguém que é corajoso, cheio de vontade, que vem do meio do povo.


20É Dáoud, que me servirá. Nomeei-o e qualifiquei-o através do meu santo
óleo que recebeu de mim.


21Firmá-lo-ei e o fortalecei com o meu poder.


22O inimigo nunca lhe passará por cima. Os filhos da maldade não o
afligirão.


23Derrubarei os seus inimigos na sua frente. Destruirei os que o
aborrecem.


24Acompanhá-lo-ei sempre com a minha bondade. Terá sempre a garantia da
minha fidelidade.


25O seu poder será engrandecido através do meu Shúam (Nome). Dominará
desde os rios ao mar.


26Invocar-me-á dizendo: És o meu pai, o meu YAHU ULHÍM, a rocha da minha
salvação.


27Também por isso o tratarei com a honra que se dá a um filho mais
velho. Farei dele o mais poderoso dos reis da terra.


28Manterei para sempre a minha bondade para com ele. O pacto de amor que
faço com ele nunca será anulado.


29Terá sempre um herdeiro. O seu trono não terá fim; será como os dias
do céu!


30Mas, se os seus filhos deixarem a minha lei, e não seguirem os meus
mandamentos.


31Se desprezarem a minha palavra interpretando-a segundo os seus
interesses,


32então virei junto deles para os castigar, para punir a sua maldade.


33Contudo, não retirarei completamente a minha bondade deles, nem
deixarei de cumprir a minha promessa.


34Não anularei o meu acordo com eles, nem retirarei uma só palavra do
que saiu dos meus lábios.


35Porque jurei a Dáoud, como YAHU ULHÍM santo que não pode mentir,


36que a sua descendência durará para sempre, e que o seu trono terá a
duração do próprio sol.


37Será como a lua que permanece sólida, como testemunho no céu da minha
fidelidade.


38No entanto vemos que nos rejeitaste e nos aborreceste. Indignaste-te
contra aquele que escolheste como rei.

39Não vês com bons olhos o pacto que fizeste com ele. Lançaste a sua coroa no pó da
terra.


40Derribaste as muralhas que o protegiam. Deixaste em ruínas as
fortificações que o defendiam.


41Todos os que passam por ali o roubam. Os seus vizinhos o desprezam.


42Deste força aos seus inimigos, os quais têm tido fortes razões para se
regozijarem.


43As suas armas encravaram-se, não prestam. Tiraste-lhe a tua ajuda na
batalha.


44Acabaste com o esplendor que tinha antes. O seu trono caiu.


45Envelheceu antes do tempo, e cobriste-o de vergonha.


46Até quando, YAHU ULHÍM, será isto assim? Vais fugir para sempre ao meu
apelo? Deixarás que a tua ira se acenda como um fogo violento?


47Lembra-te como, no fundo, são breves os dias da minha vida. Tu não
criaste os homens para terem uma vida inútil, vazia.


48Por outro lado, também não há ninguém que viva para sempre sem
conhecer a morte, e que tenha a capacidade de se livrar do poder da sepultura.

49YAHU ULHÍM, onde está o amor que mostraste ter para com Dáoud antigamente, e que lhe juraste com a verdade da tua palavra?

50-51Lembra-te da vergonha em que se encontra o teu povo. Vê como trago no
peito a marca do escárnio de toda essa gente forte,que tem posto a tua honra de
rastos, pois são teus inimigos, YAHU ULHÍM, e que se riem da vida que leva
este, a quem tu escolheste e nomeaste.


52Bendito seja YAHU ULHÍM, para sempre! Que assim seja; sim, para
sempre!

 

TEHILLIM 90

 

Oração de Mehushúa, o homem de YAHU ULHÍM.

 

1 YAHU ULHÍM, tu tens sido o nosso refúgio,
através dos tempos.


2Antes de formares as montanhas, antes mesmo de criares a terra e todo o
universo, sim desde toda a eternidade tu és YAHU ULHÍM. 3Tu falas e fazes
voltar a criatura humana ao pó de onde veio.


4Mil anos são para ti apenas como o dia de ontem que se foi, ou como uma
simples hora que passa, durante a noite.


5Nós passamos, no tempo, tão rapidamente como uma corrente de água. A
vida passa como o tempo do sono, quase sem darmos por isso.


6Somos como a relva que, de manhã, é verde. Depois, sendo cortada, fica
murcha antes que caia a noite.

7Se a tua severidade se acende contra nós, somos
consumidos;
se cairmos na alçada da tua condenação, o teu castigo nos esmagará.

8A nossa maldade está exposta diante de ti; o nosso pecado, o mais oculto, tu o
conheces.


9Não é de admirar que os nossos dias se tornem longos e pesados sob a
tua indignação. Os nossos anos vão-se como se fosse um suspiro.


10A duração da nossa vida é setenta anos; e se alguns, pela sua
robustez, chegam aos oitenta, o que ela lhes pode dar não é mais do que cansaço
e aborrecimento. O tempo passa de tal maneira que temos a sensação de voarmos.


11Quem é capaz de avaliar a força da tua ira? Quem é capaz de te temer
realmente, como deveria?


12Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que os nossos
corações se encham de sabedoria.


13Volta-te para nós, YAHU ULHÍM. Até quando teremos que esperar?
Torna-te benigno para connosco, que te servimos.


14Pela manhã, satisfaz-nos completamente com a tua bondade, e teremos
alegria até ao fim da vida toda.


15Dá-nos felicidade por tanto tempo quanto aquele em que fomos
afligidos, e em que passámos por tempos muito difíceis.


16Que possamos de novo ver maravilhas tuas realizarem-se no nosso meio,
e que os nossos filhos se familiarizem com a tua glória no meio do povo que te
serve.


17Que o favor de YAHU UL nosso Criador Eterno seja sobre nós. Consolida
tu próprio o trabalho que fazemos, sim, confirma aquilo que fazem as nossas
mãos.

 

TEHILLIM 91

 

1Aquele que mora escondido na presença de YAHU ULHÍM altíssimo, vive descansado à sombra de YAHU ULHÍM Todo-Poderoso.


2Quero declarar isto: YAHU ULHÍM é o meu refúgio, a minha fortaleza. Confio plenamente Nele!

3 YAHU ULHÍM te livrará de todas as armadilhas; ele livra-te
das pestes malignas!


4Cobre-te com as suas asas. E aí estarás seguro; a sua verdade, as suas
promessas que não falham, são para ti um escudo e uma armadura.


5Não terás medo dos males que ferem inesperadamente durante a noite,nem de tudo o que te queira atingir em pleno dia.


6Nem sequer das calamidades que se preparam escondidamente, e nem ainda dos desastres que matam em pleno sol.


7Poderão cair mil pessoas à tua volta; dez mil podem ser abatidas ao teu
lado, mas tu não serás atingido.


8Não terás mais do que olhar e refletir na forma como os maus são
castigados.

9 YAHU ULHÍM, és o meu Refúgio. O YAHU ULHÍM que é acima de tudo é a minha habitação.


10Sendo assim nenhum mal me poderá acontecer; nenhuma praga atingirá o local onde vivo!

11YAHU ULHÍM dará ordens aos seus anjos para que te guardem, seja onde for que estiveres.


12Eles te susterão com as suas mãos, para que não tropeces nas pedras do caminho.


13Podes enfrentar sem medo um leão ou pisar uma cobra, e até esmagar
ambos sob os teus pés.


14E YAHU ULHÍM te diz: Visto que me amou com tanta intensidade, eu o
livrarei. Hei-de trazê-lo para um alto lugar, porque soube reconhecer o poder do meu Shúam (Nome).


15E quando chamar por mim, responder-lhe-ei. Estarei com ele quando se encontrar em angústia. Livrá-lo-ei e o honrarei.


16Terá uma vida longa. Ele verá o que é a minha salvação!

 

TEHILLIM 92

 

Teholyáo e Cântico para o dia de Shábbos.

 

1É agradável louvar YAHU ULHÍM, cantar
louvores àquele cujo nome está sobre tudo quanto existe.


2Dizer, logo de manhãzinha, como Ele é Bom; e no silêncio da noite
afirmar como Ele é um YAHU ULHÍM Fiel.


3Cantem louvores, ao som suave da música de instrumentos de corda.


4Porque tu, YAHU ULHÍM, tornaste-me tão feliz com tudo quanto me tens feito na
vida.
Regozijo-me intensamente com todas as tuas obras.


5Como são grandes os teus actos! E os teus pensamentos, como são
profundos!


6-7Os insensatos não os compreendem. Os loucos não compreendem que,
embora os perversos prosperem como ervas daninhas, e os que praticam a
iniquidade floresçam com força, o seu destino é virem a ser destruídos para
sempre.

8Mas tu, YAHU ULHÍM, continuas a ser aquele que, para sempre, está
acima de todas as coisas no mundo.


9Os teus inimigos, YAHU ULHÍM, hão-de morrer. Serão aniquilados todos os
que praticam a maldade.


10Aumentaste a minha força como a de um boi selvagem! Sinto-me
revigorado com as tuas bênçãos, sempre novas.


11Vi cumprido o destino dos meus adversários; e executada a sentença
contra os que se levantavam contra mim.


12Mas quanto aos justos, esses crescerão e se desenvolverão como
palmeiras, terão a envergadura dos cedros do Lebanon.


13Porque os que estão plantados na casa de YAHU UL viverão sob os
cuidados constantes do nosso YAHU ULHÍM.


14Na velhice ainda darão frutos, serão viçosos e saudáveis,

15de forma a poderem anunciar a justiça de YAHU UL. Ele é a minha rocha. Nele,
não há injustiça.

 

TEHILLIM 93

 

1 YAHU ULHÍM é rei!Está revestido de majestade, de poder. Por isso também o mundo está firme, não poderá ser abalado.

2Oteu trono é estável; e dominas desde toda a eternidade.


3Os mares levantam-se revoltos, ó YAHU ULHÍM, os oceanos rugem na
violência das suas vagas.


4Mas YAHU ULHÍM, lá nas alturas, é bem mais poderoso do que o ruído
dessas ondas gigantes, do que um oceano agitado por um furacão.

5Os teus decretos são verdadeiramente seguros e inalteráveis.A santidade é característica própria da tua casa, YAHU ULHÍM, eternamente.

 

TEHILLIM 94

 

1Ó YAHU ULHÍM o Criador Eterno, a ti compete fazer justiça, castigar como recompensa do mal.Mostra nisso a tua glória!


2Levanta-te, pois és o juiz de toda a terra, e castiga os soberbos.


3Até quando, YAHU ULHÍM, a gente má esfregará as mãos de contentamento.


4Até quando continuarão a dizer tudo o que querem com insolência,
orgulhando-se de todo o mal que fazem?


5Vê como oprimem o teu povo e o reduzem a nada; como afligem os que te
pertencem.


6Assassinam viúvas, imigrantes, órfãos.

7E dizem:  YAHU ULHÍM não há-de ver nada.  YAHU ULHÍM não repara nestas
coisas!


8Deem atenção, vocês que se parecem com brutos animais, e vocês que têm
prazer na loucura: quando é que se interessarão em ter sabedoria?

9Então aquele que deu ao ser humano a capacidade de ouvir, seria ele surdo?Aquele que dotou as pessoas do sentido da vista, seria ele cego?


10Aquele que é o único que pode e sabe castigar com justiça, não vos
castigará a vocês também? Aquele que deu o entendimento ao homem, não
entenderia ele o que vocês combinam e pensam?

11 YAHU ULHÍM bem conhece os pensamentos das pessoas, e sabe como são mesquinhos e inúteis.


12Bem felizes são os que repreendes, YAHU ULHÍM, aqueles a quem ensinas
a tua lei.


13Porque a esses darás descanso nos dias maus, enquanto que o perverso,
que te despreza, cairá na cova da destruição.

14 YAHU ULHÍM não abandonará, não desamparará a sua possessão.


15Os julgamentos serão de novo feitos com justiça, e todos os que
conduzem os seus corações por caminhos rectos seguirã.


16Quem será a meu favor contra os malfeitores? Quem se porá ao meu lado
contra os que praticam a iniquidade?


17Se YAHU ULHÍM não tivesse vindo em meu auxílio, já o meu corpo estaria
na terra do silêncio.


18Quando eu te gritei:  YAHU ULHÍM, os meus pés tropeçam, vou escorregar, logo acorreste, com a tua bondade e me sustiveste.


19Quando se multiplicam dentro de mim as preocupações, os cuidados,
consolas-me, e tornas a dar alegria e esperança à minha alma.


20Poderás tu dar proteção a um governo corrupto, que torce as leis a fim
de poder pôr em execução planos injustos?


21Aprovarás tu aqueles que se apressam, nas suas assembleias corruptas,
a condenar à morte o inocente?


22Mas tu és o meu mais seguro retiro; és a rocha em que me abrigo.

23YAHU ULHÍM fará recair sobre eles as consequências inevitáveis da sua própria
iniquidade. Serão destruídos pela sua própria malícia. YAHU ULHÍM, nosso
Criador Eterno, ele mesmo os destruirá.

 

TEHILLIM 95

 

1Venham, cantemos para YAHU ULHÍM!Cantemos com toda a alegria àquele que é a rocha que nos salva!


2Vamos até à sua presença com os corações cheios de louvores, dirigindo-lhe
cânticos!

3Porque YAHU ULHÍM é YAHU ULHÍM grande;Ele é o grande rei que está acima de tudo o que os homens consideram como falsos criadores ou estátuas.


4Nas suas mãos está o controle da terra, tanto dos seus fundamentos como
das mais altas montanhas.


5Foi ele quem fez o mar e formou a terra, por isso tem o domínio sobre
eles.


6Venham e ajoelhemo-nos em adoração perante YAHU ULHÍM, que nos criou.


7Ele é o nosso YAHU ULHÍM. Nós somos suas ovelhas, e ele é o nosso
apascentador!

8Se hoje ouvirem a sua voz, não endureçam os vossos corações, como
no deserto em Meribá, e em Massá naquele dia em que me provocaram.


9Ali vossos pais duvidaram de mim, mesmo depois de terem visto tudo o
que eu podia fazer.

10 Durante quarenta anos andei desgostoso com esta geração, disse YAHU ULHÍM, É um povo que erra constantemente; recusa aceitar os meus caminhos.


11Por isso jurei, na minha cólera, que não entrariam no meu descanso.

 

TEHILLIM 96

 

1Cantem a YAHU ULHÍM um cântico novo;cantem-no os habitantes da terra inteira.


2Cantem para YAHU ULHÍM. Dêem louvores à força do seu (Nome) Shúam.


3Anunciem a sua salvação dia após dia. Deem a conhecer, publicamente,
entre todos os povos da terra, como é excelsa a sua glória. Digam a todas as
gentes as suas maravilhas.

4Porque YAHU ULHÍM é grande, e digno de todo o
louvor.
É muitíssimo superior a todos os chamados falsos criadores o estatuas.


5Porque esses, a quem as gentes chamam falsos criadores o estatuas, não
passam de ídolos, vazios de vida. Mas YAHU ULHÍM que nós adoramos é o Criador
do universo!

6Àsua volta só há glória e majestade; força e beleza é o que se encontra no seu
Templo.

7Que todas as nações e raças da terra confessem que só YAHU ULHÍM é
glorioso e forte.

8Deem-lhe a honra que merece. Tragam-lhe ofertas. Venham adorá-lo.


9Adorem YAHU ULHÍM com a beleza de vidas cheias da sua santidade. Que
todos os habitantes da terra o tremem diante dele.


10Digam às nações:  YAHU ULHÍM governa o mundo, sustenta-o para que não desapareça. Ele julgará os povos com perfeita justiça.


11Alegrem-se os shua-ólmaYa, regozije-se a terra. Que a vastidão do mar
proclame a majestade de YAHU ULHÍM.

12-13Que tudo o que os campos produzem seja um motivo para louvar YAHU ULHÍM, pois é uma prova do seu poder. Que as árvores das florestas exaltem o Criador. Porque YAHU ULHÍM virá. Ele há-de vir para julgar a terra com justiça, e os povos com
verdade!

 

TEHILLIM 97

 

1 YAHU ULHÍM domina e governa sobre tudo o que existe Que a terra inteira se alegre com isso. Que os vastos e distantes continentes se regozijem com essa verdade!

2Nuvens e escuridão rodeiam-no!Por outro lado, a retidão e a justiça são os fundamentos do seu trono.

3Àsua frente vai um fogo que consome todos os seus inimigos.


4Os seus relâmpagos atravessam todo o firmamento. Toda a terra vê isso e
estremece.


5As montanhas derretem-se como cera diante de YAHU UL de toda a terra.


6Os shua-ólmaYa proclamam a sua justiça. A sua glória é vista por todos
os povos!

7Que fiquem envergonhados todos os que adoram imagens de escultura, e
que até têm vaidade nesses ídolos inúteis.
Que todas essas pseudo-divindades se inclinem perante YAHU ULHÍM!

8YAHUSHUA-oléym e todas as cidades de YAHUDAH ouviram falar da tua justiça, YAHU ULHÍM, e se alegraram.


9Pois tu dominas em toda a terra, acima de todos; és bem superior a
todos esses falsos falsos criadores o estatuas.


10Vocês, os que amam YAHU ULHÍM, aborreçam o mal. Ele protege a vida do
seu povo, e o livra da mão dos maus.


11A luz é feita para os retos, e a alegria para os que têm um coração
íntegro.


12Alegrem-se os que são justos aos olhos de YAHU UL, e dêem haolúlim
(louvores) ao nosso santo YAHU ULHÍM.

 

TEHILLIM 98

 

1Cantem a YAHU ULHÍM um cântico novo, porque
ele fez coisas maravilhosas.
 Ele alcançou vitórias, pela sua capacidade celestial, pela força da sua santidade.


2Essa vitória, que foi a salvação que trouxe ao seu povo, ele a tornou
conhecida de toda a gente; a sua justiça se manifestou aos olhos de todas as
nações.


3Lembrou-se da sua bondade e das suas promessas para com Yashorúl. E
assim todo o mundo, de uma a outra extremidade da terra, viu a salvação de YAHU
ULHÍM.

4Louvem com alegria YAHU ULHÍM, todos os habitantes da terra.Que o vosso júbilo se manifeste bem alto, expandindo-se plenamente, e com cânticos de louvor.


5Cantem acompanhados de harpa e de coros.


6Que a vossa alegria possa expandir-se livremente diante de YAHU UL,
diante do rei, tocando com força trombetas e cornetas!

7Que o mar, na sua imensa vastidão, faça ecoar o rugido profundo das suas vagas; que o mundo inteiro, com todos os seus habitantes, deem glória a YAHU ULHÍM.


8-9Que o barulho das águas dos rios correndo pelos campos seja como
palmas de alegria festejande YAHU ULHÍM; que as montanhas sejam também, elas
próprias, uma celebração a YAHU ULHÍM, pois que ele vem julgar o mundo com toda
a justiça!

 

TEHILLIM 99

 

1 YAHU ULHÍM é quem governa o mundo!Tremam os povos. O assento, donde ele dirige o universo, está rodeado de querubins. Que a terra estremeça!

2 YAHU ULHÍM está, com toda a sua grandeza, em Tzayán, e todos o reconhecem como o que está acima das nações.


3Que toda a gente te louve pelo prestígio do teu Shúam (Nome), que é
grande e santo.

4O rei determinou usar de todo o seu poder para que se faça justiça.A imparcialidade é a marca de tudo quanto realizas, YAHU ULHÍM! A tua justiça se exerce em todo o Yashorúl.


5Que YAHU ULHÍM, nosso Criador Eterno seja altamente honrado. Quem se
aproximar de ti, que se incline na tua presença, pois és santo!

6Quando Mehushúa e Aharón, e também SHAMUUL, clamavam por ti, gritando alto o teu Shúam (Nome), tu lhes respondias.


7Falavas-lhes desde aquela nuvem que ia à frente do povo. E o povo
seguia as tuas instruções, os mandamentos que lhes tinhas dado.

8E da tua parte, YAHU ULHÍM, nosso Criador Eterno, respondias às suas orações, e
estavas sempre a perdoar-lhes as suas maldades, ainda que sejas um YAHU ULHÍM
castigador de tudo o que for pecado.

9Honrem grandemente YAHU ULHÍM, nosso Criador Eterno,adorem-no, no seu santo monte, em YAHUSHUA-oléym, porque é YAHU ULHÍM da santidade!

 

TEHILLIM 100

 

Teholyáo de louvor.

 

1Que todos os habitantes da terra cantem a YAHU
ULHÍM com o coração cheio de alegria.


2Que todos se dediquem a servi-lo com júbilo, vindo à sua presença no
meio de alegres cânticos.


3Que toda a gente se dê conta de que YAHU ULHÍM é YAHU ULHÍM. Somos na
verdade seu povo, suas ovelhas. Foi ele quem nos fez. Somos dele.

4As portas da sua santa morada estão abertas de par em par;entremos por elas com louvores de gratidão. Penetremos no seu interior cantando-lhe. Haolul-YAHU pelo Nome Grande que tem!


5Porque YAHU ULHÍM é bom. A sua misericórdia não tem limites. Ele
mantém-se fiel, século após século!

Salmo 51 até o 100-

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: