ministeriohorafinal

Tehillim de 100/150

TEHILLIM 100

 

Teholyáo de louvor.

 

1Que todos os habitantes da terra cantem a YAHU
ULHÍM com o coração cheio de alegria.


2Que todos se dediquem a servi-lo com júbilo, vindo à sua presença no
meio de alegres cânticos.


3Que toda a gente se dê conta de que YAHU ULHÍM é YAHU ULHÍM. Somos na
verdade seu povo, suas ovelhas. Foi ele quem nos fez. Somos dele.

4As portas da sua santa morada estão abertas de par em par; entremos por elas com louvores de gratidão. Penetremos no seu interior cantando-lhe. Haolul-YAHU pelo nome grande que tem!


5Porque YAHU ULHÍM é bom. A sua misericórdia não tem limites. Ele
mantém-se fiel, século após século!

 

TEHILLIM 101

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1 YAHU ULHÍM, cantar-te-ei um cântico que
fale da tua bondade e da tua justiça.
Sim, YAHU ULHÍM, é isso que eu cantarei!


2Procurarei andar num caminho reto; para isso preciso que venhas
ajudar-me, especialmente no meu lar para proceder como devo.

3Não hei-de pôr nunca diante dos meus olhos coisas condenáveis.Detesto os atos daqueles que fogem de ti. Nem ouvir falar disso eu quero!


4Também recusarei que o meu coração ganhe o gosto das coisas tortas.
Rejeito o contato com a maldade.


5Serei intransigente para com os que caluniam o seu próximo nas costas
dele. Não posso suportar os orgulhosos, que têm atitudes altivas, arrogantes.


6Mas em contrapartida admiro os que são fiéis a YAHU ULHÍM nesta terra.
A esses quero receber na minha casa. Os que se conduzem na vida com retidão me
servirão.

7Por isso, na minha casa nunca entrarão os que se habituam ao engano;tal
gente, é melhor que desapareça da minha vista.

8Sem descanso, dia após dia, serei intolerante para com os maus deste mundo, a fim de que a cidade de YAHU ULHÍM fique limpa de todos os que praticam o pecado!

 

TEHILLIM 102

 

Oração de uma pessoa aflita que na sua
fraqueza se dirige a YAHU ULHÍM.

 

1 YAHU ULHÍM, peço-te que ouças a minha
oração!
Que escutes a minha súplica!


2Não te afastes de mim nesta hora de aflição. Presta bem atenção ao
clamor que te lanço neste dia de angústia, e responde-me depressa.


3Porque os dias da minha vida vão-se desfazendo como o fumo. Os ossos
consomem-me dentro do meu corpo, como a lenha a arder.


4Tenho o coração ferido e pisado; estou como a relva que secou. Perdi o
apetite; a comida para mim, só me dá é fastio.


5Sou só pele e osso, de tal maneira a minha vida tem sido um constante
sofrimento.


6Sou como uma ave de rapina num lugar deserto; sou como o mocho, que se
ouve na solidão.


7Não consigo dormir; sinto-me só como o pardal solitário num telhado.


8Os meus inimigos não fazem outra coisa do que troçar de mim, o dia inteiro.
Os que me querem mal atormentam a alma.

9O pão sabe-me a cinza. A minha bebida são as lágrimas que verto.


10 Isto, por causa da tua severidade, da tua zanga contra mim, pois
rejeitaste-me e expulsaste-me da tua presença.

11Contudo, se realmente é verdade que a minha vida se apaga rapidamente como a sombra da noite que cai,e se vou secando como a relva pisada e sem água,


12tu, YAHU ULHÍM, permaneces o mesmo sempre. A tua fama atravessa a
história, de uma ponta a outra.


13Eu sei que hás-de vir, cheio de compaixão para com YAHUSHUA-oléym;
pois é a hora determinada em que terás pena dela e a ajudarás.


14Porque o teu povo ama as pedras das suas muralhas, cada grão do pó das
suas ruas.


15E sendo assim, até todas as nações da terra hão-de respeitar
reverentemente o teu Shúam (Nome); todos os seus governantes se inclinarão
diante da tua glória!


16Pois YAHU ULHÍM reconstruirá YAHUSHUA-oléym, e há-de aparecer
gloriosamente.


17Ouvirá as orações dos desamparados; não se esquecerá deles.


18Isto fica aqui escrito em intenção das futuras gerações; para que a
mocidade futura possa crescer no hábito de louvar YAHU ULHÍM!


19Porque YAHU ULHÍM olhou desde a sua santa habitação, lá dos shua-ólmaYa,


20e prestou atenção aos gemidos dos presos; e decidiu libertar os
condenados à morte.


21Para que o Shúam (Nome) de YAHU UL seja louvado no seu Templo em YAHUSHUA-oléym,


22quando as multidões, das nacionalidades mais diversas, acorrerem para
te louvar e adorar.

23YAHU ULHÍM tirou-me as forças no meio da vida, encurtou-me os meus dias.


24Mas eu gritei-lhe: Meu YAHU ULHÍM, não me leves no meio do caminho da
vida, tu, que vives eternamente!


25Foste tu quem fundou a terra. Fizeste o universo com as tuas mãos.


26Contudo isso um dia desaparecerá; mas tu ficas para sempre. Tudo
acabará, como roupa velha. Tu os mudarás como vestuário que deixa de ser usado.


27Mas tu és sempre o mesmo; a tua vida não tem fim.


28E os nossos filhos viverão seguros e ficarão continuamente sob a tua proteção!

 

TEHILLIM 103

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1Oh, minha alma, louva YAHU ULHÍM!Que todas as fibras do meu ser exultem, louvando o santo Shúam (Nome) de YAHU ULHÍM!


2Oh, minha alma, louva YAHU ULHÍM! sem esquecer nenhuma das coisas boas
que tem feito por mim!

3Oh, minha alma, ele perdoa todos os teus pecados, cura-te das tuas doenças!


4Quer livrar-te do inferno e encher a tua vida com a sua bondade, a sua
misericórdia.


5Encher-te-á de coisas boas, de tal forma que a tua vida se renovará
como a da águia!

6 YAHU ULHÍM faz justiça a todos os oprimidos.


7Revelou a sua vontade a Mehushúa. Mostrou tudo o que podia fazer ao
povo de Yashorúl.


8Ele é misericordioso e compassivo. Só em último caso é que atua com o
seu castigo, porque é grande a sua bondade.


9Não guarda rancor, como os humanos, nem se mantém inflexivelmente
irado, para sempre.


10Pelo contrário: face aos nossos pecados, não nos tratou como eles
mereciam! Nem nos castigou como as nossas maldades o requeriam!


11Pois a sua misericórdia para com os que o temem é tão grande quanto a
altura dos shua-ólmaYa acima da terra.


12Afastou de nós os nossos pecados para tão longe, quanto o Oriente está
afastado do Ocidente.


13Ele é para nós como um pai, afectuoso e compreensivo para com todos os
que o temem.


14Pois conhece perfeitamente como somos feitos, e lembra-se bem de que
somos apenas pó!

15-16Na verdade os nossos dias são poucos e curtos relativamente. Somos tal como as
ervas e as plantas do campo, que aparecem e crescem, mas soprando-lhes o vento,
desaparecem, e só fica o lugar onde estavam!

17-18Mas a misericórdia de YAHU UL dura para sempre, para com os que o temem. A sua salvação é para todos os que lhe são fiéis, assim como para os seus filhos e
toda a sua descendência, desde que se lembrem dos seus mandamentos para os
cumprirem.

19 YAHU ULHÍM tem a base do seu poder lá em shua-ólmaYa, e dali domina sobre todas
as coisas.


20Haolul-YAHU os seus anjos poderosos, que cumprem as suas ordens e
obedecem à sua palavra.


21Haolul-YAHU os seus exércitos celestiais, que o servem e executam a
sua vontade.


22Haolul-YAHU, todas as suas obras que são o seu domínio. Oh, minha
alma, louva YAHU ULHÍM!

 

TEHILLIM 104

1Oh, minha alma, louva YAHU ULHÍM. YAHU ULHÍM, meu YAHU ULHÍM, como tu és grandioso! Estás revestido de honra, de majestade.

2Aluz te rodeia como um manto sublime, como um imponente reposteiro, que se
estende de uma ponta à outra do firmamento!

3Escavaste na superfície da terra abismos
que encheste com os oceanos. Fazes-te transportar nas nuvens.


4Voas nas asas do vento! Os teus mensageiros são ventos e os teus
serventes espirituais eficazes como fogo.

5És tu quem sustenta a terra para que não se desintegre no espaço.


6Envolveste a terra com os oceanos, e até altas montanhas ficaram
submersas.


7Falaste, e ao som da tua voz as águas se juntaram e formaram os
oceanos,


8ergueram-se as altas cordilheiras, cavaram-se os vales, tudo à medida
da tua vontade.


9Impuseste um limite aos mares de forma a não mais cobrirem a terra.

10 YAHU ULHÍM fez rebentar nascentes nos vales que depois percorrem a terra, entre
os montes, dando de beber a todos os animais.


11Até os animais selvagens matam nelas a sua sede.


12Junto desses rios e ribeiros fazem as aves os seus ninhos, cantando
entre a ramagem das árvores.


13Ele manda que a chuva caia sobre as montanhas e que a terra se encha
de frutos.


14Faz crescer a erva que alimenta os animais. Toda a vegetação existe
para benefício da humanidade, que assim tira da terra grande parte do seu
sustento,


15tal como o vinho que lhe alegra o coração,e o azeite que, além do
mais, até lhe serve de loção para a pele, e ainda o pão, necessário para lhe
renovar as forças diariamente.


16Foi YAHU ULHÍM que plantou os grandiosos cedros do Lebanon, altíssimos
e viçosos,


17nos quais se aninham os mais variados pássaros – a cegonha é nos
ciprestes que se abriga.


18No alto das montanhas refugiam-se as cabras monteses, e até mesmo as
rochas não são inúteis, quanto mais não seja porque nelas se abrigam os
coelhos!

19 YAHU ULHÍM estabeleceu que a lua marcasse os tempos, e que o sol limitasse os
dias.


20Ordenou a sucessão das noites; e é aproveitando a sua escuridão que os
animais das matas saem das tocas.


21Então os filhotes dos leões rugem pedindo comida, e é YAHU ULHÍM quem
se ocupa deles.


22Assim que o sol nasce de novo, se esgueiram de volta para os covis.


23É então a altura do homem sair para as suas fainas e actividades até
que novamente caia a noite.

24 YAHU ULHÍM, como é tão variada a tua criação! Com que sabedoria tu fizeste
todas as coisas! A terra está cheia das tuas riquezas!


25Basta olhar para esse vasto oceano onde vive uma infinidade de
criaturas maravilhosas, dos mais diversos tamanhos!


26E não só isso, mas essas mares imensos são também cruzados por toda a
espécie de navios. E neles até pode brincar a grande e forte baleia!


27Cada um desses seres vivos depende de ti para o seu sustento diário.


28Tu o forneces e eles não têm mais do que o colher! Abres, a favor
deles, a tua mão, e satisfazem-se com a tua generosidade.


29Contudo, basta que te afastes deles por algum tempo para que fiquem
perdidos. Se param de respirar, morrem, reduzidos a pó da terra!


30Mas pelo teu RÚKHA, que envias à terra, nasce uma vida nova, e assim
renovas a tua criação.


31Louvemos YAHU ULHÍM, sem cessar! Como ele deve alegrar-se nas suas
próprias obras!

32A terra treme sob o seu olhar. Tocande YAHU
ULHÍM nas montanhas, logo se inflamam!


33Cantarei a YAHU ULHÍM enquanto eu viver. Cantarei haolúlim (louvores)
ao meu YAHU ULHÍM até ao fim da vida!


34Seja-lhe agradável a minha meditação. Ele é a fonte de toda a minha
alegria.


35O meu desejo é que, um dia, todos os pecadores venham a desaparecer de
sobre a face da terra, e que não mais exista gente que faça o mal. A minha vida
sempre louvará YAHU ULHÍM, e comigo, que toda a gente louve também YAHU ULHÍM!

 

TEHILLIM 105

 

1Deem graças a YAHU ULHÍM e invoquem o seu
(Nome) Shúam.
Contem aos povos os seus feitos.


2Cantem-lhe, cantem-lhe estes louvores, e digam todas as suas
maravilhas.


3Deem glória ao seu santo nome. Que todos rejubilem, aqueles que buscam YAHU
ULHÍM.


4Procurem YAHU ULHÍM, procurem a sua força, e a sua face, continuamente.


5-6Vocês, seus servos, descendentes de Yashorúl, vocês, descendentes de YAHUCAF,
seus eleitos, lembrem-se dos seus poderosos milagres, dos seus maravilhosos
feitos, dos juízos da sua palavra.

7Ele é YAHU ULHÍM, nosso Criador Eterno.A
sua autoridade é reconhecida em toda a terra.


8Lembrem-se para sempre da sua aliança, das palavras dos seus
mandamentos, dirigidos a milhares de gerações;

9-11O seu acordo feito com Abruhám, o seu juramento feito a YAHUtz-kaq que foi
confirmado a YAHUCAF. Prometeu a Yashorúl, como promessa eterna: Dar-te-ei a
terra de Canaã por posse.


12Quando Yashorúl era pequeno número -uns quantos apenas – e uns simples
estrangeiros na terra prometida


13quando andavam de nação em nação, de um reino para outro –

 14YAHU ULHÍM nem por isso permitiu que alguém lhes fizesse mal. Os reis eram
repreendidos por amor deles.


15Não façam mal algum ao meu povo escolhido, declarou YAHU ULHÍM. Estes
são meus profetas – não lhes toquem.


16Fez vir um período de fome à terra de Canaã, privando-a de pão.


17Deixou que YAHU-saf fosse vendido como escravo para o Egito.


18Os egípcios amarraram-lhe os pés com correntes, puseram-no a ferros.


19Isto durou até ao momento em que a palavra de YAHU UL provou que ele
tinha razão!


20Então o rei mesmo o mandou chamar e o soltou.


21Fê-lo responsável por toda a sua casa e pô-lo como ministro da nação.


22Podia, como entendesse, exercer a sua autoridade sobre os grandes
chefees do reino, e até instruir os seus próprios conselheiros.


23E foi assim que Yashorúl entrou e se radicou no Egito.


24Depois disso, o povo multiplicou-se espantosamente, a ponto de se
tornar uma nação maior ainda do que aquela no meio da qual vivia e que a ia
oprimindo.

25 YAHU ULHÍM deixou que os egípcios aborrecessem profundamente os Yashorulítas,que os enganassem.


26Então apareceu Mehushúa, o qual, acompanhado de Aharón,  YAHU ULHÍM escolheu como seu representante.


27E por seu intermédio fizeram-se prodígios fenomenais naquela terra.


28Obedcendo estrictamente às ordens de YAHU ULHÍM, fizeram que densas
trevas cobrissem todo o país.


29As águas tornaram-se, por toda a parte, em sangue, e não ficou um só
peixe vivo!


30E houve uma praga de rãs tal como nunca se viu; até as havia no
palácio e nos aposentos privados do rei!


31Depois foram as nuvens de moscas e outros insectos que encheram o Egito
de uma ponta à outra.

32-33A chuva mesmo se tornou, noutra ocasião, numa saraiva destruidora, e raios
queimaram a terra. As vinhas, as figueiras, foram destruídas; as árvores, por
todo o lado, secaram, caíram.

34-35À chamada de YAHU ULHÍM acorreram bandos imensos de gafanhotos e nuvens de pulgões, que comeram tudo o que encontraram; não escapou uma planta, um fruto
de árvore, sequer!


36Depois tirou a vida a todo o filho mais velho de cada família
egípcia,aquele que era o orgulho e a alegria de todo o lar dessa terra.

37Mas quanto ao seu povo, tirou-os dali com
toda a segurança, carregados de ouro e prata, e sem que houvesse entre eles um
só doente.


38Todo o povo egípcio se alegrou de alívio quando os Yashorulítas se
foram, porque se tinham enchido de terror por causa deles.


39Quando fugiam, YAHU ULHÍM estendeu sobre eles uma nuvem para os guiar,
e que, durante o dia os protegia do calor escaldante, e de noite era como a luz
dum fogo que os alumiava.


40A certa altura pediram carne para comer e YAHU ULHÍM mandou-lhes
codornizes, e alimentou-os com o maná, o pão do céu.


41Fez que uma rocha se abrisse e dela jorasse água em grande abundância,
até formar como que um rio, através de toda aquela terra desértica e estéril.


42Porque se lembrou das sagradas promessas que tinha feito a Abruhám,
seu fiel servidor.

43-44E foi assim que fez, esses que tinha escolhido como seu povo, entrarem cheios de
ânimo e de alegria na terra prometida, dando-lhes um território até ali ocupado
por gentes estranhas, e comendo, de início, o que os outros tinham plantado.


45Tudo isso foi-lhes feito para que viessem a ser fiéis e obedientes às
suas leis e mandamentos. Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 106

 

1Haolul-YAHU!Deem-lhe graças porque é bom! Porque o seu amor é eterno!

2Quem é que é capaz de fazer uma relação completa das obras formidáveis que YAHU ULHÍM faz?Eaté quem é realmente capaz de o louvar de uma forma perfeita?


3Bem-aventurados aqueles que cumprem com o que é recto, que praticam o
que é justo, em todas as circunstâncias.


4Lembra-te de mim, também, YAHU ULHÍM, quando abençoares e salvares o
teu povo.


5Para que participe na prosperidade daqueles que tu escolheste, para que
me alegre com eles, e que compartilhe da honra que lhes deste.

6Sem dúvida que nós, os da minha geração, tanto como os nossos antepassados,pecámos contra YAHU ULHÍM, praticámos muita maldade.


7Os nossos antecessores não souberam dar o devido valor a todas as
maravilhas que fizeste no Egito, e bem depressa se esqueceram de toda a
misericórdia que tiveste para com eles. Pelo contrário, foram rebeldes contra
ti mesmo ali, à beira do Mar Vermelho.


8Contudo, mesmo assim os salvaste, para que se mantivesse a honra do teu
Shúam (Nome), e para que o teu poder fosse conhecido em todo o mundo.


9Ordenaste ao Mar Vermelho que se dividisse, formando um caminho pelo
qual passassem a seco; é verdade, um caminho enxuto e tão seco como o próprio
deserto!


10E foi dessa maneira que os salvaste daqueles que os odiavam.


11E quando as águas do mar voltaram à sua normalidade cobriram os seus
adversários que tinham tentado persegui-los pelo mesmo caminho. Mas nem um só
dentre eles sobreviveu!


12Aí, sim, creram na palavra de YAHU ULHÍM! Cantaram-lhe louvores!


13Mas cedo se esqueceram de novo de tudo isso. E não foram capazes de
esperar que lhes fosse dando o que precisavam segundo o conhecimento que tinhas
das suas necessidades.


14Antes se deixaram levar pela gula, ali no deserto, provocando a
paciência de YAHU ULHÍM.


15Mas YAHU ULHÍM atendeu às suas exigências, mas permitiu que as suas
vidas fossem castigadas com uma grande epidemia.


16Depois, tiveram inveja de Mehushúa; sim, e até de Aharón, o homem que YAHU
ULHÍM tinha eleito como seu intermediário.


17Por causa disso também, a terra se abriu e enguliu Datã, Abirão e os
seus amigos, cabecilhas dessa revolta.


18E veio um fogo que consumiu toda aquela gente perversa.

19-20Fizeram ainda uma estátua de um bezerro, um simples animal que se
alimenta de erva, e puseram-se a adorá-lo como se representasse a presença
gloriosa do próprio YAHU ULHÍM!

21-22Desprezaram assim o seu MíhushuaYa que tinha feito coisas tão
maravilhosas no Egito, e no Mar Vermelho.


23Por isso YAHU ULHÍM decidiu que os destruiria; mas Mehushúa, o homem
da sua confiança, pôs-se entre o povo e o seu YAHU ULHÍM, implorando-lhe que
voltasse atrás na sua decisão, e não os destruísse.


24Não contentes com isto, quando chegou a altura de tomarem posse da
terra prometida, recusaram lá entrar, e não acreditaram nas promessas que lhe
fizera.


25Pelo contrário resmungaram, recusando-se dar ouvidos à voz de YAHU
ULHÍM.


26Por isso YAHU ULHÍM afirmou que deixaria de estar a favor deles e os
deixaria morrer no deserto,


27e que faria dispensar os seus descendentes por todas as nações da
terra.


28A certa altura uniram-se aos adoradores do idolo Baal, em Peor, e
comeram sacrifícios consagrados aos mortos.


29Isto levou YAHU ULHÍM a irar-se grandemente com eles, e uma peste
rebentou no meio deles –


30até que Pinkhós executou aqueles cujos pecados foram os causadores da
praga – e esta acabou.


31(Por este feito, Pinkhós há-de ser lembrado para sempre.)


32Também em Meribá Yashorúl irritou o seu YAHU ULHÍM, causando a
Mehushúa sérios problemas;


33este excedeu-se, e falou impensadamente.


34Além disso os Yashorulítas não destruíram, como YAHU ULHÍM lhes tinha
mandado que fizessem, aqueles povos maus que moravam na terra prometida;

35-36antes se misturou com eles e aprendeu os seus costumes, sacrificando aos
seus ídolos, o que veio a tornar-se para eles numa auto-destruição.

37-38Chegaram mesmo a sacrificar os seus próprios filhos aos ídolos de Canaã,
fazendo derramar aquele sangue inocente, o sangue dos seus meninos, em honra de
demónios, poluindo a terra com essas coisas horríveis!


39As suas maldades os corromperam, e toda aquela idolatria foi uma coisa
perversa aos olhos de YAHU ULHÍM!


40Foi por essa razão que a sua ira se levantou contra aquele povo que
era seu, e detestou-os.


41Entregou-os às mãos de outras nações pagãs que os oprimiram e se
tornaram chefees deles.


42Foram governados por gente que lhes queria mal e que os humilhou!


43Muitas vezes os livrou dessa escravidão, mas eles continuavam sempre
rebeldes contra o seu YAHU ULHÍM, e foram abatidos pelos seus próprios pecados!


44Mas mesmo assim ouviu-lhes os gritos de aflição, prestou atenção ao
seu desespero.


45Lembrou-se das promessas que lhes tinha feito, e o grande amor que
lhes tinha levou-o a ter pena deles.


46Por isso fez que os seus próprios inimigos, que os tinham derrotado e
aprisionado, tivessem compaixão deles.

47 YAHU ULHÍM, nosso Criador Eterno, salva-nos! Torna a tirar-nos do meio das
nações, para que possamos louvar em liberdade a força do teu Shúam (Nome), e
honrarmo-nos com esse mesmo louvor!


48Que YAHU ULHÍM, o Criador Eterno de Yashorúl, seja louvado por toda a
eternidade. Que todos os povos da terra apoiem e digam o mesmo! Amnáo. Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 107

 

1Deem graças a YAHU ULHÍM porque ele é bom, porque a sua bondade dura para sempre.


2-3Que aqueles a quem YAHU ULHÍM salvou contem isso a toda a gente!
Digam como YAHU ULHÍM os salvou dos seus inimigos;como os tornou a trazer dos
quatro cantos da terra, onde se encontravam exilados!

4Andaram desgarrados pelo deserto, isolados, sem um lar onde pudessem descansar.


5Andaram famintos, sedentos, desfalecendo.


6Mas clamaram a YAHU ULHÍM na sua tribulação e ele os livrou das suas
angústias.


7Levou-os por fim, com segurança, a um lugar seguro onde habitaram.


8Haolul-YAHU pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os
homens!


9Porque satisfez plenamente a alma que tinha sede, encheu de bens a que
tinha fome.


10Quem são esses que estão sentados nas trevas, nas sombras de morte,
esmagados pela miséria e pela opressão, pela escravidão?


11Rebelaram-se contra YAHU ULHÍM, desprezando aquele que é YAHU ULHÍM
acima de tudo o que existe.


12E foi por isso que ele os abateu com dificuldades; caíram e ninguém
houve que pudesse ajudá-los a erguerem-se de novo!


13Mas clamaram a YAHU ULHÍM na sua tribulação, e ele os livrou das suas
angústias.


14Tirou-os daquelas trevas em que estavam, daquelas sombras da morte, e
quebrou-lhes as cadeias que os amarravam!


15Haolul-YAHU pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os
homens.


16Derrubou-lhes os pesados portões de ferro das suas prisões; fez em
pedaços as pesadas correntes que os amarravam.


17Outros houve que foram afligidos por causa das suas muitas transgressões, por causa da sua própria loucura, que os levou por caminhos de maldade.


18Depois, à força de tanto sofrerem, chegaram a definhar, que nem sequer
a comida lhes apetecia, ficando às portas da morte.


19Mas clamaram a YAHU ULHÍM na sua tribulação, e ele os livrou das suas
angústias.


20Lembrou-lhes a sua palavra, e as suas fraquezas foram saradas;
livrou-os da destruição!


21Haolul-YAHU pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os
homens.

22Que lhe digam: Louvamos-te, YAHU ULHÍM, e
que anunciem a toda a gente as suas maravilhosas obras.

23-24E há ainda os navegantes, os marinheiros, que atravessam de lés a lés todos esses
mares, cruzando as rotas do mundo; esses também, lá no mar alto, podem ver
coisas maravilhosas que YAHU ULHÍM fez.


25Pois, à sua ordem, se podem levantar ventos tempestuosos que fazem
erguer vagas imensas,


26as que elevam pesados navios nas suas cristas, e os mergulham
novamente no profundo abismo;


27a ponto da própria gente do mar se encolher de terror, cambaliando,
vacilando como bêbedos, perdendo mesmo o controlo de si mesmos.


28Mas clamaram a YAHU ULHÍM na sua tribulação, e ele os livrou das suas
angústias.


29Faz acabar a tormenta, acalma as vagas.


30E volta de novo a alegria, com essa bonança. Assim YAHU ULHÍM os leva
até ao porto desejado!


31Haolul-YAHU pela sua bondade, e pelas suas maravilhas para com os
homens.


32E como deveriam dar toda a honra a YAHU ULHÍM, publicamente, e perante
os anciãos conselheiros.

33YAHU ULHÍM seca os rios, e transforma-os em desertos.


34Uma boa terra, num deserto de sal, por causa da maldade dos que nela
habitavam.


35Mas por outro lado converte os desertos em terra fértil, cheia de
água!

36-37Ele traz gente faminta para ali habitar e construir as suas cidades; semeando,
plantanto, comendo de tudo o que ela produzir.


38É assim que YAHU ULHÍM os abençoa, e os ajuda a constituírem grandes
famílias, fazendo multiplicar o seu gado!


39Mas vemos também que há outros que ficam pobres, e em vez de
progredirem, definham, abatidos pela opressão, pelas aflições, pela tristeza.


40Porque YAHU ULHÍM lança desprezo e vergonha sobre os orgulhosos, e faz
que os seus governantes acabem por vaguear entre as ruínas daquilo que
possuíram.


41Contudo os desfavorecidos, a esses YAHU ULHÍM os salva da opressão e
os põe sob o seu abrigo seguro, os ajuda a multiplicarem-se.


42Estas coisas alegram as pessoas que são rectas, enquanto os maus ficam
mudos, sem palavras.


43A verdadeira sabedoria consiste em prestar atenção a estas coisas, em
reflectir sobre a grande bondade de YAHU UL!

 

TEHILLIM 108

 

Cântico e Teholyáo de Dáoud.

 

1Ó YAHU ULHÍM, o meu coração está pronto
para te louvar! 
Quero cantar-te TEHILLIM, com toda a minha alma!


2Que a harpa e a lira se preparem para tocar, porque eu, logo de
madrugada, quero louvar YAHU ULHÍM.


3Louvar-te-ei por toda a parte, YAHU ULHÍM; no meio de toda a gente, em
todas as nações da terra te cantarei TEHILLIM!


4Porque a tua bondade é tão grande que não se pode medir, é tão alta
como os shua-ólmaYa, e a tua fidelidade vai até ao firmamento!

5Atua grandeza se impõe em shua-ólmaYa, ó YAHU ULHÍM, e a tua glória se vê em
toda a terra!

6E é assim que libertas os que são teus, que tu muito amas.Sim, YAHU ULHÍM, vem salvar-nos com o teu poder eficaz; responde às nossas orações.

7 YAHU ULHÍM jurou pela sua santidade:É justo que me encha de alegria, porque hei-de repartir Siquem como terra que é minha, e hei-de medir o vale de Sukkós como propriedade que me pertence.


8Gaúliod e Menashé ainda são meus! Efroím é o apoio da minha força e YAHUDAH
me dará governantes.


9Por outro lado Moabe para mim é uma bacia de água suja e Edom é como o lugar
para onde lanço os sapATOS quando me descalço. Sobre Filisteia bradarei
vitória.


10Quem me fará entrar em triunfo nas cidades fortificadas de Edom?


11É YAHU ULHÍM certamente, ainda que antes nos tenha rejeitado e tenha
abandonado os nossos exércitos ao inimigo.


12Auxilia-nos nos tempos de aperto, pois que de nada vale o socorro
humano.


13Com YAHU ULHÍM faremos coisas formidáveis, ele esmagará os nossos
inimigos.

 

TEHILLIM 109

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1Ó YAHU ULHÍM, que és o objecto do meu
louvor, não permaneças calado.


2-3Quando os perversos me caluniam e dizem mentiras a meu respeito, eles
sabem muito bem que não têm a mínima razão para me odiarem e para estarem
cerradamente contra mim, como fazem.


4Em paga da minha boa vontade, da minha compreensão, são meus inimigos.
Por isso quanto a mim só me resta fazer-te oração!


5Pagam-me o bem com o mal, o amor com o ódio.

6Eles dizem: Nomeiem um juiz corrupto, e que haja um acusador contra ele.


7Que seja julgado e condenado. Que a sentença seja infalivelmente a sua
condenação. Que até quando te fizer orações isso seja considerado um pecado!


8Que os dias da sua vida sejam poucos e breves, e que venham outros
tirar-lhe o trabalho, e o lugar na sociedade.


9Que os seus filhos fiquem órfãos, e a sua mulher viúva.


10Que sejam expulsos das ruínas do seu lar e os seus descendentes sejam
obrigados a mendigar o pão por terras distantes.


11Que os credores lancem mão de tudo o que era dele, e que estranhos
fiquem com tudo o que ganhou.


12Que ninguém tenha pena dele nem dó dos seus órfãos.


13Que a sua posteridade venha a desaparecer, e que ninguém se lembre
mais dele, passada uma geração!


14Que YAHU ULHÍM se lembre da maldade dos seus pais, para a castigar.
Que não os tenha por inocentes.


15Que YAHU ULHÍM tenha esses pecados sempre presentes, e que nunca mais
ninguém se lembre de que existiu esse homem.


16Pois recusou ser bom para com o seu próximo. Chegou mesmo ao ponto de
perseguir os que estavam aflitos e tinham necessidades, e os que viviam com o
coração angustiado; e perseguiu-os até os liquidar!


17Sendo assim, visto que teve alegria na maldição dos outros, pois que
agora venha maldição sobre ele. Se nunca quis a tua bênção, por que razão havia
ele agora de ser abençoado por ti?


18Nas suas relações com os outros a maldição era algo que lhe era tão
habitual como a própria roupa que se veste, ou a água que se bebe normalmente!


19Então agora que essas mesmas maldições que distribuiu se voltem contra
ele, se lhes pegue como a roupa ao corpo, que o aperte como o cinto que tem à
cintura!


20Esse é o castigo que YAHU ULHÍM dará aos meus inimigos, aos que dizem
toda a espécie de mentiras a meu respeito, e que querem a liquidação da minha
alma!


21Mas tu, YAHU ULHÍM meu Criador Eterno, sê a meu favor, e isso para que
o teu Shúam (Nome) não seja desonrado! Livra-me, porque eu sei que é grande a
tua bondade!


22Estou aflito e necessitado. O meu coração vai desfalecendo.


23Vou resvalando pela encosta da vida em direção à sombra da morte. Em
breve a vida me sacudirá como se sacode um insecto.


24Os meus joelhos estão esfraquecidos de tanto jejuar, estou na pele e
osso!


25Sou já, para toda a gente, como que a própria imagem do fracasso;
olham para mim e não fazem mais do que abanar a cabeça.


26Ajuda-me, YAHU ULHÍM meu Criador Eterno! Salva-me, porque és cheio de
bondade!


27Para que toda a gente constate que intervéns na minha vida.


28Eles podem amaldiçoar, é certo. Mas que me importa isso se és tu quem
me abençoa!


29Bem podem levantar-se para me destruir: os seus planos falharão
redondamente, e eu hei-de continuar a alegrar-me com o meu YAHU ULHÍM! Que eles
fracassem em tudo o que fizerem! Que a desgraça se lhes cole à vida como a
roupa ao corpo.


30Mas eu quero agradecer a YAHU ULHÍM com toda a força, e contarei a
toda a gente o que fez por mim.


31Pois que ele permanece ao lado do pobre para o livrar dos que
pretendem liquidar-lhe a alma.

TEHILLIM 110

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1Disse YAHU UL ao hol-MEHUSHKHÁY (o Messías), o meu Ódmorul:Senta-te neste lugar de honra, à minha direita. Hei-de subjugar os teus inimigos e farei com que ajoelhem na tua frente.

2 YAHU UL estabeleceu a base do teu poder em Tzayán para
que domines no meio dos teus inimigos.


3Quando estiveres a exercer o teu domínio, o teu povo virá com todo o
seu coração, vestido de roupas santas. E a tua força será renovada diariamente,
como o orvalho da madrugada.

4 YAHU ULHÍM jurou, e não voltará atrás:Tu és um intermediário eterno, como o foi Molkhi-Tzaodóq.

5 YAHU ULHÍM, contigo ao teu lado, derrubará muitos chefes de estado, quando decidir
pôr em execução o rigor da sua justiça!


6Castigará muitas nações, que ficarão cheias de mortos. E ferirá muitas
cabeças que se levantam orgulhosamente acima das gentes.


7Mas ele mesmo se refrescará nas fontes que existem pelo caminho, e
prosseguirá de fronte erguida!

 

TEHILLIM 111

 

1Haolul-YAHU!Eu, por mim, louvarei YAHU ULHÍM de todo o meu coração. Quero fazê-lo publicamente, quando estiver reunido todo o povo de YAHU UL.

2Quero dizer como são grandes as obras de YAHU UL,e como se sentem felizes em relembrá-las todos os que comigo também querem agradecer a YAHU ULHÍM!


3As suas obras maravilhosas são a expressão da sua glória, da sua
majestade e da sua eterna justiça!


4Quem se poderá esquecer das maravilhas que ele realiza? Os seus actos
são de misericórdia e de bondade!


5Alimenta os que confiam nele. Nunca se esquecerá da aliança que fez com
os seus!

6 YAHU ULHÍM deu ao seu povo a prova do seu enorme poder, oferecendo-lhe uma terra queera propriedade de muitas nações.


7Tudo o que faz é justo e bom. Todas as suas leis são justas.

8Aessência delas é a verdade e a rectidão, por isso valem para todo o sempre!


9Ele pagou um preço pela redenção do seu povo. E estabeleceu com eles um
acordo de paz que nunca acabará. Santo e poderoso é o Shúam (Nome) de YAHU
ULHÍM!


10O temor pelo YAHU ULHÍM é o fundamento de toda a sabedoria.
Verdadeiramente sábios são só os que lhe obedecem. E nessa base ele há-de ser
louvado eternamente!

 

TEHILLIM 112

 

1Haolul-YAHU!Feliz é aquele que teme YAHU ULHÍM e confia nele, e que cumpre com
alegria os seus mandamentos!


2Os seus descendentes tornar-se-ão prestigiados. Sim, sem dúvida que a
descendência dos que pertencem a YAHU ULHÍM será muito abençoada!


3Serão ricos e prósperos, e as realizações das suas vidas justas não
hão-de desaparecer.


4Ainda que se vejam envolvidos em trevas, sempre virá a surgir-lhes a
luz!

5Ao homem que é generoso, tudo lhe correrá bem.Todos os seus negócios decorrem com honestidade.


6Um homem assim não será derrotado por circunstâncias adversas. Nunca
ninguém esquecerá a honra de uma pessoa assim!


7Não terá receio de súbitas notícias desastrosas – o seu coração está
seguro porque confia em YAHU ULHÍM!

8É por isso que não tem medo, porque sabe onde está o seu apoio e tem a certeza de
que os seus inimigos serão derrotados.


9Dá com toda a liberalidade aos que necessitam. Os frutos da sua vida
justa não hão-de desaparecer. Tornar-se-á grande e honrado.


10Os homens sem YAHU ULHÍM ao verem isto ficarão enraivecidos, rangendo
os dentes de raiva, consumindo-se em ódio. Os seus perversos intentos serão
frustrados!

 

TEHILLIM 113

 

1Haolul-YAHU!Haolul-YAHU aqueles que o servem! Louvem o Shúam (Nome) de YAHU UL!


2Bendito é o Shúam (Nome) de YAHU UL, agora e sempre!


3Que desde o Oriente, onde nasce o sol, até ao Ocidente, onde se põe,
haja por toda a terra, e sempre, quem haolul-YAHU!

4Ele domina sobre todos os povos da terra.Também no céu domina gloriosamente!

5Quem é como YAHU ULHÍM, nosso
Criador Eterno, que tem a sua habitação em shua-ólmaYa sublimes?


6Muito abaixo dele está o firmamento da terra – para o ver tem de se
inclinar!


7-8Levanta os pequenos do nível medíocre em que vivem, e tira os
desprotegidos da miséria e da lama, para os pôr em igualdade de circunstâncias
com os mais categorizados da sociedade, sim, até com chefes de estado!

9É poderoso para fazer com que a esposa sem filhos se transforme numa mãe feliz!
Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 114

 

1Quando os Yashorulítas saíram do Egito,
dessa terra de língua estranha,

2YAHUDAH ficou sendo o lugar do Templo de YAHU ULHÍM, e Yashorúl tornou-se o seu
domínio.

3O Mar Vermelho, quando viu o povo aproximar-se, até se afastou para os deixar passar;e o Yardayán também: parou para que passasse a seco.


4As montanhas saltaram como carneiros, e as colinas como cordeirinhos!


5Que tiveste tu, ó Mar Vermelho, para te dividires em dois? E tu,
Yardayán, porque é que se afastaram as tuas águas?

6E vocês, montes e colinas, porque se puseram a saltar como as crias dum rebanho?


7Sim, ó terra, treme na presença de YAHU UL, YAHU ULHÍM de YAHUCAF!


8Ele fez brotar da dura rocha águas abundantes! Transformou uma pedreira
em fontes de água!

 

TEHILLIM 115

 

1Não somos nós, YAHU ULHÍM, não, mas sim o teu grande nome que queremos que seja altamente honrado, por causa da bondade e da verdade que há em ti!

2Por que razão hão-de continuar os povos a dizer: O YAHU ULHÍM deles
está morto.


3Quando afinal tu estás presente em shua-ólmaYa, fazendo plenamente a
tua vontade!

4Os falsos criadores e estátuas deles, esses é que nada são, porque não passam de ídolos de prata e de ouro, feitos pelas mãos de meros homens!


5-7Têm boca mas não falam. Têm olhos mas não vêem. Têm ouvidos e não
ouvem. Têm nariz e não cheiram. Têm mãos e nada fazem. Têm pés e não saem do
mesmo lugar. Não sai som algum da garganta deles!


8Os que os mandam fazer e os que os adoram são como eles!

9Ó Yashorúl, confia em YAHU ULHÍM!Ele é o teu ajudador e o teu protector!


10Intermediários de Aharón, confiem também em YAHU ULHÍM! Ele é o vosso
auxílio, a vossa proteção!

11Todos vocês que temem e que honram YAHU ULHÍM, confiem nele! Ele é o
vosso auxiliador, o vosso protector!

12 YAHU ULHÍM que sempre se lembrou de nós, não deixará de nos abençoar; não só
nós, que somos o seu povo, Yashorúl, como os intermediários, que são a família
de Aharón.


13Ele abençoará todos os que o honram, grandes e pequenos.


14Então que YAHU ULHÍM vos torne prósperos, e os vossos filhos.

15 YAHU ULHÍM, o Criador dos shua-ólmaYa e da terra, ele próprio vos dará as suas
bênçãos.


16Os shua-ólmaYa pertencem-lhe, naturalmente. Mas a terra, deu-a ele aos
seres humanos!


17Os corpos sem vida, debaixo da terra, não podem louvar YAHU ULHÍM, com
certeza.


18Mas nós sim, podemos! Nós o louvaremos, agora e sempre! Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 116

 

1Eu amo YAHU ULHÍM, porque ele ouve a minha
voz, e as minhas orações.


2Ele dá-me atenção e ouve-me. Portanto, enquanto viver, hei-de chamar
por ele!

3A morte cercou-me de perto.Assaltaram-me angústias como sopro do inferno. Vi-me profundamente abatido.


4Então clamei pelo YAHU ULHÍM, gritando pelo seu (Nome) Shúam:  YAHU ULHÍM, salva-me!

5Como YAHU ULHÍM é bom e justo!É cheio de misericórdia, o nosso YAHU ULHÍM!

6 YAHU ULHÍM protege os simples e os inocentes. Eu estava profundamente vencido pelas circunstâncias, mas ele me livrou.


7Agora sim, posso descansar, porque YAHU ULHÍM fez uma obra maravilhosa
na minha vida.

8Tu, YAHU ULHÍM, livraste-me da morte,enxugaste-me as lágrimas dos olhos, evitaste que os meus pés tropeçassem mortalmente.


9Agora sei que poderei continuar a viver, aqui na terra e na presença de
YAHU UL.


10Cri, por isso falei. Estive muito aflito.


11Desesperado, eu pensava: Mentem todos os que afirmam que me livrarei dessa
situação.


12Mas agora, que hei-de eu dar a YAHU ULHÍM por tudo quanto fez por mim?


13Vou trazer-lhe uma oferta de vinho, em sinal de gratidão, e louvarei a
força do seu (Nome) Shúam!


14Há-de ser publicamente que eu lhe oferecerei tudo quanto prometi, em
reconhecimento pelo que me fez!


15É muito custosa, aos olhos de YAHU UL, a morte dos que lhe pertencem!

16YAHU ULHÍM, tu me livraste das minhas prisões, por isso te hei-de servir
sempre, assim como minha mãe te serviu.


17Hei-de confiar sempre na força do teu Shúam (Nome)! Nunca deixarei de
te oferecer verdadeiros sacrifícios, que são os louvores que te dirigimos.


18-19
Cumprirei pontualmente com todos os compromissos que tomar perante ti, e
isso na presença de todos, em YAHUSHUA-oléym, na casa de YAHU UL, junto de ti,
para que o vejam! Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 117

 

1Haolul-YAHU, todas as nações da terra!Haolul-YAHU todos os povos!


2Porque a sua bondade é grande para connosco. E a sua verdade vale para
sempre! Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 118

 

1Deem graças a YAHU ULHÍM porque ele é bom! O seu amor é eterno!


2Que todo o Yashorúl o louve, repetindo isto mesmo: A sua bondade é sem
limites!

3Etambém os intermediários, da família de Aharón, que digam a mesma coisa: A sua
misericórdia dura para sempre!.


4Da mesma forma, os que honram YAHU ULHÍM devem repetir: A sua
misericórdia é eterna!

5Na angústia, gritei pelo YAHU ULHÍM! Ele
ouviu-me e me livrou com toda a segurança!

6 YAHU ULHÍM está comigo! Não tenho razão nenhuma para recear, seja o que for, que me possam fazer os homens!

7 YAHU ULHÍM está comigo, dando ajuda a todos os que me apoiam. Tenho a certeza de que triunfarei sobre os que me querem mal.

8É melhor confiar em YAHU ULHÍM do que
confiar nos homens.

9É melhor confiar em YAHU ULHÍM, do que nos chefes de uma nação.


10Cercaram-me muitos povos, mas hei-de desabaratá-los pela força do seu
(Nome) Shúam!


11Sim, cercaram-me, e tornaram-me a cercar, atacaram-me; mas pelo Shúam
(Nome) de YAHU UL destruí-os!


12Cercaram-me, como abelhas, esvoaçando prontas para a ferroada. Mas
foram liquidados tão rápida e completamente como espinhos secos ardendo no
fogo! Porque era o poder do Shúam (Nome) de YAHU UL que actuava.


13O inimigo procurou impelir-me, para me fazer cair fatalmente. Mas YAHU
ULHÍM estava lá, a apoiar-me!

14YAHU ULHÍM é a minha força! Ele é o único assunto dos meus cânticos, porque me
salvou!


15Na habitação dos que servem YAHU ULHÍM ouvem-me cantar com toda a
alegria, agradecende YAHU ULHÍM pela sua salvação, e porque o seu braço forte e
eficaz, faz coisas maravilhosas!


16Ele atua sempre de forma sublime, de forma gloriosa!


17Eu sei que não hei-de morrer agora, mas continuarei a viver para poder
cantar a todo o mundo as obras de YAHU UL!

18YAHU ULHÍM castigou-me muito, mas não me entregou à morte!


19Abram-me as portas do Templo, no qual se conhece a justiça de YAHU
ULHÍM.


20Aí entrarei e dir-lhe-ei todo o meu profundo reconhecimento! Essas
portas são o caminho para a presença de YAHU UL; por elas passam todos os que
amam e obedecem a YAHU ULHÍM.

21YAHU ULHÍM, eu te agradeço porque me salvaste, porque me ouviste.


22A pedra que os construtores rejeitaram foi afinal aquela que veio a
tornar-se a pedra fundamental do edifício!


23Isto foi outra obra que YAHU ULHÍM fez, e que até nos parece
espantosa!


24Este é o dia que YAHU ULHÍM fez. Alegremo-nos, pois, rejubilemos todos
com isso!


25Salva-nos, YAHU ULHÍM, nós te pedimos! Faz-nos prosperar contigo! Nós
te rogamos!


26Louvado seja esse que aí vem em Shúam (Nome) de YAHU UL! Sê feliz e
vitorioso no Templo de YAHU ULHÍM!

27YAHU ULHÍM é YAHU ULHÍM, e fez a sua luz brilhar sobre nós. Tragam a vítima
para o sacrifícioe atem-na com cordas às pontas do altar.


28Tu és o meu YAHU ULHÍM, e louvar-te-ei;dar-te-ei toda a honra.


29Deem graças a YAHU ULHÍM porque ele é bom! O seu amor é eterno!

 

TEHILLIM 119

 

1Bem-aventurados aqueles que andam por
caminhos retos, que andam de acordo com a lei de YAHU UL.


2Bem-aventurados os que obedecem à vontade de  YAHU ULHÍM, e que o procuram de todo o coração.

3E também os que não praticam a maldade, antes andam nos seus caminhos.


4Deste-nos os teus mandamentos para lhes obedecermos cuidadosamente.


5Oxalá a minha vida fosse dirigida de molde a que eu pudesse seguir os
teus estatutos.


6Então, nunca teria ocasião de ficar envergonhado, pois toda a minha
conduta seria fiel à tua lei.


7Só depois de ter estudado e aprendido bem os teus preceitos, é que
serei capaz de te louvar como deve ser.


8Não me abandones, de forma nenhuma,
YAHU ULHÍM, para que possa obedecer aos teus estatutos. &


9Como podem os jovens permanecer puros? É conformando as suas vidas com
a tua palavra!


10Procurei-te de todo o meu coração; não deixes então que me desvie
nunca dos teus ensinamentos.


11Guardei a tua palavra no meu coração para poder manter-me afastado do
pecado.


12Louvado sejas tu, YAHU ULHÍM! Então, ensina-me os teus mandamentos.


13Sou capaz de recitar fielmente as tuas leis.


14Sinto-me muito mais feliz andando de acordo com os teus ensinos do que
passando o tempo a acumular riquezas.


15Medito nos teus preceitos, esforçando-me por conformar a minha vida
com eles.

16Os teus estatutos são toda a minha alegria. Nunca me hei-de esquecer da tua
palavra. 


17Abençoa a minha vida,para que possa continuar a viver obedecendo à tua
palavra.


18Abre-me os olhos para que constate todas as maravilhas que há na tua
lei.


19Aqui na terra sou um peregrino; por isso bem preciso dos teus
mandamentos.


20Vivo todo o tempo ansioso pelas tuas instruções.


21Repreendes severamente os orgulhosos pecadores, que rejeitam os teus
mandamentos.


22Não permitas que zombem de mim, porque eu obedeço aos teus
ensinamentos.


23Os poderosos reúnem-se para decidirem e combinarem como hão-de
fazer-me mal. Mas eu continuo confiadamente a estudar os teus estatutos.


24A tua lei é para mim todo o meu prazer. Ela é o meu único conselheiro.


25Estou completamente desanimado. Reanima-me com a tua palavra.


26Contei-te toda a minha vida. Tu ouviste-me. Agora dá-me as tuas
instruções.


27Faz-me entender tudo o que diga respeito aos teus preceitos. Pois é só
assim que poderei reflectir nas tuas maravilhas.


28A minha alma consome-se de tristeza; fortalece-me com a tua palavra.


29Desvia-me de tudo o que for falsidade, e ajuda-me, pela tua
misericórdia, a aprender com a tua lei.


30Escolhi o caminho da verdade. Tomei a firme decisão de seguir os teus
decretos.


31Apego-me aos teus mandamentos; certamente não me deixarás
decepcionado.

32 YAHU ULHÍM, põe em mim cada vez mais vontade de te obedecer, e então hei-de
andar de acordo com os teus mandamentos. 


33Ensina-me, YAHU ULHÍM, o caminho na vida conforme a tua vontade.
Manter-me-ei nele até ao fim da vida.


34Dá-me sempre entendimento para poder obedecer à tua lei, pois quero
segui-la de todo o coração.


35Faz-me viver de acordo com os teus mandamentos, porque com eles me
sinto bem feliz!

36 Inclina os meus desejos à obediência aos teus preceitos, e não à ganância.


37Não deixes que me atraia pelas coisas efémeras deste mundo, mas
concede-me que viva de acordo com o teu caminho.


38Confirma as promessas que me tens feito, porque o meu desejo é
honrar-te.


39Não deixes que me desprezem por te obedecer; pois as tuas leis são
boas.


40Desejo muito seguir os teus preceitos. Renova a minha vida de acordo
com a tua justiça.


41Cobre a minha vida com a tua misericórdia e com a tua salvação, a tua
palavra.


42E assim terei alguma coisa a responder ao que me ataca, pois apoio-me
na tua palavra.


43Que eu nunca me esqueça da palavra da verdade, pois é a minha única
esperança.


44Porque é assim que poderei obedecer continuamente à tua lei, nesta
vida e até na eternidade!


45E é assim que desfrutarei da liberdade: procurando seguir os teus
preceitos.


46Poderei dessa forma anunciar os teus mandamentos até na presença de
governantes, sem ter de me envergonhar.


47Tenho toda a alegria nos teus mandamentos, porque os amo.


48A minha oração é que nunca deixe os teus estatutos, não só porque os
amo, mas também porque quero meditar neles. &


49Lembra-te das promessas que me fizeste porque elas são a minha única
esperança.


50Isso tem sido a minha consolação no meio das angústias; porque só a
tua palavra pode renovar-me a vida.


51Gente orgulhosa zombou de mim. Mas apesar disso nunca me desviei da
tua lei.


52Pelo contrário: lembrei-me do valor eterno dos teus ensinamentos e
isso deu-me uma grande força.


53Fico revoltadíssimo quando vejo gente pecadora desprezando a tua lei.


54Os teus estatutos têm sido a fonte dos meus cânticos, durante os anos
da minha peregrinação terrena.

55-56Até mesmo de noite o teu Shúam (Nome) está presente no meu espírito, YAHU ULHÍM. Mas se faço isso é porque obedeço aos teus mandamentos. &

57 YAHU ULHÍM, tu mesmo és tudo quanto eu possuo. Por isso tomo o compromisso de
obedecer às tuas palavras.


58Desejo, de todo o coração, ter-te ao meu lado. Tem piedade de mim
segundo a tua palavra.


59Pus-me a reflectir nos caminhos que tenho trilhado na vida e decidi
conduzir-me segundo os teus preceitos.


60Sem demora, sem hesitações, comecei a obedecer aos teus mandamentos.


61Homens perversos prenderam-me e roubaram-me; apesar disso nunca deixei
de seguir a tua lei.


62Se desperto a meio da noite, é para te louvar pelas tuas leis tão
perfeitas!

63Os meus verdadeiros amigos são todos os que te temem e guardam os teus preceitos.


64A terra, YAHU ULHÍM, está cheia de provas da tua bondade! Ensina-me os
teus estatutos! &


65Tens-me feito muito bem, YAHU ULHÍM, aliás de acordo com as tuas
promessas.


66Agora, ensina-me a ajuizar correctamente, e dá-me a verdadeira
sabedoria, pois creio nos teus mandamentos.


67Andava errado até ao momento em que me castigaste e corrigiste. E
agora sigo fielmente a tua palavra.


68Tu és bom e só o bem sai de ti. Ensina-me os teus estatutos!


69Homens orgulhosos forjaram mentiras contra mim; mas a verdade é que,
de todo o coração, tenho obedecido aos teus preceitos!


70São mentes embotadas e estúpidas. Mas quanto a mim todo o meu prazer
está na tua lei.


71O castigo que me fizeste sofrer sempre teve utilidade: fizeram-me
prestar bem atenção aos teus estatutos.


72A lei que saiu da tua boca vale para mim muito mais do que uma riqueza
incontável em prata e ouro. &


73Foste tu, YAHU ULHÍM, quem criou o meu corpo, e formou a minha personalidade;
agora dá-me entendimento para aprender os teus mandamentos.


74Todos aqueles que te honram me recebem de braços abertos, pois que
sabem como eu confio na tua palavra.


75Bem sei, YAHU ULHÍM, que os teus juízos são justos; e quando me castigaste
foi uma prova de que querias o meu bem.


76Continua a dar-me a tua bondade, segundo as promessas que me tens
feito.


77Que a tua compaixão me envolva, para que possa continuar a viver, e a
fazer da tua lei todo o meu prazer!


78Que a gente altiva fique envergonhada, pois tratam-me de forma
perversa, e sem justificação. Mas eu continuarei a concentrar os meus
pensamentos nos teus preceitos.


79Juntem-se a mim todos os que te honram e que conhecem as tuas leis.


80Ajuda-me a ser sempre fiel aos teus estatutos, para que nunca venha a
haver razão de ficar envergonhado. &


81É verdade que me senti desesperado, enquanto esperava pela tua
salvação. Mas apesar de tudo, continuei confiado na tua palavra.


82Cansei-me de procurar ver o fim da provação esperando pela tua
promessa. E ia dizendo: Quando virás tu fortalecer-me?


83Fiquei envelhecido como um odre de vinho exposto à fumaça, cansado de
esperar. No entanto não me esqueço dos teus estatutos.


84Por quanto tempo terei ainda de esperar? Quando farás tu justiça
contra os que me perseguem?


85Gente má e arrogante abriu covas para que caísse nelas, porque não se
comportam segundo a tua lei.


86Os teus mandamentos são a verdade, e eles perseguem-me com mentiras.
Portanto ajuda-me!


87Eles quase conseguiram acabar comigo; mas nunca abandonei os teus
preceitos.


88Fortalece-me segundo a tua bondade, para poder obedecer à tua palavra.


89A tua palavra, YAHU ULHÍM, permanece para sempre, imutável em
shua-ólmaYa.


90A tua fidelidade se estende a cada geração; e isto acontece com a
mesma firmeza com que a própria terra permanece.


91Tudo se mantém, até hoje, segundo as tuas ordens. Tudo está de acordo
com os teus planos.


92Se as tuas leis não fossem a minha felicidade, há muito que já teria
morrido de angústia.


93Nunca me hei-de esquecer dos teus preceitos, pois por eles me tens
dado uma vida nova.


94Eu sou teu, YAHU ULHÍM! Salva-me! Porque sempre tenho buscado os teus
mandamentos.


95Gente perversa arma-me ciladas para me destruir, mas eu nunca deixarei
de atentar para o teu testemunho.


96A toda a perfeição sempre vi um limite, excepto para as tuas palavras.


97Oh! Como eu amo a tua lei! Nela medito o dia inteiro.


98Os teus mandamentos tornam-me mais sábioque os meus adversários, pois
eles são o meu guia constante.

99Sim, sou também mais sábio do que todos os meus profesores, porque estou sempre
e pensar nos teus testemunhos.


100Sou também mais sabedor do que os anciãos, porque obedeço e guardo os
teus preceitos.


101Desviei os meus pés de todo o caminho mau, pois pretendo permanecer
obediente à tua palavra.


102Não, eu não me desviei dos ensinamentos que me deste, porque são para
mim mais doces do que o mel.


103Sim, as tuas palavras sabem-me na boca melhor do que o próprio mel!


104Sendo que foi só por meio dos teus mandamentos que alcancei
entendimento, por isso recuso tudo o que seja falso ensinamento. &


105A tua palavra é como uma lâmpada que me ilumina, de noite, o caminho.


106Já disse isto uma vez, e torno a repetir: Garanto que hei-de seguir o
caminho das tuas justas leis.


107 YAHU ULHÍM, sabes como estou aflito; dá-me uma vida nova, segundo a
tua palavra.


108Rogo-te, YAHU ULHÍM, que aceites a expressão do meu louvor, e que me
ensines os teus juízos.


109A minha vida está constantemente em perigo; contudo isso não me fará
esquecer a tua lei.


110Gente descrente em YAHU ULHÍM põe-me armadilhas no caminho; mas tal
coisa não fez que eu me desviasse dos teus preceitos.


111O teu testemunho é o meu tesouro, e sê-lo-á para sempre, pois que me
enche de alegria.


112Estou plenamente decidido a obedecer aos teus estatutos, até ao fim
da vida.


113Detesto os que não tomam uma posição firme para com YAHU ULHÍM; mas
quanto a mim, amo as tuas leis.


114Tu és o meu refúgio e a minha proteção. A minha esperança está na tua
palavra.


115Afastem-se de mim, vocês, gente que só sabe fazer o mal; deixem-me
praticar livremente os mandamentos do meu YAHU ULHÍM.


116Conserva-me a vida, YAHU ULHÍM, conforme a tua promessa. Não me
deixes ficar enganado nesta minha esperança.


117Mantém-me seguro e serei salvo. Os teus estatutos me farão
profundamente feliz.


118Tens rejeitado todos os que rejeitam os teus estatutos. Estes não
estão mais do que a enganar-se a si próprios.


119Lançaste fora, como refugo, como escória e lixo, toda a gente
maligna. Por isso me sinto feliz em obedecer ao teu testemunho.


120Tremo de medo perante ti, pelo respeito que tenho pelas tuas leis.


121Tenho feito o que é certo, o que é de justiça; por isso não me
abandones à mercê dos que me oprimem.


122 YAHU ULHÍM, tu és garantia do bem que me pode acontecer na vida. Não
permitas que gente orgulhosa me oprima!

123Tenho os olhos cansados de esperar pela
tua salvação, e pela promessa da tua justiça.


124Trata-me segundo a tua misericórdia, e ensina-me os teus estatutos.


125Eu estou ao teu serviço; por isso dá-me inteligência para compreender
os teus ensinamentos.


126 YAHU ULHÍM, chegou a hora de intervires, pois toda essa gente tem
violado a tua lei.


127Eu amo os teus mandamentos. São-me mais preciosos do que o ouro, o
ouro de mais valor.


128Conduzo-me segundo os teus preceitos. Detesto toda a falsidade. &


129Os teus testemunhos são maravilhosos; por isso os guardo na alma.


130O ensino e o estudo das tuas palavras dá luz, e esclarece os mais
simples de entendimento.


131Por isso todo o meu ser está na espectativa de receber e de se alimentar
dos teus mandamentos.


132Vem, YAHU ULHÍM, e tem piedade de mim, conforme costumas ter com os
que te amam.


133Mantém-me sempre no caminho da tua palavra, para que nunca seja
vencido pelo mal.


134Livra-me da opressão dos homens maus, para que possa sempre obedecer
aos teus preceitos.


135 YAHU ULHÍM, inclina-te com o teu amor sobre a minha vida, e
ensina-me os teus estatutos.


136Quando vejo a forma como as tuas leis são desprezadas, tenho vontade
de chorar de tristeza. &


137 YAHU ULHÍM, tu és justo; e sempre julgas com rectidão.


138Os mandamentos que ordenaste são justos e inteiramente correctos.


139Fico intensamente indignado quando constato que os meus inimigos
desprezam a tua palavra.


140A tua palavra é exata e perfeita, por isso eu, que estou ao teu
serviço, a amo.


141É verdade que sou pequeno e desprezado; mas não é isso que fará
esquecer-me dos teus mandamentos.


142A tua justiça é de valor eterno, e as tuas leis são a verdade.


143No desespero e na angústia os teus mandamentos me confortam.


144A justiça que está contida nos teus testemunhos é de valor eterno.
Dá-me inteligência para entendê-los e viverei. &


145Clamei de todo o coração e disse: Responde-me YAHU ULHÍM, e
obedecerei aos teus estatutos.


146Chamo por ti: salva-me e obedecerei aos teus testemunhos.


147Oro antes que o sol nasça e decido esperar que a tua palavra se
realize.


148Fico acordado durante a noite para meditar na tua palavra.


149Ouve os meus pedidos, de acordo com a tua bondade. Torna a dar-me a
tua vida, YAHU ULHÍM, de acordo com a tua justiça.


150Vem aí gente de intenções perversas, que foge das tuas leis.


151Mas tu estás perto de mim, YAHU ULHÍM. Todos os teus mandamentos são
a própria verdade.


152Eu sei desde a minha infância que os teus testemunhos nunca hão-de
passar.


153Olha para a minha aflição e livra-me, pois que não me esqueci de
cumprir as tuas leis.


154Defende-me, YAHU ULHÍM, e livra-me. Dá-me de novo a tua vida, segundo
a tua promessa.


155Os que rejeitam YAHU ULHÍM estão bem longe da salvação, pois que não
têm interesse algum nos teus estatutos.


156 YAHU ULHÍM, a tua misericórdia é grande. Dá-me uma vida boa, de
acordo com a tua palavra.


157Muitos são os meus inimigos, e os que me perseguem. Mas não me desvio
dos teus estatutos.


158Ao ver toda essa gente transgredindo, eu aflijo-me; porque desprezam
a tua palavra.


159 YAHU ULHÍM, vê como amo os teus preceitos. Dá-me vida de acordo com
a tua bondade.


160A tua palavra é a verdade! Cada um dos teus decretos vale para
sempre!


161Os governantes me perseguem injustamente; mas mantenho no meu coração
o respeito pela tua palavra.


162A felicidade que sinto com a tua palavra é a mesma de alguém que fica
com um grande tesouro.


163Detesto e abomino a falsidade. Mas amo profundamente a tua lei.


164Durante um só dia encontro mil e uma razões de te louvar pelas
diversas manifestações da tua justiça!


165Muita paz têm os que amam as tuas leis; esses tais não tropeçam na
maldade.


166Anseio, YAHU ULHÍM, pela tua salvação, e por isso continuo a praticar
os teus mandamentos.


167A minha alma tem cumprido os teus testemunhos; e assim tenho
aprendido a amá-los extremamente!


168Tenho posto em prática os teus preceitos e os teus testemunhos; tu
sabes tudo quanto eu tenho sido e feito. &


169 YAHU ULHÍM, ouve as minhas orações. Dá-me o entendimento que
prometes na tua palavra.


170Que o meu clamor chegue até à tua presença. Livra-me conforme o que me
dizes na tua palavra.


171Ensinaste-me os teus estatutos e isso fez com que a boca se me
abrisse em haolúlim (louvores) a ti!


172A minha língua desembaraça-se para falar da tua palavra; visto que
todos os teus mandamentos são justos.


173Estende a tua mão para socorrer-me, pois na minha vida já optei pelos
teus preceitos.


174 YAHU ULHÍM, desejo ardentemente a tua salvação, e a tua lei faz-me
feliz!


175Conquanto dês vida à minha alma, poderei louvar-te perfeitamente;
assim me ajudem os teus juízos.


176Andei por aí vagueando tal como uma ovelha desgarrada. Vem ao meu
encontro, pois sabes bem que não me esqueci dos teus mandamentos.

Cânticos dos peregrinos

 

TEHILLIM 120

 

1No meio da minha angústia clamei a YAHU
ULHÍM,
o qual me ouviu:

2 YAHU ULHÍM, disse eu, livra-me da ação dos mentirosos, dos que
só sabem abrir a boca para enganar.


3Porque, na verdade, qual é o fruto da língua mentirosa?


4Ela ataca e fere como punhais, destrói como um fogo intenso.

5Sinto-me muito infeliz habitando e vivendo com esta gente má.


6Estou realmente cansado de viver com pessoas como estas, que no fundo
detestam a paz.


7Porque eu quero a paz, e por mais que fale a favor dela, eles sempre
procuram guerra!

 

TEHILLIM 121

 

1Levanto os olhos até às altas montanhas, e
pergunto: 
Donde me virá socorro?

2O socorro vir-me-á de YAHU UL, que é o Criador dos shua-ólmaYa e da terra.

3Ele não deixará que tropeces e caias.Está atento à tua vida; não corre o risco de dormitar e se esquecer de ti!

4Não, de maneira nenhuma deixará que o sono
lhe pese nas pálpebras; não adormecerá nem pela fadiga, nem pela incúria.


5Porque aquele que te guarda é o próprio YAHU ULHÍM!


Está sempre tão presente ao teu lado como a tua própria sombra.


6Será o teu defensor, tanto de dia como de noite.


7Protege-te de todo o mal; guarda a tua alma.


8Presta atenção quando entras, quando sais; sabe tudo o que fazes –
hoje, amanhã e sempre!

 

TEHILLIM 122

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1Fiquei cheio de alegria quando me disseram: Vamos subir a YAHUSHUA-oléym, à casa de YAHU UL!

2E agora aqui estamos, YAHUSHUA-oléym, pisando o teu chão, dentro das tuas portas!


3Aqui estamos nesta grande cidade, cheia de gente!

4Todo o povo de Yashorúl, o povo de YAHU UL,subiu até aqui tal como o exige o mandamento de YAHU ULHÍM, para dar a YAHU ULHÍM louvor pelo seu (Nome) Shúam!

5É aqui que se encontram os tronos de julgamento, os tronos da casa de Dáoud.


6Orem pela paz de YAHUSHUA-oléym.
Todos os que te amam hão-de prosperar na vida.


7Que haja paz no teu interior, e felicidade nas tuas casas!

8Épensando no bem dos meus irmãos e dos meus amigos que repito: Haja paz no teu
seio!

 9Étambém por causa do Templo de YAHU UL, que desejo profundamente a tua ventura!

 

TEHILLIM 123

 

1Levanto os meus olhos para ti, ó YAHU
ULHÍM, que habitas lá em shua-ólmaYa.


2Assim como se está atento às ordens de um superior, e como os criados
atentam para as indicações dos seus patrões, assim também nós esperamos pelo
menor sinal da tua parte, YAHU ULHÍM, nosso Criador Eterno.

3Tem piedade de nós, YAHU ULHÍM, tem piedade de nós,pois estamos já sobejamente fartos de desprezo.


4Estamos na verdade saturados de tanta zombaria da parte dos que vivem
na fartura, dos que se enchem de arrogância.

 

TEHILLIM 124

 

1Se YAHU ULHÍM não tivesse estado ao nosso
lado, –
e Yashorúl deve confessar isto!-


2sim, se YAHU ULHÍM não tivesse estado connosco, quando os nossos
adversários se lançaram contra nós,


3ter-nos-iam engolido vivos quando o seu ódio desabou sobre nós.


4-5Teríamos ficado submersos sob essa avalanche, sob esse dilúvio em
cima de nós.

6 YAHU ULHÍM, aceita o nosso reconhecimento por não teres
permitido que nos devorassem.

7A nossa alma escapou-se-lhes como um pássaro que foge de uma armadilha; a
armadilha partiu-se e ficámos livres!

8É bem verdade que o nosso socorro está
na força do Shúam (Nome) de YAHU UL que fez o céu e a terra.

  

TEHILLIM 125

 

1Os que confiam em YAHU ULHÍM estão firmes
como o Monte Tzayán, que nada o faz abalar.

2Assim como as montanhas cercam e protegem a cidade de YAHUSHUA-oléym,assim YAHU ULHÍM protege o seu povo, agora e sempre.


3Pois o poder da maldade não ficará sempre sobre a vida dos que amam YAHU
ULHÍM, para que não sejam levados pela força da iniquidade.

4 YAHU ULHÍM, faz o bem àqueles que te obedecem,aos
que praticam a retidão.

5Equanto aos que se conduzem por caminhos torcidos de falsidade, esses terão a
mesma recompensa reservada aos pecadores. E o povo de Yashorúl terá paz e
tranquilidade.

 

TEHILLIM 126

 

1Quando YAHU ULHÍM trouxe de novo a YAHUSHUA-oléym osque tinham sido levados dali como prisioneiros, até nos pareceu como se fosse
um sonho.


2Cantámos de alegria e felicidade! E as populações dos outros países
diziam: Que coisas espantosas YAHU ULHÍM fez por eles!

3Com efeito, coisas espantosas fez YAHU ULHÍM por nós.E
por isso estamos assim tão felizes!

4 YAHU ULHÍM, faz regressar os nossos exilados,tal como as torrentes do deserto que trazem bruscamente a fertilidade.

5Os que semeiam com lágrimas, colherão com alegria.


6Saem pelos campos, lamentando-se enquanto semeiam. Mas depois hão-de
voltar felizes, carregando com os fardos da colheita.

 

TEHILLIM 127

 

Teholyáo de Shua-ólmoh.

 

1Se não for YAHU ULHÍM a construir a casa,será inútil o trabalho dos operários. Se não for YAHU ULHÍM a guardar a cidade, não adiantará nada a vigília das sentinelas.


2De nada serve o trabalhar desde a madrugada até altas horas da noite, e
comer o pão ganho com suor. Pois que YAHU ULHÍM quer dar aos seus filhos o
justo descanso.

3Os filhos que temos são uma dádiva,são um galardão que YAHU ULHÍM nos faz.


4Os filhos que nos nascem na nossa juventude são como armas nas mãos de
um militar competente.

5Bem-aventurados são os que fazem uma boa
provisão deles. Nunca hão-de ficar mal quando tiverem de se confrontar com os
adversários.

 

TEHILLIM 128

 

1Feliz é todo aquele que reverencia e confia
em YAHU ULHÍM,
e que anda nos seus caminhos.


2Beneficiará dos resultados efectivos do seu trabalho. Será feliz. Tudo
lhe correrá bem!

3A sua mulher será como uma planta frutífera que lhe enche a casa. Os seus filhos,
quando toda a família está junta, terão o ar saudável de novas oliveiras.


4Essa é a recompensa que YAHU ULHÍM dá aos que o temem.

5Que YAHU ULHÍM te abençoe desde Tzayán. Verás a prosperidade de YAHUSHUA-oléym, todos os dias da tua vida,


6na companhia dos teus netos. Que haja paz em Yashorúl.

 

TEHILLIM 129

 

1Isto é o que Yashorúl poderá dizer:Muitas vezes fui perseguido, já desde a minha juventude!


2Sim, já na minha mocidade me oprimiram, contudo sem conseguirem acabar
comigo!


3Exploraram-me, tal como o agricultor lavrando a terra. Os açoites que
me deram abriram-me sulcos profundos.


4Mas YAHU ULHÍM é justo: ele corta as cordas dos ímpios.


5Sejam envergonhados e retirem-se, todos os que odeiam YAHUSHUA-oléym.


6Que todos esses sejam como a erva dos telhados, que seca depressa,
antes que a vão arrancar,

 7e a que ninguém liga, nem o agricultor, nem o ceifeiro.


8Que ninguém ao vê-los diga:  YAHU ULHÍM te favoreça. Os nossos votos são que sejas abençoado em Shúam (Nome) de YAHU UL.

 

TEHILLIM 130

 

1 YAHU ULHÍM, do desespero profundo em que caí, a ti clamo!

2Ouve-me, YAHU ULHÍM! Dá atenção aos meus rogos!

3Se fores a tomar em consideração os nossos pecados, YAHU ULHÍM,quem é que poderá sequer manter-se vivo?


4Mas tu és um YAHU ULHÍM que perdoas! E é isso que faz com que sejas
temido!


5Por isso confio em ti, esperando a tua resposta, segundo o que
prometeste.


6Anseio por ti, YAHU ULHÍM, mais ainda do que as sentinelas pelo romper
da madrugada; sim, mais do que elas!

7Espera em YAHU ULHÍM, ó povo de Yashorúl, porque ele é cheio de misericórdia, e deseja salvar-te perfeitamente!


8Ele te remirá de todas as tuas iniquidades.

TEHILLIM 131

 

1 YAHU ULHÍM, tu sabes que não sou
arrogante.
 Não me considero melhor do que os outros. Não finjo saber tudo.


2Estou tranquilo e sossegado, tal como uma criança, junto da mãe. Sim,
estou calmo e confiado como uma criancinha.

3Que Yashorúl confie em YAHU ULHÍM, agora e sempre!

 

TEHILLIM 132

 

1Tu lembras-te, YAHU ULHÍM, de quando Dáoud
estava tão aflito.


2Quando te fez aquela solene promessa, a ti, o poderos YAHU ULHÍM de YAHUCAF,
dizendo:


3-4De maneira nenhuma poderei vir para casa, descansar e dormir em paz,


5enquanto não construir uma casa onde o poderos YAHU ULHÍM de Yashorúl
seja adorado.

6A própria arca santa de YAHU UL até já andou lá por Efrata,e viemos a encontrá-la no meio dum bosque.


7Mas agora há-de ficar no seu santo Templo, e será aí que iremos
adorá-lo!


8Levanta-te, YAHU ULHÍM, e entra no teu Templo, juntamente com a arca
que é a expressão do teu poder.


9Os intermediários hão-de vestir-se de justiça, e todo o teu povo se
encherá de alegria.


10Por amor de Dáoud, que te serve, não deixes de responder ao teu
ungido.


11Prometeste-lhe solenemente, e certamente não falharás: O teu filho
governará o reino, depois de ti.


12E se os teus descendentes se mantiverem fiéis ao pacto que fiz com o
povo de Yashorúl, e fiéis aos meus mandamentos, que virão a aprender, também
eles continuarão a ocupar o governo do reino de Yashorúl.


13Tu, YAHU ULHÍM, escolheste YAHUSHUA-oléym para ser o local da tua
habitação:


14É aqui que hei-de morar, para sempre. Este é o meu desejo!


15Tornarei esta cidade próspera. Fartarei de pão os pobres que lá vivam.


16Vestirei de salvação os intermediários, e os fiéis exaltarão de
júbilo.


17O poder de Dáoud aumentará, e prepararei uma lâmpada para o meu
ungido.


18Mas os seus inimigos serão vestidos de confusão e vergonha. E Dáoud
será um rei glorioso.

 

TEHILLIM 133

 

1Oh! Como é bom e agradável que os irmãos
vivam em união!


2Dá satisfação como quando vemos o óleo perfumado descer sobre a cabeça
do intermediário, descendente de Aharón, perfumando-lhe o rosto, a barba e as
roupagens.

3É como quando o orvalho cai sobre o monte Hermon, e sobre as montanhas de Yashorúl. Porque é assim que YAHU ULHÍM nos pode dar a sua bênção e a sua vida, para
sempre!

 

TEHILLIM 134

 

1Haolul-YAHU, todos os que o servem, os que
todas as noites se mantêm diante dele!


2Ergam-lhe as vossas mãos, e honrem-no, na sua santa habitação!

3Que YAHU ULHÍM te abençõe de Tzayán -Ele quem fez o céu e a terra.

 

TEHILLIM 135

1-2Haolul-YAHU!Que o seu (Nome) Shúam seja honrado! Haolul-YAHU todos os que o servem, os que estão presentes na sua casa, nos átrios da sua santa habitação.


3Haolul-YAHU, porque é infinitamente bom. Cantem louvores ao poder do
seu (Nome) Shúam maravilhoso.


4Porque YAHU ULHÍM escolheu o povo de YAHUCAF e Yashorúl para ser como
que a sua propriedade particular.

5Eu sei que YAHU ULHÍM é grande,e que é muito superior ao que os homens consideram como falsos criadores ou estátuas.


6Tudo o que quis, YAHU ULHÍM o fez, tanto em shua-ólmaYa como na terra,
como nos mares, até nas maiores profundidades.

7É ele quem faz os nevoeiros condensarem-se, nas partes mais diversas da terra; e
quem faz os relâmpagos que trazem com eles a chuva; e faz surgirem os ventos de
cantos escondidos na atmosfera!


8Foi também ele quem tirou a vida ao filho mais velho das famílias do Egito,
e até dos próprios animais;

9 e quem realizou grandes milagres e maravilhas nessa terra, contra Faraóh e os
seus súbditos.


10Abateu muitas nações e aniquilou poderosos reis,


11tais como Siom, rei dos amorreus, e Ogue, rei de Basã, e todos os reis
de Canaã.


12E a terra deles a deu a Yashorúl, o seu povo, para que a possuísse!


13A força do teu Shúam (Nome) há-de permanecer para sempre, YAHU ULHÍM,
continuamente. E a tua fama será conhecida por todas as gerações dos homens.

14 YAHU ULHÍM defenderá o seu povo, e terá compaixão dos que o servem.

15-17Os ídolos que os povos pagãos adoram não são mais do que meros bocados de prata e de ouro, mandados fazer por seres humanos. Têm boca, mas não falam. Têm olhos, mas não são capazes de ver. Têm ouvidos, mas não ouvem. Neles não há nem uma centelha de vida!


18Tornar-se-ão iguais a eles os que os mandam fazer e que confiam neles!


19Ó povo de Yashorúl, louva a grandeza do teu YAHU ULHÍM! E vocês, os
intermediários da descendência de Aharón, dêem glória a YAHU ULHÍM!


20Também os intermediários Levítas louvem YAHU ULHÍM! E todos aqueles
que o reverenciam e confiam nele, louvem-no!


21Louvado seja YAHU ULHÍM, que está em YAHUSHUA-oléym! Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 136

 

1Deem graças a YAHU ULHÍM porque ele é bom!O seu amor é eterno

2Deem graças a YAHU ULHÍM que está acima de
todos os falsos criadores ou estatuas! O seu amor é eterno


3Louvem aquele que é YAHU ULHÍM dos chefees: O seu amor é eterno

4O único que faz milagres poderosos. O seu amor é eterno


5Fez o universo pela sua sabedoria. O seu amor é eterno


6Foi ele quem distribuiu os mares sobre a superfície da terra. O seu
amor é eterno


7Criou os grandes astros. O seu amor é eterno


8-9Fez o sol para dar luz e marcar o tempo durante o dia, O seu amor é
eterno e fez a lua e as ‘cocavím’ (est-elas) para governarem a noite. O seu
amor é eterno

10-12YAHU ULHÍM tirou a vida aos filhos mais velhos das famílias do Egito, O seu amor é eterno e retirou o seu povo Yashorúl do meio daqueles que os escravizavam; O seu
amor é eterno e fê-lo com todo o seu poder e autoridade. O seu amor é eterno.


13-15
Fez com que o Mar Vermelho se abrisse em dois, O seu amor é eterno e levou o seu
povo a atravessá-lo em seco, O seu amor é eterno mas deixou que o exército de
Faraóh se afogasse nesse mesmo mar. O seu amor é eterno


16Depois guiou o seu povo através do deserto. O seu amor é eterno

17-20Derrotou grandes e poderosos reis, O seu amor é eterno e tirou a vida a
reis famosos O seu amor é eterno como Siom, rei dos amorreus, O seu amor é
eterno e Ogue, rei da Basã. O seu amor é eterno

21-22 A terra deles foi dada como propriedade aos Yashorulítas, O seu amor é eterno para que a possuam para sempre, pois é um povo que serve YAHU ULHÍM. O seu amor é eterno

23-24YAHU ULHÍM lembrou-se da nossa grande fraqueza, O seu amor é eterno e nos salvou dos nossos inimigos. O seu amor é eterno


25Ele sustenta todos os seres vivos. O seu amor é eterno


26Haolul-YAHU dos shua-ólmaYa! O seu amor é eterno

 

TEHILLIM 137

 

1Junto aos rios da Babilónia nos sentámos a
chorar, pensando em YAHUSHUA-oléym.


2Nos salgueiros que por ali havia, pendurámos as nossas harpas.


3Os que nos tinham feito prisioneiros pediam-nos que cantássemos.
Tinham-nos destruído e agora queriam que estivéssemos alegres. Exigiam-nos:
Vamos, cantem-nos uma dessas canções da vossa terra!

4Mas como era possível que
cantássemos se vivíamos exilados?


5-6Se eu me esquecer de ti, YAHUSHUA-oléym, então será melhor que a
minha mão direita deixe de tocar os instrumentos; que a língua se me pegue ao
paladar, se eu for capaz de me esquecer de ti, YAHUSHUA-oléym, e se tu não
fores toda a minha alegria!

7Lembra-te, YAHU ULHÍM, do que esses edomitas fizeram no dia em que entraram em YAHUSHUA-oléym.Arrasem-na! Arrasem-na inteiramente!, gritavam.


8Ah! Babilónia, como hás-de ser destruída! Bem-aventurados aqueles que
te fizerem o mesmo que nos fizeste a nós!


9Bem-aventurados os que pegarem nos teus filhos, e os esmagarem nas
pedras!

 

TEHILLIM 138

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1 YAHU ULHÍM, quero louvar-te de todo o meu
coração.


Mesmo na presença dos anjos celestiais te cantarei louvores!


2Em direção ao teu santo Templo, darei honra ao teu Shúam (Nome) por
causa da tua bondade, por causa da tua fidelidade pois puseste a tua palavra
acima de todas as coisas.


3Quando clamei a ti respondeste-me; encorajaste-me, dando força à minha
alma.

4Todos os chefes das nações da terra te hão-de louvar, YAHU ULHÍM, quando
prestarem atenção à tua palavra.

5E cantarão hinos descrevendo o bem do teu caminho, afirmando a grandeza da tua
glória!


6Apesar de YAHU UL ser tão sublime, contudo dá atenção às pessoas mais
simples. Mas o orgulhoso, a esse mantém-no à distância!


7Ainda que me encontre rodeado de angústias, me hás-de dar vida nova. A
tua própria mão susterá o ímpeto dos meus inimigos, e ficarei salvo pelo teu
poder.

8 YAHU ULHÍM saberá aperfeiçoar tudo na minha vida. O teu amor, YAHU ULHÍM, é eterno. Não desampares pois a obra das tuas mãos!

 

TEHILLIM 139

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1 YAHU ULHÍM, tu tens-me examinado, e
conheces-me.


2Sabes tudo o que faço, mesmo as coisas mais simples como o sentar-me e
o levantar-me. Nenhum dos meus pensamentos te escapa.


3Toda a minha conduta é registada por ti, acordado ou a descansar. Tudo
sabes a meu respeito.


4Sem ser preciso que te diga seja o que for, tudo sabes.


5Proteges-me, à minha volta. A tua mão está sobre mim.

6E tudo isso é para mim maravilhoso. Representa uma sabedoria que me ultrapassa.


7Aliás, onde poderia eu ir, fora do alcance do teu RÚKHA? Onde poderia
eu pôr-me que tu não me visses?


8Se subir até aos shua-ólmaYa, tu aí estás. Se descer ao lugar dos
mortos para aí descansar no sono da mortetambém aí estás.


9Se cavalgar nas brisas matinais, fugindo para além do mar,


10sempre a tua mão continua a guiar-me, e o teu poder a dar-me forças!


11Se eu disser: No profundo das trevas estarei perfeitamente escondido,
a luz da presença de YAHU ULHÍM é como um dia claro à minha volta!


12Não seriam as trevas que me haviam de separar de YAHU ULHÍM. A sua luz
é a mesma de dia e de noite. Para YAHU ULHÍM escuridão e luz são a mesma coisa!


13Tu me fizeste, YAHU ULHÍM; toda a estrutura do meu ser foi formada
mesmo no seio de minha mãe!


14Por isso te louvo, pela forma maravilhosa e admirável como sou
formado. Quando penso nisso não posso deixar de afirmar: É um mundo
maravilhoso!


15Logo nos primeiros momentos da formação do meu ser, quando só tu
sabias que me estavas a formar, já aí intervinha o teu poder criador.


16Os teus olhos viam o meu corpo em formação, e no teu livro tudo ia
sendo registado; tudo se ia realizando segundo o que estava programado mesmo
antes de eu começar a existir!

17-18Quão precioso é, YAHU ULHÍM reconhecer que tu estás a pensar
constantemente em mim! Não posso contar as muitas vezes por dia que os teus
pensamentos se viram para mim. Quando acordo de manhã, tu ainda estás a pensar
em mim!


19Certamente, YAHU ULHÍM, que liquidarás o perverso. Afastem-se de mim,
gente sedenta de sangue!


20Só sabem rebelar-se contra ti, e fazer chacota com o teu Shúam (Nome)!

21YAHU ULHÍM, bem vês como aborreço esses que te odeiam, e como sofro por causa
dessa gente que se levanta contra ti!

22Tenho por eles o maior repúdio! Para mim
são meus inimigos!


23Examina-me, ó YAHU ULHÍM, observa o meu íntimo. Prova-me e analisa-me
os pensamentos.


24Vê tudo o que haja em mim de mau, e conduz-me pelo caminho eterno!

 

TEHILLIM 140

 

Teholyáo de Dáoud.Para o director do coro.

 

1 YAHU ULHÍM, livra-me dos homens perversos; guarda-me da gente violenta.


2Só pensam o mal no seu íntimo; estão constantemente a planear
agressões.

3O que dizem fere como a picada da serpente; só há veneno nos seus lábios.


4-5Mantém-me fora do alcance das suas mãos. Protege-me da violência dos
maus. Esses indivíduos, cheios de soberba, armaram-me ciladas para me fazerem
cair. Puseram-me armadilhas no caminho, com laços para me tolherem os
movimentos.

6 YAHU ULHÍM, tu és o meu YAHU ULHÍM, ouve as minhas súplicas, ó YAHU ULHÍM!


7Tu és a força que me salva, tu proteges a minha cabeça durante a
batalha.


8Não deixes que essas pessoas que te repudiam vejam os seus desejos
satisfeitos, vejam cumpridos os seus maus propósitos, a fim de que o seu
orgulho não se exalte ainda mais.


9Esses que andam à minha volta, que sejam destruídos pelo mesmo mal que
planeavam contra mim.


10Que brasas vivas lhes caiam sobre as cabeças. Que sejam lançados em
abismos profundos donde não possam mais sair!


11Não deixes os mentirosos prosperar na vida. E possa a desgraça
perseguir os homens violentos.


12Eu sei que YAHU ULHÍM apoia a causa dos oprimidos, e o direito dos
pobres.


13Assim os retos louvarão o teu Shúam (Nome), e viverão na tua
presença. Teholyáo de Dáoud.

 

TEHILLIM 141

 

1 YAHU ULHÍM, rogo-te, ouve a minha oração. Escuta-me!


2Recebe a minha oração como o fumo do incenso que sobe na tua presença;
e o levantar das minhas mãos, como um sacrifício da tarde.

3Põe, ó YAHU ULHÍM, uma guarda à minha boca, uma sentinela aos meus lábios.


4Não deixes que o meu coração se incline para o mal, que se ocupe de
coisas más, que se junte com os que praticam a maldade, participando nos seus
gozos e desmandos.

5Se tiver de ser castigado por homens, que o seja por pessoas justas.Se esses me repreenderem, até considerarei isso como um benefício que eu não
deixarei de aceitar. Mas quanto à gente perversa, continuarei a orar para que
me livres dela!


6Os juízes deles ouvirão as minhas palavras e saberão que elas são bem
intencionadas,


7quando os seus ossos forem espalhados pelo chão, como quando se lavra a
terra, a sepultura os receberá. 8Mas eu estou à espera da tua ajuda, YAHU ULHÍM
meu Criador Eterno.
Confio em ti; não me desampares.


9Guarda-me das ciladas que me armam, das ratoeiras que me põe no
caminho, essa gente que pratica a iniquidade.


10Que sejam eles próprios a cair nas armadilhas que me preparam, e que
eu fique inteiramente livre deles!

 

TEHILLIM 142

 

Teholyáo de Dáoud.Oração que fez quando
estava na caverna.

 

1Suplico a YAHU ULHÍM!Em voz alta clamo por ele!


2Derramo o meu choro perante a sua face. Exponho a minha angústia.

3E no meio de todo esse meu desespero, só ele sabe dar-me o escape! Os meus
inimigos aproveitam-se dessa situação para me armarem ciladas.


4Se procuro alguém que me ajude, acho-me completamente sozinho! Ninguém
me pode servir de refúgio. Ninguém quer saber de mim!

5Então clamo por ti, YAHU ULHÍM: Tu és o meu refúgio, grito eu, tu és tudo o que tenho nesta terra!


6Ouve a minha oração, pois estou tão abatido! Livra-me dos que me
perseguem, porque são muito mais fortes que eu!


7Arranca-me desta prisão, porque só assim poderei louvar o teu Shúam (Nome)!
E todos aqueles que te seguem se juntarão a mim, ao constatarem todo o bem que
me fizeste!

 

TEHILLIM 143

Teholyáo de Dáoud.

 

1 YAHU ULHÍM, ouve a minha oração.Dá atenção às minhas súplicas, pois tu és justo e fiel em tudo quanto prometes.

2Não me peças contas; porque perante ti ninguém pode considerar-se justo!

3Os meus inimigos perseguiram-me, abateram-me até ao chão.Fazem-me viver como se fosse em trevas profundas, como se estivesse com os que já deixaram a vida…


4Por isso estou tão angustiado; estou como que afogado em desespero!


5Mas lembro-me de tudo quanto fizeste nos tempos passados. 
Reflito nas tuas obras, em todo o teu poder,

6e por isso estendo-te as mãos. A minha alma tem sede de ti, como uma terra
sedenta!

7Ouve-me depressa, YAHU ULHÍM!O meu espírito desfalece. Não te desvies de mim para que não venha a ficar como os que descem à cova.


8Permite-me que logo de manhãzinha verifique a tua bondade, pois confio
em ti. Ensina-me o caminho que devo seguir, pois a ti dirijo a minha oração.

9Livra-me, YAHU ULHÍM, dos meus inimigos, pois és o meu único refúgio!


10Ensina-me a fazer a tua vontade, pois és o meu YAHU ULHÍM. Que o teu
bom RÚKHA me guie por um caminho liso.


11Dá-me uma vida nova, e honrarei o teu Shúam (Nome). A tua justiça
sairá dignificada por me tirares da angústia.


12No teu infalível amor para comigo, extermine os meus inimigos, e que
sejam destruídos os meus adversários. Pois a minha vida está ao teu serviço!

 

TEHILLIM 144

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1Haolul-YAHU, a minha rocha, que me dá capacidade e forças para o combate.

2A sua bondade é a minha força. Ele é a minha perfeita segurança, e o meu
libertador. É para mim como um escudo à minha frente, atrás do qual me adianto
sem medo. Se o meu povo me está sujeito, só a ele o devo!

3 YAHU ULHÍM, que é o homem, para que te interesses por ele?Que é o ser humano, para que o consideres?


4Tem tão pouca valia como um sopro! Os dias da sua vida vão-se como uma
sombra que passa!

5Inclina-te, YAHU ULHÍM, desde os shua-ólmaYa, e vem.Asmontanhas deitarão fumo, quando lhes tocares.


6Quanto mais não hão-de ficar derrotados os teus inimigos, quando lhes
lançares os teus raios, e os destruíres com as tuas armas certeiras!

7Estende, lá do alto, as tuas mãos.Salva-me das águas profundas. Tira-me delas! Assim como das mãos dessa gente estrangeira,


8cuja boca está cheia de nulidades, e cuja habilidade está só na
falsidade.

9Cantarei um novo cântico, ó YAHU ULHÍM,acompanhado de harpa de dez cordas.


10Porque tu dás vitória aos reis! És aquele que livrarás o teu servo
Dáoud da espada mortal.


11Livra-me das mãos dessa gente que te é estranha, gente mentirosa, cuja
força só consiste na maldade.


12Para que os nossos filhos sejam bem desenvolvidos, na sua
mocidade,como plantas viçosas; e as nossas filhas, belas e graciosas como
colunas esculpidas de um palácio.


13Para que nunca nos faltem recursos na vida, e que tenhamos gado que
nos forneça carne em abundância.

14Que os nossos animais sejam fortes para o trabalho. E que no nosso meio haja segurança: sem assaltos, sem fugas, sem gritos nas ruas!


15Feliz o povo que pode viver assim! Feliz é o povo cuj YAHU ULHÍM é YAHU
ULHÍM!

 

TEHILLIM 145

 

Teholyáo de Dáoud.

 

1Eu te louvarei, meu YAHU ULHÍM e meu rei! Quero cantar a força do teu Shúam (Nome) para sempre!


2Sim, dia após dia, quero louvar-te e por toda a eternidade dizer toda a
grandeza do teu Shúam (Nome).

3Grande é YAHU ULHÍM, e inteiramente digno de louvor. A sua grandeza ultrapassa o nosso entendimento.


4Que cada geração conte aos seus descendentes as maravilhas que YAHU
ULHÍM faz.


5Quero falar da magnífica glória da tua majestade e meditar nas tuas
maravilhas.

6E assim toda a fama dos teus espantosos milagres correrá de boca em boca, assim
como toda a tua grandeza.

7E todos falarão da tua bondade, e cantarão a tua justiça.

8Bondoso e misericordioso é YAHU ULHÍM. Ele é paciente e cheio de amor.

9É bom para todos. Tudo o que faz é sempre consequência do seu amor.

10-11Tudo o que criaste, YAHU ULHÍM, é motivo para que os que te pertencem te
agradeçam, e para falem da glória do teu reino, mencionando os feitos do teu
poder.

12-13 Darão a saber a toda a humanidade os teus milagres, assim como a tua
majestade e a glória do teu reino, o qual não tem fim; o teu domínio estende-se
por todas as gerações.

14 YAHU ULHÍM ampara todos os que caem, e levanta os que estão abatidos.


15Os olhos de toda a gente estão voltados para ti, YAHU ULHÍM. Tu lhes
dás alimento conforme o que precisam.


16Abres a mão e satisfazes os desejos dos seres viventes.


17Justo é YAHU ULHÍM em tudo o que faz. As suas obras têm a marca da sua
bondade.


18Ele está perto de todos os que o chamam, dos que apelam para ele com
toda a sinceridade.


19Realizará os desejos de todos os que o respeitam e confiam. Ouvirá os
seus apelos e os salvará.

20 YAHU ULHÍM guarda todos os que o amam, mas os que o rejeitam serão destruídos.


21Louvarei YAHU ULHÍM publicamente, e todos os habitantes da terra
louvarão a força do seu (Nome) Shúam, para sempre!

 

TEHILLIM 146

1Haolul-YAHU! Ó minha alma, louva a YAHU ULHÍM!


2Louvarei YAHU ULHÍM enquanto viver! Sim, durante todo o tempo da minha
vida, cantarei haolúlim (louvores) ao meu YAHU ULHÍM.

3Não confiem nos grandes chefes, nem em homem algum.Nenhum deles têm poder para salvar seja quem for!


4Se o coração lhes pára de bater, o seu destino é irem para debaixo da
terra; e, com eles, morre num hora tudo quanto planearam.

5Mas feliz é aquele que é ajudado pelo YAHU ULHÍM, o Criador Eterno de YAHUCAF, aquele cuja esperança tem por objecto YAHU ULHÍM, seu Criador Eterno,

6o qual fez o céu, a terra, os mares e tudo quanto neles existe. Ele cumpre com
todas as suas promessas.

7 YAHU ULHÍM faz justiça aos que vivem oprimidos e alimenta os que têm fome. Liberta os prisioneiros.


8Abre os olhos aos cegos. Levanta os que estão abatidos. YAHU ULHÍM ama
os que seguem a sua justiça.


9Protege os que vivem desterrados das suas pátrias, e ampara os órfãos e
as viúvas, mas interceptará os planos da gente perversa.

10 YAHU ULHÍM dominará para sempre! O teu YAHU ULHÍM, ó YAHUSHUA-oléym, vive por toda a eternidade! Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 147

 

1Haolul-YAHU!Porque é bom cantar haolúlim (louvores) ao nosso YAHU ULHÍM! É tão
agradável como justo que louvemos YAHU ULHÍM!

2Ele está a reconstruir YAHUSHUA-oléym e a fazer regressar os seus exilados.


3Conforta os que têm o coração em chaga; cura-lhes as feridas.

4Sabe o número exato das ‘cocavím’ (est-elas), identificando perfeitamente cada uma
delas.


5Por isso o nosso YAHU ULHÍM é grande! O seu poder é absoluto! A sua
sabedoria é sem limite!

6 YAHU ULHÍM dá força aos humildes, mas abate até ao pó os perversos.

7Por isso devemos cantar-lhe cânticos de gratidão, acompanhados de harpa!Cantai haolúlim (louvores) ao nosso YAHU ULHÍM!

8É por ele que o céu se cobre de nuvens, que se destilam em chuva sobre a terra,
dando vida a todo o mundo vegetal, por toda a parte.


9Os animais devem-lhe o seu sustento; os filhotos dos corvos recebem
dele a comida!

10 YAHU ULHÍM não tem interesse especial na força do cavalo; nem na agilidade do
ser humano.


11Mas tem alegria, sim, naqueles que o temem e naqueles que se apoiam na
sua bondade.


12Ó YAHUSHUA-oléym, louva YAHU ULHÍM! Louva o teu YAHU ULHÍM, ó Tzayán!


13Foi ele quem reforçou a tua defesa, e deu paz e segurança aos teus
habitantes.


14Trouxe tranquilidade a toda a nação. Encheu-te os celeiros de trigo
excelente.


15Envia as suas ordens à terra, e logo a sua palavra corre velozmente
por toda a parte.


16Faz cair a neve no esplendor da sua brancura; e espalha a geada como
um manto cristalino.


17É por ele que o granizo cai sobre a terra; e o frio pode ser tão
intenso que ninguém lhe pode resistir.


18Mas depois, pela sua palavra, o calor vem derreter tudo: neve, gelo,
geada. Os ventos sopram, e as águas retomam as suas torrentes.


19Ensinou a Yashorúl as suas leis, e todos os regulamentos ao seu povo.


20E isso não fez ele com mais nenhuma outra nação. Os outros povos
desconhecem os seus estatutos. Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 148

 

1Haolul-YAHU! Haolul-YAHU lá das alturas!


2Haolul-YAHU todos os seus anjos! Haolul-YAHU todos os seus exércitos
celestiais!


3Haolul-YAHU o sol, a lua! Haolul-YAHU todas as brilhantes ‘cocavím’
(est-elas)!


4Haolul-YAHU o firmamento, assim como as atmosferas que estão acima da
terra!

5Louvem a grandeza do seu (Nome) Shúam,pois ao seu mando tudo foi criado.

6E tudo passou a existir para sempre, obedecendo a leis que nunca serão alteradas!


7Haolul-YAHU todos os animais terrestres, 
assim como os que vivem nos profundos mares, e os grandes animais marinhos!

😯 fogo e a saraiva, a neve e a bruma, as grandes ventanias que sopram segundo as
suas ordens,


9as altas montanhas e os pequenos outeiros, as árvores, na sua
variedade, até as de grande porte,


10os animais selvagens e os animais domésticos; os que rastejam e os que
voam,


11todos os governantes da terra, com todos os seus povos, chefes de
estado, e responsáveis pelo exercício da justiça entre as populações;


12moços e moças, velhos e crianças;


13que todos louvem o poder do Shúam (Nome) de YAHU UL. Pois só ele é
digno de ser exaltado acima de tudo o que existe na terra e em shua-ólmaYa!


14E também o seu povo, ele o torna grande e forte, objecto de honra de
todos os que lhe são fiéis. Esse povo, que vive junto de si, o seu povo de Yashorúl!
Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 149

 

1Haolul-YAHU! Cantem-lhe um cântico novo! Haolul-YAHU na presença de todo o povo reunido!

2Que Yashorúl se alegre por ter sido criado por quem foi!Que o povo de YAHUSHUA-oléym se regozije por ser seu rei YAHU ULHÍM o Criador
Eterno!


3Haolul-YAHU pelo grande nome que tem; façam-no com danças, harpas e
tambores.


4Porque YAHU ULHÍM se alegra com o seu povo. Ele recompensará os
humildes, dando-lhes salvação.

5Que o seu povo se alegre na sua glória. Que cantem de alegria, mesmo que estejam a repousar!


6-8Que as suas vozes se façam ouvir louvande YAHU ULHÍM, tendo nas suas
mãos a espada de dois gumes, com a qual julgarão as nações, e castigarão os
povos; com a qual farão prisioneiros os governantes, amarrando-os com correntes
de ferro, a eles e aos que colaboram com eles na governação dos países!

9Éassim que executará a sua sentença. Esta honra tê-la-ão os que lhe pertencem!
Haolul-YAHU!

 

TEHILLIM 150

 

1Haolul-YAHU!Haolul-YAHU no seu Templo! Haolul-YAHU no céu, que é a sede do seu
poder!


2Haolul-YAHU pelas obras poderosas que realiza! Haolul-YAHU pela sua
grandeza inigualável!


3Haolul-YAHU com todos os instrumentos: a trombeta, a lira, a harpa!


4Haolul-YAHU com pandeiretas e com danças acompanhadas pelos instrumentos
de cordas e por flautas!


5Haolul-YAHU com címbalos sonoros, sim, com címbalos de som vibrante!


6Tudo quanto tem vida haolul-YAHU!


Haolul-YAHU!

Salmo 100-150

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: