ministeriohorafinal

Maush’léy (Provérbios)

MAUSHLEI 1 (Provérbios)

 

Propósito e tema

 

1-3MAUSHLEI de Shua-ólmoh, filho de Dáoud, rei de Yashorúl, destinados a dar a conhecer a sabedoria, a dar educação; e a ensinar também a compreender palavras cheias de profundo sentido; para que se tenha um entendimento esclarecido; e para que se seja justo, reto, íntegro na vida.

4-6Destinam-se ainda a formar e a enriquecer a mente das pessoas simples; a dar capacidade de compreensão aos jovens. E quanto aos que têm instrução, que aprofundem a sua sabedoria e se tornem hábeis na exploração do significado destas frases e pensamentos.

 

Exortações para abraçar a sabedoria

 

7-9O temor de YAHU UL é o princípio de toda a sabedoria. Só os loucos recusam ser ensinados. Ouve o teu pai e a tua mãe e não desprezes o que te ensinarem, porque o que aprenderes deles dar-te-á segurança e proporcionar-te-á dignidade e honra.

10-14Meu filho, se pecadores quiserem aliciar-te nunca lhes cedas! Se te disserem: Vem conosco! – volta-lhes as costas! Dir-te-ão: Vamos lá! A gente, sem ninguém saber, rouba este aqui, mata aquele inocente além. Apanhamo-los vivos, e mandamo-los inteirinhos para a cova! E ficará para a gente o belo quinhão que eles cá deixarem! E assim enchemos os bolsos! Tiramos à sorte e tu terás a tua parte connosco.

15-16Não, meu filho! Não vás com eles! Desvia-te de gente semelhante! Porque o seu modo de vida é o crime. São especialistas no assassínio.

17-18Contudo, apesar de até uma ave saber desviar-se quando lhe preparam uma armadilha, estas pessoas deixam-se apanhar mesmo pelas suas próprias ciladas!

19Este é o destino de todo aquele que vive de rapina; esta levá-lo-á à violência e à morte.

 

O perigo de rejeitar a sabedoria

 

20-21A sabedoria clama, em voz bem alta, pelas ruas da cidade, nos cruzamentos, nas grandes avenidas, perante os juízes, na frente de todos:

22Ó gente tola! Até quando continuarão a viver contentes com a loucura? Até quando continuarão a desprezar a sabedoria e a contestar a evidência dos fatos?

23Venham ouvir e convençam-se com os meus argumentos. Derramarei em vocês O Espírito de sabedoria, e dar-vos-ei a conhecer a minha mensagem.

24-25Tantas vezes vos chamei, e não quiseram vir. Insisti convosco e
ninguém me deu atenção. Rejeitaram os meus conselhos; não fizeram caso da minha repreensão.

26Por isso também, quando vierem a encontrar-se em dificuldades,
será então a minha vez de me rir, e de me divertir com os vossos medos.


27-28Quando esses medos vos sobrevierem como uma tenebrosa tempestade, quando estiverem submergidos pela angústia e pelo pânico, então ao gritarem-me por ajuda não responderei; embora me procurem ansiosamente, não me acharão.


29-30Porque preferiram desprezar a sabedoria, e não quiseram confiar em YAHU ULHÍM. Voltaram-me as costas, desprezaram o meu juízo.

31Essa é a razão porque terão de vir a comer o fruto amargo da sua própria conduta, terão de fartar-se das consequências desastrosas das suas opções.

32Porque é pela sua desobediência que a gente sem inteligência morrerá; e a segurança dos doidos matá-los-á.

33Mas todos os que me derem ouvidos viverão em paz e segurança, e
sem medo.

 

MAUSHLEI 2

 

Benefícios morais da sabedoria

 

1-5Meu filho, se me ouvires e se obedeceres às minhas palavras, receberás sabedoria e entendimento para a vida. Sim, se quiseres melhor compreensão das coisas da vida, e discernimento, se buscares essas coisas como se fossem dinheiro, ou um tesouro precioso escondido, então te será dada sabedoria e o conhecimento de YAHU ULHÍM; e depressa entenderás a importância de reverenciar YAHU ULHÍM e de confiar nele.

6-8Porque YAHU ULHÍMdá sabedoria! Das suas palavras vêm o conhecimento e a inteligência. Ele garante a verdadeira sabedoria aos rectos. Ele é um escudo para os que andam sinceramente; protege-os para que a sua conduta se conforme com os juízos de YAHU ULHÍM.

9Só então saberás distinguir a justiça e a injustiça, o direito e o
errado, e poderás tomar as decisões correctas em cada situação.

10-15Porque a sabedoria penetrará no teu coração e o entendimento da vida será para ti uma fonte de alegria. Ser-te-á dado bom entendimento para te manter afastado de gente corrupta que pretende tomar-te por companheiro dos seus crimes; são pessoas que se desviam dos caminhos rectos de YAHU ULHÍM para trilharem os tenebrosos, que só conduzem à maldade. Ficam felizes quando praticam o mal; gozam intimamente com os seus pecados. Tudo o que fazem é errado e condenável.


16-19Só a sabedoria de YAHU UL pode proteger um homem dos falsos afagos das prostitutas; mulheres que deixaram o companheiro da sua mocidade e desprezaram as leis de YAHU ULHÍM. As suas casas, a sua vida familiar, resvalam por um caminho de morte. Todos os que as procuram estão condenados, e impossibilitados de encontrar os caminhos da vida.

20-22Segue as pisadas dos que andam nos caminhos do bem; mantém-te nos trilhos da justiça. Porque só os rectos desfrutam totalmente da vida. Os que se opõem a YAHU ULHÍM perdem tudo aquilo de que poderiam beneficiar na terra; o seu fim é serem destruídos!

 

MAUSHLEI 3

 

Mais benefícios da sabedoria

 

1-2Meu filho, não te esqueças do que te ensinei. Se quiseres ter uma vida longa e de paz não deixes os meus mandamentos.

3Mantém na tua vida a bondade e a fidelidade. Escreve-as bem no
teu íntimo.

4E assim acharás o favor de YAHU ULHÍM e a consideração dos homens.


5-6Confia em YAHU ULHÍM e nunca em ti mesmo. Em tudo o que fizeres põe YAHU ULHÍM em primeiro, e ele te dirigirá nos teus caminhos.

7-8Não te consideres sábio aos teus próprios olhos. Teme YAHU ULHÍM e volta as costas ao mal; quando assim fizeres gozarás de saúde e de vitalidade.

9-10Honra YAHU ULHÍM com os teus ganhos, com a primeira parte dos teus rendimentos, e ele encherá, a transbordar, os teus celeiros, correrão abundantes os teus vinhos, dos mais finos.

11-12Meu filho, não te ressintas quande YAHU ULHÍM te castigar e te
corrigir. Porque ele repreende quem ama, tal como um pai corrige um filho a quem quer muito bem.

13-15A pessoa que acha a sabedoria, que adquire a
capacidade de avaliar o certo e o errado, essa é feliz. Porque isso é melhor do que grandes riquezas. A sabedoria vale mais do que jóias e ouro. Nada se lhe pode comparar.

16-18A sabedoria dá uma vida longa, dá riquezas e honra. Os seus
caminhos dão felicidade e paz. É uma árvore de vida, para os que comem os seus frutos; e felizes são os que nunca deixam de se alimentar deles.

19-20Foi com essa sabedoria que YAHU ULHÍM criou a terra, assim como todo o universo, que as profundas fontes da terra se abriram, e os shua-ólmaYa derramaram as chuvas.


21-26Meu filho, nunca deixes de ter diante de ti estes dois objectivos: fazer o que é reto, e ter bom senso; porque te encherão de viva energia e darão dignidade à tua pessoa. Então andarás com segurança, e sem risco de tropeçares. Poderás deitar-te e adormecer sossegadamente; não terás que recear catástrofes repentinas, nem as intrigas que gente malvada te engendrará. Porque YAHU ULHÍM será a tua esperança, e estará contigo fazendo com que o teu andar na vida seja seguro.

27-28Não te atrases em fazer o bem que deves a alguém, se nada te impedir disso. Não digas: Olhe, fica para outra vez, se puderes pagar-lhe logo na ocasião.

29-30Não trames o mal contra o teu próximo, pois que confia em ti. Não
entres em disputas inúteis, particularmente com pessoas que nunca te fizeram mal.

31-33Não tenhas inveja da gente violenta; não a imites. Porque YAHU ULHÍM tem horror a pessoas assim, mas quer na sua intimidade os que andam retamente. Os que querem mal a YAHU ULHÍM, tanto eles como as suas casas, estão sob a maldição de YAHU UL. Mas os rectos, e tudo o que têm, beneficiam da sua bênção.


34 YAHU ULHÍM rir-se-á dos que fazem troça de tudo, mas ajuda os humildes.

35Os que têm a sabedoria adquirem honra; os insensatos só podem é cair na confusão.

 

MAUSHLEI 4

 

A excelência da sabedoria

 

1-2Yovens, escutem-me como se ouvissem o vosso pai; estejam atentos, a fim de crescerem em sensatez. Porque de mim obterão boa doutrina; não se afastem das minhas leis.

3-5Quando fui criança era ternamente amado pela minha mãe, como um filho único, sendo para o meu pai como um aluno. Este dizia-me que nunca me esquecesse das suas palavras: Se as seguires, viverás bem. Aprende o saber da vida, desenvolve em ti a sensatez! Nunca te esqueças desta minha insistência!

6Agarra-te bem à sabedoria, e será ela depois a proteger-te. Ama-a, e te conservará a vida.

7-9A sabedoria é tudo o que há de mais importante; procurá-la com determinação é o primeiro passo para se ser sábio. Com ela podes desenvolver o teu discernimento. Exalta-a e ela te exaltará. Prende-a a ti e ela te conduzirá a uma vida de dignidade; ela dará à tua vida como que uma coroa de glória.

10-12Ouve-me, meu filho, e aceita as minhas palavras, de forma que os teus anos de vida se multiplicarão. Eu ensinei-te no caminho da sabedoria, e fiz-te andar nos trilhos da retidão. Continuando a andar por eles, certamente que nunca terás embaraços, e mesmo que tenhas de correr, não tropeçarás.

13Segue de perto as minhas instruções; não as
esqueças, porque só elas te farão viver uma verdadeira vida.

14-15Não sigas a conduta dos que rejeitam YAHU ULHÍM; não imites a gente má. Não pises os terrenos em que andam; evita-os. Passa de largo pelos lugares que frequentam.


16-17Porque não dormem enquanto não puserem em prática o mal que tramaram; não descansam enquanto não fizerem tropeçar alguém, para o destruir. Eles comem a maldade como pão, bebem violência como vinho!

18-19Mas o caminho por onde seguem os que vivem na justiça de YAHU ULHÍM é como a luz da aurora: vai brilhando cada vez mais até se tornar dia perfeito! Por seu lado, o caminho dos que negam YAHU ULHÍM mergulha nas trevas; nem sequer sabem no que tropeçam.


20Meu filho, dá bem atenção às minhas palavras. Escuta atentamente os meus argumentos.

21Que te acompanhem como qualquer coisa que tens sempre em vista.
Esconde isso bem no íntimo da tua vida.

22Porque essas palavras significam uma verdadeira vida, para quem as recebe; são saúde para todo o teu ser.

23-24E sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele depende tudo na vida. Que da tua boca nunca saia uma fala tortuosa; afasta de ti a maledicência.

25Olha sempre direito, diante de ti. Não espreites fingidamente
pelo canto do olho.

26-27Vê bem onde pões os pés, de forma que a tua marcha
seja feita em segurança. Não resvales nem para um lado nem para o outro. Que saibas sempre retirar-te a tempo do perigo.

 

MAUSHLEI 5

 

Aviso contra o adultério

 

1-2Meu filho, presta atenção à sabedoria que aqui te apresento: ouve as minhas explicações, para seres prudente e para que a tua linguagem guarde o conhecimento.

3-6Os lábios de uma mulher de má vida podem parecer que escorrem mel. As suas falsas lisonjas são untuosas e macias. Mas no fim de contas, deixam um sabor amargo, uma ferida feita como que por uma aguda espada de dois gumes. Os seus comportamentos conduzem à morte. A sua conduta é inspirada pelo inferno. Não conhece o caminho da vida. Cambaleia por um caminho tortuoso, e nem se importa de saber onde é que ele leva.

7Portanto, agora, meus filhos, deem-me ouvidos, e nunca se desviem das palavras que vos estou a dizer:

8-11Afastem-se dessas mulheres. Não se aproximem sequer da porta
onde elas moram, para que não percam a dignidade, fazendo depender a vossa vida de gente cruel; para que gente que vos é estranha não venha a tirar-vos força e
se tornem escravos deles. A consequência disso não poderá deixar de ser o gemerem em angústias, enquanto o vosso corpo vai apodrecendo pelo vício. No fim, só terão isto a dizer:

12-13Oh, se ao menos eu tivesse prestado atenção aos avisos que me deram! Se não tivesse desprezado as repreensões! Porque é que  não quis ouvir os que queriam ensinar-me? Porque é que fui assim tão estúpido?


14Pouco faltou para que a minha desgraça fosse completa. E agora até o desprezo público tenho de enfrentar.

15-17Por isso, bebe a água da tua própria cisterna. Porque é que o teu amor havia de derramar-se por mulheres da rua? Que os filhos que tens sejam só para ti e não partilhados com outros!

18Que a tua fonte seja bendita; sê feliz com a mulher que escolheste na tua juventude.

19-20Bela, aos teus olhos, como linda gazela, como uma corça graciosa, que te satisfaças, todo o tempo no seu seio – que só o seu amor te deleite! Porque é que, meu filho, te deixarias atrair por outras mulheres, que não a tua? Porque abraçarias tu uma mulher que te é estranha?

21 YAHU ULHÍM observa atentamente a tua conduta,
examina cuidadosamente tudo o que fazes.

22-23Quem faz o mal ficará cativo da sua própria maldade; será acorrentado pelo seu pecado. Morrerá porque preferiu viver sem correcção. Todos os seus erros se explicam pela sua loucura.

 

MAUSHLEI 6

 

Aviso contra a loucura

 

1-2Meu filho, se ficaste por fiador de alguém que conheces mal, garantindo as suas dívidas, caíste numa armadilha feita de palavras, de promessas que tu próprio assinaste.

3-4Depressa! Livra-te se ainda puderes. Põe de lado a altivez. Estás nas mãos de uma outra pessoa: vai e livra o teu Shúam (Nome) desse compromisso. Não vás dormir e descansar sequer, sem tratar disso já.

5Se conseguires safar-te dessa rede em que foste apanhado, podes comparar-te a um veado que livrou a vida da arma do caçador, ou a um pássaro que escapou da armadilha que lhe prepararam.

6-8Vai ter com a formiga, preguiçoso! Observa o seu comportamento e aprende! Ainda que não tenha nem chefe, nem governador, nem superior, contudo sabe que deve trabalhar bem no Verão, juntando alimento em vistas do Inverno.

9Mas tu preguiçoso, tudo o que sabes fazer é dormir! Quando é que te levantas e despertas? Deixa-me dormir mais um bocado!

10E continua, pestanejando mais um bocado, cruzando mais um
bocado os braços, ficando mais um bocado na cama!

11É assim que a pobreza te chegará, como um ladrão – sem estares a contar. E a miséria te destruirá, como por um bandido armado.

12-13Este é o retrato duma criatura perversa e corrupta:
para já, tem a mentira constantemente na boca. Esconde fingidamente os seus verdadeiros pensamentos, e só os comunica aos amigos por meio de sinais disfarçados com os olhos, e de acenos com os pés, com os dedos!

14Depois, tem ocoração cheio de malvadez. Passa o tempo todo a engendrar o mal, e a semear desavenças entre toda a gente.

15Mas esses, sem o esperarem, serão destruídos, sem contemplações, sem remédio!

16-19Há seis coisas que YAHU ULHÍM aborrece; e até mesmo sete, que ele detesta:a altivez,a mentira,mãos que derramam o sangue inocente,o andar a tramar o mal contra os outros,avidez em fazer o mal,o falso testemunho,e o semear a discórdia entre irmãos.

 

Aviso contra o adultério

 

20-22Meu filho, guarda os princípios que teu pai te ensinou; não desprezes também os que a tua mãe te deu. Liga-os definitivamente ao coração; pendura-os ao peito, para que durante o dia e pela noite fora eles te dirijam e te protejam de tudo o que possa vir a prejudicar-te. Quando acordares de manhã, essas instruções te conduzirão durante o novo dia.

23Porque os seus conselhos são como o clarão de uma luz avisando-te dos perigos, ajudando-te a viver com justiça.

24-26Conservar-te-ão longe das prostitutas e dos seus falsos afagos. Não te excites com a sua boniteza. Não te prendas com os olhos que te faz. Por causa duma mulher dessas um homem pode tornar-se miserável; e uma adúltera pode fazer-lhe perder a vida.


27-28Ninguém pode esconder um pedaço de lenha a arder dentro de si sem que se queime. Não há ninguém que consiga andar descalço sobre brasas ardentes, sem que se lhe queimem os pés.

29E é o que acontece com quem comete adultério com a mulher do próximo. Não poderá ficar sem castigo o seu pecado.

30-31Pode talvez haver certa desculpa para um indivíduo que rouba para matar a fome; e mesmo assim a justiça obriga-o a pagar multiplicadamente o que roubou, a ponto de chegar a ficar sem nada do que já tinha antes.

32-33Mas o que comete adultério está louco – está a arruinar a sua própria alma! Chagas e uma vida desgraçada é que ganha com isso, como recompensas, além de uma vergonha que nunca se apagará.


34-35O marido da mulher com quem adulterou ficará furioso, no seu ciúme, e não lhe perdoará quando se lhe apresentar uma ocasião de vingança. Nem aceitará nada de tudo quanto penses oferecer-lhe ou fazer-lhe, para apaziguá-lo.

 

MAUSHLEI 7

 

1-3Meu filho, obedece às minhas palavras, esconde dentro de ti os meus mandamentos. Obedce-me e viverás, guarda os meus preceitos como a coisa mais preciosa que possues. Escreve-os para que os tenhas sempre à mão; grava-os no teu íntimo.

4-5Considera a sabedoria como uma irmã a quem ames, como um membro querido da tua família. Para que te proteja do aliciamento das mulheres de conduta desonesta, que procuram atrair com conversas ardilosas.

6-9Um dia, aproximando-me da janela da minha casa e olhando para a rua, reparei num rapaz, um moço bem pobre de juízo, que se dirigia para a casa duma dessas mulheres, num recanto da rua. Era já o fim do dia, anoitecia. As sombras favoreciam-no.

10-12E ela saiu-lhe ao encontro, arranjada provocantemente e com ar ligeiro das que nunca param em casa, que andam pelas esquinas das ruas, nos lugares mais frequentados, procurando por todos os lados.

13Então, aproximou-se, beijou-o e disse-lhe com descaramento:


14-20Decidi fazer hoje uns sacrifícios de louvor, que tinha em dívida. Por isso vim a correr à tua procura, a saber onde estavas. Olha, já pus na cama bonitas colchas bordadas com linho fino do Egito, e perfumei-a com mirra, aloés e canela. Vem já, vamo-nos saciar de amores e gozar até de manhã. Porque o meu marido não está em casa, deve ter ido a um lugar distante. Eu vi que até levou bagagem e dinheiro. Com certeza que não volta para casa antes da lua cheia.


21-23E assim o seduziu, com muita conversa e palavrinhas doces. E ele deixou-se enfeitiçar. Quando vi que a seguia, veio-me à lembrança um boi que levam para o matadouro, ou um veado apanhado numa armadilha de caça, em que só lhe resta esperar que um tiro certeiro lhe atravesse o corpo, ou ainda uma ave, correndo rápida para o lugar onde vai ficar presa num laço, sem pensar que está ali o fim da sua vida.

24-27Agora ouçam-me, meus filhos; mas ouçam-me com atenção.
Não percam o controlo dos vossos desejos; afastem-se delas e dos lugares por onde andam. Porque têm sido causa de ruína de muita gente. São muitas as suas vítimas. Frequentar a casa delas é seguir pelo caminho que conduz à morte e ao inferno.

 

MAUSHLEI 8

 

O apelo da sabedoria

 

1-3Não estão a ouvir a voz da sabedoria, a voz da razão? No cimo das elevações que dominam as estradas, nas encruzilhadas dos caminhos, nas entradas das povoações, à porta de cada habitação, escutem a sua voz:

4-5Que toda a gente me escute! Falo a todo o ser humano! Vocês
ingénuos, deixem que vos dê entendimento! Ó loucos, recebam o bom senso que vos 
dou!

6-7Ouçam-me, porque tenho coisas bem importantes a comunicar-vos, e porque tudo o que vos digo é justo e é a verdade, pois detesto o engano e a maldade.


8-10Tudo o que sai da minha boca é só justiça. Não se encontra aí nada de tortuoso e fingido. Tudo o que digo é simples e claro para quem procura entender; quem abriu a sua mente aoa conhecimento verá que se trata de palavras retas. A minha instrução vale mais do que a prata e o ouro da melhor
qualidade.

11-13O valor da sabedoria está muito acima do das pedras preciosas.
Nada se lhe pode comparar. A sabedoria e o entendimento vivem juntos, porque a sabedoria sabe onde está a compreensão das coisas. Se alguém respeita e obedece a YAHU ULHÍM, tem forçosamente que aborrecer o mal. Porque a sabedoria odeia o orgulho e a arrogância, assim como a corrupção e o engano.

14-16Eu, a sabedoria, dou entendimento e bom senso. Pois com a minha força têm reinado reis. Mostro aos juízes o que é certo e errado. Os governantes dirigem os
destinos de povos com a minha ajuda.

17Eu amo aos que me amam, e os que de madrugada me buscam me acharão.

18-19Tenho comigo riquezas que nunca se acabam, e dignidade para distribuir por toda a gente. Sim, riquezas em honra e em retidão. Os Dons que reparto são mais preciosos do que o ouro mais puro e do que a melhor prata.

20Faço as pessoas andarem pelo caminho da justiça, pela estrada do direito.

21Os que me amam possuem riquezas permanentes, e têm as suas reservas cheias.

22-26 YAHU ULHÍM criou-me logo no princípio de tudo, antes mesmo de ter criado fosse o que fosse. Já desde a eternidade sou o que sou. Existo antes da terra ter começado a sua existência; antes que os grandes oceanos se formassem, e que as águas da atmosfera começassem a derramar-se sobre a terra; antes das altas cordilheiras e das montanhas; sim, eu nasci antes que YAHU ULHÍM tivesse feito tudo o que há na superfície do nosso planeta.

27-29Eu estava presente quando ele estabeleceu os shua-ólmaYa, formou a atmosfera, e encheu os abismos com grandes mares. Eu estava lá quando impôs limites aos oceanos e determinou que não se estendam além das fronteiras que determinara. Estava presente quando fazia os cálculos e os planos fundamentais deste mundo maravilhoso.

30-31Eu ali estava, como um aluno junto do seu maoro-éh. Era a cada momento as suas delícias, brincando na sua presença. Como me sentia feliz no seu vasto mundo, no meio de toda a humanidade!

32-33Agora então, ouçam, meus filhos, porque bem felizes serão todos os que seguem as minhas instruções. Escutem os meus conselhos! Não os rejeitem – sejam inteligentes!

34-36Feliz aquele que está tão ansioso por me ter consigo que me espera diariamente à entrada da minha casa, diante de onde eu moro! Porque quem me encontrar achará a verdadeira vida, e tem a aprovação de YAHU ULHÍM. Mas quem me ofender violenta-se a si mesmo, irreparavelmente; e quem me desprezar é como se amasse a própria morte!

 

MAUSHLEI 9

 

Convites da sabedoria e da loucura

 

1-3A sabedoria já edificou o seu belo palácio, levantado sobre sete colunas; preparou um grande banquete e vinhos, fez as suas misturas de bebidas; já deu ordens aos criados, e mandou-os ir convidar toda a gente para que venha. Ela clama a todos, desde os pontos da cidade mais visíveis e onde passa mais gente:

4-6Venham, aqueles que são simples, sem muita inteligência, venham ao banquete da sabedoria e bebam as finas misturas que preparei. Deixem ficar para trás os insensatos, e comecem a viver. Aprendam a ter entendimento.

7-8Se repreenderes um trocista, tudo o que podes receber como resposta é uma boa piada; ele replicar-te-á ofensivamente. Por isso não o incomodes; só virá é a aborrecer-te por pretenderes ajudá-lo.


9Mas uma pessoa esclarecida quererá bem a quem a corrigir. Um indivíduo inteligente, quando é ensinado, fica mais culto; e aquele que é reto fica com mais capacidades, quando o instruem.

10A reverência e o temor a YAHU ULHÍM é o fundamento de toda a sabedoria. Conhecer YAHU ULHÍM acaba por ser a base de todo o conhecimento.

11Eu, a sabedoria, tornarei cada momento da vossa vida
mais proveitoso, e os anos da vossa existência mais frutíferos.

12Terás toda a vantagem em seguir a sabedoria. Mas se a desprezares, terás de suportar as consequências.

13-18Uma mulher de conduta leviana tem uma maneira de ser escandalosa; além disso é louca, e daí a sua ignorância. Senta-se à porta da casa, põe-se nas esquinas das ruas da cidade, fazendo sinais aos que vão passando, e que seguem direito nos seus caminhos. Venham comigo, diz ela aos simplórios. A fruta roubada é a mais saborosa. Maçãs trincadas às escondidas sabem melhor! E eles nem se dão conta de que os que antes já foram com ela, são agora hóspedes do inferno.

 

MAUSHLEI 10

 

MAUSHLEI de Shua-ólmoh

 

1Feliz é o homem cujo filho tem discernimento; mas a mãe dum desobediente é uma mulher bem triste.

2Os ganhos obtidos irregularmente não podem dar felicidade segura; mas o viver com justiça livra da morte.

3 YAHU ULHÍM não deixa ter fome a alma daquele que o serve, mas
rejeitará os apetites do que recusa YAHU ULHÍM.

4O que trabalha com engano virá a empobrecer; os que trabalham com aplicação enriquecerão.

5Um moço inteligente saberá juntar durante o Verão; mas que vergonha ver gente nova dormindo quando deveria estar a trabalhar!

6O que anda na justiça cobre-se de bênçãos, mas os ímpios têm a boca cheia de violência.

7Toda a gente se lembra com gosto dos que foram retos, mas o nome dos que são rebeldes a YAHU ULHÍM fica a cheirar mal, depois deles.

8Uma pessoa inteligente fica contente quando lhe dão instrução, mas o
que só tem conversas insensatas tornar-se-á um inútil.

9Quem anda com integridade, anda seguro na vida, mas aquele que segue caminhos tortuosos virá a ser descoberto.

10O fechar os olhos ao pecado só traz é tristeza, e o que anda sempre a dizer coisas sem inteligência não ficará sem castigo.

11Há como que uma fonte de vida no que diz um homem recto, mas a boca dos maus está só cheia de violência.

12O ódio reaviva velhas contendas, mas o amor passa por
cima das ofensas.

13As pessoas com bom senso são pretendidas como conselheiras,
mas aqueles que o não têm virão a sofrer castigos, como se fossem delinquentes.


14As pessoas com entendimento sabem moderar a língua, mas os loucos deitam pela boca fora o que só lhes causa tristeza e incómodos.

15A riqueza do rico é a fortaleza dentro da qual se protege, enquanto que a pobreza dos pobres é a sua ruína.

16Os ganhos do que anda com retidão contribuem para a causa da justiça, mas o indivíduo ruim desbarata os seus no pecado.

17Aquele que recebe de boa vontade a correção está no caminho da vida, mas o que a recusa anda errado.


18O que encobre o ódio é um hipócrita; o que difama o seu semelhante é um louco.

19No muito falar há sempre grande risco de pecar, mas quem sabe refrear a sua língua é sensato.

20Aquilo que diz uma pessoa reta é precioso como a prata, mas os pensamentos dos que se afastam de YAHU ULHÍM não valem nada!

21Os retos podem dar conselhos a muita gente, mas os tolos arruínam-se porque não têm bom senso.

22A Bênção de YAHU UL é que enriquece; o nosso esforço nada lhe
altera.

23Para o louco, o praticar o mal é uma brincadeira, enquanto que o
homem com entendimento tem alegria na sabedoria.

24Os temores de uma pessoa má vêm a realizar-se; em contrapartida as esperanças do reto é YAHU ULHÍM quem lhes dá cumprimento.

25Quando as catástrofes rebentam, o revoltado contra YAHU
ULHÍM é levado; mas o que anda com justiça está bem fundamentado.

26Um preguiçoso, para quem o emprega, é como o fumo para os olhos, como o ácido para os dentes.

27A reverência pelo YAHU ULHÍM aumenta o tempo da vida; os que fogem de YAHU ULHÍM não podem contar com uma vida duradoura.

28A esperança do homem bom é felicidade eterna, mas as esperanças dos maus são em vão.

29 YAHU ULHÍM protege os que andam no seu caminho; mas os que praticam a iniquidade serão destruídos.

30O indivíduo recto nunca será abalado, mas os maus não ficarão na
terra.

31A boca do que anda com justiça quando se abre é para revelar sabedoria
em abundância, mas a língua do que só sabe dizer maldades será cortada.

32O que vive na justiça sabe falar aquilo que pode ajudar os outros, mas a boca da gente perversa está sempre cheia de coisas ruins.

 

MAUSHLEI 11

 

1 YAHU ULHÍM tem repulsa por tudo o que é fraude, mas tem grande prazer na honestidade.

2A gente soberba acaba sempre por cair na vergonha; a sabedoria está do lado dos mansos.

3As pessoas honestas são conduzidas pela sua própria honestidade; as desonestas serão arruinadas pela sua maldade.

4As riquezas de nada servem no dia do juízo. Só a justiça livra da
condenação eterna.

5A justiça das pessoas íntegras torna reta a sua conduta,
mas o pecador cairá com o peso dos seus pecados.

6A justiça dos retos os livrará, mas os maus serão apanhados pela sua própria intrujice.

7Quando o pecador morre, morrem com ele as suas esperanças, porque se baseiam unicamente nas coisas materiais.

8 YAHU ULHÍM livra os retos da angústia, enquanto que aos perversos deixa-os passar por ela.

9O hipócrita destrói o seu próximo com a língua, mas YAHU ULHÍM o livra dele porque todos conhecem a sua reputação.


10Todo o cidadão se regozija com o sucesso de um homem justo, assim como também com a queda dos que rejeitam YAHU ULHÍM.

11Uma população torna-se próspera sob a influência dos retos; mas arruina-se com gente corrupta.

12Quem despreza o seu próximo carece de bom senso; aquele que tem entendimento sabe dominar-se.


13Quem anda metido em mexericos, não faz outra coisa do que espalhar intrigas; mas a pessoa de confiança sabe quando se deve calar.

14Sem uma condução sábia o povo perturba-se, mas com bons conselheiros então há segurança.

15Quem ficar por fiador de alguém que não conhece, certamente virá a sofrer. Vale mais recusar e ficar seguro.

16A honra é própria de uma mulher graciosa e guarda-a
com a mesma firmeza com que os avarentos guardam o dinheiro.

17Uma pessoa bondosa faz bem, até à sua própria alma; mas pelo contrário destrói-a quando se torna cruel.

18Os lucros que obtêm os maus, ao fim e ao cabo, não lhes rendem
nada; mas os que semeiam a justiça terão uma recompensa garantida.

19Tal como a justiça conduz à vida, assim também o que segue o mal faz isso para sua própria condenação.

20 YAHU ULHÍM aborrece profundamente os que têm um coração
tortuoso; mas tem prazer nos que buscam a perfeição.

21O indivíduo corrupto nunca virá a ficar sem castigo; os filhos dos justos escaparão.

22Como uma jóia de ouro no focinho dum porco, assim é uma mulher bonita a quem falta modéstia.


23Os que vivem com justiça podem contar com a felicidade, enquanto que os que se afastam de YAHU ULHÍM só podem esperar pela condenação.

24-25Alguns há que distribuem o que têm e ainda se tornam ricos, e outros retêm com avareza o que possuem e acabam por tudo perder. Sim, os que são generosos engordarão; os que dão a beber aos outros serão saciados!

26O povo amaldiçoa quem açambarca alimentos para especular. Contudo aqueles que vendem o que faz falta serão abençoados.


27O que procura ansiosamente o bem virá a encontrar o favor de YAHU ULHÍM, e aquele que só sabe é seguir o mal, o mal acabará por destruí-lo.

28Confia nas tuas riquezas e cairás! Confia em YAHU ULHÍM e serás como uma planta viçosa!


29O louco que provoca a sua família à zanga verá o vento levar-lhe tudo; virá a ser servo de outros que têm mais entendimento do que ele.

30Os que seguem YAHU ULHÍM são como uma árvore de vida, e o que ganha almas sábio é!

31Até mesmo os justos terão a sua retribuição nesta terra, quanto mais os maus e os pecadores!

 

MAUSHLEI 12

 

1Se gostas de aprender, terás de aceitar ser ensinado e corrigido. Recusar a repreensão e a crítica é prova de estupidez.


2Os que seguem o bem alcançam o favor de YAHU ULHÍM, e os que têm uma mente perversa serão antes condenados por ele.

3A maldade nunca traz consigo um verdadeiro sucesso para ninguém. Os que seguem YAHU ULHÍM, esses sim, estarão bem fundamentados na vida.

4Uma mulher virtuosa é motivo de alegria para o seu
marido; mas a que procede vergonhosamente tira-lhe a força.

5A mente duma pessoa de bem está cheia de pensamentos correctos, mas a dos que se afastam de YAHU ULHÍM só têm é mentira e falsidade lá dentro.

6A gente má, quando fala, é para acusar e armar ciladas; mas os rectos saberão defender-se.

7Os maus serão abatidos e desaparecerão, mas a casa dos justos permanecerá firme.

8Cada um será louvado pelo bom senso de que dá provas; mas quem tem uma mente pervertida encontrará o desprezo do seu semelhante.

9É preferível aparentar um ar um tanto mais rude e ter em casa o suficiente para comer, do que andar muito aprumado e elegante mas passar fome!

10As pessoas de bem preocupam-se até com a saúde dos
seus animais, mas a gente má, mesmo quando pretende fazer misericórdia, torna-se cruel.

11O trabalho feito com aplicação e esforço conduz à prosperidade. Só quem não tem realmente juízo nenhum se dá à ociosidade.

12Os maus têm inveja uns dos outros, enquanto que os justos desejam, no fundo de si mesmos, o bem do seu semelhante.

13O ímpio é apanhado pela sua fala pecadora; a
honestidade é a melhor defesa dos que seguem a justiça.

14O falar a verdade dá às pessoas uma grande satisfação íntima; o trabalho honesto virá sempre a recompensar quem o faz.

15Os tolos pensam que nunca precisam de conselhos, mas
os que têm verdadeiro entendimento sabem ouvir a opinião dos outros.

16Os loucos são desequilibrados e precipitados; os que têm bom senso sabem manter a cabeça fria e dominarem-se mesmo quando os insultam.

17Quem fala verdade põe em evidência a justiça; uma pessoa falsa só saberá revelar mentira e engano.

18Há gente cujas palavras ferem como pontas de espada, enquanto que a fala dos que têm sabedoria é como se desse saúde aos outros.

19A verdade aguenta, inalterável, a prova do tempo. A mentira não dura muito que não seja descoberta!

20Engano é tudo o que há no coração dos que só se ocupam em
maquinar o mal. Mas há alegria transbordante na vida dos que procuram construir a paz.

21Nenhum agravo sobreviverá ao justo, mas os maus vivem em constante inquietação.

22 YAHU ULHÍM tem todo o prazer nos que cumprem o que prometem,
mas repudia em absoluto os que não agem assim.

23Uma pessoa prudente revela o que sabe com moderação e equilíbrio, mas os loucos lançam aos quatro ventos os seus disparates.

24Quem trabalha aplicadamente ganhará qualidades para vir a
conduzir os outros. Os preguiçosos nunca terão sucesso na vida.

25As preocupações tornam-se um peso grande no coração das pessoas. Nessas alturas, uma palavra amiga de apoio é capaz de fazer maravilhas!

26Um indivíduo sensato pede conselho aos seus amigos; os outros precipitam-se de cabeça nas situações, e deitam tudo a perder.

27O preguiçoso não chega sequer a assar a presa que caçou. Aquele que é diligente sabe tirar, a seu tempo, o devido proveito do que alcança.

28O caminho da justiça conduz à vida. Nele não há que ter medo da
morte!

 

MAUSHLEI 13

 

1Os filhos sensatos aceitam os avisos dos pais. Os que se têm a si mesmos em grande conta desprezam-nos.

2As pessoas honestas ganham as suas causas com uma argumentação cuidada e séria. Pelo contrário os transgressores; só sabem defender-se por meio da violência.

3O que sabe controlar o seu espírito sabe também com certeza dominar a língua. Mas quem abre precipitadamente a boca leva tudo à ruína.

4O preguiçoso quer ter muita coisa, mas é muito pouco o que consegue obter; enquanto que os que trabalham com aplicação prosperam.

5Os justos aborrecem a mentira; os pecadores mentem constantemente e espalham infâmias por toda a parte.

6A própria justiça protege aquele cuja conduta é íntegra; a maldade dos pecadores destrui-los-á.


7Há quem se faça passar por rico e nada tem. Outros há que passam por pobres e têm grandes riquezas!

8Os raptos e os pedidos de milhões para resgate nunca foi
coisa que preocupasse os pobres.

9A vida dos justos está cheia de luz. O caminho dos pecadores é escuro; e até a luzinha que o ilumina virá a apagar-se.


10O orgulho leva sempre a discussões, mas os que admitem os conselhos são verdadeiros sábios.

11A riqueza obtida à pressa por especulação virá a
desaparecer, mas aquela que se obtém pelo trabalho virá a aumentar.

12Uma esperança muito demorada faz o coração doente; mas quando os sonhos se realizam trazem vida e alegria.

13O que despreza a palavra de YAHU ULHÍM virá a
perder-se, mas o que respeita os seus mandamentos será bem sucedido.

14O ensino dos sábios é uma fonte de vida, capaz de desviar das armadilhas da morte.

15O bom senso é coisa sempre apreciada. O caminho da gente corrupta é duro de trilhar.

16Um indivíduo prudente age com conhecimento de causa; o insensato até faz gala da sua cretinice.

17Um mensageiro que não é de confiança pode provocar
muito transtorno. O embaixador digno de crédito saneia as situações.

18Quando se rejeita a repreensão, virá a cair-se na pobreza e na desgraça. Contudo se se sabe aceitar a crítica sã, está-se no caminho da honra.

19Um sonho que se realiza é coisa que faz bem à alma. Os loucos recusam abandonar os seus desejos quando são condenáveis.

20Se fores companheiro de pessoas sensatas, ganharás
entendimento; mas, se andares com gente tola, ver-te-ás em apuros.

21O mal persegue os pecadores, enquanto que bênçãos seguem os passos dos justos.

22Uma pessoa de entendimento procura deixar uma herança para os seus filhos e netos. Os pecadores, quando morrem, aquilo que têm é como um depósito a favor dos justos.

23A terra que o pobre cultiva pode ser muito rica, mas frequentemente
são as injustiças que o tornam pobre.

24Se recusares disciplinar o teu filho, dás provas de que não o amas devidamente. Porque se o amasses saberias castigá-lo sempre que é preciso.

25O justo come e fica satisfeito; no entanto os maus andam sempre com fome.

 

MAUSHLEI 14

 

1Uma mulher sabedora compreende como deve construir
a sua casa, mas uma louca é capaz até de a destruir toda, à custa do seu
desvario.

2A honestidade é coisa que honra YAHU ULHÍM. O pecador que se desvia
do seu caminho está a desprezá-lo.

3Nas palavras do louco germina o orgulho! Mas a fala do entendido é respeitada.

4Um estábulo vazio de animais permanece limpo. Mas o certo é que também com um estábulo limpo não há ganhos.

5Uma testemunha digna de confiança não mentirá. Uma falsa testemunha respira mentira!

6O escarnecedor nunca chega a encontrar a sabedoria de que diz andar à
procura, ainda que esta chegue facilmente até às pessoas de bom senso.

7Se procuras conselhos, afasta-te da gente insensata.

8A sabedoria duma pessoa sensata manifesta-se preparando o futuro. O louco revela a sua insensatez enganando-se a si mesmo.

9Os loucos fazem pouco do pecado. Os que respeitam YAHU ULHÍM
conhecem-se pela sua vontade em fazer o bem.

10Só a própria pessoa sabe medir a amargura ou a alegria que lhe vai na alma. Os outros nunca poderão realmente compartilhar dos seus sentimentos.

11A casa dos que recusam YAHU ULHÍM virá a
ser destruída; enquanto que a habitação da gente recta florescerá.

12Diante de cada ser humano abre-se um caminho que parece ser uma via segura, mas que acaba por levar à morte.

13O riso pode esconder um coração amargurado. Acabada a
alegria, a tristeza torna a vir ao de cima.

14O traidor acabará por ter nojo da sua falsidade; mas a vida dos retos é cheia de interesse.

15Só os simplórios acreditam em tudo quanto se lhes diz. Um indivíduo sensato procura certificar-se das situações.

16Uma pessoa com entendimento é cautelosa. Os tolos atiram-se de cabeça, com toda a confiança, seja para onde for.

17Quem se irrita com facilidade vem sempre a fazer disparates, e naturalmente tende a aborrecer os que se controlam.

18Os simples recebem como herança a estupidez,
mas os que têm discernimento têm em paga o conhecimento.

19Os maus e os pecadores virão certamente um dia a inclinar-se perante os justos.

20O pobre até pelos seus companheiros é desprezado, enquanto que os ricos têm muitos amigos.

21Desprezar o seu semelhante é um pecado. Abençoados serão os que se
interessam pela situação dos mais desfavorecidos.

22Os que praticam o mal perdem-se na vida. Mas os que sabem fazer planos de bem terão em paga o bem e a tranquilidade.

23O trabalho traz ganhos. A muita conversa traz pobreza.

24Os sábios são louvados pelo seu entendimento. Os loucos são postos de parte por causa da sua insensatez.

25Uma testemunha de confiança que diz a verdade pode até salvar uma pessoa. Uma falsa testemunha é traição.

26Temer YAHU ULHÍM dá ao homem grande força interior; e até os seus filhos encontrarão nisso proteção.


27O reverenciar YAHU ULHÍM é uma fonte de vida; as suas águas livram da morte.


28Uma população que se desenvolve é a glória dos governantes; a sua redução é a ruína deles.

29Uma pessoa com entendimento sabe controlar o seu temperamento.Ela dá-se conta de que a irritação leva a muitos enganos.

30Um coração em paz prolonga a vida; mas a inveja faz apodrecer os ossos.

31Quem oprime os pobres e os fracos insulta o Criador dos homens. Ajudá-los é honrar YAHU ULHÍM.

32Os pecadores serão expulsos por causa dos seus pecados; mas o justo, mesmo quando morre, encontrará um refúgio.

33A sabedoria está bem assente no coração das pessoasde bom senso. Contudo, para os loucos, ela tem de ser gritada bem forte, a fim de que possam ouvi-la.

34A justiça exalta as nações, mas o pecado faz miseráveis os povos.

35O rei alegra-se com aqueles que sabem o que devem fazer
quando estão ao seu serviço. A sua cólera cairá sobre os que se tornam uma fonte de perturbações.

 

MAUSHLEI 15

 

1Uma resposta delicada anula a irritação; as palavras duras suscitam à cólera.

2Aquele que ensina com sabedoria faz da aprendizagem uma alegria. Mas do professor incompetente só jorra disparates.


3Os olhos de YAHU UL estão em toda a parte, observando tanto os bons como os maus.

4Uma palavra reconfortante é uma árvore de vida. Mas se houver má
vontade, logo nasce a discórdia.

5Só os tolos desprezam a opinião dos pais; mas
uma pessoa prudente toma em consideração as suas sugestões e avisos.

6O ser-se justo representa um grande tesouro; a inquietação assola os pecadores.

7Dos lábios da gente de bom senso saem generosamente pensamentos justos. O que não acontece com os que se insurgem contra a justiça.

8 YAHU ULHÍM repudia firmemente o culto e os sacrifícios prestados por aqueles que não lhe obedecem, mas tem todo o prazer nas orações dos rectos.

9 YAHU ULHÍM reprova os feitos dos pecadores, mas ama os que seguem a justiça.

10 YAHU ULHÍM corrigirá severamente os que desprezam a verdade; e os que se revoltarem contra essa correção morrerão.

11Nem mesmo as próprias profundezas do inferno podem
ocultar-se aos olhos de YAHU ULHÍM, quanto mais o coração dos seres humanos!


12Os escarnecedores nunca se chegam às pessoas com entendimento porque não gostam de ser repreendidas.

13Um rosto alegre traduz a felicidade dum coração. A aflição do íntimo reflete-se na expressão que apresenta.

14As pessoas com discernimento na vida estão sempre sedentas da verdade; por seu lado os tolos engordam só com parvoíces.

15Quando alguém está aflito, tudo lhe parece sombrio
e mal. Na alegria, tudo corre bem!

16É melhor viver com pouco na vida, mas amar e obedecer a YAHU ULHÍM, do que ser multimilionário e viver dia-a-dia com aflições.

17Vale mais ter um simples caldo para almoçar, mas na companhia
daqueles que amamos, do que ter o melhor que há para comer num ambiente de discórdia.

18Um indivíduo irascível está sempre a levantar discussões. O que
lhe vale são as pessoas que sabem dominar-se, para pôr um ponto final na contenda.

19Para o preguiçoso, a vida é como um caminho todo cheio de espinhos,
onde a cada momento tem medo de picar-se. Mas os retos sabem fazer dela um caminho plano, de piso seguro.

20Um filho sábio procura dar alegria aos seus pais. Os insensatos desprezam a opinião deles.

21Os pobres de entendimento ficam todos contentes com palermices. As pessoas de juízo procuram ter uma conduta sensata.

22Um empreendimento feito sem o conselho dos que conhecem o
assunto falha. São eles que podem dar uma garantia de sucesso.

23Toda a gente gosta de dar bons conselhos, e como é bom ser-se capaz de dizer aquilo que é preciso, no momento preciso!

24Para os que seguem YAHU ULHÍM, o caminho da vida
é para cima, deixando para trás o inferno.

25 YAHU ULHÍM destruirá as riquezas dos orgulhosos, mas cuidará das posses das viúvas.

26 YAHU ULHÍM aborrece solenemente os pensamentos dos pecadores, mas tem todo o prazer nos que se conduzem de forma limpa e pura.

27O dinheiro ganho desonestamente traz perturbação para toda a família. O aborrecer o suborno traz felicidade.

28Uma pessoa reta pensa antes de falar. Os maus são capazes de falar sem um mínimo de reflexão.

29 YAHU ULHÍM está bem longe dos pecadores; mas quanto à oração
dos que o seguem, essa sim, ouve-a!

30Um olhar feliz e uma boa notícia são coisas que dão felicidade, que dão forças renovadas.

31-32Os que sabem aproveitar as críticas construtivas virão a ser recebidos no meio das pessoas sensatas. Quem as rejeita prejudica-se profundamente.

33Temer YAHU ULHÍM e saber ser humilde é o fundamento da sabedoria e da dignidade humana.

 

MAUSHLEI 16

 

1Nós podemos fazer os nossos próprios
planos, mas o resultado final está nas mãos de YAHU ULHÍM.

2Podemos pretender provar que temos razão. Mas YAHU ULHÍM convencer-se-á disso?

3Entrega o teu trabalho a YAHU ULHÍM, e os teus planos irão por diante.

4Tudo o que YAHU ULHÍM fez tem um objetivo. E o destino dos maus é serem castigados!

5 YAHU ULHÍM abomina o orgulho. Por muito que se faça, o orgulho não escapará ao castigo.

6A culpa é perdoada pela misericórdia e pela verdade. É obedecendo e reverenciando YAHU ULHÍM que o ser humano se pode resguardar do mal.

7Quando uma pessoa procura agradar a YAHU ULHÍM, YAHU ULHÍM faz com que até os seus piores inimigos tenham paz com ele.

8Melhor é ter pouco, mas com honestidade, do que ter uma grande
fortuna ganha por meios desonestos.

9Ao elaborarmos os nossos planos, devíamos sempre contar com a intervenção de YAHU ULHÍM.

10As palavras do rei são como uma mensagem de YAHU ULHÍM, as suas decisões são justas.

11 YAHU ULHÍM exige justiça em todos os assuntos e negócios. Ele mesmo estabeleceu esse princípio.


12Um chefe de estado tem horror à iniquidade, porque o seu direito de governar só pode ter como fundamento a justiça.

13Um povo que fala e respeita a verdade e que ama a justiça faz felizes os seus governantes.

14A severidade daquele que exerce a autoridade abala-nos como quando recebemos uma notícia de morte. As pessoas sabedoras encontrarão a forma de corrigirem aquilo que provocou esse rigor.

15Quando o rosto do rei exprime alegria, isso é vida! A sua benevolência
é como uma nuvem de chuva serôdia.

16Quanto melhor é ter sabedoria do que muito
ouro! E como vale mais o entendimento na vida do que montes de dinheiro!

17O caminho dos justos distingue-se essencialmente por se desviar do mal; quem segue por ele está em segurança!

18Ao orgulho segue-se a ruína, e a arrogância vem antes da queda.

19É preferível pôr-se ao lado dos humildes e dos simples,
do que partilhar de privilégios com gente altiva.

20 YAHU ULHÍM abençoa os que obedecem consciente e refletidamente à sua palavra, e os que confiam em YAHU ULHÍM serão felizes.

21O indivíduo sábio será conhecido pelo seu bom senso, e
quem ensina outros tornar-se-á mais persuasivo empregando palavras adequadas.


22A sabedoria é fonte de vida para os que a possuem. O castigo dos loucos é a sua própria loucura.

23Do íntimo de quem tem entendimento saem palavras inteligentes, capazes de persuadir os outros.

24As palavras amáveis e delicadas são como o mel; fazem bem à alma, dão saúde à vida.

25Na frente de cada pessoa encontra-se um caminho que parece direito e seguro, mas no fim do qual se encontra a morte.

26A fome é boa para levar o homem a trabalhar a fim de satisfazer a sua necessidade.

27O malfeitor provoca o mal, e aquilo que diz é como um fogo!

28As pessoas perversas estão sempre a levantar contendas, e o intriguista é capaz de separar os melhores amigos.

29-30A gente violenta costuma aliciar outros para os levar por caminhos condenáveis. Fecham os olhos imaginando cuidadosamente tudo o que há de pior a tramar; e de lábios cerrados tomam a firme decisão de levar os seus planos perversos por diante.

31Os cabelos brancos representam dignidade; eles vêem-se nos que caminham na
justiça.

32Uma pessoa que é paciente vale mais do que alguém muito corajoso. É
melhor saber dominar-se do que controlar um exército.

33As pessoas têm o hábito de tirar à sorte para muito assuntos, mas no fim de contas é sempre de YAHU ULHÍM que dependem as situações.

 

MAUSHLEI 17

 

1Melhor é um pedaço de pão seco mas comido com tranquilidade, do que ter a casa cheia de boa comida, no meio de discussões constantes.

2Um mordomo inteligente procurará disciplinar e orientar os filhos do seu patrão que procedem mal. Se realmente assim fizer, virá a ter direito a uma parte da herança.

3O ouro e a prata são purificados pelo fogo, mas só YAHU ULHÍM é quem purifica os corações.

4Os pecadores procuram a companhia dos que falam e fazem como eles; todo o mentiroso se sente bem na companhia de outros mentirosos.

5Desprezar os pobres é insultar YAHU ULHÍM, que criou todos os
homens. Não ficará sem castigo aquele que se alegra com a desgraça alheia.


6Para uma pessoa, os seus netos são como que a sua coroa de glória, tal como para um filho o é também seu pai.

7Normalmente, não se espera ouvir coisas sensatas da boca dum louco, assim como dum governante não contamos que falte à verdade.

8Muitas vezes os presentes funcionam, no fundo, como a chave mágica de muitas situações, servindo de muito para quem os utiliza!

9A amizade faz esquecer muita coisa mal feita. Mas os que andam sempre a discutir são capazes de separar os melhores amigos.

10A repreensão dada a uma pessoa sensata atinge muito mais eficazmente os seus objetivos do que cem açoites aplicados a um insensato.

11Os perversos vivem só para fazer o mal, por isso não deixarão de
ter alguém que os castigue severamente.

12Será menos perigoso ter um encontro com uma ursa enfurecida por lhe terem roubado os filhotes, do que com um doido num acesso de fúria.

13Para quem paga o bem com o mal haverá sempre maldição na
sua casa.

14É difícil parar uma disputa depois de começada; por isso o melhor é
evitá-la antes de se ficar envolvido nela.

15 YAHU ULHÍM repudia tanto os que fecham os olhos às culpas dos maus como os que condenam os justos.

16De que serve gastar dinheiro em educar um tolo que não deseja alcançar sabedoria?

17Um verdadeiro amigo é sempre leal, e é nos momentos difíceis que se conhecem os amigos fiéis.

18É prova de pouco juízo ficar por fiador doutra pessoa e responsabilizar-se pelas suas dívidas.

19Os pecadores gostam das discussões e da violência; e quem se exalta procura a ruína.

20Um espírito perverso nunca será feliz, tal como aquele cujas intenções são desonestas.

21Triste coisa é ser-se pai dum filho insensato e desobediente.

22Um coração alegre faz o mesmo efeito dum bom remédio, mas um espírito abatido torna todo o corpo doente.

23É pecado aceitar presentes para torcer a justiça.

24A sabedoria vê-se no rosto das pessoas sensatas. Os loucos, quando se tornam ambiciosos, chegam a querer para si a terra inteira!

25Um filho insensato é um desgosto para o seu pai, é a amargura para quem o deu à luz!

26É uma coisa extremamente mal feita quando os
governantes castigam os justos e punem os que agem com honestidade.

27As pessoas entendidas, que têm conhecimento da vida, sabem quando devem calar-se.


28Por isso até o tolo é capaz de passar por esperto, quando sabe ficar quieto; e quando cala a boca, até pode ser tomado por inteligente!

 

MAUSHLEI 18

 

1O individualista, que faz tudo sempre sozinho, é um egoísta, que recusa toda a espécie de conselhos.

2Os loucos não querem saber de como são as coisas na realidade. O que lhes interessa é só gritar aos quatro ventos o que pensam.

3Aparecem os malfeitores, e logo com eles vem a infâmia, o desprezo, o insulto.

4As palavras de um homem sábio exprimem profundas torrentes de pensamento.

5Quem favorece os malfeitores a fim de poder condenar o inocente, está agindo com profunda injustiça.

6-7Os doidos, são eles próprios a provocar as contendas; as coisas que eles dizem acarretam-lhes dissabores, e armam-lhes ciladas.

8As conversas sobre a vida alheia são, para o linguareiro, como saborosos petiscos que deliciam o íntimo do seu ser.

9O preguiçoso que faz um trabalho com negligência é como se estivesse destruindo uma obra de valor.

10O Shúam (Nome) de YAHU UL é como uma poderosa fortaleza; os fiéis acorrem e acham aí perfeita segurança.

11O rico considera a sua riqueza como uma cidade inatacável, como uma muralha perfeitamente segura.

12O orgulho acaba sempre na ruína; mas também a honra vem
sempre precedida da humildade.

13Responder antes de ouvir é loucura! É mesmo uma vergonha para quem o faz!

14A moral  duma pessoa pode ajudá-la na doença.
Mas para um espírito abatido, que esperança haverá?

15Uma pessoa esclarecida está sempre pronta a adquirir novos conhecimentos, e tem o ouvido atento a tudo o que possa enriquecer o seu espírito.

16Os presentes são coisas que por vezes até fazem milagres, e conseguem dar acesso a pessoas consideradas muito
mportantes!

17Quando há um debate, o primeiro a falar parece ter toda a razão.
Mas depois aparecem os outros a contestá-lo, e a rebater os seus argumentos.


18Tirar à sorte é capaz de decidir o fim de uma discussão, e a posição de gente poderosa.

19Um irmão ofendido torna-se mais impenetrável do que uma
fortificação militar. As querelas fecham-no como se fossem ferrolhos dum velho
castelo.

20Para uma pessoa que sabe dar bons conselhos, isso dá-lhe satisfação
como se comesse um bom prato quando está com fome.

21Frequentemente a morte e a vida dependem da força da linguagem. Por isso quem usa dela terá de pensar bem no alcance e nas consequências do que diz.

22Um homem que encontra uma esposa
acha uma boa coisa. Ela é uma bênção da parte de YAHU UL.

23O pobre fala suplicando, mas quantas vezes o rico lhe responde duramente!

24Quem tem muitos amigos pode dar-se por muito satisfeito. Mas há um amigo que é mais chegado do que um irmão!

 

MAUSHLEI 19

 

1Uma pessoa honesta, ainda que pobre, é sempre alguém a quem se dá valor. Um caluniador, e ainda por cima de inteligência limitada, ninguém o considera.

2Uma intenção expressa irrefletidamente não é bom, e quem é precipitado nos seus atos peca.

3Uma pessoa pode dar cabo da sua vida por causa da sua má cabeça, e no fim acaba por culpar YAHU ULHÍM pelo que lhe acontece!

4As riquezas arranjam sempre muitos amigos, e quando alguém empobrece, até o seu melhor amigo é capaz de o deixar!


5Não será impunemente que alguém serve de falsa testemunha, e quem diz mentiras não escapará.

6Muita gente procura lisonjear os poderosos. E quanta gente não
se torna logo amiga de quem lhe sabe dar presentes!

7Se até os irmãos do pobre o aborrecem e se afastam dele envergonhados, quanto mais os que se dizem apenas seus amigos! Por muito que explique e que fale, não lhe ligam.

8Quem obtém entendimento é porque procura cuidar com inteligência do seu próprio ser, e quem mantém a sua razão esclarecida prosperará.

9Uma falsa testemunha não ficará sem castigo, e o mentiroso virá a ser apanhado!

10Não parece certo a ninguém que um tolo venha a ser bem sucedido na vida. Também é coisa errada que um servo se ponha a dar ordens a quem foi investido de autoridade.

11Um indivíduo sensato procura controlar a sua irritação e não valorizar as ofensas. Isto afinal só vem contribuir para o seu prestígio.

12A ira daquele que governa um povo é tão perigosa como a do leão. Mas a sua simpatia refresca e renova, como o orvalho que cai sobre a natureza.

13Um filho insensato é uma grande calamidade para os pais. Uma mulher sempre a ralhar faz o mesmo efeito que gotas caindo continuamente sobre a cabeça de alguém!

14Uma casa e riquezas são coisas que se pode receber como uma simples herança. Mas uma esposa sensata é verdadeiramente um dom de YAHU ULHÍM!

15A preguiça faz mergulhar num profundo torpor, e o estômago do negligente acaba por sofrer de fome!

16Quem guarda os mandamentos de YAHU ULHÍM guarda-se a si próprio; ignorá-los pela indiferença significa a morte.

17Quem dá aos pobres empresta a YAHU ULHÍM, o qual virá a
pagar com juros largamente vantajosos.

18Corrige o teu filho enquanto é novo, enquanto ainda há esperança. Se não o fizeres arruinarás a sua vida.

19Uma pessoa que perde a calma e que se irrita violentamente terá de vir a sofrer as consequências da sua atitude. Se os outros vierem a desculpá-lo, estão a incitá-lo a recomeçar os seus excessos.

20Ouve os conselhos que te derem e aceita as correções, para que sejas sábio todo o resto da tua vida.

21Muitos são os projetos que se formam no espírito dos homens, mas só os planos de YAHU ULHÍM perduram.

22Uma pessoa bondosa torna-se, naturalmente, simpática. Vale
mais ser-se pobre do que desonesto.

23O temor de YAHU ULHÍM produz uma verdadeira vida, dá felicidade e protege do mal!

24Há gente tão preguiçosa que até lhe custa levar a mão à boca para comer.

25Se castigares o escarnecedor, outros haverá como ele que ao ver isso procurarão corrigir-se. As pessoas sensatas são capazes de, através das críticas que lhes possam fazer, ficar mais sabedoras ainda.

26Um filho que maltrata ou que aflige os seus pais torna-se
uma vergonha social.

27Quando te estiverem a ensinar coisas, nunca deixes que
te desviem daquele conhecimento que já verificaste ser correto.

28A falsa testemunha não quer saber da justiça para nada. A boca da gente má ingere iniquidade.

29Há castigo já preparado para os que desprezam a sabedoria, ou que
lhe ficam indiferentes.

 

MAUSHLEI 20

 

1O vinho dá uma falsa coragem; as bebidas alcoólicas provocam rixas. Todos os que se deixam dominar por elas, perdendo o controlo de si mesmos, são loucos.

2A zanga dum governante mete tanto respeito como o rugido dum leão. Dar ocasião a que a sua cólera se acenda é arriscar a própria vida.

3Uma pessoa que sabe evitar brigas pode considerar-se digna de
todo o respeito. Só os tolos se metem em discussões.

4O preguiçoso não quer lavrar a terra na estação própria. Quando chega a época da colheita, não tem que comer.

5Por mais fundo que se escondam no coração do ser humano os seus
pensamentos, um indivíduo com bom entendimento saberá tirá-los para fora.

6Toda a gente diz que sabe ser um amigo leal para os outros. Mas sê-lo-ão mesmo?

7A melhor herança de todas é ter um pai que anda nos caminhos da justiça.

8Um governante, quando tem de tomar decisões, pesa todas as informações que recebe, distinguindo cuidadosamente o que é verdade e o que é falso.

9Quem poderá dizer: O meu coração é puro. Estou sem pecado?

10Ter diversos pesos e medidas, diferentes critérios para aplicar a este ou aquele conforme as conveniências, é coisa que YAHU ULHÍM abomina.

11Até uma criança se revela pela sua maneira de agir. Através da sua conduta se pode verificar se ela é pura e honesta.

12Saber ouvir e ver – pode considerar-se isso um dom de YAHU ULHÍM.

13Se te dás muito ao sono, acabarás por empobrecer. Mantém-te desperto e te fartarás de pão.


14Isto não é grande coisa. Tem pouco valor!, diz o comprador ao discutir o
preço. Mas depois do negócio feito, vai-se embora a gabar-se da boa compra que


fez. 15Ouro e jóias é coisa de alto preço, mas não se compara com o valor de uma fala repassada de bom senso e de conhecimento.

16Quem fica por fiador de alguém que não conhece é como se estivesse já a dar-lhe até a própria roupa que tem.

17Há muita gente que até se sente feliz a mentir e a enganar os outros.
Mas mais tarde isso sabe-lhes a um bolo de pastelaria que comessem todo cheio de areia.

18Os projetos que se fazem devem ser amadurecidos com reflexão. Não
se vai à guerra sem se ter refletido no que se faz.

19Nunca te abras com um linguareiro. Evita a gente que fala demais.

20Para quem amaldiçoa o pai ou a mãe, a sua luz apagar-se-á no meio de densas trevas.

21Uma fortuna rapidamente obtida através da desonestidade não poderá vir a trazer bênção ao que a possui.


22Não digas: Hei-de vingar-me! Espera, e YAHU ULHÍM se encarregará do assunto.


23 YAHU ULHÍM odeia o uso de balanças falsificadas, assim como diferentes formas de ajuizar, conforme as pessoas.

24 YAHU ULHÍM é quem dirige a nossa vida. Por isso as pessoas não entendem o que lhes acontece?

25É perigoso uma pessoa fazer levianamente promessas a YAHU ULHÍM, e só depois pensar no que disse.

26Um governante sábio esmaga o crime com castigos severos.

27A consciência do homem é como que uma lâmpada para YAHU ULHÍM, que ilumina e desvenda tudo o que há de mais secreto no seu íntimo.

28O chefe duma nação cuja forma de atuar é marcada pela honestidade e pela lealdade está dando ao seu governo uma base bem firme.

29Se por um lado os jovens têm brio na sua força,
por outro os velhos sentem-se honrados com os seus cabelos brancos.

30Um castigo que faz mesmo doer é remédio para a maldade; e os açoites tocam no mais íntimo do ser.

 

MAUSHLEI 21

 

1Assim como a água pode ser canalizada para onde for preciso, assim YAHU ULHÍM pode dirigir segundo a sua vontade os pensamentos de quem governa.

2O que uma pessoa faz parece-lhe bem feito, mas só
YAHU ULHÍM sabe avaliar corretamente as intenções.

3 YAHU ULHÍM tem ainda mais alegria quando se pratica a justiça e se julga com rectidão, do que quando lhe fazemos ofertas.

4O orgulho, a altivez para com os outros, o luxo ostensivo,
tudo isso é sempre pecado para com YAHU ULHÍM!

5O trabalho refletido de uma pessoa diligente leva certamente à prosperidade. Mas a impaciência e a precipitação vêm a dar unicamente na pobreza.

6Dinheiro junto por meio da mentira torna-se uma prosperidade ilusória. É como buscar a sua própria ruína.


7Visto que os pecadores se recusam a praticar a justiça, virão a ser destruídos pela sua própria violência.

8 homem revela-se pelos seus atos: os do mau são
tortuosos; mas aquele que é honesto tem uma conduta reta.

9Vale mais morar num canto dum sótão do que com uma mulher conflituosa numa bela casa.

10A alma do pecador está cheia de maldade, até mesmo para com o seu amigo.

11Uma pessoa inteligente aprende quando é instruída; mas os tolos só aprendem quando vêem os incrédulos castigados.

12Os que seguem YAHU ULHÍM, consideram atentamente o que
acontece às famílias dos pecadores, quando são arrastados para o mal.

13Os que fecham os ouvidos aos apelos dos pobres também virão a ser esquecidos quando chegar a hora de gritarem por auxílio.

14Um presente dado discretamente é capaz de abater a zanga, de acalmar uma violenta indignação.

15Para uma pessoa honesta, é uma alegria quando se faz justiça; mas para os que praticam a iniquidade isso é um espanto.

16Quem se afasta do caminho do bom senso acabará por ir descansar na companhia dos mortos.

17Os que amam os prazeres caem na pobreza; os escravos das bebidas alcoólicas e do luxo nunca virão a saber o que é a verdadeira prosperidade.

18Os pecadores acabarão perdendo; os fiéis virão a ser salvos.

19Vale mais viver num deserto do que com uma mulher rixosa e
irascível.

20Na casa duma pessoa de bom senso há bem-estar e poupanças; mas o
insensato dá cabo de tudo quanto ganha.

21Quem segue a justiça e a lealdade achará na vida honra e também justiça.

22A sabedoria do sábio dá-lhe força para
tomar até uma cidade fortificada e anular a força dos que a defendem.

23Aquele que sabe guardar a sua boca e controlar o que diz, protege a sua alma de muitos aborrecimentos.

24Os soberbos são em geral pessoas trocistas e presumidas. É no
fundo uma questão de orgulho.

25-26Os desejos do preguiçoso acabam por matá-lo porque as suas mãos se recusam ao trabalho e passa todo o tempo a querer coisas. Mas o justo tem uma vida diferente: ele gosta de dar com generosidade.


27 YAHU ULHÍM recusa sacrifícios dos pecadores, e muito mais se esses
sacrifícios são feitos com intenções desonestas.

28Uma falsa testemunha será castigada. Aquele que soube observar os fatos, falará com segurança e sem que alguém o conteste.

29Os pecadores são em geral pessoas teimosas; mas os retos
sabem considerar corretamente as e quando for velho ainda continuará a andar por ele.

7Os ricos dominam os pobres; assim também quem pede emprestado fica na dependência de quem lhe empresta.

8Quem semear perversidade recolherá males. As suas armas de violência se encravarão.

9Bem-aventurados são os que recebem os pobres com bondade; serão abençoados porque repartiram com eles o seu próprio prato.

10Manda embora o que despreza YAHU ULHÍM, e acabar-se-ão as discussões e os insultos.

11Aquele que dá valor a um coração puro e cujas falas são sensatas, terá por seu amigo o rei.

12Os olhos de YAHU UL velam sobre aquele que tem sabedoria, mas contraria os pensamentos do pecador.

13Os preguiçosos inventam muitas desculpas: Não posso ir trabalhar. Pode haver um leão lá fora e ainda me arrisco a morrer., dizem eles!

14A boca das mulheres de má vida é como uma cova profunda. Caem nela os que YAHU ULHÍM reprova.

15A insensatez é uma característica naturalmente ligada ao coração dos meninos. Mas a disciplina e a correção afastará deles esse mal.

16Quem oprime o pobre para poder enriquecer ou para agradar aos ricos, acabará na pobreza.

 

Conselhos dos sábios

 

17-19Ouve atentamente, escuta as palavras dos sábios e consagra o teu coração a estudar a minha experiência. Verás como é bom guardá-las no íntimo e aplicá-las a tudo o que disseres, para que a tua confiança esteja posta em YAHU ULHÍM. É por isso que te faço saber agora todas estas coisas, a ti, pessoalmente.

20-21Não é verdade que te tenho escrito já coisas excelentes referentes ao conhecimento e à experiência da vida? E se o fiz foi para te dar a certeza da verdade, e para que possas responder com essa mesma verdade a quem vier pedir-te conselhos.

22-23Não explores o pobre pelo fato de não ter defesa, nem oprimas os que vivem aflitos. Porque YAHU ULHÍM é a favor deles e perante a justiça defenderá a sua causa, e a quem lhes rouba a vida será tirada a vida!

24-25Não andes com gente desordeira, nem acompanhes pessoas violentas, para não vires a aprender os seus modos, arriscando-te a perderes a tua alma.

26-27Não sejas dos que, com um simples aperto de mão, se deixam ficar por fiadores de dívidas alheias. Se tu próprio não tens com que pagar, porque ficarias sujeito a que te venham tirar até a cama debaixo de ti?


28Não alteres os marcos que limitam as terras e que já os teus antepassados fixaram.

29Tens visto certamente pessoas que trabalham diligentemente: serão
bem sucedidas, os governantes dar-lhe-ão responsabilidades e não passarão despercebidas.

 

MAUSHLEI 23

 

1-3Quando fores convidado para comer com alguém de alta posição social toma cuidado com a forma como te serves. Se és glutão põe um freio à tua garganta, por muito apetitosa que seja a comida. Pois pode ser que ele queira subornar-te com a comida, e nada de bom virá desse convite.

4-5Não te esgotes com a ambição de enriqueceres. Dá de mão de todos
esses teus cálculos. Irás tu fixar o olhar naquilo que não é nada? As riquezas têm asas e desaparecerão no ar como pássaros!

6-8Não fiques a dever favores a gente má; não cobices as suas concessões. A sua falsa bondade é um truque que usam contra ti. Eles poderão dizer-te: Come e bebe à vontade! Mas na realidade não são teus amigos, é só para te apanhar. O que receberes deles virá a azedar-te no estômago e vomitarás tudo. E terás que engolir depois as doces palavras de agradecimento que lhes disseste.

9Não desperdices as tuas palavras com o teimoso. Quanto melhor for o teu conselho tanto mais ele o desprezará.


10-11Não desloques, em teu favor, os limites das terras estabelecidos pelos teus antepassados, nem ocupes o terreno dos órfãos indefesos. Porque o seu defendor é poderoso; ele próprio defenderá a causa deles contra ti.

12Deixa o teu coração aplicar-se à educação e à disciplina. Não recuses as críticas; elas são-te necessárias.

13-14Não deixes de corrigir os teus filhos. Porque a disciplina e a correção nunca mataram ninguém. Talvez te custe castigá-los, mas estarás a contribuir para livrar as suas almas do inferno.

15-16Meu filho, como eu ficarei feliz se te tornares uma pessoa de bom senso. É verdade, terei grande alegria ao ouvir-te falar coisas rectas e bem pensadas.

17-18Não tenhas inveja da vida que levam os pecadores. Pelo contrário, vive no temor de YAHU ULHÍM. Porque terás certamente um futuro feliz; a tua esperança não será
iludida.

19Meu filho, ouve-me e sê inteligente. Dirige a tua vida nos caminhos
de YAHU ULHÍM.

20-21Não andes no meio de beberrões e de comilões, amantes só de
bons acepipes; porque virão a cair na miséria. Essas coisas dão moleza e
sonolência, as quais levam essas pessoas, por fim, a vestir-se de farrapos.


22Ouve o teu pai e a tua mãe, que te geraram; não desprezes os seus conselhos, fruto da experiência que os anos já lhes deram.

23Faz tudo por obteres a verdade, custe o que custar; faz o mesmo para a sabedoria, para a educação, para a inteligência.

24-25O pai de um justo terá motivos de grande alegria. Que felicidade o ter-se um filho cheio de bom senso. Por isso não deixes de dar essa alegria aos teus pais, de proporcionar esse prazer a quem te pôs neste mundo!

26Meu filho, dá-me o teu coração; e que os teus olhos se fixem no meu
exemplo.

27-28Afasta-te das mulheres de má conduta, porque são como uma
armadilha no teu caminho, que te atirará para uma fossa suja em que acabarás por arruinares-te. Uma mulher de má vida é como um salteador que espreita a passagem das suas vítimas. Elas só servem para multiplicar a maldade entre os pecadores.

29-30Para quem são os ais? Para quem são as angústias e tristezas?
Quem é que anda sempre metido em discussões e brigas? Quem são os que andam sempre de olhos vermelhos, inflamados, e cheios de mazelas interiores? São os que perdem o seu tempo na bebida, provando misturas e enchendo se de álcool.


31-35Não te deixes dominar pelo brilho e pelo sabor suave do vinho. O mal que ele faz, quando te vencer, é como o da mordedura duma serpente venenosa ou uma víbora. Terás alucinações; chegarás a dizer loucuras e a falar com violência. Perderás o controlo de ti mesmo de tal maneira que serás como alguém que estivesse a dormir em cima de ondas, ou atado ao cimo dum mastro. E depois disso tudo ainda dirás: Foi como se me tivessem dado uma sova, mas não me doeu nada. O melhor é não acordar de vez. Vamos lá beber mais uns copos!

 

MAUSHLEI 24

 

1-2Não tenhas inveja de tudo o que os pecadores fazem, nem procures a sua convivência. Pois passam o tempo tramando violência e forjando mentiras.

3-4Qualquer edificação tem de ser arquitetada com inteligência, e é por meio de planos bem estudados que ela se funda e se faz. E é assim, por meio do conhecimento, que se pode enriquecer com coisas preciosas e agradáveis.

5-6Uma pessoa com bom senso e sabedoria tem muita força. Uma pessoa inteligente, com uma rica experiência da vida, redobra a sua própria força natural. Pois é justamente com essa sabedoria que se faz a táctica da guerra, mais do que com a força. E a vitória é em geral para os que lutaram tendo chefes inteligentes e generais bons conselheiros.

7A sabedoria é coisa demasiado inacessível para os loucos. Nas assembleias serão incapazes de abrir a boca.

8Quem está sempre a planear o mal fica conhecido como malfeitor.


9Os pensamentos das pessoas rebeldes são sempre maus, e o que despreza a verdade é a pior praga para a humanidade.

10Se te mostrares fraco quando chegam as angústias, é porque a tua energia é realmente pouca!

11-12Faz tudo para livrares os que estão condenados à morte, não fiques indiferente perante o seu destino. Não fujas às responsabilidades dizendo: Mas eu não sabia de nada! YAHU ULHÍM, que conhece os corações, não saberá bem o que se passa no teu? Não dará YAHU ULHÍM a cada um segundo as suas obras?

13-14Come mel, meu filho, porque é um bom alimento e doce ao paladar. Pois assim é também a sabedoria para a tua alma. Se te encheres dela, terás um futuro feliz diante de ti, e as tuas esperanças se realizarão.

15-16Não espies a morada do justo, ó homem perverso!
Deixa-o em paz! Sabes bem que um justo, ainda que o faças cair sete vezes, de todas elas se levantará; mas tu, basta caíres uma vez para ficares liquidado.


17-18Não te alegres com a queda do teu inimigo, nem quando vier a ficar em apuros, pois YAHU ULHÍM, ao verificar a tua atitude, certamente te desaprova, e até é capaz de deixar de o castigar a ele.

19-20Não tenhas inveja da aparente boa sorte que por vezes parece que têm os malfeitores. Não te preocupes com isso. Porque para os pecadores não há futuro de paz; a sua lâmpada apagar-se-á.


21-22Respeita YAHU ULHÍM, meu filho, e ama-o. Honra o chefe da tua nação e nunca te associes com rebeldes, porque de repente serás arrastado com eles para a ruína. E depois? Onde é que tudo isto vai acabar?

23Eis mais alguns provérbios dos sábios: Não está certo num tribunal fazer-se acepção de pessoas, julgar uns diferentemente doutros, segundo a sua categoria social.

24-25Um juiz que declare inocente um malfeitor será condenado pela sociedade e repudiado pela nação. Mas quem o condenar será louvado e receberá bênçãos.

26É uma honra e uma prova de simpatia o receber-se respostas francas e honestas.

27Planeia corretamente as tuas iniciativas; assegura-te de que não te vai faltar nada antes de empreender seja o que for na tua vida.

28-29Não testemunhes sem motivo contra o teu próximo. Porque havias de mentir contra ele, se está inocente? Não digas: Vou aproveitar para ajustar contas com ele. Há-de pagar-me tudo o que me fez!

30-34Passei pelo campo dum preguiçoso, um indivíduo verdadeiramente sem juízo, e vi-o coberto de mato, e de espinhos e cardos; e a cercadura derribada. Perante isto, fiquei a pensar e tirei para mim esta lição: A fazer mais uma soneca agora, descansando mais um bom pedaço daqui a pouco, relaxando-se com os braços cruzados um bocado mais tarde, assim é que a pobreza surpreende uma pessoa, sem se dar por isso, como o assalto dum ladrão, como o ataque dum homem violento.

 

MAUSHLEI 25

 

Mais provérbios de Shua-ólmoh

 

1Estes provérbios a seguir foram descobertos
e copiados pelos secretários de Kozoq-YAHU, rei de YAHUDAH:

2-3É um privilégio de YAHU ULHÍM o manter certos atos seus em enígma; mas por seu lado os governantes têm como privilégio examinar tudo o que se passa. Contudo há coisas impenetráveis: o infinito do universo, as profundezas do nosso planeta e, frequentemente, as verdadeiras intenções políticas dos governantes!

4-5Tiradas as escórias da prata, fica-se com prata de lei, pronta para o joalheiro. Da mesma forma, quando a administração pública é limpa de homens corruptos, o governo torna-se estável e firma-se na justiça.

6-7Não te engrandeças a ti mesmo na presença das autoridades ou dos governantes, nem forces para que te considerem uma alta individualidade. Porque vale mais que sejam eles a convidar-te para o círculo das pessoas importantes, do que arriscares-te a ser publicamente envergonhado por não te tomarem em consideração.

8-10Não estejas com muita pressa em levar a tribunal uma questão que tenhas com alguém. A conclusão do processo pode não te ser favorável e sujeitas-te a ficares numa situação extremamente desagradável. É preferível tentares liquidar o assunto diretamente com a pessoa com quem estás em conflito. Em qualquer dos casos não tornes públicas as confidências que terceiros te tenham feito, para que, ao ouvirem-no, estes não venham a insultar-te e tu não tenhas mais meios de te livrares das calúnias.

11Como maçãs douradas numa salva de prata, assim é uma boa palavra dita a seu tempo.

12Como uma condecoração, ou como um distintivo de elevada honra, assim é a crítica sincera, objetiva e justa, para aquele que a sabe aceitar.

13Como a frescura da neve no auge dos calores do Verão, assim é
aquele que cumpre fielmente a sua missão para com quem o mandou.

14Uma pessoa que promete, mas que nunca chega a dar, é como nuvens que passam sobre a terra seca sem nunca trazerem chuva.

15Com muita paciência pode chegar-se a convencer até mesmo um magistrado; e as palavras brandas são capazes de quebrar ossos duros.


16Gostas de mel? Não comas demais para que não venhas a enjoá-lo.

17Não visites demais o teu amigo, senão, a certa altura, ele não poderá mais suportar-te.


18Dizer mentiras sobre alguém fere tanto como se se lhe batesse com uma vara de ferro, ou o ferisse com uma arma.

19Confiar num indivíduo desleal quando estamos aflitos é comer carne com um dente quase a partir-se ou correr com um osso do pé deslocado.

20Pôr-se a cantar cantigas alegres ou dizendo piadas junto de quem está a sofrer, é a mesma coisa do que obrigar alguém a andar em camisa num dia de muito frio, ou esfregar uma ferida com sal!

21-22Se aquele que te aborrece tem fome, dá-lhe de comer! Se tem sede, dá-lhe de beber! Porque assim fazendo fá-lo-ás sentir a vergonha, e YAHU ULHÍM te recompensará.

23Assim como o vento do norte traz o frio, também uma resposta torta provoca a ira.


24Vale mais viver num canto dum sótão, do que numa bela casa mas com uma mulher implicadora e rabugenta.

25Como água bem fresca para quem está sedento e
cansado, assim são as boas notícias que se recebem de longe.

26Um homem justo, mas que se compromete com os ímpios, é como uma fonte poluída, ou um poço que fica cheio de lama.

27Tal como não é bom comer mel em exagero, assim também não
está certo uma pessoa passar a vida a pensar nas honras que teria merecido.
28Uma pessoa que não sabe ou não pode controlar-se é como uma cidade aberta,
sem muralhas.

 

MAUSHLEI 26

 

1Assim como é um absurdo neve no Verão, e nunca se espera que chova durante as colheitas, assim também a honra não é coisa que possa condizer com tolos.

2Uma maldição lançada sem motivo justo é como um pardal ou uma andorinha volteando no ar sem procurar atingir um objetivo preciso.

3Os cavalos dominam-se com o chicote ou com o freio, e os tolos com uma vara para as costas.

4-5Se responderes a um louco de acordo com a sua loucura arriscas-te a pareceres tão doido como ele. Mas se o contradisseres poderá vir a tomar consciência das suas aberrações.

6Mandar uma mensagem por um insensato é como ficar sem pernas ou beber veneno.

7Um provérbio na boca de um imbecil vale tanto como as pernas de um paralítico.

8Como atar uma pedra a uma funda, assim é o dar honra a um idiota.

9Como um pequeno espinho que se crava na mão dum bêbado, assim é um provérbio na boca dum doido, não lhe sente a força.

10Um patrão pode obter melhores serviços dum aprendiz com vontade de trabalhar do que dum técnico treinado mas revoltado.

11Como um cachorro que volta a farejar o que vomitou, assim é o imbecil que anda sempre a repetir as mesmas asneiras.

12Há mais esperança para o insensato do que para o indivíduo que está cheio de si mesmo.

13-16Diz o preguiçoso: Não posso sair porque anda lá fora um animal feroz. Revolve-se na cama pesadamente, como um velho portão nos seus gonzos. Sente-se tão cansado que até lhe custa levar a mão à boca para comer. E no entanto tem-se por tão inteligente como sete professores juntos.


17Quem se mete numa discussão que não é da sua conta é como se pegasse num cão pelas orelhas.

18-19Um indivíduo que conta uma mentira a outro e depois diz:
Foi só por brincadeira é como um demente com uma arma na mão lançando a morte à sua volta.

20Sem lenha, o fogo acaba por apagar-se. Também sem a difamação
acabam as contendas.

21Assim como o carvão ou a lenha são bons para acender o
fogo, da mesma forma um indivíduo conflituoso dum momento para o outro é capaz de levantar uma briga.

22Para um intriguista, a tagarelice é como um petisco apetitoso que lhe consola o íntimo.

23Belas palavras podem por vezes encobrir um coração maligno, tal como um esplêndido esmalte pode revestir um vaso de metal ordinário.

24-26Uma pessoa com ódio no coração pode ser capaz de falar com muita amabilidade; mas não é de fiar, porque no seu interior esconde sentimentos perversos; não lhe dês ouvidos, mesmo que te venha suplicar coisas, em tom comovido. Por muito que dissimule o que lhe vai na alma, um dia toda a gente virá a conhecê-lo bem.

27Quem preparar uma cilada contra outros, virá a cair nela. Ao pretender rolar uma pedra contra alguém, esta acabará por esmagá-lo.

28A bajulação é no fundo uma forma de querer mal àqueles que gostam
de a ouvir. Uma língua lisonjeira só serve para fazer ruína.

 

MAUSHLEI 27

 

1Não faças planos contando demasiado com o dia de amanhã, porque nunca se sabe o que pode vir a acontecer no dia seguinte.


2Que seja antes um estranho a louvar-te e nunca tu próprio. 3A pedra é pesada; a areia também. Mas bem mais pesada é a cólera dum insensato.

4Uma ira desencadeada, uma raiva impetuosa, é coisa cruel; mas quem pode parar diante do ciúme?

5Vale muito mais a repreensão feita com franqueza e sinceridade, do que
um amor demasiado reservado.

6Feridas, quando feitas por um amigo, são muito melhores do que beijos de quem nos quer enganar.

7Quem está farto até o mel despreza, mas quem passa fome até o amargo lhe parece doce!

8Como um pássaro que vagueia sem rumo, por ter perdido o ninho, assim é quem anda à aventura, longe de casa.

9Um bom conselho dado por um amigo fiel é coisa tão boa como um agradável perfume que deixa uma pessoa bem disposta.

10Nunca abandones um amigo; mesmo o dos teus pais. Evita importunar os teus familiares, quando as coisas não te correrem bem. Vale mais um mero vizinho mas que esteja disposto a ajudar-te, do que um parente que te evita e que se mantém afastado.

11Meu filho, far-me-ás feliz se cresceres em sabedoria. Ficarei honrado perante os outros.

12Uma pessoa prudente prevê os problemas e prepara-se para
enfrentá-los. Mas os simplórios nunca se previnem e acabam por sofrer as consequências.

13A forma mais rápida de empobrecer é ficar-se por fiador dum
desconhecido.

14Se alguém se lembrar de se pôr a gritar alegres saudações a um
amigo de madrugada, enquanto este está no melhor do sono, é evidente que isso só pode vir a ser tomado como se lhe gritassem imprecações.

15-16O gotejar constante e ruidoso num dia de chuva e uma mulher implicadora têm muito em comum. Conter uma pessoa assim? Seria mais fácil reter o vento ou apanhar um objeto liso com as mãos cheias de óleo.

17Tal como o ferro é trabalhado com o
próprio ferro, assim uma pessoa se cultiva em contacto com os amigos.

18Quem cuida duma terra é natural que coma do que ela produz; e assim também quem zela pelos interesses do seu próximo deve ser apoiado por este.

19Um espelho reflete o rosto das pessoas; da mesma forma, o que uma pessoa é realmente revela-se no tipo de amigos que escolhe.

20Destruição e morte têm isto de
semelhante: é que nunca se fartam; assim é com a ambição humana.

21A pureza do ouro ou da prata prova-se no cadinho do forno; assim o caráter duma pessoa se prova na forma como recebe os louvores dos outros.

22Ainda que batesses num louco e o moesses, como os grãos de cevada num moinho, não seria dessa forma que ele deixaria a sua loucura.

23-27Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; cuida com atenção do teu gado. Porque aquilo que se possui não dura para sempre. Até a coroa real não fica eternamente na mesma família. Quando aparecer a erva nas montanhas, recolhe-a. E assim terás lã suficiente para te vestires. Os animais render-te-ão o dinheiro de que precisas. Terás leite para teu sustento, da tua família e de toda a tua casa.

 

MAUSHLEI 28

 

1Quem é mau foge mesmo sem que ninguém o
persiga. Mas as pessoas justas estão confiantes, tal como os filhotes do leão.


2Numa nação em que a maldade se multiplica, muitos aparecem para dirigi-la. Mas só com chefes honestos e experimentados haverá estabilidade.

3Um homem pobre que oprime os que são mais pobres é como uma enxurrada; não fica migalha de pão para ninguém.

4Desprezar as leis é como que favorecer a maldade. Obedcer-lhes é
levantar uma barreira ao mal.

5Os maus não entendem nada da verdadeira justiça.
Mas os que buscam YAHU ULHÍM compreendem todas as coisas.

6Vale muito mais ser pobre mas honesto do que rico e ter uma conduta condenável.

7Um jovem com entendimento guarda os princípios que regem uma vida reta. Mas os que andam na companhia de gente corrompida tornam-se uma vergonha para os seus pais.

8Os lucros conseguidos pela exploração dos outros, através da avareza e usura, acabarão por vir parar às mãos dos que defenderam os que foram explorados.


9Aquele que faz ouvidos surdos à lei de YAHU ULHÍM, até as suas orações são detestáveis.

10Aquele que faz com que os rectos se desviem para um mau caminho
será condenado por aquilo mesmo em que fez pecar os outros. As pessoas honestas nunca deixarão de ser recompensadas.

11Os ricaços são gente que em geral se considera muito esperta aos seus próprios olhos; mas as pessoas humildes, que conhecem bem a vida, sabem desmascará-los.

12Quando os justos triunfam há grande alegria. Mas quando é gente corrupta que sobe na vida, cada um procura esconder-se para se abrigar.

13Quem esconde os seus pecados nunca prosperará;
mas quem os confessa e os abandona será perdoado.

14Feliz é aquele que teme YAHU ULHÍM. Os obstinados nunca serão felizes.

15-16Um ditador corrupto que domina sobre um povo miserável é algo como um leão rugindo enfurecido, ou como um urso feroz, atacando esfaimado e enraivecido. Só um chefe de estado louco é que oprime o seu povo; mas se rejeitar a rapina e a corrupção no seu governo, verá prolongar-se o seu tempo de chefia.

17A consciência manchada dum assassino
acompanhá-lo-á até ao inferno; ninguém o livrará dela.

18Os que se conduzem com toda a honestidade estarão sempre seguros. Mas os fraudulentos serão castigados infalivelmente.

19O trabalho diligente traz prosperidade. Mas o ocioso fartar-se-á de miséria.

20As pessoas leais serão cumuladas de bênçãos, mas aqueles que querem enriquecer-se rapidamente, também rapidamente cairão no fracasso.

21A parcialidade é coisa condenável; e até pelo pão para a boca as
pessoas são capazes de cometer injustiças.

22Correr atrás de riquezas fáceis é
errado e não pode deixar de levar à miséria.

23As pessoas sempre apreciam mais quem saiba repreendê-las com franqueza e justiça, do que quem as lisonjeia sem fundamento.

24Quem defrauda os seus pais, e ainda por cima diz Não tem
importância!, identifica-se com um criminoso.

25O ambicioso é um constante provocador de contendas. Só o confiar em YAHU ULHÍM pode dar prosperidade.


26Quem confia em si mesmo é um tolo. Mas quem sabe conduzir-se de acordo com a sabedoria, esse andará seguro!

27Quem reparte com os pobres não sofrerá necessidades. Mas os que fingem ignorar os que vivem na miséria cobrir-se-ão de maldições!

28Quando gente corrupta consegue subir na vida, as populações fogem
a esconder-se; mas quando eles são castigados e desaparecem, então
multiplicam-se os rectos.

 

MAUSHLEI 29

 

1Quem é frequentemente repreendido e continua na sua teimosia virá inesperadamente a sofrer a derrota, sem mais remédio.

2Quando são os justos que acedem ao poder, então toda a população se
alegra; mas quando é um homem corrupto quem domina o povo, este só pode gemer.


3Um filho que ama e segue a sabedoria é uma alegria para os seus pais, mas o que anda atrás de mulheres levianas é como se andasse dissipando os bens que seu pai honradamente lhe deixou.

4É pela execução do direito e da justiça que um governante dá estabilidade à sua nação. Mas aquele que se deixa levar por interesses pessoais, ou pelo simples desejo do poder, leva o povo à ruína.

5-6A pessoa que lisonjeia o seu próximo é como se lhe estendesse uma cilada. Os que são desonestos facilmente caem nela, mas os rectos ficam de longe e cantam de alegria.

7Os retos conhecem bem os direitos dos pobres. Os maus não se
preocupam com isso. 8Os malfeitores armam brigas por toda a parte, mas aqueles
que são sensatos procuram conservar a paz.

9É inútil discutir com um imbecil; este só sabe exaltar-se ou zombar, sem nunca se chegar a um entendimento.

10Os malfeitores odeiam os retos; os rectos oram por aqueles que lhes querem o mal.

11Os tolos dão livre curso às suas paixões; mas os sensatos refreiam-se e
acalmam-se.

12Um governante que dá ouvidos à mentira acaba por encontrar à sua
volta apenas gente desonesta.

13Tanto o pobre como o rico têm isto em comum: é
que ambos recebem a luz da parte de YAHU ULHÍM.

14O chefe duma nação que se interessa pela situação dos mais desfavorecidos verá confirmado por muito tempo o seu governo.

15A repreensão e o castigo ajudam uma criança a aprender na vida. Mas se a deixam inteiramente entregue a si mesma, acaba por ser uma vergonha para os seus pais.

16Quando os governantes são corruptos, o povo também o é. Mas os justos hão-de ser testemunhas da sua queda.

17Corrige o teu filho e virás a estar tranquilo; ele encher-te-á de felicidade e de paz de espírito.

18Quando deixa de haver pessoas que falem em Shúam (Nome) de YAHU
ULHÍM, o povo corrompe-se. Mas uma nação que guarda a lei de YAHU ULHÍM é uma gente feliz!

19Às vezes simples palavras não chegam para corrigir alguém que,
apesar de as entender, não está disposto a obedecer.

20Já viste uma pessoa precipitada no que diz? Pois pode esperar-se melhores frutos dum tolo do que
dele.

21Quando alguém trata um empregado desde jovem com demasiado mimo, ele acabará por pretender aquilo a que não tem direito e se tornar um indolente.


22Um indivíduo de génio violento só sabe provocar discussões, e um homem
exaltado comete muitos pecados.

23O orgulho duma pessoa levá-la-á à humilhação, mas a humildade do espírito é o caminho da honra.

24Quem colabora com um ladrão tem muito pouca consideração por si mesmo. Sabe que há mal e não o denuncia.


25Ter medo sos homens é uma armadilha perigosa. Mas quem confia em YAHU ULHÍM estará em perfeita segurança.

26Queres obter justiça? Não andes a correr atrás
dos serventes espirituais e dos altos funcionários; vem ter com YAHU ULHÍM e pede-lha!

27Os bons odeiam a maldade dos maus. Os maus odeiam a bondade dos
bons!

 

MAUSHLEI 30

 

MAUSHLEI de Agur

 

1Seguem-se aqui as palavras que Agur, filho de Yakéh, dirigiu a Otiul e a Ucal:

2-3Sim, eu sou o mais bruto dos seres humanos. Falta-me suficiente inteligência para poder considerar-me um homem. Não tenho cultura nem o conhecimento de YAHU ULHÍM.

4Quem é que jamais tendo subido ao céu pode descer de novo de lá? Quem é que alguma vez conseguiu reter os ventos na sua mão ou guardar as chuvas sob as suas vestes? Quem estabeleceu os limites da terra? Qual é o seu nome, ou o do seu filho? Sabê-lo-ás?

5Cada palavra de YAHU ULHÍM é verdadeira. Ele é uma proteção real para os que nele confiam.

6Por isso nada acrescentes à sua palavra, para que não venhas a ser
repreendido e acusado de falsidade.

7Duas coisas te pedi, ó YAHU ULHÍM, antes de morrer:

8-9Primeiro, que me afastes da falsidade e da mentira. Depois, que não me dês nem pobreza nem riqueza. Dá-me o bastante para as minhas necessidades. Porque se ficar rico, corro o risco de me esquecer de ti e começar a perguntar: Mas afinal quem é YAHU ULHÍM? Por outro lado se vier a empobrecer, a miséria pode levar-me ao roubo e a desonrar o Shúam (Nome) de YAHU ULHÍM.

10Não acuses falsamente um indivíduo perante aquele que o emprega, para que não te rogue pragas por causa dessa tua má ação.

11-14Há gente capaz até de amaldiçoar o pai e a mãe! Outros há ainda que se consideram sem falhas, mas que nunca chegaram a lavar-se da sua imundície! É gente arrogante, altiva, que olha os outros sempre de sobrancelhas levantadas. Atropelam os aflitos e devoram os pobres com dentes afiados como cutelos!

15-16Há três coisas, ou mesmo quatro, que nunca se fartam, que nunca dizem: Basta; como a sanguessuga que sempre clama: Dá-me! Dá-me! São elas: o inferno, a madre estéril, uma terra seca e o fogo.

17Quem zomba do seu pai, mesmo que seja só com o olhar, ou quem despreza a obediência devida à sua mãe, acabará a vida com os olhos arrancados pelos corvos e devorado pelos abutres.

18-19Estas três coisas parecem-me maravilhosas; e há até uma quarta que eu não compreendo: O caminho da águia no céu, o caminho duma serpente deslizando nas rochas, o caminho dum navio no alto mar e o desenvolvimento do amor entre um homem e uma moça.

20E há ainda outra coisa também: a conduta duma mulher adúltera que depois de pecar procura recompor-se dizendo: Mas que mal é que eu fiz?

21-23Três coisas existem, e mesmo quatro, que são capazes de transtornar toda uma nação, e que se tornam insuportáveis para toda a gente: Um miserável que se torna governante, um doido que consegue enriquecer, uma mulher desprezada quando casa, uma empregada doméstica que toma o lugar da sua chefea.

24Há quatro pequenas coisas, mas que possuem um entendimento maravilhoso:

25As formigas – que são uns animaizinhos sem defesa mas que sabem guardar no Verão a comida para o Inverno;

26Os coelhos- animais também não muito fortes, mas que têm inteligência suficiente para construírem as suas habitações nas rochas;

27Os gafanhotos – que apesar de não terem entre si um chefe, contudo sabem voar organizados, em enxames;

28Os lagartos – que se podem apanhar com as mãos, mas que conseguem entrar até nos palácios dos grandes chefes.

29-31Existem três, e até mesmo quatro criaturas que têm um porte e uma conduta admiráveis:O leão, o rei dos animais, que ninguém faz recuar;O pavão, exibindo a sua beleza;O bode;O chefe duma nação a quem ninguém deve resistir.

32Se caíste na loucura de te elevares a ti próprio,
ou se começaste a tramar o mal, é melhor calares-te.

33Como o bater as natas produz manteiga, e o esmurrar do nariz provoca sangue, assim também a explosão da cólera gera disputas.

 

MAUSHLEI 31

 

MAUSHLEI do rei Lemuel

 

1Palavras do rei Lemuel, que a sua mãe lhe transmitiu e ensinou:

2-3Ó meu filho, filho das minhas entranhas, tu, a quem eu consagrei a YAHU ULHÍM, não gastes as tuas energias com mulheres levianas, não entregues o teu destino às que até são capazes de levar gente poderosa à ruína.


4-5Não convém que os reis, ó Lemuel, se deixem vencer pelo vinho e outras bebidas alcoólicas. Porque se se derem à bebida, virão a esquecer os seus deveres e não saberão fazer justiça aos oprimidos.

6-7As bebidas alcoólicas podem ajudar doentes, que estão para morrer, ou os que vivem deprimidos. Esses, bebendo, não se lembram mais da sua pobreza e da sua miséria.

8-9Não feches a boca se puderes contribuir para ajudar os que não sabem ou não têm meios de se defenderem. Não te cales; deves interferir sempre a favor dos necessitados, exigindo que se lhes faça justiça.

 

A esposa de caráter nobre

 

10-12Quem arranjar uma mulher virtuosa, é como se tivesse encontrado um tesouro de alto valor. O seu marido tem confiança nela, e os recursos materiais nunca lhe faltarão. Nunca se tornará um empecilho para o seu esposo; pelo contrário, sempre o ajudará a vida toda.

13Compra tecidos, compra lã, e vai costurando e trabalhando, com gosto, com as suas mãos.

14 Trata de se fornecer previdentemente com os alimentos necessários à
sua casa.

15Levanta-se cedo, escuro ainda, para preparar as refeições para a
família e distribuir o trabalho pelos empregados.

16Se é preciso comprar um terreno, vai pessoalmente examiná-lo com cuidado. Ela própria cultiva as suas hortas e pomares.

17Concentra as energias, e procura ganhar forças para o trabalho que lhe compete.

18É cuidadosa em tudo o que compra. E durante a noite
há sempre uma luz acesa na casa.

19-20Pega de boa vontade nas suas costuras, nas suas malhas, e trabalha confeccionando roupa para os necessitados, a quem as oferece com generosidade.

21-22Também não tem receio do Inverno, para a família, porque tem roupa quente suficiente para todos. Prepara cobertores, lençóis, toalhas, cortinas com tecidos escolhidos. A roupa com que se veste é fina e de boa qualidade.

23O seu marido é conhecido pela sua dignidade e pela sua participação honesta na vida cívica da localidade.

24Ela própria também faz roupa que vende aos negociantes.

25-26É uma mulher com energia e dignidade e não tem medo da velhice. Quando fala é com graça e sabedoria. É agradável em tudo quanto diz.

27Zela pelo governo da casa; para ela não há preguiça.

28-29Os seus filhos bendizem-na; e o marido louva-a dizendo: Há muita mulher virtuosa neste mundo, mas tu és superior a todas!

30-31Os encantos femininos podem enganar; a beleza não dura sempre. Mas uma mulher que ama e teme YAHU ULHÍM, essa merece todos os elogios. Será louvada por tudo o que faz, e os seus atos virtuosos serão reconhecidos publicamente.

29-31Existem três, e até mesmo quatro criaturas que têm um porte e uma conduta admiráveis:O leão, o rei dos animais, que ninguém faz recuar;”O pavão, exibindo a sua beleza;”O bode;”O chefe duma nação a quem ninguém deve resistir. 32Se caíste na loucura de te elevares a ti próprio, ou se começaste a tramar o mal, é melhor calares-te. 33Como o bater as natas produz manteiga, e o esmurrar do nariz provoca sangue, assim também a explosão da cólera gera disputas.

Maush’léi 31

Maush’léi do rei Lemuel

1Palavras do rei Lemuel, que a sua mãe lhe transmitiu e ensinou:”

2-3Ó meu filho, filho das minhas entranhas, tu, a quem eu consagrei a YAHU ULHÍM, não gastes as tuas energias com mulheres levianas, não entregues o teu destino às que até são capazes de levar gente poderosa à ruína.

4-5Não convém que os reis, ó Lemuel, se deixem vencer pelo vinho e outras bebidas alcoólicas. Porque se se derem à bebida, virão a esquecer os seus deveres e não saberão fazer justiça aos oprimidos.

6-7As bebidas alcoólicas podem ajudar doentes, que estão para morrer, ou os que vivem deprimidos. Esses, bebendo, não se lembram mais da sua pobreza e da sua miséria.

8-9Não feches a boca se puderes contribuir para ajudar os que não sabem ou não têm meios de se defenderem. Não te cales; deves interferir sempre a favor dos necessitados, exigindo que se lhes faça justiça.

A esposa de caráter nobre

10-12Quem arranjar uma mulher virtuosa, é como se tivesse encontrado um tesouro de alto valor. O seu marido tem confiança nela, e os recursos materiais nunca lhe faltarão. Nunca se tornará um empecilho para o seu esposo; pelo contrário, sempre o ajudará a vida toda.

13Compra tecidos, compra lã, e vai costurando e trabalhando, com gosto, com as suas mãos.

14 Trata de se fornecer previdentemente com os alimentos necessários à sua casa.

15Levanta-se cedo, escuro ainda, para preparar as refeições para a família e distribuir o trabalho pelos empregados.

16Se é preciso comprar um terreno, vai pessoalmente examiná-lo com cuidado. Ela própria cultiva as suas hortas e pomares.

17Concentra as energias, e procura ganhar forças para o trabalho que lhe compete.

18É cuidadosa em tudo o que compra. E durante a noite há sempre uma luz acesa na casa.

19-20Pega de boa vontade nas suas costuras, nas suas malhas, e trabalha confeccionando roupa para os necessitados, a quem as oferece com generosidade.

21-22Também não tem receio do Inverno, para a família, porque tem roupa quente suficiente para todos. Prepara cobertores, lençóis, toalhas, cortinas com tecidos escolhidos. A roupa com que se veste é fina e de boa qualidade.

23O seu marido é conhecido pela sua dignidade e pela sua participação honesta na vida cívica da localidade.

24Ela própria também faz roupa que vende aos negociantes.

25-26É uma mulher com energia e dignidade e não tem medo da velhice. Quando fala é com graça e sabedoria. É agradável em tudo quanto diz.

27Zela pelo governo da casa; para ela não há preguiça.

28-29Os seus filhos bendizem-na; e o marido louva-a dizendo: “Há muita mulher virtuosa neste mundo, mas tu és superior a todas!”

30-31Os encantos femininos podem enganar; a beleza não dura sempre. Mas uma mulher que ama e teme YAHU ULHÍM, essa merece todos os elogios. Será louvada por tudo o que faz, e os seus atos virtuosos serão reconhecidos publicamente.

As Sagradas Escrituras em Versão YAHUSHUA….

https://wordpress.com/stats/insights/verdadesquelibertam.wordpress.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: