ministeriohorafinal

-Ivrit-Hebr-us-

 Ivrit (Hebr-us) 1

 

YAHUSHUA
hol-MEHUSHKHAY é ha-BOR de YAHU UL

 

1-Anteriormente YAHU UL falou aos nossos antepassados muitas vezes e de muitas maneiras por intermédio dos profetas.

2-Agora, nos tempos em que vivemos, falou-nos através do seu ha-BOR, a quem deu todas as coisas e por meio de quem criou tudo o que existe.

3-Este reflete a glória de seu YAHU ABí e é a imagem perfeita da sua pessoa. Ele mantém todo o universo pela autoridade da sua palavra. Tendo morrido para nos purificar da culpa dos nossos pecados, sentou-se no lugar de maior honra à direita de YAHU UL glorioso, nos lugares celestiais.

 

Hol-MEHUSHKHAY
é superior aos anjos

 

4-E é assim muito superior aos anjos, como o prova o seu (Nome) Shúam
excelso.

5- YAHU UL nunca disse a nenhum anjo: TÚ és meu ha-BOR; Hoje tornei-me teu YAHU ABí. Também não se referia a nenhum anjo quando disse: Eu serei seu YAHU ABí,e ele será meu ha-BOR.

6-E doutra vez, quando seu único ha-BOR veio à terra, YAHU UL disse: Que todos os anjos de YAHU UL o adorem.

7-É verdade que YAHU UL alude aos anjos dizendo:Os teus mensageiros são ventos, e os teus serventes espirituais eficazes como fogo.

8-9-Mas referindo-se ao ha-BOR diz:O teu reino, ó YAHU UL, dura para sempre. A justiça é aquilo que faz a força do teu reino. Tu amas a justiça e aborreces o mal. Por isso YAHU UL, o teu Criador Eterno, derramou sobre ti alegria mais do que sobre os teus companheiros.


10-12-E ainda: YAHU UL, foste TÚ quem fundou a terra fizeste o universo com as tuas mãos contudo, isso um dia desaparecerá,mas tu ficas para sempre tudo acabará como roupa velha Tu os mudarás como vestuário que deixa de ser usado as tu és sempre o mesmo tua vida não tem fim.

13-Nunca YAHU UL disse a um anjo:Senta-te à minha direita,até que tenha subjugado os teus inimigos debaixo dos teus pés.

14-É que os anjos são apenas mensageiros enviados para intervir a
favor daqueles que recebem a salvação.

 

HEBR-US 2

 

Avisos

 

1-Por isso devemos prestar muita atenção à verdade que já temos ouvido. Se não, corremos o risco de nos desviarmos dela.

2-Porque se a palavra da lei vinda por intermédio de anjos se mostrou tão válida que todos os que lhe desobedeceram foram castigados,

3-como escaparemos nós se ficarmos indiferentes a essa tão grande salvação, que nos foi anunciada pelo próprio YAHU UL, e depois transmitida por os que o ouviram?

4-Além disso, YAHU UL mesmo tem apoiado esses testemunhos através de sinais, de milagres e de várias manifestações do seu poder, e por dons da parte do RÚKHA hol-HODSHUA, concedidos segundo a sua vontade.

 

YAHUSHUA, o Homem

 

5-7-Além disso o mundo futuro, de que falamos nas nossas pregações, não é pelos anjos que há-de ser dirigido. Porque há uma passagem das Qaotáv em que se diz:Que é o homem, para que te preocupes com ele? E quem é o filho do homem, para que te lembres dele? E apesar disso o tornaste um pouco mais baixo que os anjos,e coroaste-o de honra e glória, puseste tudo sob os seus pés.

8-Ora não vemos, de fato, que essas coisas estejam realizadas, e que tudo esteja submetido ao ser humano.

9-Mas vemos, sim, YAHUSHUA – o qual por um pouco de tempo esteve mesmo inferior aos anjos – dignificado agora com toda a glória e honra, por causa de ter sofrido a morte por nós; morte essa, aliás, que pela bondade de YAHU UL, ele experimentou a favor de toda a humanidade

10-Porque YAHU UL tinha planeado permitir que YAHUSHUA sofresse e por esse meio levasse muitos filhos para YAHU UL, a quem pertence tudo, pois que tudo ele criou. Esse sofrimento tornou YAHUSHUA o perfeito MíhushuaYA (Salvador) deles.

11-12-Nós que fomos purificados por YAHUSHUA temos agora o mesmo YAHU ABí que ele. E é por isso que ele não se envergonha em nos chamar seus irmãos, dizendo:Louvarei o teu Shúam (Nome) perante os meus irmãos alarei de ti perante a assembleia do povo.

13-E noutra ocasião disse também: Porei a minha confiança em YAHU UL. E Aqui estou eu, com os filhos que YAHU UL me deu.

14-E visto que nós, seus filhos, somos seres humanos feitos de carne e de sangue, ele também se tornou carne e sangue; pois que só como ser humano ele poderia passar pela morte e assim esmagar a força daquele que tinha o poder da morte, que é ha-Satan,


15-libertando todos aqueles que tinham a sua vida inteiramente subjugada pelo medo da morte.

16-Todos sabemos que não é aos anjos que ele ajuda, mas aos da descendência de Abruham.

17-Por isso, era necessário que YAHUSHUA fosse em tudo semelhante aos seus irmãos, e que por consequência pudesse ser nosso fiel Cóhan ha-Gaoldúl, cheio de compaixão. E assim ele pôde oferecer um sacrifício que tira os pecados do povo

18-Tendo pois ele mesmo sido sujeito à tentação, e passado pelo sofrimento, pode assim socorrer aqueles que passam pela prova da tentação!

 

HEBR-US 3

 

YAHUSHUA é superior a Mehushua

 

1-Portanto, meus irmãos, a quem YAHU UL separou para si e a quem chamou para participarem da vida celestial, atentem para o enviado de YAHU UL e o Cóhan ha-Gaoldúl da fé que proclamamos,

2-o qual cumpriu fielmente a missão que YAHU UL lhe designou, tal como Mehushua serviu fielmente na casa de YAHU UL.


3-Mas YAHUSHUA é muito superior a Mehushua, da mesma maneira que o homem que constrói uma casa tem mais mérito do que a própria casa em si.

4-Ora se é verdade que não há casa que não tenha sido construída por alguém, não menos verdade é que quem construiu tudo o que existe foi YAHU UL.

5-É bem certo que Mehushua serviu com toda a fidelidade na casa de YAHU UL, mas o que ele fez foi um serviço, o de anunciar aquilo que havia de ser revelado mais tarde.

6-Mas ha-MEHUSHKHAY é fiel e responsável como ha-BOR sobre a sua própria casa, a qual casa somos nós próprios, se conservarmos a nossa confiança até ao fim, assim como a exultação da esperança em YAHU UL.

 

Aviso contra a incredulidade

 

7-11-Portanto o RÚKHA hol-HODSHUA nos avisa, como está escrito:Se hoje ouvirem a sua voz, não endureçam os vossos corações, como fizeram na rebelião,durante o tempo de prova no deserto onde os seus pais tentaram a minha paciência; ali vossos pais duvidaram de mim, mesmo depois de terem visto tudo o que eu podia fazer durante quarenta anos andei desgostoso com esta geração, disse YAHU UL. É um povo que erra constantemente recusa aceitar os meus caminhos por isso jurei, na minha cólera,que não entrariam no meu descanso.


12-Tomem então cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês se afaste para longe de YAHU UL vivo, levado pelo seu coração mau e incrédulo

13-Pelo contrário, procurem encorajar-se uns aos outros enquanto dura esse tempo de hoje, a fim de que ninguém endureça o seu coração pelo engano do pecado.

14-Porque se mantivermos firmemente até ao fim a nossa confiança em YAHU UL, como quando nos tornamos YAHUSHUAhim, participamos de tudo o que pertence a hol-MEHUSHKHAY.


15Então, não esqueçamos este aviso:Se hoje ouvirem a sua voz, não endureçam os vossos corações, como quando eles provocaram YAHU UL.

16-E quem foram esses que, depois de ouvirem YAHU UL falar-lhes, o provocaram? Não foram porventura os que por meio de Mehushua saíram do Egito?

17-E não foram esses que durante quarenta anos tanto exasperaram YAHU UL e pecaram, tendo os seus cadáveres ali ficado no deserto?

18-E não foram eles a quem YAHU UL declarou, com juramente, que não
haviam de entrar e repousar na terra? Pois foram esses mesmos que lhe desobedeceram.


19-E não puderam entrar por causa da sua incredulidade.

 

HEBR-US 4

 

O prometido repouso para o povo de YAHU UL

 

1-E embora a promessa de YAHU UL, de entrarmos no seu lugar de descanso, continue de pé, devemos ter muito cuidado quando alguns derem mostras de ficar para trás.

2-Porque essa Mensagem Gloriosa foram-nos anunciadas também a nós,
tal como a eles. Mas se de nada lhes serviu, é porque não creram nelas, quando a ouviram.

3-Quanto a nós, visto que cremos, temos a certeza de entrar no repouso de YAHU UL. Quanto aos que não creem, YAHU UL disse:Na minha indignação obriguei-me com juramento a não deixar que entrassem no meu repouso, embora este lugar de repouso esteja pronto desde a criação do mundo.

4Sabemos isto porque as Qaotáv mencionam o sétimo dia, dizendo: E repousou YAHU UL de todas as suas obras no sétimo dia.

5-6-Mas acontece que aqueles a quem foram pregadas as primeira Mensagem Gloriosa não entraram nesse repouso preparado, por causa da sua desobediência; por isso está escrito: Não entrarão no meu repouso. Contudo, isto dá a entender que ainda haverá alguém que devera entrar nele.

7-E é assim que fixa outra ocasião para entrar; essa ocasião é hoje. E isto diz YAHU UL, pela boca de Dáoud, muito depois: Hoje, se ouvirem a sua voz,não endureçam os vossos corações.

8-Porque, se esse repouso tivesse sido aquele para onde YAHUSHUA conduziu o povo de YAshorúl, YAHU UL não teria falado mais tarde numa nova ocasião.

9-Portanto é porque há ainda um repouso para o povo de YAHU UL.


10-Ora quem já entrou no descanso de YAHU UL, também já descansou das suas obras, tal como YAHU UL também das suas.

11-Busquemos então tudo o que é necessário para entrar nesse lugar de descanso. Procuremos que ninguém, à semelhança do povo de YAshorúl, caia na mesma incredulidade que eles.

12-A palavra de YAHU UL é viva e eficaz. É mais penetrante do que uma espada de dois gumes, chegando à distinção da alma e do espírito, como que à junção de osso e medula. Ela é capaz de distinguir os pensamentos, as intenções do coração.


13-Não há nada em toda a criação que esteja escondido aos olhos de YAHU UL; pelo contrário tudo está patente e a descoberto perante aquele a quem temos de prestar contas.

 

Hol-MEHUSHKHAY é o nosso Cóhan ha-Gaoldúl (Supremo Intermediário
Espiritual)

 

14-Portanto, visto que temos um tão excelente Cóhan ha-Gaoldúl, que é
YAHUSHUA ha-BOR de YAHU UL, que penetrou em shua-ólmaYA, mantenhamos-nos firmemente fiéis à fé que confessamos ter.

15-Este nosso Cóhan ha-Gaoldúl não é um simples homem que não possa compreender as nossas fraquezas. Pelo contrário, ele passou por todas as mesmas provas que nós, mas sem ter pecado.

16-Portanto cheguemo-nos com confiança ao trono de YAHU UL para podermos receber misericórdia e graça, e para sermos ajudados sempre que tivermos necessidade.

 

HEBR-US 5

 

1-3-O supremo intermediário é um homem como qualquer outro, mas constituído para representar os homens nas suas relações com YAHU UL. Por isso ele apresenta as ofertas a YAHU UL e oferece sacrifícios pelos pecados, tanto do povo, como os seus próprios também. E como ele mesmo está sujeito à fraqueza humana, pode tratar com toda a bondade os outros que pecam, seja por ignorância, seja por desobediência.

4-E ninguém se torna sumo intermediário somente porque deseja tal honra. Tem de ser chamado por YAHU UL, tal como Aharón.

5Assim hol-MEHUSHKHAY, da mesma maneira, não se honrou a si próprio como Cóhan ha-Gaoldúl, mas foi YAHU UL quem o instituiu nessa dignidade, dizendo-lhe: Tu és o meu ha-BOR. Hoje tornei-me teu YAHU ABí.

6-E lemos ainda noutro lugar. Tu és intermediário para sempre, à semelhança de Molkhi-Tzaodóq.


7- Hol-MEHUSHKHAY, enquanto ainda estava na terra, numa agonia de alma, apresentou orações e súplicas a YAHU UL, que o poderia ter livrado daquela morte. E YAHU UL ouviu-o, atendendo à sua submissão.

8-Vemos portanto que YAHUSHUA, ainda que sendo ha-BOR, ele próprio experimentou o que era a obediência por aquilo que padeceu.

9-E foi assim que ficou perfeito o que ele cumpriu e que oferece a salvação eterna àqueles que lhe obedecem.

10 YAHU UL mesmo o reconhece como Cóhan ha-Gaoldúl à semelhança de Molkhi-Tzaodóq.

 

Uma chamada ao crescimento espiritual

 

11-Muito mais teríamos a dizer sobre isso; contudo não é fácil
explicar-vos essas coisas, pois que vocês se têm tornado preguiçosos para as compreender.

12-Porque ao tempo que são YAHUSHUAhim deviam até poder já ensinar
outros. Mas ao contrário precisam de quem vos ensine as primeiras coisas da revelação de YAHU UL. Vocês fizeram-se como criancinhas que só podem beber leite, e não alimento sólido.

13-Ora, quando uma pessoa ainda se alimenta só de
leite, é como um bebê e ainda não está capaz de ter experiência de coisas que a justiça de YAHU UL exige.

14-Mas o alimento sólido é para os que adquiriram
maturidade, e que em resultado do exercício das suas faculdades são capazes de distinguir o bem do mal.

 

HEBR-US 6

 

1-Por isso não continuemos sempre com as noções elementares da doutrina YAHUSHUAhee, mas avancemos no sentido do amadurecimento. Não fiquemos como que a lançar de novo os mesmos alicerces, do arrependimento do pecado e das obras mortas, da necessidade da fé em YAHU UL,

2-do ensino referente ao Batismo, da imposição das mãos, da ressurreição de mortos e do julgamento eterno

3-Mas, com a ajuda de YAHU UL, avancemos agora para um conhecimento mais amadurecido.

4-Se alguém já recebeu a luz de YAHU UL, se provou das coisas celestiais, se participou do RÚKHA hol-HODSHUA,

5- se viu como é boa a palavra de YAHU UL e conheceu o poder do mundo que há-de vir,

6-depois disto tudo, se afastou de YAHU UL, não encontrará uma segunda oportunidade para arrependimento. É como se sacrificassem novamente ha-BOR de YAHU UL, expondo-o publicamente à afronta.


7-Quando a terra lavrada recebe chuvas que caem com frequência sobre ela e produz boas colheitas para os que a cultivam, tem a bênção de YAHU UL.

8-Mas, se uma terra cria espinhos e cardos, não presta, e o lavrador queimá-la-á.

9-Mas de vocês, meus queridos amigos, ainda que falemos assim, contamos que as vossas vidas produzam sempre os melhores frutos, que devem ser o resultado normal da vossa salvação.

10 -YAHU UL não é injusto. Ele não se esquece do vosso trabalho e do amor que têm mostrado pelo YAHU UL, até pelos serviços que têm prestado – e continuam a prestar – aos crentes.

11-E o nosso desejo é que cada um continue mostrando o mesmo zelo até ao fim da vida, até ao momento em que verão completamente realizada a vossa esperança.

12-Não se tornem descuidados, mas procurem seguir o exemplo de todos aqueles que pela fé, e pela sua persistência, têm recebido o cumprimento das promessas de YAHU UL.

 

A garantia da promessa de YAHU UL

 

13-Quande YAHU UL fez a promessa a Abruham, garantiu-a com um juramento feito sobre o seu próprio nome, visto que não havia ninguém maior do que ele.


14-E disse: Garanto-te que te abençoarei efetivamente, e que terás uma
descendência abundantíssima.

15-Abruham então esperou com paciência, e viu a
promessa concretizar-se.

16-É evidente que os homens, quando prestam juramento, procuram fazê-lo por alguém que lhes seja superior, para que sirva de garantia e não haja assim nenhuma hipótese de desentendimento.

17-Assim também YAHU UL confirmou aquilo que disse com um juramento, a fim de que os que iriam receber a promessa ficassem com a certeza de que ele nunca mais mudaria os seus planos.


18-Assim vemos que, por dois fatores imutáveis – a promessa e o juramento – nós podemos confiar inteiramente nele. É pois impossível que YAHU UL diga uma coisa que afinal não cumpra; e isso nos dá muita segurança, a nós para quem a esperança da vida eterna é como um refúgio

19-é para a alma uma âncora segura e
firme, que nos mantém ligados a YAHU UL, no Templo mesmo da sua presença,


20 onde hol-MEHUSHKHAY entrou antes de nós e a favor de nós, agora na sua dignidade de Cóhan ha-Gaoldúl da mesma linha de Molkhi-Tzaodóq.

 

HEBR-US 7

 

Molkhi-Tzaodóq, o intermediário

 

1-Este Molkhi-Tzaodóq era rei da cidade de Shua-oléym e também
intermediário de YAHU UL altíssimo. Quando Abruham regressava vitorioso de uma grande batalha contra vários reis, Molkhi-Tzaodóq saiu-lhe ao encontro e abençoou-o.

2-Abruham então deu-lhe a décima parte dos despojos. Molkhi-Tzaodóq
significa rei de justiça; além disso é também rei de Shua-oléym, que quer dizer rei de paz.

3-Aparecendo sem que seja mencionado nem pai nem mãe, nem existindo nenhuma menção dos seus antepassados, sem indicação nem de nascimento nem de morte, a sua vida torna-se assim semelhante à do ha-BOR de YAHU UL, que é intermediário para sempre.

4-Notem então como este Molkhi-Tzaodóq foi uma figura
importante: Foi a ele que o patriarca Abruham deu a décima parte dos despojos.


5-Agora os intermediários, que são descendentes de Leví, são mandados pela lei de Mehushua a cobrar a décima parte de todo o povo, mesmo que sejam seus parentes.

6-Mas Molkhi-Tzaodóq, que nem tinha nada a ver com Leví, recebeu o dízimo de Abruham e o abençoou, sendo este quem tinha já recebido as promessas de YAHU UL.=

7-Sem sombra de dúvida, a pessoa que tem o poder de abençoar é sempre maior do que a pessoa que é abençoada.

8-Além disso, lembremo-nos de que os intermediários YAHÚ-dim, que recebiam os dízimos do povo, eram simples mortais; porém de Molkhi-Tzaodóq não nos é dito que tenha morrido.

9-Poderemos ainda dizer que o próprio Leví, o antecessor dos intermediários, que cobram os dízimos, pagou ele próprio o dízimo a Molkhi-Tzaodóq na pessoa de Abruham, seu antecessor.

10-Pois, embora Leví não fosse ainda nascido, a semente dele estava
nos lombos de Abruham quando Molkhi-Tzaodóq cobrou deste o dízimo.

 

O sacerdócio eterno de YAHUSHUA

 

11-E, se os intermediários YAHÚ-dim e as suas leis fossem capazes de nos salvar, que necessidade haveria que aparecesse outro intermediário à semelhança de Molkhi-Tzaodóq, e não da descendência de Aharón?

12-16-Ora, se houve uma mudança de intermediário, é porque houve também, necessariamente, uma mudança de lei. Como é sabido, hol-MEHUSHKHAY pertencia à tribo de YAHUDAH, da qual nunca Mehushua falou a propósito de sacerdócio, e da qual também nunca houve ninguém que tivesse prestado serviço sacerdotal no altar. É assim claro que foi instituído um novo intermediário à semelhança de Molkhi-Tzaodóq, que se tornou intermediário, não segundo a sucessão da tribo de Leví, mas segundo o poder que deriva da vida que jamais findará!

17-E o Salmista salienta esse fato quando diz a respeito de hol-MEHUSHKHAY: Tu és intermediário para sempre, à semelhança de Molkhi-Tzaodóq.

18-Portanto o antigo sistema de sacerdócio foi anulado porque era inútil e sem capacidade para salvar.

19-Na verdade a lei nunca tornou ninguém justo. Mas agora é bem melhor a nossa esperança de chegar até YAHU UL.


20-22-Além disso é preciso não esquecer que foi com um juramento que YAHU UL fez de hol-MEHUSHKHAY um Cóhan (intermediário) eterno; e isso não aconteceu com nenhum dos intermediários Levítas. Só de hol-MEHUSHKHAY está escrito:  YAHU UL jurou e nunca há-de alterar o seu intento: Tu és intermediário para sempre. Eis a razão por que hol-MEHUSHKHAY nos pode garantir uma aliança com seu YAHU ABí muito melhor que a anterior.


23-No sistema antigo foi preciso que muitos intermediários se sucedessem; a morte impedia-os de permanecerem para sempre

24-Mas YAHUSHUA vive para sempre; por isso é permanentemente intermediário

25-Portanto pode salvar perfeitamente todos os que por ele se chegam a YAHU UL, vivendo eternamente para intervir junto de seu YAHU ABí a favor deles.

26-É pois o tipo de supremo intermediário que nos convinha: santo, irrepreensível, sem nunca ter sido manchado pelo pecado, separado dos pecadores; e foi-lhe dado o lugar de maior honra no céu.

27-Ele não precisa, como os outros intermediários, de oferecer sacrifícios diários, primeiro pelos seus próprios pecados e depois pelos do povo, como os outros sumo intermediários. Mas YAHUSHUA sacrificou-se pelos pecados do povo, uma vez por todas, quando se ofereceu a si mesmo em sacrifício no madeiro.

28-Os supremos intermediários instituídos pelo antigo sistema da lei eram homens imperfeitos, mas aquele que YAHU UL mais tarde nomeou com um juramento solene é o seu ha-BOR, perfeito para sempre.

 

HEBREUS 8

 

O Cóhan ha-Gaoldúl (Sumo Intermediário o Sacerdote) do Novo Testamento

 

1-Portanto, em resumo, o que temos estado a dizer é que temos um Cóhan ha-Gaoldúl, hol-MEHUSHKHAY, que está no céu, sentado à direita do trono de YAHU UL majestoso.

2-Aí ele exerce as suas funções no verdadeiro Templo celestial, que é um Templo construído pelo YAHU UL mesmo e não pelos homens.

3-E visto que todo o supremo intermediário é nomeado para apresentar a YAHU UL ofertas e sacrifícios, hol-MEHUSHKHAY fez também uma oferta.

4-E o certo é que, aqui na terra, ele não podia ter sido intermediário, pois já havia outros intermediários para fazer sacrifícios, de acordo com a lei.

5-E eles servem num lugar de adoração que é somente uma cópia, uma sombra, do verdadeiro Templo no céu. Porque quando Mehushua se preparava para construir o tabernáculo, YAHU UL o avisou de que devia seguir exatamente o modelo que lhe tinha sido mostrado no Monte Sinai.

6-Mas a hol-MEHUSHKHAY foi confiado um serviço muito mais importante, até porque o novo acordo para o qual serviu de medianeiro entre YAHU UL e os homens se fundamenta em promessas muito mais excelentes.


7-Evidentemente que se a primeira aliança tivesse sido perfeita não teria havido razão para ser substituída por outro acordo.

8-12-Mas YAHU UL chamou atenção da imperfeição na velha aliança quando disse:Há-de vir o tempo em que farei um novo pacto com o povo de YAshorúl e com o povo de YAHUDAH esse acordo não será como o antigo que eu estabeleci com os seus pais, quando os tomei pela mão a fim de os fazer sair da terra do Egito. Ora, como eles não cumpriram a sua obrigação nesse acordo, eu por minha parte virei-lhes as costas, diz YAHU UL contudo, este é o pacto que depois hei-de fazer com o povo de YAshorúl, diz YAHU UL escreverei as minhas leis nos seus entendimentos,elas estarão gravadas nos seus corações. Eu serei o seu YAHU UL, e eles serão o meu próprio povo então ninguém terá de dizer ao seu vizinho, nem ao seu irmão: Precisas de conhecer YAHU UL! – porque todos, grandes e pequenos, já me conhecerão nesse tempo. Terei misericórdia deles e perdoarei as suas injustiças; não me lembrarei mais dos seus pecados.

13-Portanto se YAHU UL fala de um novo pacto é porque considera o anterior caducado. E, se assim é, envelheceu, está posto de lado.

 

HEBR-US 9

 

O velho tabernáculo, o novo Templo

 

1-Ora, o primeiro acordo tinha as suas normas de adoração, e um tabernáculo terreno.

2-Nesse Templo havia dois compartimentos. O primeiro que continha um castiçal, e uma mesa com os pães sagrados. Esta parte do tabernáculo chamava-se lugar santo

3-Depois de uma cortina havia o segundo compartimento, que era o lugar santíssimo.

4-Aí que se punha o incensário de ouro, e a arca da aliança toda recoberta de ouro. Dentro dela estava um recipiente de ouro com uma amostra do maná, a vara de Aharón que tinha florescido e as placas de pedra da aliança

5-Sobre esta arca havia dois querubins, da glória de YAHU UL, cujas asas se estendiam por cima do propiciatório. Mas não vamos agora falar dessas coisas em pormenor.

6-Ora, de acordo com esta disposição, os intermediários entravam no primeiro compartimento as vezes que fosse necessário para o cumprimento das suas funções.

7-Mas no segundo compartimento já somente o supremo intermediário
entrava, e apenas uma vez por ano. Precisava até de trazer o sangue de um animal sacrificado para o apresentar diante de YAHU UL, pelos seus pecados e também pelos do povo. 

8 -RÚKHA dava a entender com isto que o caminho ainda não estava aberto para o Templo celeste enquanto estivesse de pé o primeiro tabernáculo.

9-Há aqui ensinamento importante para nós, hoje em dia: é que nesse
primeiro Templo se ofereciam sacrifícios, se faziam ofertas que afinal não conseguiam purificar a consciência dos que assim prestavam o culto.

10-Na verdade aquele sistema baseava-se em alimentos a tomar e a beber, em regulamentos sobre a maneira de se lavarem para os atos do culto, tudo coisas que diziam respeito à vida do corpo. Tudo até ao tempo em que YAHU UL devia reformar isso inteiramente.

 

O
DAM (sangue) de hol-MEHUSHKHAY

 

11-E assim foi que hol-MEHUSHKHAY veio como Cóhan ha-Gaoldúl mas de um sistema melhor. Ele entrou no Templo celestial, maior e mais perfeito, que não é feito por mãos de homens, que não faz parte deste mundo material.

12-E, uma vez por todas, não com sangue de animais sacrificados, mas com o seu próprio veemDAMveem (sangue) nos garantiu uma salvação eterna.

13-Porque se, anteriormente, o sangue de touros e de bodes e as cinzas de um bezerro derramado sobre aqueles que eram considerados impuros, os tornava limpos, mas de uma maneira exterior,

14-quanto mais o DAM (sangue) de hol-MEHUSHKHAY que, pelo RÚKHA eterno, se ofereceu, sem mancha, a YAHU UL, purificará as nossas consciências das obras que levam à morte, para podermos servir YAHU UL vivo.

15-É por isso que hol-MEHUSHKHAY é o mediador de um novo pacto; porque tendo morrido para libertar as pessoas da culpa dos pecados, até os cometidos sob a primeira aliança, faz agora com que todos aqueles que são chamados possam entrar na posse dos bens eternos que lhes foram prometidos.

16-Quando alguém deixa um testamento, só depois de essa pessoa ter efetivamente morrido é que esse testamento é válido.

17-Só depois da sua morte, e não durante o tempo de vida, é
que o testamento tem validade.

18-Também por essa mesma razão é que o antigo
testamento exigia o derramamento de sangue como prova de morte.

19-20-Com efeito, Mehushua, depois de ter exposto ao povo inteiro todos os mandamentos que se encontravam na lei de YAHU UL, lançou simbolicamente sobre o texto que acabava de ler, e também sobre todo o povo, gotas do sangue dos sacrifícios, misturado com água, por meio de um pedaço de lã escarlate e de um ramo de hissope, tendo dito então: Este é o DAM (sangue) que marca o começo da aliança que YAHU UL faz connosco. 

21-E da mesma forma lançou o sangue sobre a
tenda do Templo e sobre todos os utensílios usados no culto

22-Na verdade podemos dizer que quase tudo, segundo o ritual do antigo sistema, era purificado assim, com sangue. E na realidade sem sangue derramado não há perdão dos pecados

23-Por isso era necessário absolutamente que todas as coisas que se
achavam na tenda do Templo, que eram símbolos do que está no céu, também fossem purificadas dessa maneira. Mas as coisas que estão no céu são tornadas efetivas por meio de um sacrifício muito mais excelente:

24- Hol-MEHUSHKHAY, que entrou no próprio céu, a fim de se apresentar perante YAHU UL a nosso favor. Não entrou, claro está, num Templo terreno, feito por homens, imagem do verdadeiro que está no céu.

25-Também hol-MEHUSHKHAY não precisa de se oferecer repetidamente em sacrifício, tal como o Cóhan ha-Gaoldúl (Sumo Sacerdote o Intermediário) aqui na terra, que tinha de entrar no lugar santíssimo do tabernáculo uma vez por ano, com sangue que não era evidentemente o seu próprio, mas o dos animais sacrificados.

26-Se isso fosse necessário, então hol-MEHUSHKHAY teria que morrer vez após vez desde o princípio do mundo. Mas, não! Quando chegou o tempo marcado, hol-MEHUSHKHAY se manifestou uma vez por todas para destruir o poder do pecado através do seu sacrifício por nós.

27-E assim como está determinado que os seres humanos morram uma só vez, e depois sejam julgados por YAHU UL,

28-da mesma forma também hol-MEHUSHKHAY morreu uma só vez, oferecendo-se a

si mesmo em sacrifício pelos pecados de muitos. E virá de novo, mas agora não para

tratar do pecado, mas para trazer salvação a todos aqueles que ansiosamente esperam por ele.

 

HEBR-US 10

 

O
sacrifício único de hol-MEHUSHKHAY

 

1-Ora, sendo que o antigo sistema da lei de Mehushua era apenas uma sombra dos benefícios que ainda estavam para vir, e não transmitiam a imagem exata das realidades espirituais, é evidente que nunca esses sacrifícios, que se repetiam continuamente ano após ano, podiam purificar perfeitamente os que se chegavam a YAHU UL.

2-Se assim fosse, um só sacrifício teria bastado. Os participantes no
ato de adoração teriam sido purificados de uma só vez, nunca mais tendo sentido o sentimento de culpa sobre as suas consciências.

3-Esses sacrifícios, pelo contrário, vêm lembrar-lhes continuamente, todos os anos, o seu pecado.

4Porque é impossível que o sangue de touros e de bodes tire a culpa dos pecados.

5-7-Foi por isso que hol-MEHUSHKHAY, quando veio ao mundo, disse:Sacrifícios e ofertas não quiseste,mas formaste-me um corpo ão são animais queimados em oferta pelo pecado o que tu reclamas então eu disse:Aqui venho, ó YAHU UL, para fazer a tua vontade,tal como está escrito a meu respeito no livro de YAHU UL.


8-Repare-se então que diz: não quiseste sacrifícios nem ofertas nem animais queimados pelo pecado – isso não te agrada (embora seja exigido pela lei de Mehushua).

9-E acrescenta depois: Aqui venho, ó YAHU UL, para fazer a tua
vontade. Isso significa que tirou o primeiro sistema para instituir um segundo


10-E foi porque YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY executou a vontade de YAHU UL, oferecendo por uma só vez a sua própria vida em sacrifício, que nós somos limpos do pecado.

11-Na antiga aliança, os intermediários deviam todos os dias
executar muitas vezes os mesmos sacrifícios que nunca podiam apagar os pecados.


12-Mas ha-MEHUSHKHAY, tendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, válido para sempre, está sentado no lugar de maior honra, à direita de YAHU UL,


13-onde espera que todos os seus inimigos lhe fiquem submetidos sob os seus pés.


14-Por meio daquela única oferta da sua própria vida, hol-MEHUSHKHAY tornou perfeitos para sempre aqueles que são santificados.

15-17-E o RÚKHA hol-HODSHUA confirma que isto é assim mesmo, quando inspirou estas palavras:Este é o pacto que depois hei-de fazer com o povo de YAshorúl,diz YAHU UL: Escreverei as minhas leis nos seus entendimentos,elas estarão gravadas nos seus corações. E, Não me lembrarei mais dos seus pecados,nem das suas más ações.

18-É evidente que pecados que já tenham sido perdoados, não há mais necessidade de fazer sacrifícios para os apagar.

 

Chamada à
perseverança

 

19-Assim, meus irmãos, devido ao veemDAMveem (sangue) de YAHUSHUA podemos entrar, com ousadia, no lugar santíssimo

20-Este é o caminho novo e cheio de vida que hol-MEHUSHKHAY nos abriu ao rasgar a cortina de separação, por meio da sua morte por nós.

21-E visto que temos assim um Cóhan ha-Gaoldúl sobre a casa de
YAHU UL,

22-cheguemo-nos com um coração sincero, na certeza confiante da fé,
tendo as nossas consciências purificadas e o nosso corpo lavado com água pura


23-Mantenhamos firmemente a nossa esperança, porque YAHU UL é fiel, e nada falhará do que promete

24Procuremos desenvolver entre nós o amor fraternal e
estimulemo-nos a fazer o bem.

25-Não descuidemos a nossa participação na comunidade dos crentes, como muitos fazem. Pelo contrário, animemo-nos uns aos outros, tanto mais que vemos aproximar-se o grande momento da sua segunda vinda.

26-Se depois de ter tido o pleno conhecimento daquilo que é a verdade,
continuarmos deliberadamente a pecar, não haverá nenhum sacrifício que possa cobrir esses pecados.

27-Aí não resta mais do que aguardar o julgamento de YAHU
UL e o fogo furioso que consumirá todos os que se levantam contra ele.

28-Alguém que desobedecesse às leis de Mehushua era morto sem apelo, apenas na base do testemunho de duas ou três pessoas

29-Portanto, imaginem de quanto maior castigo não será considerado merecedor aquele que desprezar ha-BOR de YAHU UL, e considerar sem valor o DAM (sangue) que ele derramou, com o qual ficou confirmada a nova aliança com YAHU UL, e ofender o RÚKHA hol-HODSHUA.

30-Porque bem conhecemos aquele que disse: A justiça pertence-me, e hei-de exercê-la. E logo a seguir:  YAHU UL julgará o seu povo.

31-É terrível ficar sob o castigo de YAHU UL vivo.

32-Lembrem-se daqueles primeiros tempos, depois de terem sido iluminados, em que tiveram de suportar o sofrimento de grandes combates.

33-Por vezes foram expostos ao escarnecimento e ao sofrimento, outras vezes foram vocês que apoiaram outros que padeceram as mesmas coisas.

34-Vocês padeceram igualmente com aqueles que foram lançados na
prisão, e aceitaram com alegria que vos fosse tirado o que possuíam, sabendo que riquezas bem melhores e permanentes vos esperam no céu.

35-Não deixem pois enfraquecer a vossa confiança em YAHU UL; ela será abundantemente recompensada.


36-É preciso continuar com perseverança a fazer a vontade de YAHU UL, se quiserem depois obter o que ele vos prometeu.

37-38-Está escrito: Ainda mais um pouco e aí teremos aquele que há-de vir. Não se demorará!O justo viverá pela fé, e se ele recuar, a minha alma não terá prazer nele.

39-Nós porém não somos daqueles que recuam e são destruídos, mas antes daqueles cuja fé assegura a nossa salvação.

 

HEBREUS 11

 

Grandes
exemplos de fé

 

1-A fé é a firme certeza das coisas que se esperam; é a evidência daquilo que ainda não vemos.

2-Foi porque tiveram essa fé que grandes homens de YAHU UL receberam o testemunho da aprovação de YAHU UL.

3É a fé que nos dá a entender que o mundo inteiro foi criado pela palavra de YAHU UL; quer dizer que o que existe foi criado a partir do que se não vê!

4-Foi a fé que inspirou Abúl a fazer a YAHU UL um sacrifício mais agradável do que o de Cain. Aceitando a sua oferta YAHU UL mostrou a Abúl que era perdoado. Ainda que já esteja morto, Abúl continua a dar-nos uma lição.

5-Pela fé Kanóch foi levado para o céu sem experimentar a
morte; um dia deixaram de o ver porque YAHU UL o tinha levado. Isto foi assim porque antes lhe foi mostrado que agradou a YAHU UL.

6-Ora, sem fé é impossível agradar a YAHU UL. É necessário que quem se aproximar dele creia que ele existe e que recompensa os que sinceramente o buscam.

7-Pela fé Nokh creu quando YAHU UL o avisou de coisas que ainda estavam para acontecer, e consciente da sua gravidade, começou a construir a arca na qual salvou a sua família. Esse ato de fé foi como a condenação dos que não quiseram aceitar aquele aviso. E assim Nokh obteve o direito de ser justificado pela fé.

8-Pela fé Abruham obedeceu quando YAHU UL o chamou, e partiu para uma terra que lhe prometia dar, como uma herança. E foi, sem mesmo saber para onde ia.

9-Sempre em resultado da sua fé, ele aceitou habitar nessa outra terra como um estrangeiro, vivendo em tendas, tal como YAHUtz-kaq e YAHUCAF, aos quais YAHU UL fez também a mesma promessa


10-É que Abruham esperava aquela cidade solidamente estabelecida, cujo arquitecto e construtor é YAHU UL mesmo.

11-Pela fé Soroáh, mulher de Abruham, pôde ter um
filho, apesar da sua idade avançada, pois teve por digno de fé aquele que lho havia prometido

12-E foi assim que uma nação inteira veio de Abruham, já velho
de mais para ter filhos. E o fato é que dele descenderam tantos milhões quantas as cocavím (est-elas) do firmamento, ou os grãos de areia à beira 
mar!

13-Todas estas pessoas viveram na fé e morreram sem terem visto o cumprimento das promessas; mas foi como se as vissem de longe, e crendo nelas, aceitaram-nas. Eles reconheciam que aqui na terra eram estrangeiros, vivendo de passagem.

14-E os que reconhecem isso mostram claramente que buscam a sua
verdadeira pátria.

15-Se tivessem querido, teriam podido voltar à terra donde
tinham saído. Mas não.

16-É que eles tinham em vista uma muito melhor, um país
celestial. Por isso YAHU UL não se envergonha de ser considerado o seu YAHU UL, porque lhes preparou uma cidade.

17-Pela fé Abruham ofereceu em sacrifício o seu filho YAHUtz-kaq, quando YAHU UL quis experimentá-lo. É verdade! Ele ofereceu a vida de seu único filho, que era o cumprimento da promessa de YAHU UL.

18-Defato YAHU UL lhe tinha dito que seria através de YAHUtz-kaq que viria toda a sua descendência.

19-Mas Abruham sabia que YAHU UL era poderoso até para o fazer
ressuscitar! E no fundo foi isso que aconteceu: foi como se ressuscitasse.


20-Pela fé YAHUtz-kaq abençoou YAHUCAF e Esaú, garantindo-lhes coisas que diziam ainda só respeito ao futuro.

21-Pela fé YAHUCAF, já próximo a morrer, abençoou
cada um dos filhos de YAHU-saf, e, apoiado ao seu bordão, adorou YAHU UL.


22-Pela fé YAHU-saf, igualmente no fim da vida, falou da saída do povo de YAshorúl do Egito, dando ordens sobre os seus restos mortais.

23-Pela fé os pais de Mehushua esconderam-no durante três meses, depois de nascer. Viram que era uma criança formosa e não temeram a ordem do rei.

24-Pela fé o mesmo Mehushua,
já homem feito, renunciou ao título de filho da filha do faraó,

25-escolhendo antes ser maltratado com o povo de YAHU UL do que, por um tempo limitado, gozar de uma vivência onde reinava o pecado.

26-Preferiu sofrer o desprezo, por amor a
hol-MEHUSHKHAY, achando que isso era um bem superior às riquezas do Egito. É porque ele tinha em vista a recompensa.

27-Pela fé deixou o Egito sem temer a
ira do rei, mantendo-se firme, como vendo aquele que é invisível

28-Pela fé celebrou a PósqaYA e mandou aspergir o sangue do animal para que, quando viesse o anjo destruidor matar os filhos mais velhos, fossem poupados os das famílias de YAshorúl.

29-Pela fé atravessaram os YAshorulítas o Mar Vermelho como se
fosse terra seca. E quando os egípcios tentaram fazer o mesmo, morreram afogados.

30-Pela fé caíram as muralhas de Yáricho, depois de o povo de YAshorúl
ter marchado à volta delas por sete dias.

31-Pela fé Rahab, que tinha sido uma mulher de má vida, recebeu em paz os YAshorulítas enviados para espiar a cidade, e não morreu com os que não acreditavam em YAHU UL.

32-De quem hei-de eu falar mais? Faltar-me-ia o tempo se quisesse ainda falar de Gideon, de Boruháo, de Shamshón, de YAptákh, de Dáoud, de SHAMUUL, dos profetas;

33-pessoas que pela fé conquistaram nações, praticaram a justiça, obtiveram a realização das promessas, fecharam a boca de leões,

34-anularam a força do fogo, escaparam de morrer à espada, da fraqueza tiraram forças, foram valentes nas batalhas, fizeram recuar exércitos de estrangeiros.

35-E houve mulheres que receberam os seus entes queridos ressuscitados. Outros foram torturados, preferindo morrer a ficarem livres, porque esperavam que pela ressurreição alcançariam uma vida melhor

36-Outros foram ridicularizados, açoitados, acorrentados em prisões.


37-38-Até morreram apedrejados; serrados ao meio; outros foram tentados a renegar a sua fé, acabando por serem mortos à espada. Houve os que andaram vagueando pelos desertos e pelas montanhas, vestidos de fatos de ovelhas e de cabras, escondendo-se em covas e em cavernas, sem amparo, perseguidos e maltratados – o mundo não era digno deles.

39-Todos estes, embora tendo tido a prova de que YAHU UL tinha satisfação neles, não receberam o que ele lhes tinha prometido.

40-Porque YAHU UL tinha reservado para nós coisas melhores, e queria
que eles viessem também a participar delas juntamente connosco.

 

HEBR-US 12

 

A correção
de YAHU UL prova o seu amor

 

1-Portanto,nós também, visto que estamos rodeados por uma tão grande multidão de testemunhas, vidas que são exemplos da fé, deixemos tudo aquilo que nos embaraça, e o pecado que nos envolve tão de perto, e corramos com perseverança a carreira que nos está proposta.

2-Olhemos para YAHUSHUA. Ele é a fonte da nossa fé e aquele que a aperfeiçoa, o qual, pela alegria que lhe estava reservada, suportou a poste, aceitando a humilhação, vindo a sentar-se no lugar de maior honra à direita do trono de YAHU UL

3-Pensem bem em tudo aquilo que ele suportou da parte dos pecadores, para que não venham a enfraquecer, desencorajando-se.

4-No fundo ainda não chegaram, como ele, a verter o vosso sangue na luta contra o pecado.

5-6-Não se esqueçam das palavras de ânimo que YAHU UL vos dirige como a filhos:Meu filho, não desprezes a correção de YAHU UL, e não desanimes quando ele te mostrar que estás errado orque YAHU UL
corrige aquele a quem ama, e castiga aqueles que reconhece como seus filhos.


7-Deixem pois que YAHU UL vos discipline; isso só prova que ele vos trata como filhos. Pois não é normal que um pai corrija o seu filho?

8-Se YAHU UL não vos corrigisse, isso poderia ser sinal de que afinal não seriam seus filhos; seriam como filhos ilegítimos.

9-Pois se nós respeitamos os nossos pais aqui na terra
que nos educaram, não deveremos muito mais submetermo-nos ao nosso YAHU ABí espiritual, para aprendermos verdadeiramente a viver?

10- Os nossos pais terrenos só por um curto espaço de tempo nos educam, procurando fazer o melhor que sabem. Porém, a correção de YAHU UL é para o nosso bem, para participarmos da sua santidade.

11-Pois com certeza que nunca é agradável ser castigado; no
momento em que somos corrigidos custa-nos muito. Mas depois é que se veem os resultados, nos que foram disciplinados – uma vida justa e de paz.

12-Portanto, tornem a levantar as mãos caídas de cansaço; e firmem bem os joelhos já enfraquecidos.

13-Dirijam os vossos passos por caminhos direitos, para que
aqueles que coxeiam não acabem por se afastar de todo, mas antes aprendam a andar firmes.

 

Exortação à
santidade

 

14-Procurem viver em paz com toda a gente, e levar uma vida santa; porque sem santidade ninguém poderá chegar a ver YAHU UL.

15-Tenham cuidado para que ninguém deixe de beneficiar da graça de YAHU UL, e também que nenhuma amargura crie raízes em vocês, a qual, ao brotar, venha a causar-vos perturbações, e depois, por contaminação, também a muitos outros mais.-

16-Que ninguém se deixe arrastar pela imoralidade sexual, ou perca o respeito pelas coisas celestiais, como Esaú, que por um bom prato de comida chegou a vender os seus direitos de filho mais velho.

17-E sabem que mais tarde, quando quis recuperar esses direitos, não
conseguiu; de nada lhe serviram as lágrimas que verteu.

18-Vocês não tiveram que se aproximar de uma montanha de verdade, ardendo em fogo, no meio de escuridão, de trevas, e de uma tempestade, como aconteceu com YAshorúl no Monte Sinai quando YAHU UL lhes deu as suas leis.

19-E o que é ter ouvido aquele som de
trombeta, e a voz poderosa com uma mensagem que os YAshorulítas pediram que parasse porque não podiam ouvi-la mais.

20-Eles não podiam suportar a ordem de que: Se até um animal tocar na montanha devera ser apedrejado.

21-Aquele espetáculo era de tal forma aterrador que o próprio Mehushua declarou: Estou a tremer de espanto.

22-Em vez disso, vocês chegaram ao Monte Tzayán, que é a
cidade de YAHU UL vivo, a YAHUSHUA-oléym celestial, e aos milhares de anjos.


23-E chegaram à assembleia e Oholyáo dos primeiros filhos de YAHU UL, cujos nomes estão inscritos no céu. Vocês chegaram a YAHU UL, que é o juiz de todos, e aos espíritos daqueles que foram justificados e que já alcançaram a perfeição.

24-E chegaram a YAHUSHUA, o Mediador da Nova Aliança, que derramou o seu DAM (sangue), que graciosamente perdoa, ao contrário do sangue de Abúl que clama por vingança.

25-Não fechem pois os ouvidos a quem vos fala. Porque se não
escaparam aqueles que recusaram ouvir Mehushua, que lhes falava aqui na terra, muito menos escaparemos nós se recusarmos ouvir aquele que é do céu.

26-Quando YAHU UL falou do Monte Sinai, a sua voz fez tremer a terra. Mas YAHU UL nos diz: Ainda hei-de fazer tremer não só a terra, mas também o céu.

27-Com estas palavras YAHU UL mostra a fragilidade do mundo material, que pode ser sacudido, para que só fiquem as coisas inabaláveis.

28 -Visto que recebemos um reino que não pode ser destruído, sejamos agradecidos e agrademos a YAHU UL, adorando-o com profunda e santa reverência,

29-porque o nosso YAHU UL é um fogo consumidor.

 

HEBR-US 13

 

Exortações
finais

 

1-Não deixem
nunca de se amar com amor de irmãos.

2-Não se esqueçam da hospitalidade, porque
foi assim que alguns hospedaram anjos, sem o saber.

3-Lembrem-se dos presos como se estivessem presos com eles; e dos que são maltratados como se fossem vocês mesmos a sofrer.

4-Que o casamento seja por todos respeitado, assim como a
fidelidade entre os esposos. YAHU UL castigará sem falta os que se entregam à prostituição e cometem adultério.

5-Fujam do amor ao dinheiro; contentem-se com
o que têm, porque YAHU UL disse: Não te deixarei, nem te abandonarei.

6-É por isso que podemos afirmar com toda a segurança:
YAHU UL é aquele que me ajuda. Não terei medo do que o homem me possa fazer.

7-Lembrem-se dos vossos zaokanyáo (anciãos), que vos têm ensinado a
palavra de YAHU UL. Procurem imitar a fé deles, observando a sua maneira de viver.

8-YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY é o mesmo ontem, hoje e para sempre.

9-Não se deixem levar por doutrinas várias e não inspiradas por YAHU UL. Pois que a vossa força Espiritual é uma dádiva da Bondade de YAHU UL, e não o resultado de rituais sobre alimentos, que de nada aproveitam aos que se submetem a eles.


10Temos um altar no qual os que continuam a observar a antiga aliança não têm direito de participar.

11-No sistema das leis YAHÚ-dim, o supremo intermediário
trazia o sangue dos animais sacrificados para o Templo, como um sacrifício pelo pecado, e depois os corpos desses mesmos animais eram queimados fora do acampamento.

12-Foi por isso que YAHUSHUA também sofreu, vertendo o seu próprio
DAM (sangue) para nos purificar do pecado, mas fê-lo igualmente fora da cidade.

13-Vamos então ter com ele, lá fora, para com ele partilhar do desprezo
que o mundo lhe vota.

14Porque não é neste mundo que temos a nossa verdadeira
pátria; essa é futura.

15-Ofereçamos então continuamente a YAHU UL – por intermédio de YAHUSHUA – sacrifícios de louvor, que consistem essencialmente nos frutos de bocas que proclamam a glória do seu (Nome) Shúam.

16-Não se esqueçam também de fazer o bem e de repartir com outros, pois com esses sacrifícios também YAHU UL se agrada.

17-Obedeçam aos vossos zaokanyáo (anciãos), aceitando as suas diretivas; porque eles procuram estar atentos às vossas almas, tendo de dar conta delas a YAHU UL. Que eles o possam fazer com alegria; não a custo, pois isso não vos seria útil.

18- Orem por nós. Sabemos que a nossa consciência está limpa, pois em tudo nos temos conduzidos com honestidade.

19-Eu peço-vos com insistência que continuem a orar por mim, para que possa ir ter convosco o mais breve possível.

20-21-Que YAHU UL de paz, que ressuscitou nosso Molkhiúl YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY, o grande Ro-éh (Apascentador) do rebanho, o qual selou com o seu DAM (sangue) o pacto eterno, vos aperfeiçoe em tudo para fazerem a sua vontade, fazendo surgir nas vossas vidas tudo o que lhe é agradável, através de hol-MEHUSHKHAY YAHUSHUA. A ele seja dada glória para todo o sempre! Que assim seja!

22-Rogo-vos, irmãos, que atentem cuidadosamente
para as palavras de exortação desta carta, que vos escrevi abreviadamente.


23Dou-vos a conhecer que o irmão YAHUTAM já saiu da prisão, com o qual – se vier a tempo – vos irei visitar.

24-Deem saudações a todos os vossos zaokanyáo
(anciãos) e a todos os crentes em geral. Os YAHUSHUAhim da Itália vos saúdam.

25-Que a graça de YAHU UL seja com todos vocês.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: