ministeriohorafinal

2 Coríntios

2 CORINTIOS
1

 

1Esta carta
é enviada por mim, Shaúl, emissário de YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY pela vontade de
YAHU UL, e também pelo irmão YAHUTAM, à Oholyáo de YAHU UL em Corinto e a todos
os santos na Grécia. 2Que YAHU UL nosso ABí (Pai) e o Molkhiúl YAHUSHUA
hol-MEHUSHKHAY vos dê a sua graça e a sua paz.

 

O YAHU UL
de todo o conforto

 

3Louvado
seja o nosso YAHU UL, ha-ABí (o Pai) de nosso Molkhiúl YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY,
e a fonte de toda a misericórdia e ajuda! 4É ele quem nos conforta nas nossas
tribulações; e isto para que também possamos ajudar outros que estejam aflitos,
com a mesma ajuda e conforto que YAHU UL nos deu. 5E podem ter a certeza de que
quanto mais sofrermos por causa de hol-MEHUSHKHAY, tanto mais ele mostrará para
connosco o seu conforto através de hol-MEHUSHKHAY. 6Tem sido através de
tribulações que vos temos levado o alívio e a salvação de YAHU UL. Mas no meio
dessas provações YAHU UL nos confortou, o que se tornou em vosso benefício,
pois pudemos mostrar-vos pela nossa experiência pessoal a maneira como YAHU UL
ajuda todos os que passam pelos mesmos sofrimentos. 7Ele vos dará, pois, a
força para suportá-los igualmente. 8Penso que é justo, queridos irmãos, que
estejam ao corrente de todas as lutas por que temos atravessado na província da
Ásia. Fomos extremamente maltratados; receamos mesmo não conseguir sobreviver.
9Era como se nos sentíssemos já condenados a morrer, dando-nos bem conta da
pouca confiança que mereciam as nossas próprias forças; e isso levou-nos a pôr
tudo nas mãos de YAHU UL, o único que pode ressuscitar os mortos. 10E com
efeito ele nos livrou de morte terrível, e esperamos que assim nos livrará no
futuro. 11Mas vocês também nos podem ajudar com as vossas orações. E muitos
louvores serão dados a YAHU UL, em resultado das respostas às muitas orações a
favor da nossa segurança!

 

Mudança nos
planos por Shaúl

 

12Estamos
bem satisfeitos porque a nossa consciência nos é testemunha de que temos sido
puros e sinceros, dependendo em absoluto da graça de YAHU UL para nos ajudar, e
não das nossas capacidades. E isso é verdade especialmente em relação a vocês.
13Nas minhas cartas tenho sido direto, não há nada escrito nas entrelinhas e
nada que vocês não possam entender. Tenho esperança que algum dia vocês hão-de
compreender-nos completamente, 14apesar de agora isso ainda não acontecer.
Então no dia em que o Molkhiúl YAHUSHUA voltar, vocês terão orgulho de nós da
mesma maneira que nós teremos orgulho de vocês. 15-16E foi confiando na vossa
compreensão que eu cheguei a fazer planos para ir ver-vos na minha viagem para
a Macedónia, assim como também quando regressasse, para que dessa forma
tivessem uma bênção duplicada, e depois com a vossa ajuda preparasse a minha
deslocação à YAHUDAH. 17E então porque mudei eu de ideias, poderão perguntar?
Terá sido por leviandade? Ou porque agi com um espírito mundano, dizendo sim, e
estando a pensar que era não? De forma alguma! 18Tão certo como YAHU UL ser verdadeiro,
quando digo sim, quero mesmo dizer sim. 19-20 YAHUTAM, Siloáhn e eu vos temos
falado de YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY, ha-BOR de YAHU UL, e esse não é uma pessoa
que quando diga sim esteja a querer dizer não. Pelo contrário o seu sim é
absoluto; é a verdade. Todas as suas promessas ele as cumpre, porquanto ele é
fiel; e com isto damos glória ao seu (Nome) Shúam. 21Foi este YAHU UL quem nos
fez, a vocês e a nós, fiéis YAHUSHUAhim, e nos escolheu a nós para emissários
para pregar a Mensagem Gloriosa. 22Ele gravou em nós a sua marca de garantia -
o seu sinal de propriedade – que é o seu RÚKHA hol-HODSHUA. 23E YAHU UL sabe
que é verdade quando afirmo que se ainda não fui visitar-vos é porque tenho
querido poupar-vos a severas repreensões. 24Não é que tenhamos domínio sobre a
vossa fé, que é aliás bastante forte já; mas no fundo o que queremos é
contribuir para a vossa alegria.

 

2 CORINTIOS
2

 

1Mas eu
disse para mim mesmo que não iria fazer-vos uma nova visita em que tivesse de
vos entristecer 2E se eu vos deixar tristes, quem é que me faz a mim feliz
senão vocês a quem eu entristeci?p 3Foi por essa razão que vos escrevi daquela
maneira na minha última carta, para que possam pôr as coisas em ordem, antes
que eu chegue. E assim não serei entristecido justamente por aqueles que
deveriam ser os primeiros a dar-me maior satisfação. Eu sinto a vossa
felicidade tão ligada à minha que estou certo que vocês só podem sentir-se
felizes se eu for ter convosco com alegria 4Podem crer que me foi extremamente
penoso escrever-vos aquela carta! Foi com o coração apertado que o fiz, e
cheguei a chorar. Não queria ferir-vos; queria que sentissem a profunda afeição
que vos tenho.

 

Perdão para
o pecador confirmado

 

5Lembrem-se
de que o homem que causou aquele perturbação, não foi tanto a mim que ele
afligiu, mas sobretudo a vocês todos. 6Aliás ele já foi bastante castigado com
a reprovação unânime. 7É pois o momento agora de lhe perdoar e de lhe mostrar
simpatia. Pois de contrário a amargura e o desânimo podem até impedi-lo de se
reabilitar. 8Por isso vos peço que lhe testemunhem o vosso amor. 9Se vos
escrevi daquela maneira foi também para verificar até que ponto iria a vossa
obediência. 10Quando vocês perdoaram aquele homem, eu perdoei-lhe também. E
quando eu lhe perdoei (em tudo que havia para perdoar), eu fiz isso com a
autoridade de hol-MEHUSHKHAY, para vosso bem, e 11para que ha-Satan não tome
vantagem de tal situação, pois não ignoramos as suas táticas

 

Serventes
Espirituais da Nova Aliança

 

12Pois bem,
quando cheguei à cidade de Troas, YAHU UL deparou-me esplêndidas oportunidades
de pregar a Mensagem Gloriosa. 13Mas o irmão TITO não estava ali, como
combinado, e eu não podia descansar sem saber dele, por isso despedi-me dos
crentes e parti para a Macedónia. 14Mas graças a YAHU UL porque seguimos a
carreira triunfal de hol-MEHUSHKHAY e, seja por onde for que passemos, se
espalha o perfume do conhecimento da Mensagem Gloriosa por intermédio do nosso
testemunho. 15E para YAHU UL sobe, das nossas vidas, o saudável perfume da
presença de hol-MEHUSHKHAY em nós, e que é notado por todos, tanto pelos salvos
como pelos inconvertidos. 16Para estes últimos é um cheiro de morte, da
condenação de YAHU UL; mas para os outros esse cheiro é um perfume que lembra a
vida. E quem afinal é competente para uma tarefa como essa? 17Nós não somos
como negociantes – e há muitos por aí – que pregam para ganhar dinheiro. Nós
pregamos a mensagem de YAHU UL com sinceridade e com a autoridade que
hol-MEHUSHKHAY nos dá, pois sabemos que YAHU UL nos observa.

 

2 CORINTIOS
3

 

1Mas será
que com isto começamos outra vez a louvar-nos a nós mesmos? Precisamos, como
outros fazem, de trazer cartas de recomendação para convosco ou que nos
recomendam da vossa parte? 2-3Porque a única carta de que precisamos são vocês
mesmos, que são como uma carta que toda a gente pode conhecer e ler, escrita
nos nossos corações. 4Se ousamos dizer estas coisas sobre nós mesmos é pela
grande confiança que temos em YAHU UL através de YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY 5Não
porque pensamos que podemos fazer alguma coisa por nós próprios. O único poder
que possuímos vem de YAHU UL. 6É ele quem nos tornou aptos a expor aos outros o
seu plano da salvação das gentes. E essa nossa mensagem não se baseia num
código de leis a que se deva ou obedecer ou morrer; antes o que anunciamos é
que existe uma vida nova através do RÚKHA hol-HODSHUA.

 

A glória da
Novo Testamento

 

7Aquele
velho sistema da lei, gravado em pedras e que não podia senão conduzir à morte,
teve início com uma grande manifestação de esplendor, que se revelou até no
brilho do rosto de Mehushua, que era tanto que o povo nem podia olhar para ele.
E contudo esse brilho era apenas passageiro 8Não devemos nós portanto esperar
uma manifestação de glória muito maior no tempo atual em que o RÚKHA
hol-HODSHUA nos comunica a vida celestial? 9Se o antigo pacto era glorioso,
muito mais glorioso é o pacto que torna os homens justos perante YAHU UL. 10Com
efeito, aquela primeira glória, que se manifestou no brilho do rosto de
Mehushua, não é nada em comparação com a deslumbrante glória do novo plano de
YAHU UL. 11E se o velho sistema, que se tornou inútil porque fora destinado a
ser transitório, estava cheio de glória celestial, a glória da nova ordem santa
para a nossa salvação é certamente muito maior, porque essa sim é eterna. 12E
já que sabemos que esta nova glória nunca acabará, é com muito mais ousadia que
pregamos. 13Não somos como Mehushua que colocou um véu sobre a sua face porque
os YAshorulítas não podiam suportar o brilho daquela glória, que era afinal
transitória. 14E até nem era só a face de Mehushua que estava encoberta, mas as
próprias mentes do povo estavam como que vendadas e obscurecidas. E ainda hoje
em dia a mente dos YAHÚ-dim está encoberta por um véu, pois não podem
compreender o sentido real das Qaotáv que lhes são lidas. Esse véu só lhes é
tirado ao crerem em hol-MEHUSHKHAY. 15É verdade que mesmo ainda hoje, quando
lêem os escritos de Mehushua, os seus corações permanecem obscurecidos. 16Mas
no momento em que se voltarem para YAHU UL, então esse véu sobre os seus
corações cairá. 17 YAHU UL é o RÚKHA, e onde ele estiver reina a liberdade 18E
nós YAHUSHUAhim, sem véu de espécie alguma sobre os nossos rostos, somos como
espelhos que refletem a glória de YAHU UL. E vamo-nos tornando cada vez mais
semelhantes à imagem de YAHU UL, a qual refletimos também cada vez mais
fielmente.

 

2 CORINTIOS
4

 

Tesouros em
recipientes frágeis

 

1Foi YAHU
UL mesmo quem, na sua misericórdia, nos deu a missão de anunciar a Mensagem
Gloriosa, e é por isso que nunca desanimamos. 2Rejeitamos tudo o que seja
processos dissimulados e vergonhosos; também não tentamos alterar o sentido da
palavra de YAHU UL. Antes expomos toda a verdade, na presença de YAHU UL, de
tal forma que ninguém de consciência honesta poderá ter alguma coisa a dizer de
nós. 3Se a Mensagem Gloriosa que pregamos é ainda coisa velada e obscura,
certamente que o é para os que se encontram no caminho da perdição, pois que o
recusam 4ha-Satan, que é o Deus deste mundo, foi quem os cegou, quem os tornou
incapazes de verem a luz gloriosa da Mensagem Gloriosa e de compreender a
maravilhosa mensagem da glória de hol-MEHUSHKHAY, que é a imagem de YAHU UL.
5Porque não andamos a fazer propaganda de nós próprios, antes anunciamos
hol-MEHUSHKHAY YAHUSHUA como Molkhiúl. Nós somos vossos servos por amor de
YAHUSHUA 6Porque YAHU UL, que mandou a luz resplandecer nas trevas, foi quem
iluminou os nossos corações a fim de conhecermos a glória celestial que
resplandece na face de YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY. 7E este precioso tesouro está contido
como num recipiente de barro, ou seja os nossos corpos fracos. E assim toda a
gente pode ver que esse maravilhoso poder é mesmo de YAHU UL, não vem de nós.
8Somos atribulados de toda a maneira, mas não definitivamente esmagados;
perplexos mas não desanimados 9Somos perseguidos, mas não desamparados por YAHU
UL. Somos derrubados, mas levantamo-nos e prosseguimos 10Tal como o Molkhiúl
YAHUSHUA, o nosso corpo enfrenta constantemente a morte, a fim de que a vida de
YAHUSHUA se manifeste também nos nossos corpos. 11Sim, vivemos em constante
perigo de vida por servirmos YAHU UL, mas isso dá-nos constantes oportunidades
da vida de YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY se manifestar nos nossos corpos mortais. 12É
certo que enfrentamos a morte, mas daí resulta que a vida eterna vos é
oferecida. 13Estamos animados do mesmo espírito de fé que o Salmista, que
dizia: Acreditei, e é por isso que falo. Nós também cremos, por isso falamos.
14Sabemos que o mesmo YAHU UL que ressuscitou o Molkhiúl YAHUSHUA nos conduzirá
também até à vida junto de YAHUSHUA, e nos fará comparecer convosco na sua
presença 15E, assim, tudo aquilo por que passamos contribui para o vosso bem. E
quantos mais dentre vocês forem ganhos pela graça de hol-MEHUSHKHAY, tantos
mais serão aqueles que lhe darão graças pela sua bondade, e tanto mais será
YAHU UL glorificado. 16Por isso nunca desanimamos. E ainda que o nosso corpo
fisicamente envelheça, interiormente contudo ele renova-se, com novas forças,
dia após dia. 17Estas tribulações por que passamos, no fim de contas
relativamente leves e passageiras, resultam numa abundância de ricas bênçãos de
YAHU UL, agora aqui, e para toda a eternidade. 18E assim não nos prendemos com
as coisas do tempo em que vivemos, mas procuramos fixarmo-nos naquelas que
ainda não vemos. Porque as coisas desta vida passarão um dia; mas as realidades
de YAHU UL permanecem eternamente.

 

2 CORINTIOS
5

 

A nossa habitação celestial

 

1Sabemos bem que quando o
nosso corpo – que é como que uma tenda onde vivemos – se desfizer, teremos no
céu nova habitação e um corpo eterno, habitação essa preparada para nós por
YAHU UL e não por homens. 2E é por isso que esperamos com ansiedade pelo dia em
que seremos revestidos de corpos celestiais. 3Porque não seremos apenas
espírito sem corpo 4Com efeito, enquanto vivemos neste corpo terreno
sentimo-nos oprimidos e carregados. Até gostaríamos de, sem ter que despir este
revestimento atual que é o nosso corpo, passar a viver na nova habitação, de
forma que o que é mortal fosse como que absorvido pela vida eterna.
5Foi pois YAHU UL
quem nos preparou um tal destino, dando-nos como garantia o seu RÚKHA
hol-HODSHUA. 6E assim estamos sempre de bom ânimo, embora sabendo que o tempo
que passamos neste corpo material é tempo que deixamos de passar com YAHU UL no
céu. 7Estes sentimentos são o resultado de vivermos pela fé e não daquilo que
vemos à nossa volta.. 8E é com confiança que desejamos deixar este corpo, e com
satisfação enfrentamos a expectativa de habitar enfim com YAHU UL. o 9Por isso
o nosso alvo é agradar-lhe sempre, quer vivamos aqui neste corpo, quer tenhamos
que o deixar para estar com YAHU UL no céu 10Pois todos devemos comparecer
diante do tribunal de hol-MEHUSHKHAY; e aí cada um receberá segundo o que tiver
feito de bem ou mal enquanto viveu neste corpo humano.

 

O serviço
espiritual de reconciliação

 

11Conscientes
assim do temor solene que é devido a YAHU UL, procuramos persuadir as pessoas.
E YAHU UL bem conhece os nossos corações; vocês também sabem qual a pureza das
nossas intenções. 12Não é que estejamos novamente a elogiarmo-nos a nós
próprios, claro; estamos apenas a dar-vos razões para estarem satisfeitos com
as nossas vidas, e também para poderem responder aos que se poiam mais em
vantagens meramente exteriores, do que numa vida interior consequente e
verdadeira perante YAHU UL. 13Estaremos a dizer disparates? Se for assim, é
para que YAHU UL seja servido. E se estamos corretos no nosso entendimento,
quem mais beneficiará são vocês. 14O que quer que façamos ou sejamos é o
resultado do amor de hol-MEHUSHKHAY, que nos pressiona, levando-nos a concluir
que, se ha-MEHUSHKHAY morreu por todos nós, logo todos morremos com ele 15E se
ele morreu por todos é para que todos os que agora vivem, não vivam mais para
si mesmos, mas para hol-MEHUSHKHAY que para eles morreu e ressuscitou. 16Por
isso agora não avaliamos mais as pessoas por aquilo que elas possam parecer,
sob o ponto de vista humano. Antigamente, eu pensava em hol-MEHUSHKHAY assim,
como se ele fosse um simples ser humano. Mas agora já não é dessa forma que o
conheço! 17Se alguém está ligado a hol-MEHUSHKHAY transforma-se numa nova
pessoa; as coisas antigas passaram; tudo nele se fez novo! 18Tudo isso é obra
de YAHU UL, que nos reconciliou consigo mesmo, através daquilo que
hol-MEHUSHKHAY fez por nós e nos confiou a missão de anunciar essa mesma
reconciliação. 19Porque YAHU UL estava em hol-MEHUSHKHAY, reconciliando o mundo
consigo mesmo, não mais considerando os pecados dos homens como razão de
acusação contra eles. Eis pois a mensagem que pregamos. 20Somos então como
embaixadores de hol-MEHUSHKHAY. E é como se YAHU UL por nosso meio lançasse um
apelo aos homens. Nós vos suplicamos então, da parte de hol-MEHUSHKHAY, que se
reconciliem com YAHU UL!c 21 YAHU UL carregou todo o nosso pecado sobre
hol-MEHUSHKHAY, que estava isento de qualquer pecado, para que nele fôssemos
revestidos da justiça de YAHU UL.

 

2 CORINTIOS
6

 

1-2Nós,
cooperando portanto com YAHU UL, vos exortamos a que não deixem que a sua graça
vos seja anunciada em vão. Porque ele diz pela boca do profeta YASHUAYAHU:

   Ouvi-te quando o meu acolhimento te estava
franqueado. Socorri-te no dia em que a salvação te era proposta.

 

 

As
dificuldades de Shaúl

 

3Assim
sendo, procuramos viver de tal maneira que nunca ninguém se sinta chocado por
causa da nossa conduta, de forma que a nossa atividade para YAHU UL nunca venha
a ser censurada 4De fato, em tudo o que fazemos procuramos mostrar que somos
servos de YAHU UL, suportando tudo com muita paciência: as aflições, as
necessidades, os sofrimentos. 5Fomos já açoitados, postos na prisão,
enfrentamos multidões furiosas, sabemos o que é o trabalho esgotante, noites
sem dormir, fome. 6Demonstrámos integridade nas nossas vidas, mostramos
conhecimento e demos provas de paciência. Temos sido bondosos, com uma afeição
verdadeira inspirada pelo RÚKHA hol-HODSHUA. 7Proclamámos a palavra da verdade,
e o poder de YAHU UL se tem manifestado; temos combatido com as armas ofensivas
e defensivas da justiça. 8Permanecemos leais a YAHU UL, quer os outros nos
honrem ou nos desprezem, quer nos censurem ou nos elogiem. Somos sinceros,
embora nos tratem de impostores. 9O mundo ignora-nos, mas YAHU UL nos conhece.
Dizem de nós que não poderemos continuar a viver por muito tempo, e eis que
continuamos vivendo. É verdade que temos sido bastante maltratados, mas não
morremos. 10Temos sido entristecidos, mas nunca perdemos a alegria de YAHU UL.
Somos pobres, mas enriquecemos os outros espiritualmente. Nada nos pertence mas
temos tudo. 11Oh, queridos CORINTIOS, falamos convosco agora com toda a
franqueza; abrimos para vocês o nosso coração. 12E se, da vossa parte, os
vossos sentimentos não correspondem aos nossos será certamente por culpa vossa
13Falo-vos como a verdadeiros filhos: abram-nos igualmente os corações.

 

Associações
com incrédulos

 

14Não se
associem com os descrentes. Com efeito, como seria possível conciliar a justiça
com a injustiça? E que haverá de comum entre a luz e as trevas? 15Que harmonia
poderia haver entre hol-MEHUSHKHAY e ha-Satan? Como poderia um YAHUSHUAhee
associar-se com um descrente? 16Que aliança poderia estabelecer-se entre o
Templo de YAHU UL e os ídolos? Porque vocês são o Templo de YAHU UL vivo. Tal
como YAHU UL disse: Neles habitarei, e andarei no meio deles. Eu serei o seu
YAHU UL e eles serão o meu povo. 17-18E foi por isso que também lhes disse:

   Saiam do meio deles. Afastem-se. Não tenham
relações com aquilo que eu repudio,e eu vos receberei. Serei um YAHU ABí para
vocês,e vocês serão para mim filhos e filhas,disse YAHU UL todo-poderoso.

 

2 CORINTIOS
7

 

1Pois que
temos tais promessas, meus queridos amigos, purifiquemo-nos de tudo o que é
moralmente imundo e errado, tanto no domínio do nosso corpo como do nosso
espírito, e procuremos aperfeiçoarmo-nos e santificarmo-nos, vivendo no temor
de YAHU UL.

 

Shaúl
contente com a Oholyáo (Congregação)

 

2Mais uma
vez vos pedimos: Façam-nos lugar no vosso coração. Nunca prejudicamos ninguém.
Nunca enganamos fosse quem fosse. E nunca exploramos ninguém vivendo à sua
custa. 3Não estou a dizer isto para censurar alguém, pois como já vos disse
vocês estão nos nossos corações para a vida e para a morte. 4Temos grande
confiança e orgulho em vocês. Vocês encorajaram-nos e consolaram-nos muito;
apesar das provas, vocês têm-nos dado muita alegria. 5Quando chegámos à Macedónia
nem pudemos descansar. As dificuldades apareceram por todos os lados; à nossa
volta lutas de toda a espécie, e no íntimo, inquietação.- 6Mas YAHU UL, que
consola os abatidos, nos revigorou com a chegada de TITO. 7Foi uma alegria para
nós a sua chegada, bem como a notícia que trouxe do encorajamento que recebeu
quando esteve no vosso meio. Deu-me imensa satisfação saber como vocês
esperavam pela minha visita, e verificar a vossa lealdade para comigo. 8Já não
estou arrependido de vos ter escrito aquela carta, embora tivesse chegado a
estar ao ver como ela vos penalizou na altura, por um tempo. 9Estou mesmo
contente por a ter enviado, não pela tristeza que vos deu, claro está, mas
porque essa mesma tristeza vos fez arrependerem-se. Foi a espécie de tristeza que
YAHU UL espera que os seus filhos tenham. E assim podemos concluir que essa
carta não vos foi prejudicial. 10Porque YAHU UL pode usar a tristeza nas nossas
vidas para nos ajudar a desviar do pecado e procurar salvação. Não temos que
lamentar este tipo de tristeza. Mas a tristeza sem arrependimento é do gênero
que provoca a morte. 11Vejam então quanto bem não produziu esta tristeza
enviada por YAHU UL. Com quanto fervor e sinceridade vocês repudiaram o pecado
sobre o qual vos tinha escrito. Ficaram temerosos quanto ao que sucedera e
ansiosos por que eu fosse ajudar-vos. Logo tomaram medidas para a resolução do
problema e para o castigo daquele que pecara. Tudo fizeram para corrigir a
situação. 12Se vos escrevi não foi tanto por causa daquele que ofendeu, ou do
que foi ofendido, mas para vos dar ocasião para, diante de YAHU UL, provarem
quanto vocês nos amam. 13Mas além do encorajamento que a vossa atitude nos
transmitiu, foi também o contentamento de TITO pela simpatia com que vocês o
receberam, e acalmaram as suas preocupações, que muito nos alegrou. 14Antes de
TITO partir eu garanti-lhe a vossa boa recepção, e falei-lhe mesmo no orgulho
que sentia por vocês. Não tive pois razão de ficar desapontado. Provou-se assim
que não só o que mandei a TITO dizer-vos era a verdade, como também que era
verdade aquilo que eu disse a TITO a vosso respeito 15Ele sente agora mais
estima do que nunca por vocês, lembrando-se da forma pronta como o escutaram e
receberam o que vos disse, com o maior interesse e solicitude. 16Sinto-me pois
bem feliz por poder agora ter plena confiança em vocês.

 

2 CORINTIOS
8

 

A chamada à
generosidade

 

1Agora
quero contar-vos o que YAHU UL na sua graça tem feito pelas Oholyáos
(Congregações) da Macedónia. 2Ainda que tenham passado por muitas dificuldades
e apertos, nunca perderam a sua abundante alegria espiritual. E apesar da
extrema pobreza arranjaram meio de se tornarem ricos em generosidade para com
os outros.% 3Eles deram não só aquilo que podiam, mas até muito mais, e
voluntariamente; disso sou testemunha. 4Pediram-nos muito que com esse dinheiro
pudessem participar da alegria de ajudar os outros crentes. 5E mais do que isso
até, eles ultrapassaram as nossas expectativas. Porque primeiramente se
consagraram a si mesmos a YAHU UL, e depois puseram-se à nossa disposição, para
fazer a vontade de YAHU UL. 6Isso encorajou-nos a pedir a TITO, que já antes
tinha começado esta obra no vosso meio, animando-vos à beneficência, que vos
visitasse e entusiasmasse a também completarem a vossa participação. 7Vocês que
são tão ricos em tantos domínios: na fé, na exposição da palavra de YAHU UL e
no conhecimento das coisas espirituais, no entusiasmo e na dedicação para
connosco, pois que também o sejam neste privilégio de contribuir com alegria
8Não digo isto como uma espécie de imposição. Mas para que o exemplo dos outros
vos dê ocasião de provarem que o vosso amor vai além das simples palavras.
9Vocês sabem qual foi todo o amor de nosso Molkhiúl YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY:
ainda que sendo rico, tornou-se pobre por amor de vocês, a fim de que pela sua
pobreza pudessem enriquecer. 10Queria sugerir-vos que fossem até ao fim com o
que começaram há um ano, pois que vocês foram não só os primeiros a propor essa
ideia, mas também os primeiros a fazer alguma coisa nesse sentido. 11Tendo
portanto começado tão prontamente, é justo que vão até ao fim com a mesma
alegria, dando tudo o que estiver nas vossas possibilidades 12Quando se dá de
boa vontade, a quantidade tem menos importância. Porque no funde YAHU UL quer
que se dê o que se tem, não o que se não tem. 13Não se trata evidentemente de
levar outros a viver desafogados, à custa de vocês passarem a viver na
necessidade. É antes uma questão de procurar tornar iguais as condições de vida
de uns e outros., 14Presentemente o vosso nível de vida permite ajudá-los;
noutra altura poderá ser o contrário, e assim haverá uma justa repartição.
15Lembram-se o que diz a Qaotáv sobre isto: O que recolheu muito não teve de
mais; e o que colheu pouco também não lhe faltou.

 

TITO é
enviado a Corinto

 

16Estou
muito grato a YAHU UL porque deu a TITO o mesmo interesse e cuidado convosco
que eu tenho 17Ele aceitou a minha sugestão de vos visitar de novo, e assim
tomou logo de si mesmo a iniciativa de partir. 18Com ele enviamos também outro
irmão bem conhecido de todas as Oholyáos pela sua atividade como proclamador da
Mensagem Gloriosa 19Foi até escolhido pelas Oholyáos para me acompanhar na
minha deslocação a YAHUSHUA-oléym a fim de levar o resultado destas ofertas, as
quais, ao mesmo tempo que servem para glorificar YAHU UL, mostram a prontidão
da vossa beneficência. 20Indo assim acompanhado, procuro pôr-me ao abrigo de
qualquer crítica quanto à maneira como nos responsabilizamos por esta
importante soma 21 YAHU UL bem conhece a nossa honestidade, mas queremos que os
outros tenham plena confiança em nós. 22Estamos a enviar com eles um outro
irmão que sabemos por experiência ser um YAHUSHUAhee fervoroso; desde que teve
conhecimento da vossa prontidão em ajudar materialmente os YAHUSHUAhim, é com particular
interesse que se prepara para essa viagem. 23Portanto aí vão os três, TITO,
como meu colaborador e companheiro, e os outros dois irmãos como representantes
das Oholyáos daqui, e como homens que honram YAHU UL. 24Portanto,
demonstrem-lhes o vosso amor e provem a todas as Oholyáos que o nosso orgulho
acerca de vocês tem razão de ser.

 

2 CORINTIOS
9

 

1Na
verdade, não preciso de escrever-vos acerca desta oferta para os crentes em
YAHUSHUA-oléym 2Bem sei como estão prontos a ajudar; e foi com grande satisfação
que disse aos crentes na Macedónia que desde o ano passado vocês estão prontos
a enviar uma oferta. E o vosso entusiasmo tem estimulado muitos outros. 3Mas
envio estes irmãos, tal como já disse, para que se tenha a certeza daquilo que
já afirmei a vosso respeito, que vocês estão prontos com a colecta feita.
4Seria grande a nossa decepção, e vossa também certamente, se alguns destes
irmãos macedónios viessem comigo e verificassem que afinal vocês nada tinham
preparado, depois de tudo o que eu lhes disse 5Por isso achei necessário que
estes três irmãos fossem à minha frente e tudo preparassem de forma a estar já
em mãos a contribuição que vocês prometeram, a fim de que se veja que é uma
oferta voluntária e não como que forçada.

 

Semear
generosamente

 

6Lembrem-se
disto: o que semeia pouco, pouco também ceifará; o que semeia em abundância,
abundância também ceifará 7Cada um contribua segundo propôs no seu coração. Não
como uma obrigação, porque YAHU UL ama quem dá com alegria. 8 YAHU UL pode bem
abençoar-vos de tal maneira que tendo sempre, em tudo, aquilo que vos é
preciso, possam ainda ajudar generosamente os outros. 9É como dizem as Qaotáv:

   Repartiu liberalmente os seus bens com os
necessitados. A generosidade que ele praticou terá efeitos que nunca mais
passarão. 10Porque YAHU UL, que dá a semente para o lavrador plantar, e depois
o fruto para se alimentar, também vos dará os meios para que a vossa sementeira
se multiplique em frutos de justiça. 11Sim, YAHU UL vos dará muito para que
possam dar muito, para que pela vossa generosidade, posta em ação por nosso
intermédio, sejam dados louvores de gratidão a YAHU UL. 12São assim dois os
bons resultados da vossa generosidade: contribuir para a satisfação das
necessidades dos crentes em YAHUSHUA-oléym e suscitar haolúlim (louvores) a
YAHU UL. 13Vocês darão glória a YAHU UL através das vossas ofertas generosas.
Porque a vossa generosidade para com eles prova que vocês obedecem a Mensagem
Gloriosa de hol-MEHUSHKHAY. 14E eles orarão por vocês com profunda afeição por
causa da graça maravilhosa de YAHU UL mostrada através de vocês. 15Graças pois
a YAHU UL pela dádiva de seu ha-BOR, e que não há palavras que possam
descrever!

 

2 CORINTIOS
10

 

Shaúl
defende a sua autoridade

 

1E agora
eu, Shaúl, queria fazer-vos um pedido: é uma exortação feita com bondade e
mansidão com hol-MEHUSHKHAY mesmo a faria. Alguns de vocês dizem de mim que por
carta me torno bem ousado no que digo, mas que na vossa presença já aparento
humildade. 2O que vos peço é que na vossa presença não seja mesmo obrigado a
mostar-me severo, sobretudo para com alguns que, segundo parece, nos julgam
como se nos conduzíssemos como as pessoas do mundo. 3É verdade que somos seres
como todos os outros, mas os nossos métodos são bem diferentes dos deste mundo.
4As armas do nosso combate não são humanas; são armas de YAHU UL, poderosas
para a destruição das fortalezas contra YAHU UL. 5Estas armas podem derrubar os
argumentos daqueles que se levantem, com orgulho, contra o conhecimento de YAHU
UL. Estas armas espirituais são capazes de levar o entendimento à obediência
voluntária a hol-MEHUSHKHAY. 6E estamos prontos a usá-las eficazmente contra
todos os que são rebeldes a hol-MEHUSHKHAY, mas só depois de terem vocês mesmos
decidido obedecer plenamente. 7Não devem formar juízos baseados apenas na
aparência das coisas. Se alguém pode reivindicar para si a autoridade de
hol-MEHUSHKHAY, eu serei um desses 8Talvez pensem que me estou a gabar da minha
autoridade, ainda que seja uma autoridade espiritual para vossa edificação na
fé, e não evidentemente para vos abater. 9Mas eu não quero que pensem que as
minhas cartas servem apenas para vos intimidar e mais nada 10Há até quem diga
que as minhas cartas parecem severas e enérgicas, mas que à vista sou de fraca
aparência física e fraco orador 11Mas quem diz isso tome nota de que seremos
tão rigorosos em ação na vossa presença como o somos por carta. 12Certamente
que não nos vamos comparar com alguns outros que se classificam a si mesmos em
função da própria propaganda que de si fazem, essas pessoas medem-se pelos seus
próprios conceitos, e não dão provas de juízo. 13Mas nós não nos estamos a
gabar de uma autoridade que não temos, antes estamos na linha de conduta que
YAHU UL nos traçou no nosso trabalho até junto de vocês. – 14Não estamos a sair
dessa linha, até porque fomos os primeiros a levar-vos a Mensagem Gloriosa de
hol-MEHUSHKHAY. 15Nem nos orgulhamos do trabalho que foi feito por outros. Em
vez disso, esperamos que a vossa fé cresça e que o nosso trabalho entre vocês seja
largamente ampliado. 16Então poderemos ir e pregar a Mensagem Gloriosa noutros
lugares além do vosso, onde mais ninguém está a trabalhar. Assim não se
levantará a questão de estarmos em território pertencente a outro. 17Como as
Qaotáv dizem:

   Quem quer gloriar-se que se glorie apenas no
que YAHU UL fez por ele. 18Porque não tem valor quando alguém se honra a si
mesmo, mas sim quando é YAHU UL quem o honra.

 

2 CORINTIOS
11

 

Shaúl e os
falsos emissários

 

1Espero que
sejam pacientes para comigo, e me deixem dizer ainda um pouco mais, embora
pareça tolice. 2Eu preocupo-me convosco, mas com um cuidado que vem de YAHU UL.
Quero que as vossas vidas sejam inteiramente para hol-MEHUSHKHAY, tal como uma
moça, virgem e pura, reserva todo o seu amor ao seu noivo. 3E todo o meu receio
é que de alguma forma o vosso espírito seja enganado e se afaste da devoção
sincera a hol-MEHUSHKHAY, tal como Khavyáo foi enganada por ha-Satan no jardim
do Éden. 4Sei que se alguém vos for pregar sobre outro YAHUSHUA diferente daquele
que vos anunciamos, ou com um outro espírito que não seja o RÚKHA hol-HODSHUA
que já receberam, anunciando-vos um outra Mensagem Gloriosa além daquele que já
aceitaram, vocês, na vossa ingenuidade, facilmente acreditarão em tudo. 5E
contudo eu não me considero em nada inferior a esses sublimes emissários 6Se
sou fraco orador, em todo o caso sei bem aquilo de que estou a falar, e vocês
já disso têm tido repetidamente a prova, pois nos temos dado a conhecer
inteiramente. 7Terei errado talvez, desvalorizando a vossos olhos o nosso
serviço convosco, pelo fato de vos ter anunciado a Mensagem Gloriosa sem nada
ter recebido da vossa parte, pensando assim contribuir para a vossa edificação
no caminho de YAHU UL? 8E o fato é que empobreci, por assim dizer, outras Oholyáos,
recebendo delas aquilo de que precisava regularmente para meu sustento enquanto
aí estava, a fim de me não tornar pesado a ninguém. 9E quando comecei a sentir
certa necessidade, mesmo assim nada vos pedi, pois os irmãos da Macedónia
levaram-me outra oferta. E desta forma nunca vos sobrecarreguei. E farei que
assim seja também no futuro. 10Tão certo com hol-MEHUSHKHAY habitar em mim,
hei-de continuar a fazer de forma a não perder este mérito, na minha obra junto
de todas as Oholyáos da Grécia.% 11E isto porquê? Porque não vos amo? YAHU UL
bem sabe o quanto vos amo. 12Mas procurarei sempre agir assim para evitar que
outros, inchados no seu orgulho, finjam que estão a trabalhar da mesma forma
que nós. 13Tais homens não são enviados de YAHU UL; são gente desonesta que vos
engana, fazendo-se passar por emissários de hol-MEHUSHKHAY. 14E nada me admiro,
visto que o próprio ha-Satan se pode transformar em anjo de luz 15Portanto não
me surpreende que os seus servidores possam fazer o mesmo, parecendo que são serventes
espirituais de YAHU UL. Mas no fim receberão o castigo que merecem as suas más
obras.

 

Shaúl
refere-se aos seus sofrimentos

 

16Outra vez
vos digo: não pensem que perdi o juízo por vos falar assim; mas ainda que o
pensem, oiçam-me na mesma, agora que me vou gabar um pouco, também. 17Tal
gabarolice não é coisa que YAHU UL deseje, mas vou dizê-la como se eu estivesse
louco 18Andam aí tantos a gabar-se, pois agora é a minha vez. 19Vocês
consideram-se tão sensatos e no fim de contas ouvem tão facilmente essa gente
insensata. 20Não se importam nada que eles vos escravizem, tirando-vos tudo o
que têm, explorando-vos, tratando-vos até com arrogância e esbofeteando-vos.
21Tenho talvez mesmo certa vergonha, humanamente falando, em o dizer, mas o
certo é que não seria capaz de ter tanta ousadia como eles na verdade posso
gabar-me – falo de novo como néscio – de tudo sobre o que eles também se gabam.
22Eles gabam-se de serem HEBREUS? Eu também o sou. Dizem ser YAshorulítas?
Também eu sou. São descendentes de Abruham? Pois eu também. 23Dizem que servem
hol-MEHUSHKHAY? Muito mais o tenho servido eu. (É como se estivesse fora de mim
ao dizer isto.) Tenho trabalhado muito mais, e também tenho sido muitas mais
vezes preso e açoitado, e tenho enfrentado a cada hora a morte, muitas mais
vezes do que eles. 24Em cinco ocasiões diferentes os YAHÚ-dim me aplicaram os
seus quarenta açoites menos um. 25Três vezes recebi o castigo da vara. Fui uma
vez apedrejado. Passei por três naufrágios. Numa ocasião cheguei a ficar uma noite
e um dia à deriva, em pleno mar alto. 26Tenho viajado quilômetros e
quilômetros, arriscando-me, ao atravessar perigosas torrentes e também zonas
infestadas de salteadores. Sei o que é estar em perigo tanto entre o meu
próprio povo, os YAHÚ-dim, como entre os Gentíles. Conheço o perigo das
multidões amotinadas nas grandes cidades, o perigo da morte no deserto e no
mar, assim como o perigo entre os falsos irmãos 27Tenho suportado canseiras,
sofrimentos e noites sem dormir. Tenho passado frequentemente pela fome, pela
sede, e sei o que é ter frio e não ter roupa para me agasalhar. 28E além disto
tudo, tenho, interiormente, o cuidado constante sobre o progresso de cada
Oholyáo. 29Quem enfraquece espiritualmente que eu não me sinta triste? Quem é
ofendido na sua fé, que eu não me exalte, correndo em sua defesa? 30Mas se
tiver de falar em mérito, realmente prefiro então referir-me àquele que diz
respeito antes à minha fraqueza. 31O YAHU UL e YAHU ABí de nosso Molkhiúl
YAHUSHUA hol-MEHUSHKHAY – louvado seja para sempre – sabe que não minto 32Em
Damasco, o que governava ali, sob o mando do rei Aretas, chegou ao ponto de
mandar guardar todas as saídas da cidade, para poder prender-me. 33Fui porém
descido numa cesta, por uma abertura na muralha, e assim escapei!

 

2 CORINTIOS
12

 

A visão e o
problema de Shaúl

 

1Não é bom,
claro está, que eu esteja a enaltecer-me. Mas vou continuar ainda com as visões
que tive e as revelações de YAHU UL.. 2Há catorze anos fui levado ao terceiro
céu 3Eu mesmo não sei se o meu próprio corpo também lá esteve, ou se foi apenas
o meu espírito. YAHU UL o sabe. 4Mas de qualquer maneira estive no paraíso, e
ouvi coisas que ultrapassam as capacidades humanas para descrevê-las; e até nem
é lícito fazê-lo. 5Uma tal experiência é certamente assinalável. E nem é disso
que me gabo, mas antes da minha própria fraqueza. 6Não me faltariam pois razões
para me enaltecer; mas não quero que ninguém pense de mim mais do que aquilo
que pode ver através da minha vida e da minha mensagem. 7E para que estas excepcionais
revelações não me exaltassem, YAHU UL deu-me um espinho na carne, um mensageiro
de ha-Satan para me atormentar, a fim de que não caia no orgulho. 8Por três
vezes implorei a YAHU UL que me livrasse. 9De cada vez ele me disse: A minha
graça te basta. É na fraqueza que o meu poder melhor se revela. E assim
sinto-me feliz nas fraquezas, para que o poder de hol-MEHUSHKHAY possa
trabalhar através de mim. 10Tenho pois alegria nas fraquezas, nos insultos, nas
privações, nas perseguições, nas dificuldades; pois que as suporto por amor de
hol-MEHUSHKHAY. Porque, quando estou fraco, é então que sou forte.

 

O cuidado
de Shaúl pelos crentes de Corinto

 

11Fui
insensato em vos ter falado de tudo isto, mas foram vocês que me levaram a
fazê-lo. Porque são vocês que deviam mostrar a vossa apreciação por mim. Em
coisa alguma fui inferior a esses tais grandes pseudo-emissários, ainda que por
mim mesmo eu nada seja 12Quando aí estive no vosso meio, dei todas as provas de
ser verdadeiramente um emissário, enviado por YAHU UL mesmo; porque
constantemente vocês puderam verificá-lo através de milagres, sinais e obras
poderosas. 13A única coisa que realmente não fiz no vosso meio, que faço nas
outras Oholyáos, foi ser-vos materialmente pesado em coisa alguma. Não me levem
a mal, se considerarem isso uma ofensa! 14E agora é a terceira vez que vou
ver-vos, e de novo sem vos ser pesado; porque não são bens materiais que
procuro em vocês, meus filhos, é o bem para as vossas vidas! Normalmente não
são os filhos que ganham para os pais, são os pais quem junta para os filhos
15E eu sinto-me feliz em me dar totalmente a mim mesmo e tudo quanto tenho para
vosso bem espiritual, embora pareça que quanto mais vos amo, menos vocês me
amem. 16Alguns de vocês pensam que em nada vos fui pesado, mas que, de alguma
maneira, com astúcia, algum proveito material devo ter tirado disso 17Mas como?
Tive eu algum benefício material de vocês, por intermédio das pessoas que vos
enviei? 18Quando pedi a TITO que vos visitasse, acompanhado de outro irmão, tiraram
eles também para si algum proveito? Naturalmente que não. Porque eles e eu
agimos no mesmo espírito, fazendo as coisas do mesmo modo. 19Não são desculpas
que estamos a apresentar. Diante de YAHU UL vos garanto que foi para vos
edificar em hol-MEHUSHKHAY que vos escrevi estas coisas. 20Pois receio que,
quando for de novo visitar-vos, me venha a desgostar do vosso estado espiritual
e que a minha forma de atuar, em consequência, se torne desagradável a vossos
olhos. Tenho medo de vos encontrar em desavenças, invejas, zangas, disputas,
ofendendo-se uns aos outros, perdendo energias com mexericos, e reivindicações
e discussões. 21Sim, é isso que eu queria evitar: que YAHU UL me humilhe no
vosso meio e que me entristeça profundamente por esses que têm pecado, sem se
terem ainda arrependido da impureza, do vício e da imoralidade sexual que
praticaram.

 

2 CORINTIOS
13

 

Avisos
finais

 

1Esta é
pois a terceira vez que vou visitar-vos. Irei acompanhado, porque as Qaotáv
dizem que todo o delito deve ser confirmado por duas ou três testemunhas. 2Já
antes eu tinha avisado aqueles que tinham pecado, quando aí estive pela última
vez; e agora aviso-os de novo, assim como todos os outros, tal como fiz nessa
ocasião, de que agora irei pronto a castigar com severidade. 3Dar-vos-ei toda a
prova que desejarem de que hol-MEHUSHKHAY fala por meu intermédio. E hão-de ver
que hol-MEHUSHKHAY não resolverá esses assuntos superficialmente, antes há-de
manifestar-se enérgico e em toda a sua força. 4Porque ainda que tenha morrido
empalado, e o seu corpo tivesse sido enfraquecido, contudo agora vive, pelo
poder de YAHU UL; e nós também, em consequência disso, sendo fracos, vivemos
agora com ha-MEHUSHKHAY pelo poder de YAHU UL que utilizaremos no vosso meio.
5Examinem-se vocês mesmos para verem se realmente permanecem na fé. Façam o
vosso exame de consciência: reconhecem que hol-MEHUSHKHAY habita
verdadeiramente na vossa vida? Caso contrário o vosso cristianismo é falso 6Mas
quanto a nós, espero bem que reconheçam que num tal exame não ficaríamos
reprovados. 7A minha oração a YAHU UL é pois que vocês se abstenham de todo o
mal, não pelo mérito que isso venha trazer ao nosso serviço, mas porque
procuramos que a vossa conduta YAHUSHUAhee seja recta. Porque, quanto ao nosso
serviço, se os homens não lhe derem valor, não é isso que conta. 8Portanto se a
vossa conduta for de acordo com a verdade da Mensagem Gloriosa, nada teremos
que julgar, pois o nosso único desejo é apoiar-vos no caminho da verdade. 9E,
se dermos a impressão de fraqueza, até ficaremos contentes, se isso representar
o vosso fortalecimento. O nosso desejo é o vosso aperfeiçoamento. 10Digo-vos
estas coisas aqui, por carta, para depois na vossa presença não ter de vos
corrigir com severidade. Porque a autoridade que YAHU UL nos deu é para vos
edificar, e não para vos abater.

 

Saudações
finais

 

11E agora,
irmãos termino. Alegrem-se, e aperfeiçoem-se em hol-MEHUSHKHAY; encorajem-se
uns aos outros. Vivam em harmonia e paz, e YAHU UL de amor e de paz será
convosco. 12Saúdem-se uns aos outros com um beijo fraterno. Todos os
YAHUSHUAhim daqui vos mandam saudações. 13Que a graça do Molkhiúl YAHUSHUA
hol-MEHUSHKHAY e o amor de YAHU UL seja convosco. E que o RÚKHA hol-HODSHUA
comunique com o vosso íntimo.

2 Coríntios 1

1Esta carta é enviada por mim, Shaúl, emisário de YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY pela vontade de YÁOHU UL, e também pelo irmão YÁOHU-tam, à Oholyáo de YÁOHU UL em Corinto e a todos os santos na Grécia. 2Que YÁOHU UL nosso ABí (Pai) e o Molkhiúl YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY vos dê a sua graça e a sua paz.

O YÁOHU UL de todo o conforto

3Louvado seja o nosso YÁOHU UL, ha-ABí (o Pai) de nosso Molkhiúl YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY, e a fonte de toda a misericórdia e ajuda! 4É ele quem nos conforta nas nossas tribulações; e isto para que também possamos ajudar outros que estejam aflitos, com a mesma ajuda e conforto que YÁOHU UL nos deu. 5E podem ter a certeza de que quanto mais sofrermos por causa de hol-MEHUSHKHÁY, tanto mais ele mostrará para connosco o seu conforto através de hol-MEHUSHKHÁY. 6Tem sido através de tribulações que vos temos levado o alívio e a salvação de YÁOHU UL. Mas no meio dessas provações YÁOHU UL nos confortou, o que se tornou em vosso benefício, pois pudemos mostrar-vos pela nossa experiência pessoal a maneira como YÁOHU UL ajuda todos os que passam pelos mesmos sofrimentos. 7Ele vos dará, pois, a força para suportá-los igualmente. 8Penso que é justo, queridos irmãos, que estejam ao corrente de todas as lutas por que temos atravessado na província da Ásia. Fomos extremamente maltratados; receámos mesmo não conseguir sobreviver. 9Era como se nos sentíssemos já condenados a morrer, dando-nos bem conta da pouca confiança que mereciam as nossas próprias forças; e isso levou-nos a pôr tudo nas mãos de YÁOHU UL, o único que pode ressuscitar os mortos. 10E com efeito ele nos livrou de morte terrível, e esperamos que assim nos livrará no futuro. 11Mas vocês também nos podem ajudar com as vossas orações. E muitos louvores serão dados a YÁOHU UL, em resultado das respostas às muitas orações a favor da nossa segurança!

Mudança nos planos por Shaúl

12Estamos bem satisfeitos porque a nossa consciência nos é testemunha de que temos sido puros e sinceros, dependendo em absoluto da graça de YÁOHU UL para nos ajudar, e não das nossas capacidades. E isso é verdade especialmente em relação a vocês. 13Nas minhas cartas tenho sido directo, não há nada escrito nas entrelinhas e nada que vocês não possam entender. Tenho esperança que algum dia vocês hão-de compreender-nos completamente, 14apesar de agora isso ainda não acontecer. Então no dia em que o Molkhiúl YAOHÚSHUA voltar, vocês terão orgulho de nós da mesma maneira que nós teremos orgulho de vocês. 15-16E foi confiando na vossa compreensão que eu cheguei a fazer planos para ir ver-vos na minha viagem para a Macedónia, assim como também quando regressasse, para que dessa forma tivessem uma bênção duplicada, e depois com a vossa ajuda preparasse a minha deslocação à YAOHÚ-dah. 17E então porque mudei eu de ideias, poderão perguntar? Terá sido por leviandade? Ou porque agi com um espírito mundano, dizendo “sim”, e estando a pensar que era “não”? De forma alguma! 18Tão certo como YÁOHU UL ser verdadeiro, quando digo “sim”, quero mesmo dizer “sim”. 19-20 YÁOHU-tam, Siloáhn e eu vos temos falado de YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY, ha-BOR de YÁOHU UL, e esse não é uma pessoa que quando diga “sim” esteja a querer dizer “não”. Pelo contrário o seu “sim” é absoluto; é a verdade. Todas as suas promessas ele as cumpre, porquanto ele é fiel; e com isto damos glória ao seu (Nome) Shúam. 21Foi este YÁOHU UL quem nos fez, a vocês e a nós, fiéis Yaohúshuahim, e nos escolheu a nós para emisários para pregar a Mensagem Gloriosa. 22Ele gravou em nós a sua marca de garantia – o seu sinal de propriedade – que é o seu RÚKHA hol-HODSHÚA. 23E YÁOHU UL sabe que é verdade quando afirmo que se ainda não fui visitar-vos é porque tenho querido poupar-vos a severas repreensões. 24Não é que tenhamos domínio sobre a vossa fé, que é aliás bastante forte já; mas no fundo o que queremos é contribuir para a vossa alegria.

2 Coríntios 2

1Mas eu disse para mim mesmo que não iria fazer-vos uma nova visita em que tivesse de vos entristecer 2E se eu vos deixar tristes, quem é que me faz a mim feliz senão vocês a quem eu entristeci?p 3Foi por essa razão que vos escrevi daquela maneira na minha última carta, para que possam pôr as coisas em ordem, antes que eu chegue. E assim não serei entristecido justamente por aqueles que deveriam ser os primeiros a dar-me maior satisfação. Eu sinto a vossa felicidade tão ligada à minha que estou certo que vocês só podem sentir-se felizes se eu for ter convosco com alegria 4Podem crer que me foi extremamente penoso escrever-vos aquela carta! Foi com o coração apertado que o fiz, e cheguei a chorar. Não queria ferir-vos; queria que sentissem a profunda afeição que vos tenho.

Perdão para o pecador confirmado

5Lembrem-se de que o homem que causou aquele perturbação, não foi tanto a mim que ele afligiu, mas sobretudo a vocês todos. 6Aliás ele já foi bastante castigado com a reprovação unânime. 7É pois o momento agora de lhe perdoar e de lhe mostrar simpatia. Pois de contrário a amargura e o desânimo podem até impedi-lo de se reabilitar. 8Por isso vos peço que lhe testemunhem o vosso amor. 9Se vos escrevi daquela maneira foi também para verificar até que ponto iria a vossa obediência. 10Quando vocês perdoaram aquele homem, eu perdoei-lhe também. E quando eu lhe perdoei (em tudo que havia para perdoar), eu fiz isso com a autoridade de hol-MEHUSHKHÁY, para vosso bem, e 11para que ha-satán não tome vantagem de tal situação, pois não ignoramos os seuas tacticas.

Serventes Espirituais da Nova Aliança

12Pois bem, quando cheguei à cidade de Troas, YÁOHU UL deparou-me esplêndidas oportunidades de pregar a Mensagem Gloriosa. 13Mas o irmão Tito não estava ali, como combinado, e eu não podia descansar sem saber dele, por isso despedi-me dos crentes e parti para a Macedónia. 14Mas graças a YÁOHU UL porque seguimos a carreira triunfal de hol-MEHUSHKHÁY e, seja por onde for que passemos, se espalha o perfume do conhecimento da Mensagem Gloriosa por intermédio do nosso testemunho. 15E para YÁOHU UL sobe, das nossas vidas, o saudável perfume da presença de hol-MEHUSHKHÁY em nós, e que é notado por todos, tanto pelos salvos como pelos inconvertidos. 16Para estes últimos é um cheiro de morte, da condenação de YÁOHU UL; mas para os outros esse cheiro é um perfume que lembra a vida. E quem afinal é competente para uma tarefa como essa? 17Nós não somos como negociantes – e há muitos por aí – que pregam para ganhar dinheiro. Nós pregamos a mensagem de YÁOHU UL com sinceridade e com a autoridade que hol-MEHUSHKHÁY nos dá, pois sabemos que YÁOHU UL nos observa.

2 Coríntios 3

1Mas será que com isto começamos outra vez a louvar-nos a nós mesmos? Precisamos, como outros fazem, de trazer cartas de recomendação para convosco ou que nos recomendam da vossa parte? 2-3Porque a única carta de que precisamos são vocês mesmos, que são como uma carta que toda a gente pode conhecer e ler, escrita nos nossos corações. 4Se ousamos dizer estas coisas sobre nós mesmos é pela grande confiança que temos em YÁOHU UL através de YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY 5Não porque pensamos que podemos fazer alguma coisa por nós próprios. O único poder que possuímos vem de YÁOHU UL. 6É ele quem nos tornou aptos a expor aos outros o seu plano da salvação das gentes. E essa nossa mensagem não se baseia num código de leis a que se deva ou obedecer ou morrer; antes o que anunciamos é que existe uma vida nova através do RÚKHA hol-HODSHÚA.

A glória da Novo Testamento

7Aquele velho sistema da lei, gravado em pedras e que não podia senão conduzir à morte, teve início com uma grande manifestação de esplendor, que se revelou até no brilho do rosto de Mehushúa, que era tanto que o povo nem podia olhar para ele. E contudo esse brilho era apenas passageiro 8Não devemos nós portanto esperar uma manifestação de glória muito maior no tempo actual em que o RÚKHA hol-HODSHÚA nos comunica a vida celestial? 9Se o antigo pacto era glorioso, muito mais glorioso é o pacto que torna os homens justos perante YÁOHU UL. 10Com efeito, aquela primeira glória, que se manifestou no brilho do rosto de Mehushúa, não é nada em comparação com a deslumbrante glória do novo plano de YÁOHU UL. 11E se o velho sistema, que se tornou inútil porque fora destinado a ser transitório, estava cheio de glória celestial, a glória da nova ordem santa para a nossa salvação é certamente muito maior, porque essa sim é eterna. 12E já que sabemos que esta nova glória nunca acabará, é com muito mais ousadia que pregamos. 13Não somos como Mehushúa que colocou um véu sobre a sua face porque os Yaoshorulítas não podiam suportar o brilho daquela glória, que era afinal transitória. 14E até nem era só a face de Mehushúa que estava encoberta, mas as próprias mentes do povo estavam como que vendadas e obscurecidas. E ainda hoje em dia a mente dos YAOHÚ-dim está encoberta por um véu, pois não podem compreender o sentido real das Qaotáv que lhes são lidas. Esse véu só lhes é tirado ao crerem em hol-MEHUSHKHÁY. 15É verdade que mesmo ainda hoje, quando lêem os escritos de Mehushúa, os seus corações permanecem obscurecidos. 16Mas no momento em que se voltarem para YÁOHU UL, então esse véu sobre os seus corações cairá. 17 YÁOHU UL é o RÚKHA, e onde ele estiver reina a liberdade 18E nós Yaohúshuahim, sem véu de espécie alguma sobre os nossos rostos, somos como espelhos que reflectem a glória de YÁOHU UL. E vamo-nos tornando cada vez mais semelhantes à imagem de YÁOHU UL, a qual reflectimos também cada vez mais fielmente.

2 Coríntios 4

Tesouros em recipientes frágeis

1Foi YÁOHU UL mesmo quem, na sua misericórdia, nos deu a missão de anunciar a Mensagem Gloriosa, e é por isso que nunca desanimamos. 2Rejeitamos tudo o que seja processos dissimulados e vergonhosos; também não tentamos alterar o sentido da palavra de YÁOHU UL. Antes expomos toda a verdade, na presença de YÁOHU UL, de tal forma que ninguém de consciência honesta poderá ter alguma coisa a dizer de nós. 3Se a Mensagem Gloriosa que pregamos é ainda coisa velada e obscura, certamente que o é para os que se encontram no caminho da perdição, pois que o recusam 4ha-satán, que é o Deus deste mundo, foi quem os cegou, quem os tornou incapazes de verem a luz gloriosa da Mensagem Gloriosa e de compreender a maravilhosa mensagem da glória de hol-MEHUSHKHÁY, que é a imagem de YÁOHU UL. 5Porque não andamos a fazer propaganda de nós próprios, antes anunciamos hol-MEHUSHKHÁY YAOHÚSHUA como Molkhiúl. Nós somos vossos servos por amor de YAOHÚSHUA 6Porque YÁOHU UL, que mandou a luz resplandecer nas trevas, foi quem iluminou os nossos corações a fim de conhecermos a glória celestial que resplandece na face de YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY. 7E este precioso tesouro está contido como num recipiente de barro, ou seja os nossos corpos fracos. E assim toda a gente pode ver que esse maravilhoso poder é mesmo de YÁOHU UL, não vem de nós. 8Somos atribulados de toda a maneira, mas não definitivamente esmagados; perplexos mas não desanimados 9Somos perseguidos, mas não desamparados por YÁOHU UL. Somos derrubados, mas levantamo-nos e prosseguimos 10Tal como o Molkhiúl YAOHÚSHUA, o nosso corpo enfrenta constantemente a morte, a fim de que a vida de YAOHÚSHUA se manifeste também nos nossos corpos. 11Sim, vivemos em constante perigo de vida por servirmos YÁOHU UL, mas isso dá-nos constantes oportunidades da vida de YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY se manifestar nos nossos corpos mortais. 12É certo que enfrentamos a morte, mas daí resulta que a vida eterna vos é oferecida. 13Estamos animados do mesmo espírito de fé que o Salmista, que dizia: “Acreditei, e é por isso que falo”. Nós também cremos, por isso falamos. 14Sabemos que o mesmo YÁOHU UL que ressuscitou o Molkhiúl YAOHÚSHUA nos conduzirá também até à vida junto de YAOHÚSHUA, e nos fará comparecer convosco na sua presença 15E, assim, tudo aquilo por que passamos contribui para o vosso bem. E quantos mais dentre vocês forem ganhos pela graça de hol-MEHUSHKHÁY, tantos mais serão aqueles que lhe darão graças pela sua bondade, e tanto mais será YÁOHU UL glorificado. 16Por isso nunca desanimamos. E ainda que o nosso corpo fisicamente envelheça, interiormente contudo ele renova-se, com novas forças, dia após dia. 17Estas tribulações por que passamos, no fim de contas relativamente leves e passageiras, resultam numa abundância de ricas bênçãos de YÁOHU UL, agora aqui, e para toda a eternidade. 18E assim não nos prendemos com as coisas do tempo em que vivemos, mas procuramos fixarmo-nos naquelas que ainda não vemos. Porque as coisas desta vida passarão um dia; mas as realidades de YÁOHU UL permanecem eternamente.

2 Coríntios 5

A nossa habitação celestial

1Sabemos bem que quando o nosso corpo – que é como que uma tenda onde vivemos – se desfizer, teremos no céu nova habitação e um corpo eterno, habitação essa preparada para nós por YÁOHU UL e não por homens. 2E é por isso que esperamos com ansiedade pelo dia em que seremos revestidos de corpos celestiais. 3Porque não seremos apenas espírito sem corpo 4Com efeito, enquanto vivemos neste corpo terreno sentimo-nos oprimidos e carregados. Até gostaríamos de, sem ter que despir este revestimento actual que é o nosso corpo, passar a viver na nova habitação, de forma que o que é mortal fosse como que absorvido pela vida eterna. 5Foi pois YÁOHU UL quem nos preparou um tal destino, dando-nos como garantia o seu RÚKHA hol-HODSHÚA. 6E assim estamos sempre de bom ânimo, embora sabendo que o tempo que passamos neste corpo material é tempo que deixamos de passar com YÁOHU UL no céu. 7Estes sentimentos são o resultado de vivermos pela fé e não daquilo que vemos à nossa volta.. 8E é com confiança que desejamos deixar este corpo, e com satisfação enfrentamos a expectativa de habitar enfim com YÁOHU UL. o 9Por isso o nosso alvo é agradar-lhe sempre, quer vivamos aqui neste corpo, quer tenhamos que o deixar para estar com YÁOHU UL no céu 10Pois todos devemos comparecer diante do tribunal de hol-MEHUSHKHÁY; e aí cada um receberá segundo o que tiver feito de bem ou mal enquanto viveu neste corpo humano.

O serviço espiritual de reconciliação

11Conscientes assim do temor solene que é devido a YÁOHU UL, procuramos persuadir as pessoas. E YÁOHU UL bem conhece os nossos corações; vocês também sabem qual a pureza das nossas intenções. 12Não é que estejamos novamente a elogiarmo-nos a nós próprios, claro; estamos apenas a dar-vos razões para estarem satisfeitos com as nossas vidas, e também para poderem responder aos que se apoiam mais em vantagens meramente exteriores, do que numa vida interior consequente e verdadeira perante YÁOHU UL. 13Estaremos a dizer disparates? Se for assim, é para que YÁOHU UL seja servido. E se estamos correctos no nosso entendimento, quem mais beneficiará são vocês. 14O que quer que façamos ou sejamos é o resultado do amor de hol-MEHUSHKHÁY, que nos pressiona, levando-nos a concluir que, se ha-MEHUSHKHÁY morreu por todos nós, logo todos morremos com ele 15E se ele morreu por todos é para que todos os que agora vivem, não vivam mais para si mesmos, mas para hol-MEHUSHKHÁY que para eles morreu e ressuscitou. 16Por isso agora não avaliamos mais as pessoas por aquilo que elas possam parecer, sob o ponto de vista humano. Antigamente, eu pensava em hol-MEHUSHKHÁY assim, como se ele fosse um simples ser humano. Mas agora já não é dessa forma que o conheço! 17Se alguém está ligado a hol-MEHUSHKHÁY transforma-se numa nova pessoa; as coisas antigas passaram; tudo nele se fez novo! 18Tudo isso é obra de YÁOHU UL, que nos reconciliou consigo mesmo, através daquilo que hol-MEHUSHKHÁY fez por nós e nos confiou a missão de anunciar essa mesma reconciliação. 19Porque YÁOHU UL estava em hol-MEHUSHKHÁY, reconciliando o mundo consigo mesmo, não mais considerando os pecados dos homens como razão de acusação contra eles. Eis pois a mensagem que pregamos. 20Somos então como embaixadores de hol-MEHUSHKHÁY. E é como se YÁOHU UL por nosso meio lançasse um apelo aos homens. Nós vos suplicamos então, da parte de hol-MEHUSHKHÁY, que se reconciliem com YÁOHU UL!c 21 YÁOHU UL carregou todo o nosso pecado sobre hol-MEHUSHKHÁY, que estava isento de qualquer pecado, para que nele fôssemos revestidos da justiça de YÁOHU UL.

2 Coríntios 6

1-2Nós, cooperando portanto com YÁOHU UL, vos exortamos a que não deixem que a sua graça vos seja anunciada em vão. Porque ele diz pela boca do profeta Yaoshúa-YÁOHU:

“Ouvi-te quando o meu acolhimento te estava franqueado. Socorri-te no dia em que a salvação te era proposta”.

As dificuldades de Shaúl

3Assim sendo, procuramos viver de tal maneira que nunca ninguém se sinta chocado por causa da nossa conduta, de forma que a nossa actividade para YÁOHU UL nunca venha a ser censurada 4De facto, em tudo o que fazemos procuramos mostrar que somos servos de YÁOHU UL, suportando tudo com muita paciência: as aflições, as necessidades, os sofrimentos. 5Fomos já açoitados, postos na prisão, enfrentámos multidões furiosas, sabemos o que é o trabalho esgotante, noites sem dormir, fome. 6Demonstrámos integridade nas nossas vidas, mostrámos conhecimento e demos provas de paciência. Temos sido bondosos, com uma afeição verdadeira inspirada pelo RÚKHA hol-HODSHÚA. 7Proclamámos a palavra da verdade, e o poder de YÁOHU UL se tem manifestado; temos combatido com as armas ofensivas e defensivas da justiça. 8Permanecemos leais a YÁOHU UL, quer os outros nos honrem ou nos desprezem, quer nos censurem ou nos elogiem. Somos sinceros, embora nos tratem de impostores. 9O mundo ignora-nos, mas YÁOHU UL nos conhece. Dizem de nós que não poderemos continuar a viver por muito tempo, e eis que continuamos vivendo. É verdade que temos sido bastante maltratados, mas não morremos.” 10Temos sido entristecidos, mas nunca perdemos a alegria de YÁOHU UL. Somos pobres, mas enriquecemos os outros espiritualmente. Nada nos pertence mas temos tudo. 11Oh, queridos coríntios, falámos convosco agora com toda a franqueza; abrimos para vocês o nosso coração. 12E se, da vossa parte, os vossos sentimentos não correspondem aos nossos será certamente por culpa vossa 13Falo-vos como a verdadeiros filhos: abram-nos igualmente os corações.

Associações com incrédulos

14Não se associem com os descrentes. Com efeito, como seria possível conciliar a justiça com a injustiça? E que haverá de comum entre a luz e as trevas? 15Que harmonia poderia haver entre hol-MEHUSHKHÁY e ha-satán? Como poderia um Yaohúshuahee associar-se com um descrente? 16Que aliança poderia estabelecer-se entre o Templo de YÁOHU UL e os ídolos? Porque vocês são o Templo de YÁOHU UL vivo. Tal como YÁOHU UL disse: “Neles habitarei, e andarei no meio deles. Eu serei o seu YÁOHU UL e eles serão o meu povo”. 17-18E foi por isso que também lhes disse:

“Saiam do meio deles. Afastem-se. Não tenham relações com aquilo que eu repudio,”e eu vos receberei”. “Serei um YÁOHU ABí para vocês,”e vocês serão para mim filhos e filhas,”disse YÁOHU UL todo-poderoso.”

2 Coríntios 7

1Pois que temos tais promessas, meus queridos amigos, purifiquemo-nos de tudo o que é moralmente imundo e errado, tanto no domínio do nosso corpo como do nosso espírito, e procuremos aperfeiçoarmo-nos e santificarmo-nos, vivendo no temor de YÁOHU UL.

Shaúl contente com a Oholyáo (Congregação)

2Mais uma vez vos pedimos: Façam-nos lugar no vosso coração. Nunca prejudicámos ninguém. Nunca enganámos fosse quem fosse. E nunca explorámos ninguém vivendo à sua custa. 3Não estou a dizer isto para censurar alguém, pois como já vos disse vocês estão nos nossos corações para a vida e para a morte. 4Temos grande confiança e orgulho em vocês. Vocês encorajaram-nos e consolaram-nos muito; apesar das provas, vocês têm-nos dado muita alegria. 5Quando chegámos à Macedónia nem pudemos descansar. As dificuldades apareceram por todos os lados; à nossa volta lutas de toda a espécie, e no íntimo, inquietação.- 6Mas YÁOHU UL, que consola os abatidos, nos revigorou com a chegada de Tito. 7Foi uma alegria para nós a sua chegada, bem como a notícia que trouxe do encorajamento que recebeu quando esteve no vosso meio. Deu-me imensa satisfação saber como vocês esperavam pela minha visita, e verificar a vossa lealdade para comigo. 8Já não estou arrependido de vos ter escrito aquela carta, embora tivesse chegado a estar ao ver como ela vos penalizou na altura, por um tempo. 9Estou mesmo contente por a ter enviado, não pela tristeza que vos deu, claro está, mas porque essa mesma tristeza vos fez arrependerem-se. Foi a espécie de tristeza que YÁOHU UL espera que os seus filhos tenham. E assim podemos concluir que essa carta não vos foi prejudicial. 10Porque YÁOHU UL pode usar a tristeza nas nossas vidas para nos ajudar a desviar do pecado e procurar salvação. Não temos que lamentar este tipo de tristeza. Mas a tristeza sem arrependimento é do género que provoca a morte. 11Vejam então quanto bem não produziu esta tristeza enviada por YÁOHU UL. Com quanto fervor e sinceridade vocês repudiaram o pecado sobre o qual vos tinha escrito. Ficaram temerosos quanto ao que sucedera e ansiosos por que eu fosse ajudar-vos. Logo tomaram medidas para a resolução do problema e para o castigo daquele que pecara. Tudo fizeram para corrigir a situação. 12Se vos escrevi não foi tanto por causa daquele que ofendeu, ou do que foi ofendido, mas para vos dar ocasião para, diante de YÁOHU UL, provarem quanto vocês nos amam. 13Mas além do encorajamento que a vossa atitude nos transmitiu, foi também o contentamento de Tito pela simpatia com que vocês o receberam, e acalmaram as suas preocupações, que muito nos alegrou. 14Antes de Tito partir eu garanti-lhe a vossa boa recepção, e falei-lhe mesmo no orgulho que sentia por vocês. Não tive pois razão de ficar desapontado. Provou-se assim que não só o que mandei a Tito dizer-vos era a verdade, como também que era verdade aquilo que eu disse a Tito a vosso respeito 15Ele sente agora mais estima do que nunca por vocês, lembrando-se da forma pronta como o escutaram e receberam o que vos disse, com o maior interesse e solicitude. 16Sinto-me pois bem feliz por poder agora ter plena confiança em vocês.

2 Coríntios 8

A chamada à generosidade

1Agora quero contar-vos o que YÁOHU UL na sua graça tem feito pelas Oholyáos (Congregações) da Macedónia. 2Ainda que tenham passado por muitas dificuldades e apertos, nunca perderam a sua abundante alegria espiritual. E apesar da extrema pobreza arranjaram meio de se tornarem ricos em generosidade para com os outros.% 3Eles deram não só aquilo que podiam, mas até muito mais, e voluntariamente; disso sou testemunha. 4Pediram-nos muito que com esse dinheiro pudessem participar da alegria de ajudar os outros crentes. 5E mais do que isso até, eles ultrapassaram as nossas expectativas. Porque primeiramente se consagraram a si mesmos a YÁOHU UL, e depois puseram-se à nossa disposição, para fazer a vontade de YÁOHU UL. 6Isso encorajou-nos a pedir a Tito, que já antes tinha começado esta obra no vosso meio, animando-vos à beneficência, que vos visitasse e entusiasmasse a também completarem a vossa participação. 7Vocês que são tão ricos em tantos domínios: na fé, na exposição da palavra de YÁOHU UL e no conhecimento das coisas espirituais, no entusiasmo e na dedicação para connosco, pois que também o sejam neste privilégio de contribuir com alegria 8Não digo isto como uma espécie de imposição. Mas para que o exemplo dos outros vos dê ocasião de provarem que o vosso amor vai além das simples palavras. 9Vocês sabem qual foi todo o amor de nosso Molkhiúl YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY: ainda que sendo rico, tornou-se pobre por amor de vocês, a fim de que pela sua pobreza pudessem enriquecer. 10Queria sugerir-vos que fossem até ao fim com o que começaram há um ano, pois que vocês foram não só os primeiros a propor essa ideia, mas também os primeiros a fazer alguma coisa nesse sentido. 11Tendo portanto começado tão prontamente, é justo que vão até ao fim com a mesma alegria, dando tudo o que estiver nas vossas possibilidades 12Quando se dá de boa vontade, a quantidade tem menos importância. Porque no funde YÁOHU UL quer que se dê o que se tem, não o que se não tem. 13Não se trata evidentemente de levar outros a viver desafogados, à custa de vocês passarem a viver na necessidade. É antes uma questão de procurar tornar iguais as condições de vida de uns e outros., 14Presentemente o vosso nível de vida permite ajudá-los; noutra altura poderá ser o contrário, e assim haverá uma justa repartição. 15Lembram-se o que diz a Qaotáv sobre isto: “O que recolheu muito não teve de mais; e o que colheu pouco também não lhe faltou”.

Tito é enviado a Corinto

16Estou muito grato a YÁOHU UL porque deu a Tito o mesmo interesse e cuidado convosco que eu tenho 17Ele aceitou a minha sugestão de vos visitar de novo, e assim tomou logo de si mesmo a iniciativa de partir. 18Com ele enviamos também outro irmão bem conhecido de todas as Oholyáos pela sua actividade como proclamador da Mensagem Gloriosa 19Foi até escolhido pelas Oholyáos para me acompanhar na minha deslocação a Yaohúshua-oléym a fim de levar o resultado destas ofertas, as quais, ao mesmo tempo que servem para glorificar YÁOHU UL, mostram a prontidão da vossa beneficência. 20Indo assim acompanhado, procuro pôr-me ao abrigo de qualquer crítica quanto à maneira como nos responsabilizamos por esta importante soma 21 YÁOHU UL bem conhece a nossa honestidade, mas queremos que os outros tenham plena confiança em nós. 22Estamos a enviar com eles um outro irmão que sabemos por experiência ser um Yaohúshuahee fervoroso; desde que teve conhecimento da vossa prontidão em ajudar materialmente os Yaohúshuahim, é com particular interesse que se prepara para essa viagem. 23Portanto aí vão os três, Tito, como meu colaborador e companheiro, e os outros dois irmãos como representantes das Oholyáos daqui, e como homens que honram YÁOHU UL. 24Portanto, demonstrem-lhes o vosso amor e provem a todas as Oholyáos que o nosso orgulho acerca de vocês tem razão de ser.

2 Coríntios 9

1Na verdade, não preciso de escrever-vos acerca desta oferta para os crentes em Yaohúshua-oléym 2Bem sei como estão prontos a ajudar; e foi com grande satisfação que disse aos crentes na Macedónia que desde o ano passado vocês estão prontos a enviar uma oferta. E o vosso entusiasmo tem estimulado muitos outros. 3Mas envio estes irmãos, tal como já disse, para que se tenha a certeza daquilo que já afirmei a vosso respeito, que vocês estão prontos com a colecta feita. 4Seria grande a nossa decepção, e vossa também certamente, se alguns destes irmãos macedónios viessem comigo e verificassem que afinal vocês nada tinham preparado, depois de tudo o que eu lhes disse 5Por isso achei necessário que estes três irmãos fossem à minha frente e tudo preparassem de forma a estar já em mãos a contribuição que vocês prometeram, a fim de que se veja que é uma oferta voluntária e não como que forçada.

Semear generosamente

6Lembrem-se disto: o que semeia pouco, pouco também ceifará; o que semeia em abundância, abundância também ceifará 7Cada um contribua segundo propôs no seu coração. Não como uma obrigação, porque YÁOHU UL ama quem dá com alegria. 8 YÁOHU UL pode bem abençoar-vos de tal maneira que tendo sempre, em tudo, aquilo que vos é preciso, possam ainda ajudar generosamente os outros. 9É como dizem as Qaotáv:

“Repartiu liberalmente os seus bens com os necessitados. A generosidade que ele praticou terá efeitos que nunca mais passarão”. 10Porque YÁOHU UL, que dá a semente para o lavrador plantar, e depois o fruto para se alimentar, também vos dará os meios para que a vossa sementeira se multiplique em frutos de justiça. 11Sim, YÁOHU UL vos dará muito para que possam dar muito, para que pela vossa generosidade, posta em acção por nosso intermédio, sejam dados louvores de gratidão a YÁOHU UL. 12São assim dois os bons resultados da vossa generosidade: contribuir para a satisfação das necessidades dos crentes em Yaohúshua-oléym e suscitar haolúlim (louvores) a YÁOHU UL. 13Vocês darão glória a YÁOHU UL através das vossas ofertas generosas. Porque a vossa generosidade para com eles prova que vocês obedecem aa Mensagem Gloriosa de hol-MEHUSHKHÁY. 14E eles orarão por vocês com profunda afeição por causa da graça maravilhosa de YÁOHU UL mostrada através de vocês. 15Graças pois a YÁOHU UL pela dádiva de seu ha-BOR, e que não há palavras que possam descrever!

2 Coríntios 10

Shaúl defende a sua autoridade

1E agora eu, Shaúl, queria fazer-vos um pedido: é uma exortação feita com bondade e mansidão com hol-MEHUSHKHÁY mesmo a faria. Alguns de vocês dizem de mim que por carta me torno bem ousado no que digo, mas que na vossa presença já aparento humildade. 2O que vos peço é que na vossa presença não seja mesmo obrigado a mostar-me severo, sobretudo para com alguns que, segundo parece, nos julgam como se nos conduzíssemos como as pessoas do mundo.” 3É verdade que somos seres como todos os outros, mas os nossos métodos são bem diferentes dos deste mundo. 4As armas do nosso combate não são humanas; são armas de YÁOHU UL, poderosas para a destruição das fortalezas contra YÁOHU UL. 5Estas armas podem derrubar os argumentos daqueles que se levantem, com orgulho, contra o conhecimento de YÁOHU UL. Estas armas espirituais são capazes de levar o entendimento à obediência voluntária a hol-MEHUSHKHÁY. 6E estamos prontos a usá-las eficazmente contra todos os que são rebeldes a hol-MEHUSHKHÁY, mas só depois de terem vocês mesmos decidido obedecer plenamente. 7Não devem formar juízos baseados apenas na aparência das coisas. Se alguém pode reivindicar para si a autoridade de hol-MEHUSHKHÁY, eu serei um desses 8Talvez pensem que me estou a gabar da minha autoridade, ainda que seja uma autoridade espiritual para vossa edificação na fé, e não evidentemente para vos abater. 9Mas eu não quero que pensem que as minhas cartas servem apenas para vos intimidar e mais nada 10Há até quem diga que as minhas cartas parecem severas e enérgicas, mas que à vista sou de fraca aparência física e fraco orador 11Mas quem diz isso tome nota de que seremos tão rigorosos em acção na vossa presença como o somos por carta. 12Certamente que não nos vamos comparar com alguns outros que se classificam a si mesmos em função da própria propaganda que de si fazem, essas pessoas medem-se pelos seus próprios conceitos, e não dão provas de juízo. 13Mas nós não nos estamos a gabar de uma autoridade que não temos, antes estamos na linha de conduta que YÁOHU UL nos traçou no nosso trabalho até junto de vocês. – 14Não estamos a sair dessa linha, até porque fomos os primeiros a levar-vos a Mensagem Gloriosa de hol-MEHUSHKHÁY. 15Nem nos orgulhamos do trabalho que foi feito por outros. Em vez disso, esperamos que a vossa fé cresça e que o nosso trabalho entre vocês seja largamente ampliado. 16Então poderemos ir e pregar a Mensagem Gloriosa noutros lugares além do vosso, onde mais ninguém está a trabalhar. Assim não se levantará a questão de estarmos em território pertencente a outro. 17Como as Qaotáv dizem:

“Quem quer gloriar-se que se glorie apenas no que YÁOHU UL fez por ele.” 18Porque não tem valor quando alguém se honra a si mesmo, mas sim quando é YÁOHU UL quem o honra.

2 Coríntios 11

Shaúl e os falsos emisários

1Espero que sejam pacientes para comigo, e me deixem dizer ainda um pouco mais, embora pareça tolice. 2Eu preocupo-me convosco, mas com um cuidado que vem de YÁOHU UL. Quero que as vossas vidas sejam inteiramente para hol-MEHUSHKHÁY, tal como uma moça, virgem e pura, reserva todo o seu amor ao seu noivo. 3E todo o meu receio é que de alguma forma o vosso espírito seja enganado e se afaste da devoção sincera a hol-MEHUSHKHÁY, tal como Khavyáo foi enganada por ha-satán no jardim do Éden. 4Sei que se alguém vos for pregar sobre outro YAOHÚSHUA diferente daquele que vos anunciámos, ou com um outro espírito que não seja o RÚKHA hol-HODSHÚA que já receberam, anunciando-vos um outra Mensagem Gloriosa além daquele que já aceitaram, vocês, na vossa ingenuidade, facilmente acreditarão em tudo. 5E contudo eu não me considero em nada inferior a esses sublimes emisários. 6Se sou fraco orador, em todo o caso sei bem aquilo de que estou a falar, e vocês já disso têm tido repetidamente a prova, pois nos temos dado a conhecer inteiramente. 7Terei errado talvez, desvalorizando a vossos olhos o nosso serviço convosco, pelo facto de vos ter anunciado a Mensagem Gloriosa sem nada ter recebido da vossa parte, pensando assim contribuir para a vossa edificação no caminho de YÁOHU UL? 8E o facto é que empobreci, por assim dizer, outras Oholyáos, recebendo delas aquilo de que precisava regularmente para meu sustento enquanto aí estava, a fim de me não tornar pesado a ninguém. 9E quando comecei a sentir certa necessidade, mesmo assim nada vos pedi, pois os irmãos da Macedónia levaram-me outra oferta. E desta forma nunca vos sobrecarreguei. E farei que assim seja também no futuro. 10Tão certo com hol-MEHUSHKHÁY habitar em mim, hei-de continuar a fazer de forma a não perder este mérito, na minha obra junto de todas as Oholyáos da Grécia.% 11E isto porquê? Porque não vos amo? YÁOHU UL bem sabe o quanto vos amo. 12Mas procurarei sempre agir assim para evitar que outros, inchados no seu orgulho, finjam que estão a trabalhar da mesma forma que nós. 13Tais homens não são enviados de YÁOHU UL; são gente desonesta que vos engana, fazendo-se passar por emisários de hol-MEHUSHKHÁY. 14E nada me admiro, visto que o próprio ha-satán se pode transformar em anjo de luz 15Portanto não me surpreende que os seus servidores possam fazer o mesmo, parecendo que são serventes espirituais de YÁOHU UL. Mas no fim receberão o castigo que merecem as suas más obras.

Shaúl refere-se aos seus sofrimentos

16Outra vez vos digo: não pensem que perdi o juízo por vos falar assim; mas ainda que o pensem, oiçam-me na mesma, agora que me vou gabar um pouco, também. 17Tal gabarolice não é coisa que YÁOHU UL deseje, mas vou dizê-la como se eu estivesse louco 18Andam aí tantos a gabar-se, pois agora é a minha vez. 19Vocês consideram-se tão sensatos e no fim de contas ouvem tão facilmente essa gente insensata. 20Não se importam nada que eles vos escravizem, tirando-vos tudo o que têm, explorando-vos, tratando-vos até com arrogância e esbofeteando-vos. 21Tenho talvez mesmo certa vergonha, humanamente falando, em o dizer, mas o certo é que não seria capaz de ter tanta ousadia como eles na verdade posso gabar-me – falo de novo como néscio – de tudo sobre o que eles também se gabam. 22Eles gabam-se de serem Hebreus? Eu também o sou. Dizem ser Yaoshorulítas? Também eu sou. São descendentes de Abruhám? Pois eu também. 23Dizem que servem hol-MEHUSHKHÁY? Muito mais o tenho servido eu. (É como se estivesse fora de mim ao dizer isto.) Tenho trabalhado muito mais, e também tenho sido muitas mais vezes preso e açoitado, e tenho enfrentado a cada hora a morte, muitas mais vezes do que eles. 24Em cinco ocasiões diferentes os YAOHÚ-dim me aplicaram os seus quarenta açoites menos um. 25Três vezes recebi o castigo da vara. Fui uma vez apedrejado. Passei por três naufrágios. Numa ocasião cheguei a ficar uma noite e um dia à deriva, em pleno mar alto. 26Tenho viajado quilómetros e quilómetros, arriscando-me, ao atravessar perigosas torrentes e também zonas infestadas de salteadores. Sei o que é estar em perigo tanto entre o meu próprio povo, os YAOHÚ-dim, como entre os Gentíles. Conheço o perigo das multidões amotinadas nas grandes cidades, o perigo da morte no deserto e no mar, assim como o perigo entre os falsos irmãos 27Tenho suportado canseiras, sofrimentos e noites sem dormir. Tenho passado frequentemente pela fome, pela sede, e sei o que é ter frio e não ter roupa para me agasalhar. 28E além disto tudo, tenho, interiormente, o cuidado constante sobre o progresso de cada Oholyáo. 29Quem enfraquece espiritualmente que eu não me sinta triste? Quem é ofendido na sua fé, que eu não me exalte, correndo em sua defesa? 30Mas se tiver de falar em mérito, realmente prefiro então referir-me àquele que diz respeito antes à minha fraqueza. 31O YÁOHU UL e YÁOHU ABí de nosso Molkhiúl YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY – louvado seja para sempre – sabe que não minto 32Em Damasco, o que governava ali, sob o mando do rei Aretas, chegou ao ponto de mandar guardar todas as saídas da cidade, para poder prender-me. 33Fui porém descido numa cesta, por uma abertura na muralha, e assim escapei!

2 Coríntios 12

A visão e o problema de Shaúl

1Não é bom, claro está, que eu esteja a enaltecer-me. Mas vou continuar ainda com as visões que tive e as revelações de YÁOHU UL.. 2Há catorze anos fui levado ao terceiro céu 3Eu mesmo não sei se o meu próprio corpo também lá esteve, ou se foi apenas o meu espírito. YÁOHU UL o sabe. 4Mas de qualquer maneira estive no paraíso, e ouvi coisas que ultrapassam as capacidades humanas para descrevê-las; e até nem é lícito fazê-lo. 5Uma tal experiência é certamente assinalável. E nem é disso que me gabo, mas antes da minha própria fraqueza. 6Não me faltariam pois razões para me enaltecer; mas não quero que ninguém pense de mim mais do que aquilo que pode ver através da minha vida e da minha mensagem. 7E para que estas excepcionais revelações não me exaltassem, YÁOHU UL deu-me um espinho na carne, um mensageiro de ha-satán para me atormentar, a fim de que não caia no orgulho. 8Por três vezes implorei a YÁOHU UL que me livrasse. 9De cada vez ele me disse: “A minha graça te basta. É na fraqueza que o meu poder melhor se revela.” E assim sinto-me feliz nas fraquezas, para que o poder de hol-MEHUSHKHÁY possa trabalhar através de mim. 10Tenho pois alegria nas fraquezas, nos insultos, nas privações, nas perseguições, nas dificuldades; pois que as suporto por amor de hol-MEHUSHKHÁY. Porque, quando estou fraco, é então que sou forte.

O cuidado de Shaúl pelos crentes de Corinto

11Fui insensato em vos ter falado de tudo isto, mas foram vocês que me levaram a fazê-lo. Porque são vocês que deviam mostrar a vossa apreciação por mim. Em coisa alguma fui inferior a esses tais grandes pseudo-emisários, ainda que por mim mesmo eu nada seja 12Quando aí estive no vosso meio, dei todas as provas de ser verdadeiramente um emisário, enviado por YÁOHU UL mesmo; porque constantemente vocês puderam verificá-lo através de milagres, sinais e obras poderosas. 13A única coisa que realmente não fiz no vosso meio, que faço nas outras Oholyáos, foi ser-vos materialmente pesado em coisa alguma. Não me levem a mal, se considerarem isso uma ofensa! 14E agora é a terceira vez que vou ver-vos, e de novo sem vos ser pesado; porque não são bens materiais que procuro em vocês, meus filhos, é o bem para as vossas vidas! Normalmente não são os filhos que ganham para os pais, são os pais quem junta para os filhos 15E eu sinto-me feliz em me dar totalmente a mim mesmo e tudo quanto tenho para vosso bem espiritual, embora pareça que quanto mais vos amo, menos vocês me amem. 16Alguns de vocês pensam que em nada vos fui pesado, mas que, de alguma maneira, com astúcia, algum proveito material devo ter tirado disso 17Mas como? Tive eu algum benefício material de vocês, por intermédio das pessoas que vos enviei? 18Quando pedi a Tito que vos visitasse, acompanhado de outro irmão, tiraram eles também para si algum proveito? Naturalmente que não. Porque eles e eu agimos no mesmo espírito, fazendo as coisas do mesmo modo. 19Não são desculpas que estamos a apresentar. Diante de YÁOHU UL vos garanto que foi para vos edificar em hol-MEHUSHKHÁY que vos escrevi estas coisas. 20Pois receio que, quando for de novo visitar-vos, me venha a desgostar do vosso estado espiritual e que a minha forma de actuar, em consequência, se torne desagradável a vossos olhos. Tenho medo de vos encontrar em desavenças, invejas, zangas, disputas, ofendendo-se uns aos outros, perdendo energias com mexericos, e reivindicações e discussões. 21Sim, é isso que eu queria evitar: que YÁOHU UL me humilhe no vosso meio e que me entristeça profundamente por esses que têm pecado, sem se terem ainda arrependido da impureza, do vício e da imoralidade sexual que praticaram.

2 Coríntios 13

Avisos finais

1Esta é pois a terceira vez que vou visitar-vos. Irei acompanhado, porque as Qaotáv dizem que “todo o delito deve ser confirmado por duas ou três testemunhas”. 2Já antes eu tinha avisado aqueles que tinham pecado, quando aí estive pela última vez; e agora aviso-os de novo, assim como todos os outros, tal como fiz nessa ocasião, de que agora irei pronto a castigar com severidade. 3Dar-vos-ei toda a prova que desejarem de que hol-MEHUSHKHÁY fala por meu intermédio. E hão-de ver que hol-MEHUSHKHÁY não resolverá esses assuntos superficialmente, antes há-de manifestar-se enérgico e em toda a sua força. 4Porque ainda que tenha morrido impalado, e o seu corpo tivesse sido enfraquecido, contudo agora vive, pelo poder de YÁOHU UL; e nós também, em consequência disso, sendo fracos, vivemos agora com ha-MEHUSHKHÁY pelo poder de YÁOHU UL que utilizaremos no vosso meio. 5Examinem-se vocês mesmos para verem se realmente permanecem na fé. Façam o vosso exame de consciência: reconhecem que hol-MEHUSHKHÁY habita verdadeiramente na vossa vida? Caso contrário o vosso cristianismo é falso 6Mas quanto a nós, espero bem que reconheçam que num tal exame não ficaríamos reprovados. 7A minha oração a YÁOHU UL é pois que vocês se abstenham de todo o mal, não pelo mérito que isso venha trazer ao nosso serviço, mas porque procuramos que a vossa conduta Yaohúshuahee seja recta. Porque, quanto ao nosso serviço, se os homens não lhe derem valor, não é isso que conta. 8Portanto se a vossa conduta for de acordo com a verdade da Mensagem Gloriosa, nada teremos que julgar, pois o nosso único desejo é apoiar-vos no caminho da verdade. 9E, se dermos a impressão de fraqueza, até ficaremos contentes, se isso representar o vosso fortalecimento. O nosso desejo é o vosso aperfeiçoamento. 10Digo-vos estas coisas aqui, por carta, para depois na vossa presença não ter de vos corrigir com severidade. Porque a autoridade que YÁOHU UL nos deu é para vos edificar, e não para vos abater.

Saudações finais

11E agora, irmãos termino. Alegrem-se, e aperfeiçoem-se em hol-MEHUSHKHÁY; encorajem-se uns aos outros. Vivam em harmonia e paz, e YÁOHU UL de amor e de paz será convosco. 12Saúdem-se uns aos outros com um beijo fraterno. Todos os Yaohúshuahim daqui vos mandam saudações. 13Que a graça do Molkhiúl YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY e o amor de YÁOHU UL seja convosco. E que o RÚKHA hol-HODSHÚA comunique com o vosso íntimo.

As Sagrádas Escritúras em Versão YAOHÚSHUA….

Gálatas 1

1-2Eu, Shaúl, chamado para ser emisário, não por qualquer agência ou autoridade humanas, mas por YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY e por YÁOHU UL e YÁOHU ABí, que ressuscitou YAOHÚSHUA da morte, dirijo esta carta às Oholyáos da Galácia, na companhia de todos os Yaohúshuahim daqui, nossos irmãos na mesma fé. 3Desejo que vos sejam dadas a graça e paz de YÁOHU UL nosso YÁOHU ABí, e do Molkhiúl YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY, 4o qual se deu a si mesmo, sofrendo o castigo dos nossos pecados, de acordo com o plano de YÁOHU UL, para nos livrar deste mundo mau. 5Assim, damos toda a honra a YÁOHU UL por toda a eternidade. Amnáo.

Há um só Mensagem Gloriosa

6-7Estou muito admirado da rapidez com que vocês se desviaram de YÁOHU UL, que na sua misericórdia vos chamou a participar da vida eterna através de hol-MEHUSHKHÁY. Afinal, estão a seguir outra Mensagem Gloriosa, que aliás nem sequer é Mensagem Gloriosa algum. Há quem ande a enganar-vos, torcendo o sentido da Mensagem Gloriosa de hol-MEHUSHKHÁY. 8Se alguém – ainda que seja eu próprio ou mesmo um anjo do céu – vier pregar-vos, sob o nome de Mensagem Gloriosa, outra mensagem além do que já vos temos anunciado, que seja maldito. 9Já antes vos tinha dito o mesmo, e repito agora: se alguém vier pregar-vos outra Mensagem Gloriosa diferentes daquelas que vocês já uma vez aceitaram, que seja amaldiçoado. 10Se eu falo assim, lembrem-se que é porque procuro agradar não a pessoas mas a YÁOHU UL. Se procurasse conformar-me às opiniões de homens não poderia ser servo de hol-MEHUSHKHÁY.

Shaúl foi chamado por YÁOHU UL

11-12Posso garantir-vos, irmãos, que este caminho para YÁOHU UL, que vos tenho anunciado, não é de origem humana, não foi arquitectado pelo pensamento humano. Também nem sequer foi de homens que o recebi. Mas foi antes YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY mesmo quem mo revelou. 13-14Vocês sabem como eu era quando seguia a religião Judaismo, e como perseguia sem misericórdia a Oholyáo de YÁOHU UL, procurando destruí-la. Na prática da religião Judaismo ultrapassava muitos da minha idade, meus compatriotas, e era extremamente zeloso no respeito das tradições de meus pais. 15-17Mas a vontade de YÁOHU UL era outra! Mesmo antes de nascer, YÁOHU UL já me tinha escolhido e designado, com uma bondade que eu não merecia, para revelar seu ha-BOR em mim, a fim de que o pregasse entre os Gentíles. Pois quando chegou o momento de cumprir esse mandato, não hesitei nem fui procurar a opinião de ninguém; nem sequer voltei a Yaohúshua-oléym para trocar impressões com os que já antes de mim eram emisários. Mas antes parti para a Arábia, regressando depois a Damasco. 18-19Foi só passados três anos que tornei a ir a Yaohúshua-oléym para contactar pessoalmente com Káfos, tendo ficado com ele durante quinze dias. E não vi nenhum outro dos emisários, senão YÁOHU-caf, irmão de YÁOHU UL. 20Acreditem de que isto que aqui vos escrevo é a verdade; YÁOHU UL é testemunha disso. 21-24E depois dessa visita parti para a Syria e para a Cilícia. E entretanto os crentes das Oholyáos da YAOHÚ-dah continuavam sem me conhecerem pessoalmente; apenas tinham ouvido dizer que aquele que perseguia os Yaohúshuahim anunciava agora a fé que antes procurava destruir. E davam haolúlim (louvores) a YÁOHU UL por minha causa.

Gálatas 2

O serviço espiritual de Shaúl é aceite pelos emisários

1Depois, passados catorze anos, voltei a Yaohúshua-oléym na companhia de Bornaví, levando também Tito comigo. 2-3Fiz essa viagem por uma ordem expressa de YÁOHU UL. E foi assim que expus àqueles irmãos a mensagem de salvação que estava a pregar aos Gentíles. Sobre isto lhes falei, em especial aos que no meio deles tinham mais responsabilidades. Eu esperava que eles compreendessem e aceitassem a minha posição; senão o meu serviço espiritual teria sido em vão. E eles concordaram comigo. De facto, nem sequer Tito, meu companheiro, foi obrigado a circuncidar-se, embora fosse Grego. 4-5Aliás essa questão não teria surgido se alguns falsos-Yaohúshuahim não tivessem ali aparecido para espiar a nossa conduta, procurando pôr em causa a liberdade de que gozamos em YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY e fazer-nos prisioneiros de regras e mandamentos YAOHÚ-dim. Mas de forma alguma lhes cedemos, nem nos sujeitámos às suas imposições, porque convinha que a mensagem da Mensagem Gloriosa na sua verdade total fosse bem compreendida por vocês. 6E quanto àqueles que gozavam de mais consideração entre eles – aliás o que essas pessoas tenham sido não me interessa, visto que perante YÁOHU UL somos todos iguais – o facto é que esses nada tiveram a dizer em relação à mensagem que eu estava a pregar. 7-10Antes pelo contrário, quando Káfos, YÁOHU-caf e YÁOHU-khánam, que eram considerados como as colunas de apoio do edifício espiritual da Oholyáo, viram como YÁOHU UL me tinha dado a sua ajuda na comunicação da Mensagem Gloriosa aos não-YAOHÚ-dim, sem imposição de preceitos da lei, tal como a Káfos também pelo seu lado tinha sido confiada a missão de pregar a Mensagem Gloriosa aos YAOHÚ-dim, deram-nos então as mãos, demonstrando-nos o seu apoio e solidariedade, a mim e a Bornaví. Porque no fundo foi o mesmo YÁOHU UL que deu a Káfos capacidade de serviço junto dos YAOHÚ-dim, e que me preparou a mim para trabalhar eficazmente no meio dos não-YAOHÚ-dim. Ficou então assente que nós continuaríamos a nossa missão junto dos não-YAOHÚ-dim e eles no meio dos YAOHÚ-dim. Recomendando-nos em todo o caso que nos lembrássemos dos mais desfavorecidos, o que aliás sempre procurei fazer com toda a dedicação.

Shaúl critica Káfos

11Contudo, quando Káfos veio depois a Antioquia, tive que tomar posição contra ele, com firmeza, porque estava a actuar de uma forma censurável.¸ 12Pois ao chegar lá, a princípio comia com os Yaohúshuahim não-YAOHÚ-dim. Mas depois que chegaram também certas pessoas das relações de YÁOHU-caf, começou a evitar esses contactos, afastando-se deles, com receio desses Yaohúshuahim partidários da circuncisão. 13E de tal forma que até os outros YAOHÚ-dim convertidos começaram também a andar com dissimulação, e a ponto de mesmo Bornaví se deixar levar por eles. 14Quando vi que não era correcta essa maneira de proceder, nem era uma forma honesta de se conformarem com a verdade da Mensagem Gloriosa, disse a Káfos, na presença de todos, que se ele, sendo YAOHÚ-di, tinha já posto de parte os costumes YAOHÚ-dim e vivia praticamente como um gentio, não era justo que obrigasse os não-YAOHÚ-dim a viverem como YAOHÚ-dim. 15-16É verdade que somos YAOHÚ-dim de nascimento, e não fazemos parte daqueles a que chamam os pecadores Gentíles; no entanto sabemos muito bem que uma pessoa não se torna justa diante de YÁOHU UL pela obediência às obras da lei de Mehushúa, mas pela fé em YAOHÚSHUA hol-MEHUSHKHÁY. Assim, confiando e entregando-nos a hol-MEHUSHKHÁY, somos perdoados e aceites por YÁOHU UL. Mas isso não é devido à obediência à lei, pois ninguém poderá salvar-se por observar a lei. 17-19Se viessem agora dizer-nos – a nós que confiamos em hol-MEHUSHKHÁY para nos perdoar e salvar – que errámos, e que não podemos tornarmo-nos justos diante de YÁOHU UL se não for pela obediência à lei, teríamos que concluir daí que hol-MEHUSHKHÁY afinal nos levou ao erro! Seria uma conclusão absolutamente absurda. Evidentemente que se me ponho a construir de novo um sistema de justificação, o qual antes tinha sido destruído, torno-me transgressor. Foi através da lei que eu fui levado a reconhecer que estava morto perante ela; e consequentemente fiquei livre para viver para YÁOHU UL. i 20-21Eu estou impalado com ha-MEHUSHKHÁY; e apesar de continuar a viver, já não é o meu eu quem domina, mas é hol-MEHUSHKHÁY quem vive em mim. E o resto da minha existência nesta terra é o resultado da fé que eu tenho no ha-BOR de YÁOHU UL, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim. Se pudéssemos ser salvos da culpa do nosso pecado pela obediência à lei de Mehushúa, é claro que a morte de hol-MEHUSHKHÁY teria sido inútil. Se eu seguisse este pensamento estaria a desprezar a dádiva de YÁOHU UL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 60 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: